Você está na página 1de 2

Fisiologia da dor

A dor é uma experiência sensorial causada pela ativação de receptores


específicos da lesão do tecido- Nociceptores. As funções da dor no nosso
organismo são: sinal de alerta, proteccao, ajuda na reparação de tecidos.
Existem nociceptores unimodais que respondem á dor rápida, e os
polimodais q respondem á dor lenta. A dor rápida (fisiológica) e transitória
e precisa e a dor lenta (patológica) é persistente e pouco precisa.
Compreendem-se duas vias sensitivas: via dorsal e a via anterolateral.
A via dorsal recebe aferencias de receptores encapsulados que são
terminações nervosas, fibras de médio e grande diâmetro respond«saveis
pela dor rápida.
A via anterolateral providencia informação sensorial térmica e dolorosa
constituída por fibras de pequeno diâmetro, sendo por isso mais difuso,
quando comparado com o sistema dorsal, contribuindo especialmente para
a dor lenta. Assim a sensibilidade dolorosa e menos precisa.

Mecanismo sináptico

O pa podem causar pa noutra célula vizinha, este mecanismo denomina-se


sinapse. A sinapse tem 3 componentes as extremidades alargadas dos
axônios são os terminais pré-sinapticos, que contem vesículas sinapticas
que por sua vez contem neurotransmissores; as membranas pos-sinapticas
contem receptores pros neurotransmissores; fenda sinaptica espaço que
separa as menbranas pré e pos sinapticas. Um pa que chega ao terminal pré
sinaptoco provoca a libertação de um neurotransmissores pela exocitose de
uma vesícula, que se difunde atraves da fenda sinaptica e se liga aos
receptores específicos na membrana pos sinaptica. O efeito deste
neurotransmissor pode ser suspenso por uma enzima e por recaptura pelo
terminal pré-sinaptico, difusão do neurotransmissor na fenda sinaptica.
Um neurotransmissor pode ser estimulatorio ou inibitório consoante o
receptor presente.
PEPS: potencial excitatorio pos sinaptico, causa despolarização da
membrana pos sinaptica.Ex: Glutamato
PIPS: potencial de accao inibitório pos sinaptico, causa uma
hiperpolarizacao da membrana.Ex: histamina.

Neurotransmissor

É uma substancia libertada por uma menbrana pré sinaptica, que se difude
por uma fenda sinaptica e estimula (ou inibe) a producao de um potencial
de accao na membrana pos sinaptica.