Você está na página 1de 2

PLANIFICAÇÃO DE UNIDADE

Escola EB 2,3 Prof Dr. Mota Pinto 5 º Ano Turma: B Disciplina de EVT Ano lectivo de 2008/2009
Unidade de Trabalho: Vamos Começar Início: 01 / 10 / 08 Fim : 27 / 10 /08 Total de Aulas:16
Par Pedagógico:Lúcia Almeida/Sónia Ferreira
Campos: Ambiente x Comunidade Equipamento
Áreas de Exploração: Alimentação Animação Construção Desenho x Fotografia Pintura x Impressão Hortofloricultura Mecanismos
Modelação/Moldagem Recuperação e Manutenção de Equipamentos Tecelagem e Tapeçarias Vestuário

Conteúdos Competências Actividades/Estratégias Mat./Meios Exp Critérios de Avaliação


( Itens de Desempenho)
Comunicação
Problemática do sentido
Codificações . Identificar e distinguir as .Recolha de elementos da Natureza alusivos ao Papel cavalinho
Imagem na comunicação características dos materiais de Outono.
Espaço
desenho (riscadores e .Análise dos mesmos quanto à forma, à cor, à linha Lápis n.º1, 2 e 3
Relatividade da posição .Capacidade de observação
Organização do espaço suportes); envolvente, ao peso, ao volume à sua forma.
Representação do espaço Régua
Estrutura
Saco das surpresas – Pelo tacto, os alunos
Estrutura das formas descrevem objectos escondidos dentro de um saco e
Estrutura dos materiais organizam-nos em cima de uma mesa. Esquadro .Capacidade de
Forma
Elementos da forma Jogo da descoberta – Os alunos visualizam os comunicação
Rel. Formas/Factores objectos dispostos em cima da mesa. Em seguida, Borracha
Valor Estético da forma
Material fecham os olhos para que os objectos sejam mudados
Origem e Propriedades . Ser sensível às qualidades do de lugar ou retirados pelas professoras. Lápis de cor .Sentido crítico
Tranf. de Mat.Primas envolvimento (físicas, formais
Impacto Ambiental
.Decorridos alguns segundos, abrem os olhos e
Medida e expressivas); tentam descobrir o que mudou e para onde Marcadores
Métodos de medição .Rigor na realização das
mudou…Nesta observação fazem a apresentação
Unidades de medida actividades
Instrumentos de Medição oral do objecto ou elemento da natureza, quanto à
Trabalho forma, função, material, textura, estrutura, luz e cor.
Produção e organização
Relações /Técnica s / Materiais
. Ser capaz de identificar,
Higiene e segurança recolher e classificar objectos .Identificação dos lápis nº1, 2 e 3 e da qualidade da
Geometria com diferentes formas;
Geometria no envolvimento
sua grafite, através da traçagem aleatória de linhas.
Formas e relações geométricas Identificação da régua: parte graduada, escala de .Grau de precisão e rigor no
Operações constantes medida, material… manuseamento da régua e do
Energia esquadro.
Fontes e recursos de energia .Identificação da borracha de miolo de pão e
Formas de energia . Reconhecer elementos comparação com a borracha “normal” de tinta.
Transformação de energia
Luz/cor
definidores da forma; .Comparação entre o lápis de cera e o lápis de cor.
Natureza da cor
A cor no envolvimento
Fontes de energia
.Cada aluno apresenta a sua folha de Outono à turma
Simbologia da cor e observa-a, com todo o rigor, de modo a caracterizá-
Movimento la, quanto à forma, às nervuras principais, à linha
Tipos de movimento
Produção de movimento envolvente e à sua cor.

.Retrato de uma folha - Distribuição de uma folha


A3 de papel cavalinho. Medição e traçagem da
esquadria. .
Divisão da folha em três partes iguais. . Capacidade de observação,
Breve revisão das unidades de medição e do cálculo registo gráfico e sua
de “uma terça parte” com a ajuda de exemplos no representação de acordo com
as técnicas solicitadas.
quadro.

. Execução do registo gráfico da sua observação,


primeiramente só com a linha envolvente, depois
linha envolvente e nervuras e por fim só as nervuras,
utilizando o lápis nº1.
.Análise dos trabalhos obtidos quanto às linhas
conseguidas no papel…
. Ser capaz de aplicar técnicas
de decalque, sombreado, .Breve noção de linha e diferentes tipos de linha.
recorte, colagem, esfumado e
fricção. .Análise de obras de pintores/desenhadores na
Internet, com base na linha: Vieira de Silva,
Kandisky, Mondrian… Marcadores
Lápis de cor
.Criação de uma composição plástica só com linhas, Ceras
utilizando diferentes riscadores e diferentes cores. Grafite
. Análise e reflexão dos trabalhos executados quanto
. Capacidade de comunicação
ao movimento, às cores, à força de cada uma das .Imaginação
linhas no papel… . Sentido estético
. Registo escrito individual sobre a composição .Criatividade
efectuada. Leitura e análise das mesmas.
Auto e hetero-avaliação dos trabalhos realizados. . Qualidade estética
Técnica do decalque com papel vegetal, contorno e . Rigor e apresentação dos
recorte em cartolina de um molde. trabalhos
. Ser capaz de aplicar meios, Apresentação da técnica do esfumado com lápis de Papel vegetal
materiais e técnicas de um cera e lápis de cor. Lápis de cera
modo intencional e expressivo; Elaboração de uma composição gráfica individual,
utilizando a técnica do esfumado (repetição).

As Docentes:
Lúcia Almeida e Sónia Ferreira