Você está na página 1de 5

As perguntas mais freqüentes de Breaking Dawn

Essas são as perguntas mais populares que eu encontrei


enquanto estive em um tour. Essa pagina possui pesados
spoilers, então eu vou recomendar a não ler esta se você não
leu o livro e pretende lê-lo.

O que aconteceu com a mulher do Marcus?


Era uma vez um vampiro muito jovem, (ele era vampiro por apenas uma
década e meia) chamado Aro, ele transformara sua irmã mais nova Didyme
que a pouco havia atingido a idade adulta, a fim de acrescenta-la no seu
crescente clã. Aro sempre quis poder como ele mesmo tinha o poder de ler
mentes, esperava que sua irmã biológica também possuísse poderes, para
ajudá-lo a aumentar o mundo vampiresco.

Então se notou que Didyme tinha o dom, ela trazia sua aura de felicidade, o
que afetou todos que a cercavam. Embora ela não fosse exatamente o que
ele esperava, Aro refletiu muito sobre as maneira de utilizar os poderes
dela. No entanto seu parceiro mais fiel, Marcus, se apaixonou por ela, o que
não foi muito difícil mediante a forma com que ela fazia as pessoas se
sentirem, muitas pessoas haviam se apaixonado por Didyme.

A diferença dessa vez foi que Didyme se apaixonou por Marcus. Eles foram
intensamente felizes. Tão felizes que já não ligavam para os planos de
dominação de Aro. Após alguns séculos Didyme e Marcus começaram a
discutir sobre como seguir seu próprio caminho. Evidentemente Aro estava
ciente das intenções deles. Ele não ficou feliz com isso, mas pretendia dar
sua benção.

Então ele esperou pela melhor oportunidade para agir, quando ele sabia que
não seria descoberto, ele matou a própria irmã. Afinal de contas, o dom de
Marcus era muito mais útil do que havia sido o dela. Isso não quer dizer que
ele não amasse realmente a sua irmã, só que é parte fundamental da
personalidade dele destruir ate mesmo que ele ama por causa das suas
ambições. Marcus nunca chegou à conclusão de que Aro era o responsável
pela morte de Didyme. Ele se tornou um homem vazio. Aro utilizou o poder
de Chelsea para mentê-lo leal aos Volturi, embora nem sequer o poder dela
possa fazer Marcus mostrar algum entusiasmo por eles.

Qual é o acordo com os Transmorfos?


Qual é a definição de lobisomem? É um homem que se transforma em lobo?
Ou é um homem que, uma vez infectado pela mordida de um lobisomem, se
transforma em lobo na lua cheia? Se você for à descrição básica então os
Quileutes são lobisomens. Isso não é uma distinção que realmente importa
nos dias normais. Durante a batalha contra os Volturi (um dia não normal)
Edward vê que Caius ira usar do trato com os lobisomens como uma
desculpa para atacar. Ele esta ciente da distinção entre esses (transmorfos)
e o lobos do tipo mais tradicional, ele pensou que seria apenas um detalhe
técnico e seria capaz de desviá-lo para atacar. Tecnicamente os Volturi não
estão em guerra com esses lobos e Edward sublinha a palavra “Metamorfo”
, a fim de tornar mais clara distinção para as testemunha. Os Quileutes não
tinham o conhecimento da existência de uma espécie diferente dos
lobisomens, mas Carlisle e o Edward estavam. Houve uma dica sobre isso
quando o Edward diz para Victoria (referindo-se a Seth) “Será que ele é
realmente muito pouco parecido com o monstro que James monitorou na
Sibéria?”

O que aconteceu com a Leah?


Leah esta realmente muito satisfeita com a sua vida. Ela se libertou do
bando do Sam, o que foi algo muito feliz para ela. Ela é o beta do bando do
Jacob, o que ela não pode ajudar por estar pouco convencida ao lado dos
irmãos (é por causa do grande negocio em termos de lobo). Jacob se tornou
um amigo confiável que ela estava precisando há bastante tempo, e ele é
um verdadeiro conforto para ela, embora eles escondam a sua predileção
por si, com constantes antipatias. Ela não tem absolutamente nenhum
interesse romântico no Jacob, do todo a Nessie é a única coisa que lhe
incomoda, na medida em que ela cria os laços com os vampiros.

O que aconteceu com o pai do Sam?


O pai do Sam desapareceu quando ele era muito jovem. Ele não era uma
boa pessoa, e o estresse de gerar uma família foi demais para ele, então ele
fugiu. Essa é a uma das razões pelas quase o Sam é tão maduro para sua
idade.

O Billy é realmente o Ephraim?


Não ele não é o Ephraim. Ele é o neto do Ephraim.

Quem é o pai do Embry?


Eu não sei quem é o pai do Embry. Estou ciente de que esta falta de
conhecimento é chato para algumas pessoas. Estou arrependida por não ter
sido capaz de explicar com mais detalhes, isso é uma das inconveniências
das entrevistas. Você não sabe o que irão te perguntar, e você não tem
muito tempo para chegara uma resposta e se você der uma resposta que
seja muito longa eles irão cortá-la de forma que não faça sentido.

Então você tem que pensar “nos seus pés e falar ao som de mordidas e
mordidas”(Não foi entendida a expressão). Eu não sou grande em ambas.
Vou tentar explicar o que isso significa. É que quando eu digo que não sei de
uma coisa, ou seja uma personagem que não tenha revelado alguma parte
de si para mim. Essas afirmações são abreviações de uma resposta longa e
complicada, a explicação que não funciona ao som de uma mordida (Não foi
entendida a expressão em questão de apresentação) (Não foi entendida a
expressão. Duas pessoas não escrevem do mesmo jeito, por isso eu não sei
se isso fará sentido para mais ninguém.
Quando escrevo uma historia, eu tenho que começar com infinitas
possibilidades. Eu descrevo um personagem ou um ponto do enredo,
querendo tornar essas características finitas. Por exemplo, quando decidi
que a Bella seria morena todas as possibilidades loiras ou ruivas
desapareceram. Uma vez que eu decida que a Bella vive em Washington,
todos os outros lugares que ela poderia viver desaparecem. Existe um
enorme universo de opções que eu vou invalidando lentamente para uma
realidade mais centrada. Eu ate preciso saber mais sobre um fato de um
determinado personagem, por isso tento manter minha mente aberta para
detalhes ate que se tornem necessário para a história. Se eu definir alguma
coisa de concreto prematuramente, poderia ser um obstáculo mais tarde, Se
eu explorar uma personagem muito cedo, isso pode me bloquear o que
poderia ser mais difícil trabalhar mais tarde.
Então eu ainda não explorei profundamente as três principais opções para o
pai do Embry. Se algum dia ele se tornar necessário para a história, eu
entrar em cada personagem e procurar a hitoria do presente dele e ver qual
opção tem mais sentido. Irei mais plenamente ter ciência do funcionamento
interno do Billy o senhor Quil e o senhor Samuel, cujo caráter apóia melhor
esse plano. Isso é o que eu quero dizer quando digo que o personagem
ainda não se revelou para mim. Eu não tenho “cavado” profundamente para
ver as informações da verdade desse personagem.
Se algum dia eu continuar com o universo Twilight, talvez torne necessário
saber quem é o pai do Embrt. Não estou nesse ponto e não quero que por
cavalheirismo dizer um apenas “Ah é ____________”como resposta, porque eu
poderia me arrepender mais tarde.

Como você se sente com a polemica do Breaking Dawn?


Faz-me triste é claro, mas eu já estava esperando por isso. A negativa foi
maior do que eu estava preparada, mas isso foi porque o livro vendeu muito
mais copias do que eu esperava. Foi maior dio que eu pensei em ambos os
lados positivo e negativo.
é inevitável que quanto maior for o seu publico, maior será o grupo dos que
não irão gostar do que estarão lendo. Porque nenhum livro é bom para todo
mundo. Todo individuo tem seu próprio gosto e experiência, e é por isso que
há uma tão grande variedade de livros na prateleira. Existem muitos livros
que são muito populares e não beneficiam em nada. Do outro lado existem
livros que eu adoro que mais ninguém parece gostar. O que me surpreende
é que tanta gente gosta do meu livro. Eu os escrevi para um publico muito
especifico e, portanto não havia garantia nenhuma de que quaisquer outras
pessoas no planeta alem de mim pudesse desfrutar deles.

Quando eu publico um livro eu sei que cada pessoa terá o direito de


escolhê-lo pra si. Rompendo com Breaking Dawn a expectativa era tão
grande e tão intensa, que eu já sabia que a reação negativa seria
especificamente ruim dessa vez. No fim das contas é apenas um livro. Ou
nenhum livro-album ou do cinema, show ou tv, ou qualquer outro tipo de
entretenimento pode dar resposta para esse nível de expectativa. Ah
poderia fazê-lo para algumas pessoas, seria exatamente o que estariam
procurando. Mas há sempre aquela pessoa que esta procurando por algo
mais.

É uma coisa difícil as pessoas estarem insatisfeitas com você, mas não há
nada o que eu possa fazer. Breaking Dawn entretêm você queira ou não. Se
eu pudesse voltar no tempo, sabendo de tudo que eu sei agora, e escrever a
serie de novo, eu iria escrever exatamente a mesma historia. (O escrito
seria melhor, pois a pratica o tornaria perfeito). Esta é a historia que eu
queria escrever, eu adoro Breaking Dawn. É tudo o que eu queria no meu
ultimo romance da saga. A popularidade e as reações não mudam.

Eu ouvi dizer que você acha que o Breaking Dawn caso virasse filme
deveriam ser dois filmes. Por quê? Também por ser impossível como filme. O
que isso significa?

Se o Breaking Dawn se tornar um filme, é difícil imaginar ele cabendo


dentro de noventa minutos. O livro é simplesmente muito grande! Eu não
consigo imaginar como condensa-lo - Se eu pudesse, o livro seria menor.
Mas talvez o roteirista possa encontrar uma forma de fazê-lo e ainda cobrir
os pontos cruciais.
Quando eu disse que o Breaking Dawn poderia ser impossível como filme,
isso se deve a Renesmee.

Você pode fazer quase tudo com o CGI-reality, dragões e dinossauros, e uma
infindável quantidade de criaturas que se harmonizam perfeitamente com
elementos reais, alguns deles são tão reais que você se esquece do que eles
são. No entanto a única coisa que nunca vi foi um CGI humano que
realmente parecesse real. Uma atriz não pode interpretar a Rennesmee pelo
menos não enquanto ela tiver apenas dias de vida. Pois ela será do tamanho
de um bebe, mas as suas expressões são totalmente controladas e
conscientes. Ela teria que ser construída, e o CGI ainda não esta lá. Claro
que eles desenvolvem tecnologias surpreendentes todos os dias, mas nos
temos pouco tempo de sobra.

A Bella é uma heroína Antifeminista?

Quando eu li e ouvi essas teorias sobre a Bella sendo um personagem


antifeminista, essas teorias são baseadas nas escolhas dela. No inicio ela
opta por um amor romântico acima de tudo. Eventualmente ela opta por
casar numa idade precoce e em seguida opta por manter uma inesperada e
perigosa bebê. Eu nunca signifiquei as escolhas ficcionais dela para que
fossem modelo para as escolhas da vida real de mais ninguém. Ela é uma
personagem de uma história, nada mais nem menos. Acima de tudo, esta
não é sequer uma ficção realista, é uma fantasia com vampiros e
lobisomens. De modo que ninguém mais poderia fazer as escolhas exatas.
A Bella escolhe as coisas de uma maneira diferente como eu faria se eu
estivesse no lugar dela, porque ela é um tipo de pessoa muito diferente de
mim. Além disso, ela esta em uma situação em que nunca nenhum de nos
estará, porque ela vive num mundo de fantasia. Mas ela faz as escolhas
dela um exemplo negativo de capacitação? Para mim, eu não penso assim.

Em minha opinião (palavra-chave), a fundação do feminismo é: ser capaz de


fazer escolhas. O núcleo do anti-feminismo, de uma maneira contraditória,
uma mulher dizendo que ela não pode fazer algo porque ela é uma mulher,
a tomada de qualquer decisão especificamente por causa de seu gênero.
“Você não pode ser astronauta porque você é mulher, você não pode ser
presidente por que você é mulher. Você não pode dirigir uma companhia por
que você é mulher” e todos esses opressivos “não pode”.
Uma das coisas esquisitas sobre o feminismo moderno é que algumas
feministas parecem estar colocando os seus próprios limites sob as escolhas
das mulheres. O que parece estranho para mim. Isso é se você não pode
escolher uma família da sua própria forma e ainda ser considerada uma
mulher forte. Como isso se emprega? Tem alguma regra para isso, quando e
como o nosso amor ou casamento e quando e como teremos nossas
crianças? Existe algum trabalho que seja realmente “feminista” Para mim,
essas limitadoras parecem antifeministas em seu principio básico.