Revisão de materiais

Propriedades Físicas
• Mecânicas
– Resistência mecânica
• Tração, compressão, Torção, Flexão

• Térmicas
– Ponto de fusão – Ponto de ebulíção

– Elasticidade – Plasticidade
• Maleabilidade • Ductibilidade

• Elétricas
– Resistividade – Condutividade

– – – –

Tenacidade Dureza Fragilidade Densidade

• Magnéticas • Óticas
– Transparência – Reflexão – Radiação e absorção

agosto de 2010

fabiosimoes@me.com

2

Propriedades Mecânicas
• Propriedades mais importantes do ponto de vista da indústria mecânicas • Quando o material está sujeito a esforços mecânicos. • Importância
– Processos de fabricação – Utilização do material

agosto de 2010

fabiosimoes@me.com

3

Resistência Mecânica
• Propriedade que permite que o material seja capaz de resistir à ação de tipos de esforços:
– – – –
agosto de 2010

Tração Compressão Torção flexão.
fabiosimoes@me.com 4

Elasticidade
• Capacidade do material em se deformar quando submetido a um esforço, e voltar à forma original quando retirado este esforço.

agosto de 2010

fabiosimoes@me.com

5

agosto de 2010 fabiosimoes@me. e manter uma parcela da deformação quando retirado o esforço.com 6 .Plasticidade • Capacidade do material se deformar quando submetido a um esforço.

– Capacidade do material deformar-se plasticamente sem romper-se. Fabio Manoel Sá Simões 7 . 02/09/2012 Prof.Ductibilidade • Ductibilidade: – Ser conformado.

Fabio Manoel Sá Simões 8 .Maleabilidade • Maleabilidade: Ser dobrado 02/09/2012 Prof.

Dureza • Resistência do material à penetração. agosto de 2010 fabiosimoes@me. à deformação plástica e ao desgaste.com 9 .

Dureza 02/09/2012 Prof. Fabio Manoel Sá Simões 10 .Propriedades dos Materiais .

Propriedades dos Materiais .Dureza 02/09/2012 Prof. Fabio Manoel Sá Simões 11 .

Dureza x Fragilidade 02/09/2012 Prof. Fabio Manoel Sá Simões 12 .

02/09/2012 Prof. Fabio Manoel Sá Simões 13 .

Fabio Manoel Sá Simões 14 .02/09/2012 Prof.

• Ex.Fragilidade • Baixa resistência aos choques. cerâmicas agosto de 2010 fabiosimoes@me.com 15 .: Vidro.

Tenacidade • Quantidade de energia necessária para romper um material. agosto de 2010 fabiosimoes@me.com 16 .

agosto de 2010 fabiosimoes@me.Densidade • Quantidade de matéria alocada dentro de um volume específico.com 17 .

Rede cristalina 02/09/2012 Prof. Fabio Manoel Sá Simões 18 .

HEXAGONAL COMPACTA.me.com/fabiosimoes . CCC. CFC – Alumínio fabiosimoes@me.com public.Redes Cristalinas • CFC.

Grãos em metais 02/09/2012 Prof. Fabio Manoel Sá Simões 20 .

Fabricação do Aço .Reciclagem 02/09/2012 Prof. Fabio Manoel Sá Simões 21 .

(calcário. Fabio Manoel Sá Simões 22 . ou a base de cal ) 02/09/2012 Prof. sinter.Fabricação do aço – Matérias Primas • Minério de ferro.proveniente da hematita ou magnetita • Coque – carvão mineral coqueficado • Material fundente .

.

.

Fabricação do aço – Coqueria Carvão mineral – processado através de queima temperatura de 1100 a 1200°C Período de 8 a 16 hh 02/09/2012 Prof. Fabio Manoel Sá Simões 25 .

.

Fabricação do aço – Auto-Forno 02/09/2012 Prof. Fabio Manoel Sá Simões 27 .

.

.Equipamentos do auto forno • Regeneradores.panela ou zona resvestida por material refratario onde o material se funde.responsavel pelo aquecimento do ar • Sopradores.responsavel pelo transporte do gusa liquido ate a aciaria • Cadinho.responsavel pelo lançamento do ar super aquecido que sera lançado no auto forno • Carro torpedo.

O que e ferro gusa Ferro de primeira fusão produzido no alto forno(matéria prima para produção do aço e ferro fundido .

Fabio Manoel Sá Simões 31 .Fabricação do aço – Auto-Forno 02/09/2012 Prof.

.

Aço x ferro • Aço percentual de carbono de 0.11% exatamente e 2% aproximado .008 a 2.11%C exatamente e 2 % aproximado • Ferro acima de 2.

.

77% de carbono.25% `a 0. • aços hipereutetóides: acimateor 0. .Aços de baixo teor de carbono at´e 0.25% de carbono Aços de médio teor de carbono de 0.77% de carbono.6% de carbono • aços hipoeutetóides: abaixo teor 0.

A representação é feita por quatro algarismos (classificação SAE). excetuados alguns aços que são indicados precedidos pela letra ”D”e são baseados nas normas DIN. o primeiro algarismo indicando: 1 = a¸co-carbono 2 = a¸co-n´ıquel 3 = a¸co-n´ıquel-cromo 4 = a¸co-molibidˆenio 5 = a¸co-cromo 6 = a¸co-cromo-van´adio 7 = a¸co-tungstˆenio . baseando-se nas normas SAE.Classificação do aço segundo as normas da ABNT A ABNT padroniza os aços para construção mecânica segundo o teor de carbono.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful