Você está na página 1de 20

• Introdução

Índice
• O que é o tabagismo
• História do tabaco
• Composição do tabaco
• Fumadores passivos
• Os números do tabaco
• Efeitos do tabaco
• Razão de começar a fumar
• Motivos para não fumar
• Fumar durante a gravidez
• Razões para deixar de fumar
• Conclusão
Introdução
• Ao realizar este trabalho, nós
pretendemos demonstrar o quão
nocivo é o tabaco e as doenças que
pode provocar.
• Depois de o verem esperamos que
percebam como o tabaco é prejudicial
á saúde.
O que é o tabagismo?
• Tabagismo é o acto de consumir
cigarros ou outros produtos que
contém tabaco, estes produtos
apresentam uma droga, a nicotina, os
fumadores ficam viciados ao
experimentarem tal substância e torna-
se muito difícil deixar de fumar.
História do tabaco
• O seu uso surgiu aproximadamente no ano 1000 A.C., nas
sociedades indígenas da América Central, em rituais
mágicos-religiosos com objectivo de purificar, contemplar,
proteger e fortalecer os ímpetos guerreiros, além de
acreditar que a mesma tinha o poder de predizer o futuro.

• A partir do século XVI, o seu uso foi introduzido na


Europa, por Jean Nicot, diplomata francês vindo de
Portugal.
• Por volta de 1840 a 1850, surgiram as primeiras
descrições de homens e mulheres que fumavam
cigarros, porém somente após a Primeira Guerra
Mundial (1914 a 1918) o seu consumo apresentou
uma grande expansão.

• A partir da década de 60, surgiram os primeiros


relatórios científicos que relacionaram o cigarro ao
adoecimento do fumador. Hoje existem inúmeras
pesquisas que comprovam os malefícios do
tabagismo à saúde do fumador e dos não-fumadores
expostos ao fumo do cigarro.
Composição do cigarro

q ue c a u sa de p endência
té m n ic oti n a, uma DROGA
Con
O que são fumadores passivos?
• Pessoa que inspira involuntariamente o fumo do
tabaco presente no ambiente libertado pelos
fumadores

• Inala mais de 400 substâncias nocivas à saúde

• O tabagismo passivo é a 3ª causa de morte evitável


no mundo
• Existem dois biliões de fumadores passivos no
mundo e 700 milhões são crianças.
• 50 mil pessoas morrem por ano no mundo pelo fumo
passivo
Os números do tabaco
• Em Portugal morrem todos anos a volta de 11 mil pessoas vítimas
dos malefícios do tabaco. Hoje em dia, há cerca de 1,1 mil milhões
de fumadores em todo o mundo, qualquer coisa como um terço da
população global acima dos 15 anos. Na Europa contam-se mais
de 80 mil fumadores.
• As previsões apontam para que em 2020 o tabaco cause mais
mortes no mundo, do que a Sida, a tuberculose, a mortalidade
materna, os acidentes com veículos motorizados, os suicídos e os
homicídios todos somados. Em 2000 o tabaco matou mais de
quatro milhões de pessoas A cada oito segundos morre uma
pessoa de doenças relacionadas com o tabaco. Quase tão
depressa é recrutada outra vítima que começa nesse instante a
fumar.
Efeitos imediatos de fumar
(basta um cigarro)
a r
f um
de
r azo
o p
l o n g
os a
fe it
E
Quando e porque se começa a
fumar?
• Um estudo realizado, comprovou que a maioria dos
fumadores em todo o mundo, começam a fumar
antes dos 19 anos.

• Também foi comprovado que normalmente são jovens


com muito pouca auto-estima e sem personalidade
definida que começam a fumar para se refugiarem dos
seus problemas ou apenas para seguirem os outros e
principalmente por necessidade de auto-afirmação.
Motivos para não fumar
• Manter a forma física
• Ser mais saudável
• Ser mais atraente
• Evitar conflitos com os pais, amigos,
namorado/a
• Um fumador gasta em média 1460€ por
ano.
Órgão que mostra a diferença

Pulmão de um fumador Pulmão de um NÃO fumador


Fumar durante a gravidez!
• Nunca! O fumo inalado pela mãe, prejudica-a a ela
própria, mas pior ainda, prejudica o feto, podendo até
mata-lo!
• Estes riscos são:
• · Abortos espontâneos;
• Nascimentos prematuros;
• Bebés de baixo peso;
• Morte do feto e de recém-nascidos;
• Deslocamento prematuro da placenta;
• Placenta prévia e episódios de sangramento.
Razões para deixar de fumar
• Melhora-se o olfato,o gosto pelos alimentos, o hálito
e o desempenho orgânico;
• Reduz-se o risco de cancro, de doenças
cardiovasculares e respiratórias e os gastos com a
saúde em geral;
• Passa-se a gastar melhor o dinheiro, que antes era
queimado com o fumo;
• Deixa-se de ser escravo de bares e empresas que
lucram com a doença e a morte dos outros;
• Passa-se a respeitar o nosso próprio corpo e a nós
próprios.
Conclusão
• O tabagismo é uma doença que mata as
suas vitimas de forma dolorosa e
humilhante, por isso peço que pensem um
pouco e que se livrem de se tornar numa
estatística trágica sobre o fumo ou uma
das fotos que mostramos à pouco.

• Sejam amigos de vocês mesmos e


saibam dizer NÃO!
Trabalho elaborado por:
• Não fumadores!

• Ana Raquel Fernandes nº4

• Pedro Terra nº20

• 8ºF

Interesses relacionados