Você está na página 1de 29

HABITAÇÃO

MARIVALDO ARAÚJO RIBEIRO


Gerente Regional – Construção Civil
CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
SR CENTRO DE MINAS/MG
Agenda
Agenda
PARTICIPAÇÃO DAS CONSTRUTORAS
Agenda

Como as Construtoras poderão


financiar os seus
empreendimentos junto à
CAIXA ?
CONDIÇÃO BÁSICAAgenda

• Avaliação do risco de crédito


• Avaliação jurídica
• Certificação PBPQ-H
LINHAS DE CRÉDITO
Agenda
PARA CONSTRUTORAS

•Imóvel na Planta
•Financiamento a produção
•Alocação de Recursos
•0 a 3 sm, via poder
público (Antigo PAR)
IMÓVEL NA PLANTA
Agenda

Recursos FGTS e SBPE


Financiamento direto às PF agrupadas por
uma Entidade Organizadora, com a
participação de uma Construtora, podendo a
Construtora atuar como entidade
organizadora
ASSOCIATIVO
IMÓVEL NA PLANTA
Agenda

PREMISSA
Para contratação do financiamento é
necessário que os recursos para conclusão
do empreendimento estejam sob gestão da
CAIXA, sob a forma de contratação com os
beneficiários PF, aporte de recursos
financeiros depositados na CAIXA e/ou
execução de obras
ASSOCIATIVO
IMÓVEL NA PLANTA
Agenda

EXEMPLO
Empreendimento com 10 unidades
VGV: 1.000.000,00
Custo: 500.000,00
Demanda mínima: 30%
PARA APROVAÇÃO DE CADA OPERAÇÃO
Agenda

• Avaliação do projeto de
engenharia
• Avaliação do risco de crédito
(APCI)
• Avaliação jurídica do
empreendimento
TAXAS PREVISTASAgenda

• Análise da Proposta = R$ 800,00


• Análise Engenharia = R$ 3.675,00 (máximo)
• Por contrato PF = R$ 200,00*
• Por parcela Liberada = R$ 1.200,00*

*Antes era 2% sobre o valor de cada parcela liberada,


ou seja, a Construtora tinha um custo de 2% sobre o
VGV
FINANCIAMENTO A PRODUÇÃO
Agenda

Recursos FGTS e SBPE


• Linha de Crédito para financiamento à
produção de empreendimentos
habitacionais, comerciais e mistos, com
financiamento direto às Construtoras ou
Incorporadoras ou Sociedades de Propósitos
Específicos e financiamento para
comercialização das Unidades.
FINANCIAMENTO A PRODUÇÃO
Agenda
PREMISSA
Para contratação do financiamento é necessário que os
recursos para conclusão do empreendimento estejam sob
gestão da CAIXA, sob a forma de contratação com os
beneficiários PF, aporte de recursos financeiros depositados
na CAIXA e/ou execução de obras.

Caso a Construtora necessite aportar e


não possua recursos para tal poderá
solicitar um financiamento deste
aporte
JUROS PREVISTOS NO
Agenda
FINANCIAMENTO A PRODUÇÃO

• Juros de 8% a.a quando se tratar de


emprendimento para FGTS
• Juros de 9,5% a.a quando se tratar de
empreendimento para SBPE
• Juros de 12,2842% a.a quando se
tratar de empreendimento comercial
CÁUCULO DOS JUROS NO
FINANCIAMENTO A PRODUÇÃOAgenda
(Empreendimento Misto)

Misto FGTS/SBPE

Qt. unidades residenciais FGTS x 8,00% + Qt. unidades comerciais x 9,5%


Número total de unidades do empreendimento/módulo

Misto Residencial/comercial

Qt. unidades residenciais x 9,50 + Qt. unidades comerciais x 12,2842


Número total de unidades do empreendimento/módulo
PRAZOS E GARANTIAS
Agenda

GARANTIAS
• As garantias do financiamento são representadas
pela Hipoteca das unidades habitacionais ainda não
comercializadas e fiança dos sócios

PRAZOS
• Construção/Carência = 24 Meses
• Amortização = Até 24 meses prorrogáveis por mais
24 meses
VALOR MÁXIMO DE FINANCIAMENTO
Agenda

• O valor do financiamento é de 100% do valor custo


das obras a executar, sendo que este valor não
pode ultrapassar ao valor equivalente a 85% do
custo total do empreendimento, deduzido os valores
do terreno e das despesas financeiras.

• O valor do financiamento está limitado, ainda, a


60% do valor de avaliação das unidades do
empreendimento/módulo.

• Não é permitida a suplementação de recurso.


CONDIÇÕES SUSPENSIVAS
Agenda
A Construtora/Incorporadora ou SPE pode, cumulativamente
ou não, mediante inserção de Cláusula Contratual, comprovar
no prazo máximo de 6 meses, o seguinte:

• 30% de comercialização de unidades habitacionais integrantes do


empreendimento.
• Percentual mínimo de financiamento com Pessoas Físicas, na CAIXA.
• Percentual mínimo necessário de obra executada com recursos
próprios da Construtora/Incorporadora e/ou de seus sócios, não-
reembolsáveis pela CAIXA.
• Aporte de recursos financeiros próprios da Construtora/Incorporadora
ou de terceiros para complementar os 100% dos recursos necessários
à conclusão do empreendimento;
• Instituição da Adoção do Patrimônio de Afetação registrado no
Registro de Imóveis,
• Premissas indicadas no Parecer da GIRIS – APCI.
TAXAS PREVISTASAgenda

• Análise da Proposta = R$ 800,00


• Análise Engenharia = R$ 3.675,00 (máximo)
• Por contrato PF = R$ 200,00*
• Por parcela Liberada = R$ 1.200,00*

*Antes era 2% sobre o valor de cada parcela liberada,


ou seja, a Construtora tinha um custo de 2% sobre o
VGV
ALOCAÇÃO DE RECURSOS
Agenda

Recursos FGTS e SBPE


Linha de crédito para assegurar a empreendedores
PF e às empresas do ramo da construção civil, que
produzem empreendimentos com recursos próprios
ou de terceiros, a comercialização das unidades
habitacionais por meio de financiamentos
diretamente a pessoas físicas, após a conclusão e
regularização da obra no Cartório de Registro de
Imóveis.
ALOCAÇÃO DE RECURSOS
ALOCAÇÃO DE RECURSOS
Agenda

Para aprovação da operação

• Avaliação do projeto de
engenharia
• Avaliação jurídica
(Neste caso é dispensada a certificação PBPQ-H e Avaliação de
Risco/Jurídica da Construtora)
ALOCAÇÃO DE RECURSOS
ALOCAÇÃO DE RECURSOS
Agenda

TAXAS PREVISTAS
AQUISIÇÃO DE UNIDADES PELA CAIXA
DIRETAMENTE DA CONSTRUTORA Agenda

PMCMV até 3 SM via Poder Público


• A Construtora apresenta o projeto dentro das especificações do
programa à CAIXA.
• A CAIXA analisa o projeto e verifica se o mesmo se encontra
dentro das especificações do programa
• Aprovado o projeto, a CAIXA compra o empreendimento da
construtora, na planta.
• A CAIXA libera os recursos de acordo com o cronograma
estabelecido pela Construtora, podendo liberar até 10% na
assinatura do contrato.
• Ao término do empreendimento as unidades habitacionais são
alienadas para famílias com renda bruta mensal de até 3 salários
mínimos, indicadas pelo Município ou Governo do Estado/Distrito
Federal e movimentos sociais habilitados junto ao MCidades.
VR MÁXIMO DE AQUISIÇÃO DAS UNIDADES
Agenda
PMCMV O a 3 SM via Poder Público
DISTRIBUIÇÃO DE UNIDADES POR UF
Agenda
CRÉDITO CORPORATIVO PARA INFRAESTRUTURA
Agenda

Linha especial de financiamento de até 100%


do custo orçados para as intervenções em
infraestrutura interna ou externa, limitado a
10% do custo total do empreendimento
habitacional popular
• Volume de recursos: até R$ 5 bilhões
• Tomador – construtoras do setor privado
• Taxa de Juros – TJLP + 1% a.a.
• Prazos: Carência – até o final da obra, limitado a 18
meses. Retorno até 36 meses
CRÉDITO CORPORATIVO PARA INFRAESTRUTURA
Agenda
Itens financiáveis
• ligação com adutoras
• rede elétrica e iluminação
• urbanização externa (incluindo viário)
• abastecimento de água
• pavimentação e drenagem
• aquisição de terreno
• infraestrutura interna, se for o caso
• terraplanagem
• estação de tratamento de esgoto (ETE)
• demais itens classificáveis como infraestrutura
necessária para viabilizar o empreendimento
Agenda
Agenda

Interesses relacionados