SEAF

SEGURO DA AGRICULTURA
FAMILIAR

Ministério do
Desenvolvimento Agrário

Secretaria da
Agricultura Familiar

Ministério do
Secretaria da
Agricultura FamiliarDesenvolvimento Agrário

Sobre o Programa O Seguro da Agricultura Familiar – SEAF. O agricultor precisa estar menos exposto a riscos e ter melhores condições para plantar e colher.   Para viabilizar e dar sustentabilidade a essa conquista. os sistemas agroflorestais. é destinado aos agricultores familiares que acessam o financiamento de custeio agrícola vinculado ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (PRONAF).   O SEAF foi criado pelo Governo Federal para que o produtor possa desenvolver sua lavoura com segurança. os cultivos orgânicos.   Na safra 2010-2011 foi criado o SEAF Investimento para apoiar o agricultor familiar na realização de investimentos para modernização e aumento da produção de alimentos. atendendo uma antiga reivindicação da agricultura familiar por um seguro com garantia de renda. recursos naturais e medidas preventivas contra adversidades agroclimáticas. Essa é a base para uma agricultura familiar mais forte. cuidados com o manejo. instituído no âmbito do PROAGRO com a denominação PROAGRO Mais. o SEAF promove o uso de tecnologia adequada. entre outros.   O SEAF tem passado por reformulações que visam cada vez mais atender a verdadeira necessidade do agricultor familiar no que tange a segurança da produção. contemplando os sistemas produtivos sustentáveis. O SEAFdoInvestimento oferece uma cobertura adicional da renda para Ministério Secretaria da Desenvolvimento Agrário Agricultura Familiar Seguro da Agricultura . como a agroecologia.

Aveia. Amendoim. Trigo. Gergelim. Milheto. Cacau. Mamão. Sorgo Granífero. Café robusta. Nectarina. Palma Forrageira. Uva americana e Uva europeia. Lavouras Irrigadas de culturas sem ZARC na UF São amparáveis pelo SEAF. Girassol. Tangerina. Ameixa. Culturas Abacaxi. Mandioca. Pimenta do Reino. Lima Ácida. Milho. Banana. Melancia. Açaí. Pomelo. Laranja. Pêra. Sisal. Dendê. Algodão. Pêssego. Lavouras Consorciadas Todas em que a cultura principal tenha indicativo no zoneamento agrícola de risco climático. Cevada. Adesão Automática no crédito de custeio agrícola do PRONAF. Café arábica. Feijão. Limão. Mamona. Manga. Ministério do Seguro daDesenvolvimento Agricultura Agrário Secretaria da Agricultura Familiar Ministério do Secretaria da Agricultura FamiliarDesenvolvimento Agrário Seguro da Agricultura . Maracujá. Feijão Caupi. Goiaba. Canola. contempladas no Zoneamento Agrícola de Riscos Climáticos (ZARC) do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA). Coco. Cajú. Pupunha. Soja. Seringueira. Toranja. Cana-de-açúcar.Modalidades Cobertura Padrão do SEAF Público Alvo Agricultores familiares que tomam financiamento de custeio agrícola no Pronaf. Maçã. Arroz.

5%. se não solicitar cobertura • Acréscimos na alíquota: 0.25%. a partir de 1° de julho de 2015: • Decréscimos na alíquota: 0. se solicitar cobertura • Alíquota mínima: 2% • Alíquota máxima: 6% • Redutor para lavouras irrigadas e semiárido: 1% Ministério do Seguro daDesenvolvimento Agricultura Agrário Secretaria da Agricultura Familiar Ministério do Secretaria da Agricultura FamiliarDesenvolvimento Agrário Seguro da Agricultura .Modalidades Cobertura Padrão do SEAF Adicional (prêmio de seguro) Alíquota base: 3% Sistema de Bonificações Para cada ano agrícola em que o beneficiário formalizar adesão ao SEAF.

 3 vezes o valor do financiamento.  valor do financiamento. para culturas permanentes. A Receita Bruta Esperada é estimada pelo banco na contratação do financiamento.Modalidades SEGURO DA AGRICULTURA Cobertura Padrão do FAMILIAR SEAF Valor Segurado 80% da Receita Bruta Esperada do empreendimento (RBE). Renda Líquida Segurada = 80% da RBE – Valor do Financiamento (observados os limites acima). Ministério do Desenvolvimento Agrário Secretaria da Agricultura Familiar Ministério do Secretaria da Agricultura FamiliarDesenvolvimento Agrário Seguro da Agricultura . É calculada multiplicando a produtividade esperada pelo preço de mercado estimado para o produto para a época da colheita. para olericultura. com os seguintes limites para a Renda Líquida Segurada (RLS):  R$ 20 mil.  2 vezes o valor do financiamento. para demais culturas.

Ministério do Desenvolvimento Agrário Secretaria da Agricultura Familiar Ministério do Secretaria da Agricultura FamiliarDesenvolvimento Agrário Seguro da Agricultura . locais ou crioulas poderão ter cobertura do seguro. pontos de referência e vizinhanças.  conter o município e a matrícula ou nome do imóvel. Análise de Solo Para operações com valor financiado acima de R$ 5.00 é obrigatória a apresentação de análise química e granulométrica do solo e recomendação de adubação As análises ao banco.000.de respectivamente. Cultivares Crioulas Agricultores que utilizam sementes de cultivares tradicionais. membro da família constante da DAP  análises ou do proprietário da terra. de solo emitidas a partir de 1º de julho de 2015 devem: As têmnome 2 e 10do anos de validade. o produtor deverá elaborar um mapa situando a propriedade e a área onde será implantada a lavoura. desde que seja cultivar cadastrada no MDA por entidade habilitada.  informar o número de hectares da gleba da lavoura a que se referem e. especificando linhas de contorno. estar em beneficiário.Modalidades SEGURO DA AGRICULTURA Cobertura Padrão do FAMILIAR SEAF Croqui No ato da contratação do crédito.

seca. Eventos Cobertos Chuva excessiva. poderá ser solicitado pagamento do SEAF. ventos frios e doença ou praga sem método de controle técnica ou economicamente viável. ou seja. Ministério do Desenvolvimento Agrário Secretaria da Agricultura Familiar Ministério do Secretaria da Agricultura FamiliarDesenvolvimento Agrário Seguro da Agricultura . evento associado ao plantio em locais impróprios ou sujeitos a riscos frequentes. granizo. enchente e outros eventos causados por acidentes e não por causas fortuitas da natureza. deduzidas a receita bruta obtida com a colheita. evento fora da vigência do seguro. geada. as parcelas do financiamento não aplicadas e as perdas por causas não amparadas. Gatilho Se a lavoura tiver perda maior que 30% causada por evento amparado pelo programa. Exemplos de Eventos não Cobertos Incêndio de lavoura. variação excessiva de temperatura. receita bruta obtida menor que 70% da receita bruta esperada.Modalidades Cobertura Padrão do SEAF Valor da Cobertura Igual ao Valor Segurado mais juros do financiamento. ventos fortes.

e demais adicional do SEAF para Pronaf Investimento. Adicional (prêmio) Mesma alíquota da cobertura padrão do SEAF.00 por agricultor/ano. Adesão Opcional e vinculada a operação de custeio agrícola do Pronaf de atividade que irá gerar renda para pagar o investimento. até R$ 5. Ministério do Desenvolvimento Agrário Acionamento do Seguro Secretaria da Agricultura Familiar Ministério do Secretaria da Agricultura FamiliarDesenvolvimento Agrário Seguro da Agricultura . Para tanto. É importante que o agricultor façaculturas adesão à cobertura Eventos cobertos.000. que tem operação de que precisa amparar no SEAF. Prestações com vencimento após a época de colheita e até 180 dias após o vencimento da operação de custeio. observado que a soma do SEAF Custeio com o SEAF Investimento é limitada à 95% da receita bruta esperada do empreendimento. Os investimento mesmos da cobertura padrão do SEAF. Cobertura Garante até 100% da prestação de investimento. deve informar ao banco no qual está condições tomando crédito de custeio.Modalidades Cobertura SEGURO DA AGRICULTURA Adicional para Investimento FAMILIAR Essa cobertura adicional do SEAF foi criada para apoiar os investimentos em modernização e aumento da produção de alimentos na agricultura familiar. Enquadramento Operações de investimento contratadas a partir de 1 de julho de 2007. Oferece uma cobertura adicional de renda para pagamento de prestações de financiamentos de investimento do PRONAF e do crédito fundiário.

br Fone (61) 2020-0895 Ministério do Desenvolvimento Agrário Secretaria da Agricultura Familiar Ministério do Secretaria da Agricultura FamiliarDesenvolvimento Agrário Seguro da Agricultura .VEJA TAMBÉM NA PÁGINA DO SEAF SEGURO DA AGRICULTURA CUIDADOS PARA NÃO PERDER A COBERTURA FAMILIAR COMO COLETAR AMOSTRA PARA ANÁLISE DE SOLO www.gov.br E-mail seaf@mda. associações e cooperativas Agências dos bancos que operam o SEAF Veja a página do SEAF no site do MDA: www.gov.mda.mda.gov.br ONDE OBTER MAIS INFORMAÇÕES Órgãos Públicos de Assistência Técnica Rural ONDE OBTER MAIS INFORMAÇÕES Secretaria de Agricultura do Município Sindicatos.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful