Você está na página 1de 27

NORMAS TÉCNICAS BRASILEIRAS

NBR5410, NBR 14039 E OUTRAS NR 10


NBR 5410:2004

Histórico
Edições da norma brasileira de baixa tensão

1941 - Primeira edição


1960 - Segunda edição
1980 - Terceira edição
1990 - Quarta edição
1997 - Quinta edição
2004 - Sexta edição (em vigor a partir 31/03/05)
NBR 5410:2004
Aplicação
•Instalações elétricas em corrente
alternada sob uma tensão nominal
igual ou inferior a 1000V, e
freqüência inferior a 400Hz, ou a
1500V em corrente contínua, a partir
da origem da instalação.
NBR 5410:2004
Aplicação
•Instalações novas e a reformas em
instalações existentes, limitando-se
às instalações elétricas internas, ou
seja, após a medição da
concessionária de energia elétrica.
NBR 5410:2004
Origem da instalação
•A origem de instalações alimentadas
diretamente por rede de distribuição
pública em baixa tensão corresponde
aos terminais de saída do dispositivo
geral de comando e proteção; no
caso excepcional em que tal
dispositivo se encontre antes do
medidor, a origem corresponde aos
terminais de saída do medidor;
NBR 5410:2004
Origem da instalação

•A origem de instalações alimentadas por


subestação de transformação corresponde
aos terminais de saída do transformador;
•Se caso a subestação possuir vários
transformadores, a cada transformador
corresponderá uma origem, havendo tantas
instalações quantos forem os
transformadores;
NBR 5410:2004

Origem da instalação
•Nas instalações alimentadas por fonte
própria de energia, a origem é
considerada de forma a incluir a fonte
como parte da instalação.
NBR 5410:2004

Abrangência

•Edificações residenciais;

•Edificações comerciais;
•Estabelecimentos de uso público;

•Estabelecimentos industriais;
NBR 5410:2004

Abrangência

•Estabelecimentos agropecuários e
hortigranjeiros;
•Edificações pré-fabricadas;
NBR 5410:2004

Abrangência

•Reboques de acampamento
(trailers), locais de acampamento
(campings), marinas e instalações
análogas;
•Canteiros de obra, feiras,
exposições e outras instalações
temporárias.
NBR 14039:2003

Histórico

1967

Tudo começou com a NB-79:

“Execução de instalações elétricas de


alta tensão de 0,6 a 15 kV “
NBR 14039:2003
Janeiro 1996 – Vácuo legal

NB-79 foi cancelada sem substituição pela


ABNT.

Nunca sofreu nenhum tipo de atualização.


NBR 14039:2003
Abril 1998 – Norma “Tampão”

Ampliação limites:
De 0,6 a 15kV Para 1,0 a 36,2kV

Novo número NBR 14039

Novo título Instalações elétricas


de alta tensão
de 1 a 36,2 kV
NBR 14039:2003

1997 a 2003 – Rigorosa e profunda revisão.

Outubro 2000 – Emenda à norma de 1998.

NBR 14039:2000
NBR 14039:2003
Dezembro 2003

Publicada a nova NBR 14039, onde passa a


vigorar a partir de 30/01/2004.
“Instalações Elétricas de Média Tensão 1,0 a
36,2kV”

NBR 14039:2003
NBR 14039:2003
Aplicação
•Aplica-se no projeto e execução de instalações
elétricas com tensão nominal de 1,0 a 36,2 kV;

•Aplica-se em instalações alimentadas por


concessionária de energia elétrica a partir
do ponto de entrega, definido pela Resolução
da ANEEL 456:2000 Art. 9º;
•Também se aplica a instalações alimentadas
por fonte própria de energia com tensão
nominal de 1,0 a 36,2 kV;
NBR 14039:2003
Aplicação
•Aplica-se às instalações novas, às reformas em
instalações existentes e às instalações de
caráter permanente ou temporário;

•As instalações especiais, tais como marítimas,


de tração elétrica, de usinas, devem obedecer,
além desta norma, às normas específicas
aplicáveis em cada caso.
NBR 14039:2003

Ponto de entrega

•Conforme definição da resolução


456:2000 Art. 9º, é o ponto de
conexão do sistema elétrico da
concessionária com as instalações
elétricas da unidade consumidora,
caracterizando-se como o limite de
responsabilidade do fornecimento.
NBR 14039:2003
Exceções
•Às instalações elétricas de concessionários
do serviços de geração, transmissão e
distribuição de energia elétrica, no exercício
de suas funções em serviço de utilidade
pública;
•Às instalações de cercas eletrificadas;

•Trabalhos em circuitos energizados.


NBR 14039:2003
Limites aplicação
NBR 14039:2003
Proteção das pessoas que trabalham nas
instalações de média tensão ( 1,0 a 36,2 kV)
•As instalações elétricas devem ser construídas
e instaladas de forma a garantir a proteção
das pessoas que nelas trabalham;
•Os equipamentos pertencentes às instalações
devem ser providos de meios que permitam o
seu isolamento quando necessário. Por
exemplo, isolar a instalação completa ou
parcialmente através do desligamento de
seccionadores ou removendo-se os elos ou
interligações;
NBR 14039:2003

•Os equipamentos de proteção a serem


utilizados são no mínimo: capacetes, óculos
de segurança, luvas, detector de tensão,
botas e estrado ou tapete isolante;

•Se os terminais de neutro de vários


equipamentos estiverem ligados em paralelo,
deve ser possível isolá-los individualmente.
NBR 14039:2003
•Os equipamentos devem ser providos de
meios para descarregamento elétrico de
modo a prevenir a transferência de potencial
elétrico mesmo após a sua desconexão,
como por exemplo em capacitores.

•Os dispositivos, fixos ou portáteis, para


verificação do estado de desenergização
devem estar disponíveis e permitir a
verificação em todos os pontos onde o
trabalho será realizado
NBR 14039:2003
•A proteção das pessoas contra os perigos
resultantes de faltas por arcos devem ser,
entre outros:

•Utilização de dispositivos de abertura sob


carga;

•Sistemas de intertravamento;
•Chaves de aterramento resistente ao
curto-circuito presumido;
NBR 14039:2003
•Emprego de dispositivos limitadores de
corrente;

•Seleção de tempos de interrupção muito


curtos, por exemplo através de relés
instantâneos;

•Operação da instalação a uma distância


segura.
Outras normas técnicas brasileiras
sobre instalações elétricas de MT

•NBR 5424 - Guia para aplicação de pára-


raios de resistor não linear em sistemas de
potência – procedimento.

•NBR 5433 - Redes de distribuição aérea rural


de energia elétrica – padronização.
Outras normas técnicas brasileiras
sobre instalações elétricas de MT

•NBR 5434 - Redes de distribuição aérea


urbana de energia elétrica – padronização.

•NBR 6979 - Conjunto de manobra e


controle em invólucro metálico para
tensões acima de 1kV até 36,2kV.