Você está na página 1de 14

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DA

PARAÍBA - IESP

METODOLOGIA DA PESQUISA
CIENTÍFICA

Profº. Odilon Carreiro


NORMAS PARA ELABORAR UM ARTIGO
CIENTÍFICO

As informações aqui descritas são baseadas na


norma NBR 6022, 2003. Esta norma apresenta
os elementos que constituem um artigo
científico.
Ao enviar um artigo científico à aprovação de
uma revista, o autor deve tomar conhecimento
das normas editoriais da revista e adota-las.
(FRANCA et al., 2001, p. 57).
Ao preparar um artigo científico o autor deve
consultar, as normas abaixo relacionadas:
AUTOR TÍTULO / DATA

ABNJT NBR 6022: Informações e doc. – artigo para publicação em


periódica científica – 2003.

ABNT NBR 6023: Elaboração de Referências - 2002


ABNT NBR 6024: Numeração Progressiva das Seções de um
Documento – 2012.
ABNT NBR 6028: Resumo – 2003.
ABNT NBR 10520: Informação/Documentação – citação em
documento – 2002.
ABNT NBR 14724: Informação e Documentação – trabalhos
acadêmicos – 2011.
IBGE Normas de Apresentação Tabular. 3ª ed. – 1993.

Quadro: 1 Normas Usadas na Elaboração de Um Artigo Científico


Fonte: ABNT. NBR 6022 (2003, p. 1).
• O ARTIGO PODE SER:
a) Original – relato de experiência de
pesquisa, estudo de caso, etc.
b) Revisão – os artigos de revisão analisam e
discutem trabalhos já prontos.
ESTRUTURA – o artigo científico tem a
mesma estrutura dos demais trabalhos
científicos:
• Pré-textuais;
• Textuais;
• Pós-textuais.
Elementos Pré-textuais – devem figurar na primeira
folha do artigo.
• Título e subtítulo (se houver) - devem figurar na
página de abertura do artigo, na língua do texto.
• A autoria – nome completo na forma direta,
acompanhados de um breve currículo, incluindo
endereço (e-mail) para contato, deve aparecer em nota
de rodapé.
• Resumo na língua do texto – deve conter os
objetivos, a metodologia e os resultados alcançados.
• Palavras-chaves – separadas entre si por ponto.
• Resumo em língua estrangeira – versão do resumo
para publicação internacional.
Elementos Textuais
• Introdução – deverá conter a exposição dos objetivos
e finalidade do trabalho abordado. A introdução deve
apresentar:
a) O assunto objeto de estudo;
b) Ponto de vista sob o assunto abordado;
c) Trabalhos anteriores que abordaram o mesmo
tema;
d) Justificativa(s) que levaram a escolha do tema, o
problema de pesquisa, a hipótese de estudo, o
método proposto, a razão da escolha do método e
os principais resultados.
Elementos Textuais
• Desenvolvimento - deve apresentar a fundamentação
teórica, a metodologia, os resultados e discussão.
• Conclusões – deve responder as questões da pesquisa
e aos objetivos e hipóteses. Podendo apresentar
sugestões para trabalhos futuros.

Elementos Pós-textuais
• Notas Explicativas (opcional);
• Referências;
• Anexos.
Tabelas – para as informações estatísticas recomenda-se
o uso da tabela do IBGE(1993) que devem ter
número em algarismo arábico, sequencial, inscritos
na parte superior, e a esquerda da página, antecedido
pela palavra Tabela. O título por extenso, inscrito no
topo da tabela para indicar a natureza do conteúdo.
Indicativo de seção – o indicativo de seção precede o
título, alinhado à esquerda, dele separado por um
espaço de caractere. Dispensa-se o ponto, hífen,
travessão ou qualquer outro sinal após o indicativo da
seção ou de seu título. (NBR 6024, 2003, p.2).
Fonte – conforme (NBR 14724, 2011), usa-se a fonte
12 para o texto e para as referências. Para as citações
longas, notas de rodapé, paginação, legenda das
ilustrações e tabelas, usar tamanho menor.
Cabeçalho – para o cabeçalho , utilize o modelo
abaixo:

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DA PARAÍBA


COORDENAÇÃO GERAL DE PÓS-GRADUAÇÃO
ESPECIALIZAÇÃO EM ENGENHARIA DE SEGURANÇA
DO TRABALHO
INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DA PARAÍBA
COORDENAÇÃO GERAL DE PÓS-GRADUAÇÃO
ESPECIALIZAÇÃO EM ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO
TRABALHO
Orientando(a)
Orientador(a)
TÍTULO: subtítulo
RESUMO
O resumo é uma síntese do trabalho, destacando a área do
conhecimento, o tema, as ideias principais e, opcionalmente, as
partes ou capítulos em que se divide o trabalho.
De acordo com a NBR 6028:2003 o resumo deve conter entre 100 e
250 palavras para artigos de periódicos e de 50 a 100 palavras para
indicações breves, apresentando clareza, precisão e brevidade, e
deve ser constituído por: uma breve contextualização teórica do
problema, o(s) objetivo(s) do estudo, a metodologia utilizada na
pesquisa (quantitativa, qualitativa, triangulação), os resultados da
pesquisa e as considerações finais.
Palavras-chave: separadas por ponto e finalizada por ponto.
INTRODUÇÃO
A introdução deve apresentar: uma delimitação do problema,
o(s) objetivo(s) do estudo, a justificativa e as contribuições
do estudo, a metodologia utilizada na pesquisa e se for o caso
as hipóteses, os resultados e por fim uma breve
apresentação das seções do artigo.

REFERENCIAL TEÓRICO (atribua um título para esta seção)


Nele, está a bases de sustentação teórica para as analises sobre
o tema. Expressos, através de citações diretas ou indiretas.
Citação direta ou textual - Entre aspas. Trata-se de uma
transcrição literal.
Direta curta - até 3 linhas, inseridas no texto, entre aspas
duplas
• Exemplos:
• Para Hessen (2015, p. 79), “no conhecimento
dogmático a possibilidade e a realidade do
contato entre sujeito e objeto são pura e
simplesmente pressupostas”.
• Ou
• “No conhecimento dogmático a possibilidade
e a realidade do contato entre sujeito e objeto
são pura e simplesmente pressupostas”
(HESSEN, 2015, p. 79)
• Direta longa - (Com mais de 3 linhas) parágrafo
independente, recuado 4cm da margem esquerda, espaço
menor (1,5cm), letra menor que 12, sem aspas.
• Davenport e Prusak (1998, pág.57) afirmam:
Citação indireta ou livre - Reprodução das ideias e informações
do texto.
Citação de citação - utiliza-se a expressão apud ou citado por.

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS (Se contemplar


uma pesquisa de campo), no caso de revisão bibliográfica o
procedimento metodológico deve constar apenas na
introdução.

SEÇÃO ANALÍTICA (atribua um título para esta seção – nela


devem ser apresentadas as analises de resultados).

OBS: Apresentação da relação entre os aspectos teóricos e os


aspectos práticos encontrados na pesquisa.
• CONSIDERAÇÕES FINAIS - Apresentação
de considerações da discussão teórica em
consonância com a prática e de possíveis
aplicações da teoria em outras situações
práticas.

• REFERÊNCIAS – São todas as fontes


bibliográficas. Espaçamento simples entre
linhas, alinhado a esquerda e os autores em
ordem alfabética.