Você está na página 1de 115

Uma expansão sobre os conceitos apresentados no artigo

“O Pensamento Estrategístico”.

O Misticismo na
Estratégia e
O Mal-Estar na
Logística
E n e m p a ra o s q u e to m a m tu d o
lite ra lm e n te .
N ã o é p a ra o s fra co s d e
e sp írito .
D ig o , d e sd e já , q u e o te m a é
co n tro v e rso .
O M a l- E sta r n a
L o g ística . . .
O Misticismo na
Estratégia...
Isso tornará a compreensão bem mais fácil ... e
agradável .

Com aquilo que já conhecem e já


vivenciaram .

Tentem apenas traçar paralelos com


suas vidas .

Buscar um sentido mais profundo no que


vou lhes dizer .

Não se preocupem em...


Temos 90 minutos para explorar
esse tema...
Não tem problema ...

... você ainda não sabe o


que é .
Provavelmente ...

D e v e lh e in co m o d a r.
Portanto, se você está aqui, é
porque algo...
O Neo também não sabia. (Todo mundo aqui viu Matrix,
eu suponho.)
E a lg u m a s m in h a s ta m b é m .
V o u fa la r d e id é ia s d e R u sse ll, d e
W ittg e n ste in , d e F re u d . . .

Te m a v e r co m a Te o ria d a
C o m p u ta çã o .

Te m a v e r co m p sica n á lise .
O assunto tem a ver com
filosofia.
Vamos falar sobre
“ Estrategística ”.

Vamos começar pelo cerne do assunto .

Palavra de honra .

V a i se r in d o lo r.
Mas não vou matar ninguém
de tédio.
Sobre o que? Estrategística? O que
é isso?
E o tal do Mal - Estar na
Logística .
O tal do Misticismo na
Estratégia ...
Mas ambos são fundamentais para
entendermos ...

A ssim co m o o co n ce ito d e P e n sa m e n to
E stra te g ístico .

Estrategística é uma palavra “em


construção”.
Então
vamos
lá!
Conceito distinto da união de duas
palavras .

Para começar , devo dizer que é


um ...

É mais ou menos simples .

Tá bom , não vou enganar


ninguém .
Entender Estrategística é
simples...
Com as quais nos defrontamos no
dia - a - dia .

Que utilizamos para resolver as


questões logísticas ...

Escondidos de nossa
consciência ...
Que busca dissecar os processos
mentais ...

Estrategística é uma forma de


pensar.
Calma! Não se sintam perdidos! Isso
vai ficar claro.
E isso é bem fácil . Veja .

Sob esta nova ótica .

Do que é Estratégia e do que é


Logística ...

Precisamos, é claro , entender os


conceitos ...

Mas para entender o que isso


significa...
Logística.
..
Tem certeza?
Então , sabe ou não sabe?
Afinal , todo mundo sabe o que é
logística , não sabe?

Como disse , essa pergunta é


simples ...
Mas então , o que é
Logística?
Ao menor
custo . É isso?
Da forma mais eficiente e eficaz
possível ...

D e n tro d e u m p e río d o d e te m p o
d e te rm in a d o . . .

D o p o n to A a o p o n to B . . .
Logística é transferir
produtos...
Q u e m d isse q u e e le e stá a tra sa d o ? Ou
q u e a ca rg a n ã o v a i ch e g a r? O u q u e
e sta n ã o é a fo rm a m a is e ficie n te d e
tra n sp o rte ? O lh a só a rib a n ce ira . . .

Então, ele sabe o que é


Logística.
Pense fora da caixa...
Isso mesmo... Fora da
caixa...
Não se deixe enganar pelas primeiras
impressões...
Do que
parece .
Pode ser muito mais complexa e
menos linear ...

E Logística ...

E la d e p e n d e d o e n te n d im e n to d o q u e é
L o g ística . . .

Como disse, embora Estrategística seja + ou -


simples...
Alguém leu meu primeiro artigo sobre
Estrategística? Quem leu, entendeu a
importância do conceito de
“complexidade” na logística?
(podem falar a verdade, prometo não
Geralmente , tem mais do que uma
solução .

A maioria dos problemas logísticos com os


quais lidamos...

M a s , p o r a g o ra , b a sta
e n te n d e r q u e . . .
B e m . . . N ã o e x a ta m e n te
“ simples ” . . .
“Complexidade” também é
relativamente simples...
Acredit Eu tenho
e. provas .
É tão linear quanto
parece .
Nem de longe ...

“Lo gística ”...


Para fazer uma longa história
curta...
Querem
ver?
M u ito b e m q u e m p e n so u n o E sta d o d e
S ã o P a u lo .

Você sabe o que é isso?


E x a ta m e n te . A re g iã o co n h e cid a co m o
“ Grande São Paulo ” .

E isso?
C e rto q u e m p e n so u e m p a rte d a re g iã o N o rte
d e S ã o P a u lo . A g o ra , re p a re n o s p o n tin h o s . . .

Vamos lá, mais uma vez. E


isso?
Certo quem pensou em assinantes de
jornal !

Você sabe o que são os


pontinhos?
D a fo rm a m a is e ficie n te p o ssív e l. U tiliza n d o o
m e n o r n ú m e ro d e v e ícu lo s p a ra fin a liza r a
e n tre g a e m 3 h o ra s , a té à s 0 6 : 3 0 .

Agora una todos os


pontinhos...
Eu quero é daqui !

Não, não, não. Acho que só daí tá


muito fácil.
Não estaríamos vivos para ver o
resultado .

Nem eu , mas não


Não? importa .

C o n sid e ra n d o to d a s a s v a riá v e is?

P a ra ju n ta r to d o s o s
p o n tin h o s?
Sabe quanto tempo levaria o maior
computador do mundo...
Serão perfeitos .
Os resultados de uma
operação ...

E saber que , nem de longe ...

P a ssa p o r e n te n d e r o q u e é
L o g ística .
Compreender o que é
Estrategística é isso.
Estratégi
a...
O que é “ Estratégia ” ?

Mas e quanto ao outro lado da


moeda?
Sabe Tem
mesmo? certeza?
Você sabe o que tem no outro lado de uma
moeda de R$1?

De R$1?

De quanto ela era?


Você reparou na moedinha do
slide anterior?
M u ito b e m q u e m p e n so u n a “ E fíg ie d a
R( Seja
e p ú bsincero
lica ” . , vai. . . V o cê n ã o p e n so u
n isso . . . )

Então o que tem do outro lado


desta moeda?
A tu a lm e n te a m o e d a d e 1 E u ro , te m a o
m e n o s 1 9 o u tra s fa ce s . U m a p a ra ca d a
p a ís d a Z o n a d o E u ro .

E desta? O que tem do outro lado desta


moeda?
Só dê para ver uma de
cada vez .
M e sm o q u e , p o r m a is q u e v o cê
o lh e . . .
P o d e m te r in ú m e ra s fa ce ta s m u ito
d ife re n te s . . .

É e n te n d e r q u e situ a çõ e s m u ito
sim ila re s . . .

Estratégia é isso.
E
agora?
M a s a in d a fa lta e x a m in a r
a lg u m a s co isa s . . .

O co n ce ito d a co m b in a çã o d e ste s d o is
te rm o s .

P o d e m o s d ize r q u e q u a se
e n te n d e m o s . . .
E q u e ta m b é m já v im o s o q u e é
e stra té g ia .
Que já vimos o que é
logística.
Para começar a descobrir tudo que ela tem a
nos oferecer .

Nos “ inserir de cabeça na


Estrategística ”.

Só assim conseguiremos ...

C o m e ça n d o a p e n sa r
“ estrategísticamente ” . . .

Mas para isso, devemos mudar nossa forma de


pensar.
Construir a cadeia de raciocínio .

Sem as quais não conseguiríamos ...

Elas servem como fundação .


Q u e p re cisa m se r
co n h e cid a s .
Há duas estruturas do pensamento
estrategístico...
O co n h e cim e n to te m u m ca p a cid a d e
in crív e l. . .

L e ia . L e ia . L e ia . L e ia
m u ito .
M u ito m a is p ro fu n d o s .
M e sm o q u e b a se a d a e m o u tro s
co n ce ito s . . .
A primeira estrutura é um tanto
básica...
M a s q u e e stá ca p tu ra n d o tu d o e
p ro ce ssa n d o tu d o .

Q u a n d o v o cê e stá a co rd a d o , fa la n d o ,
o u v in d o . . .

Q u e e stá lig a d a , m a s n e m se m p re ,
“ propriamente ativa” . . .

O In co n scie n te é a p a rte d o se u
cé re b ro . . .
...de se recombinar no seu
Inconsciente.
O tema da “ recombinação do conhecimento ” no
Inconsciente é vasto .

H á m u ito s o u tro s
ta m b é m . . . .
L e n d o F re u d .
M a s se v o cê te m in te re sse , su g iro q u e
co m e ce . . .

Infelizmente, não dá para entrar


em detalhes.
E esse tema , da “ lógica ” na nossa
linguaguem ...

Conhecemos como
“ linguagem ”.
E d e co m p re e n sã o , co m o tra to d o q u e , n o
d ia - a - d ia . . .

N o ssa ca p a cid a d e d e e n te n d im e n to , d e
q u e stio n a m e n to . . .

A segunda estrutura tem a ver


com...
É se o que falamos , e a forma como
argumentamos ...

Porém , para nosso propósito , o que precisamos


compreender ,

Vai dar trabalho , mas vale


a pena .
A o s in te re ssa d o s , su g iro q u e e stu d e m R u sse ll
e W ittg e n ste in .

É ainda mais amplo que o


primeiro.
É razoavelmente completa, ou se é cheia de
buracos e remendos.
Agora
sim!
P o d e re m o s e x p lo ra r. . .
A o co m p re e n d e rm o s o q u e é
E s tra te g ística ,
A q u ilo q u e é o te m a ce n tra l d e ste
w o rk sh o p .
O co n ce ito q u e v a i n o s p e rm itir
e x p lo ra r. . .

Finalmente estamos prontos para


entender...
O Misticismo na Estratégia...
E o Mal-Estar na Logística, em nosso
dia-a-dia.
Menor ou igual a soma da Puniç ão com o
Empenho .

G W < = P + E , o u se ja , o cu sto d o
G o o d w ill d e v e se r. . .

E su a fó rm u la p o d e se r e n u n cia d a
co m o . . .

O P e n sa m e n to E stra te g ístico é d e ca rá te r
e co n ô m ico !

Como não poderia ser


diferente...
Meu Deus, o que significa isso! GW
<= P + E ?
Independentemente do tipo da falha , podemos dizer que elas
tem um custo .

Tem falhas menores em sua


execução .
Quando elas não tem falhas intrínsecas
de concepção ,

N ã o sã o , n e m d e lo n g e ,
p e rfe ita s .
Já vimos que as soluções logísticas, no
mundo real,
100

90

80

70

60

50

40
F
e
a
s
c
rU
id
n

30

20

10

0
0 5 10 15 20 25 30 35 40 45 50 55 60 65 70 75 80 85 90 95 100

Falhas

Custo das Falhas

E conforme as falhas aumentam, aumentam


também os custos que elas trazem. (a
linearidade é só para simplificar)
Para reduzir as falhas !
No sentido que é necessário empenharmos
esforços ...

Vamos chamar esta representação , de


Empenho .

O esforço empenhado na redução das falhas também tem


seu custo !

Consoante a nossa experiência,


podemos dizer que...
100

90

80

70

60

50

40
F
e
a
s
c
rU
id
n

30

20

10

0
0 5 10 15 20 25 30 35 40 45 50 55 60 65 70 75 80 85 90 95 100

Falhas

Custo das Falhas Empenho CF +E

E quanto menos falhas tolerarmos, mais


Empenho precisamos aplicar.
Um custo em termos de tolerância ( quanto mais erros , mais
P ... o cliente fica !)

M a s sa b e m o s q u e e x iste u m cu sto d e im a g e m ,
o u m e lh o r,

N ã o sa b e m o s e x a ta m e n te q u a n tifica r co m o
isso se d á ,

F a lh a s tra ze m u m in cô m o d o a o clie n te d a
o p e ra çã o lo g ística .

Adicionemos um terceiro elemento a nossa


conjectura.
100

90

80

70

60

50

40
F
e
a
s
c
rU
id
n

30

20

10

0
0 5 10 15 20 25 30 35 40 45 50 55 60 65 70 75 80 85 90 95 100

Falhas

Custo das Falhas Empenho Custo de Goodwill CF +E

A este custo, vamos chamar de Custo


de Goodwill.
De Punições às Falhas !
À soma do Empenho com a Puniç ã o , g e ra d a
p e la a p lica çã o

P a ra q u e o C u sto d e G o o d w ill, se ja se m p re
m e n o r q u e o u ig u a l,

Q u a n to d e v e m o s in v e stir e m E m p e n h o e m
q u a lq u e r o p e ra çã o ,

A pergunta agora é, como tratar o custo


das falhas e,
100

90

80

70

Alavancagem
60

50
Ponto Pivotal
40
F
e
a
s
c
rU
id
n

30

20

10

Ponto de Responsabilidade do Operador


0
0 5 10 15 20 25 30 35 40 45 50 55 60 65 70 75 80 85 90 95 100

Quantidade de Falhas

Custo das Falhas Empenho Custo de Goodwill Punição P +E

E essa discussão dá pano pra manga!


M e lh o r, p o r se a ssim d ize r, d e co m p e n sa çã o
e d e p u n içã o .

Q u e e le s e n te n d a m a n e ce ssid a d e d e se cria r
u m m o d e lo . . .

E ste ra cio cín io a o s n o sso s clie n te s e


e sp e ra r. . .

E le re co n h e ce q u e n o ssa o b rig a çã o é tica é


a p re se n ta r. . .

O artigo “O Pensamento Estrategístico”


para por aí.
E é aqui que voltamos ao tema que é título desta
apresentação .

E nem , tampouco , da origem destas


dificuldades .

Em fazer com que os clientes entendam o


raciocínio .

É da enorme dificuldade ...

O que o artigo não fala,


porém...
Se você acha que , agora que conhece a razão da dificuldade, tudo
está resolvido ...

Porém , a coisa não é tão


simples assim ...
Seja internalizada sem necessariamente precisar
ser explicada !

S im p le sm e n te n o s e sca p a e m co m o fa ze r co m q u e a
e q u a çã o G W < = P + E ,

Essa “dificuldade” é a raiz do Mal-Estar que existe na


Logística hoje!
Você está
redondame
nte
enganado!
Esquecemos até mesmo que a dificuldade está
escondida !

E para piorar a
situação ...
N ó s e sco n d e m o s e sta d ificu ld a d e d e
n ó s m e sm o s !

S ã o m u ito m a is co m p le x o s d o
q u e isso !
O ser humano e a civilização por
nós criada,
Decerto há razões muito mais profundas para nos
portarmos assim.
Seja do ponto de vista psíquico ou mesmo do
lógico - racional .

Quase oceânico que temos , de


Incompletude .

Basta dizer que todas estas razões tem raiz


num sentimento

Mas elas não cabem aqui


agora .
Razões que já foram exploradas por
muitos autores.
E m p a co ta d a s e m e sq u e m a s m a rk e te iro s , q u e n ã o
d ize m n a d a .

P re e n ch e r e ste a b ism o , co m re sp o sta s


p se u d o - m ila g ro sa s . . .

O se n tim e n to d e In co m p le tu d e n o s
p ro p u lsio n a a b u sca rm o s

D o M a l- e sta r n a L o g ística d e n ó s
m e sm o s ,

Assim, enquanto escondemos a


verdadeira razão...
Veja este diagrama, por exemplo.
Bonito não?
E este? O que vocês acham deste
diagrama?
E este aqui?
Pode não parecer óbvio, mas todos tem algo
em comum...
Eles não
dizem
nada!
Eles são o equivalente logístico
moderno de ...

De que a Incompletude , poderá ser


preenchida .

Que vendem a
esperança ...
Em imagens bonitas ...
Apenas disfarçam amplas
generalizações...
Vender um pedacinho do céu.
O q u e so u co n tra é fa ze rm o s
d e le s . . .
P a ra fa cilita r o e n te n d im e n to d e
co n ce ito s .

A cre d ito p ia m e n te n a u tiliza çã o d e


d ia g ra m a s . . .

Q u e e sto u p re g a n d o o
o b scu ra n tism o .
Não quero “novamente” passar a
impressão...
A tábua de salvação para a Incompletude que
nos atormenta.
E que mal disfarçamos com respostas
superficiais .

oriunda de um problema que pouco


entendemos ...

Saciar a Incompletude gerada por nós mesmos em nosso meio


profissional ...

É a in co n tro lá v e l a n g ú stia co m q u e lid a m o s e m n o sso


a n se io p o r. . .

Resumindo, o Mal-Estar na
Logística...
Mesmo que a porta esteja aberta do outro
lado da sala .

Obsessivamente se joga contra a janela


fechada ...

Que jaz em outro lugar ... Tal qual o besouro que , buscando
a liberdade ,...

F e ch a m o s n o sso s h o rizo n te s p a ra a “ v e rd a d e ira


re sp o sta ” . . .

Assim, a “dificuldade” se faz


intransponível.
Mas e
quanto a
Estratégia?
Onde está
o
misticismo
?
Q u e , a tu a lm e n te a m o e d a d e 1 E u ro ,
te m a o m e n o s 1 9 o u tra s fa ce s , u m a
p a ra ca d a p a ís d a Z o n a d o E u ro ?

Vocês se lembram quando falamos das moedas há 40


slides atrás?
A te n d ê n cia a te r so lu çõ e s sim p le s e
sim ila re s .

Q u e p o d e se r co m p re e n d id o , e stu d a d o
e , q u e te m . . .

E la s se co n d e n sa m n u m n ú m e ro
pequeno,
E m q u a lq u e r p ro b le m a , p o r m a is q u e
h a ja m fa ce ta s a p a re n te m e n te
d e sco n h e cid a s . . .
Pois bem, é aí que está o pulo
do gato.
Bom, talvez não tão simples
quanto esta...
Por sinal , o que esta equação
Quem se candidata a “resolver” a equação abaixo?
representa?
  T
( ) − (X ) 
2
−1 −1 T  1  + sin ( p) + cos ( p) = ∑

cosh(q ) * 1 − tanh 2
(q )
ln lim  X !+ 
2 2
 z →∞   z  2 n
  n = 0

Muito bem quem pensou 1 + 1 = 2 ! ( quem não


acreditar em mim , pode fazer a
matemática depois .)

Mas simples o suficiente para serem


encontradas... Por mais complexo que
seja seu disfarce.
Mas a melhor maneira de tratar isso é através
de exemplos, que devemos lidar com o devido
cuidado, pois mesmo os mais simples, podem
ter suas diferentes facetas.
“ L e i 1 5 : A n iq u ile to ta lm e n te o
in im ig o . ”
E o q u e d isse G re e n e e m A s 4 8
L e is d o P o d e r:
N e ce ssid a d e e v o n ta d e d e a b a te r
o in im ig o . ”

“ Q u a n d o p e g a r u m a e sp a d a , é in d isp e n sá v e l
q u e v o cê sin ta . . .

Veja, por exemplo, o que disse


Myiamoto Musashi:
“ O mal - estar na
cultura? ”
N ã o é e x a ta m e n te isso q u e d iz
F re u d e m
E n ca ra d o s co m o u m a b ru ta l fo rça
p rim o rd ia l.

P a ra fra se a n d o : V io lê n cia b ru ta l, ó d io e
in im iza d e d e v e m se r

Veja o que disse Clausewitz em Da


Guerra:
D o s m a is d iv e rso s a u to re s n o s m a is d iv e rso s
ca m p o s .

S e re p e te m a o lo n g o d a s
o b ra s
A s m a is a ca lo ra d a s d iscu ssõ e s
e stra té g ica s ,

A g ra n d e m a io ria d a s id e ia s q u e
fu n d a m e n ta m

Saiba disso.
Portanto...
Nossas próprias
associações .

E de construir ...
P e la p re g u iça q u e te m o s d e le r,
d e a n a lisa r
S o m o s n ó s m e sm o s q u e
a lim e n ta m o s . . .
Perceba que o tal do
Misticismo...
E m a n á lise s m a is p ro fu n d a s q u e ch a m a m o s
d e E stra té g ia .

N a tu ra lm e n te te m d ificu ld a d e e m re co m b in a r o
co n h e cim e n to . . .

O n d e u m In co n scie n te p o b re e m
re cu rso s ,

E v o lta m o s a u m p o n to q u e d iscu tim o s


a n te rio rm e n te ,

E assim perpetuamos o
Misticismo...
Uma última mensagem antes de começarmos nossa
troca de idéias.
E sse s sã o p a ra p e g a r
g o sto .
O u “ O L iv ro d o s C in co A n é is ” , d e
M iy a m o to M u sa sh i.

O u “ A A rte d a P ru d ê n cia ” , d e
B a lta za r G ra ciá n .
Te n te “ A A rte d a G u e rra ” , d e
S u n T zu .
Se você realmente quiser aprender
estratégia, leia.
M a s a m e n sa g e m é a
m e sm a . L e ia .
P re cisa ria d e 1 0 0 slid e s p a ra listá -
lo s to d o s .

S ã o ta n to s . . .
C o m o o “ D a G u e rra ” , d e C a rl v o n
C la u se w itz .
Depois vá para alguns mais
desafiadores.
P o r sin a l, le ia M a q u ia v é l. É
ó tim o .
B ru ta l“ M a q u ia v é lica ” é u m a p a la v ra
. m e lh o r.

“ E stra té g ia ” p o d e se r b a sta n te . . .
d ig a m o s . . .
N ã o te n h a p re co n ce ito s co m o q u e
v o cê le r.
Outro conselho que acredito valer
a pena...
Por quase 100 slides !
Só porque vocês estão me
aturando ...

De lambuja ...
M a s v o u e n sin a r u m tru q u e
q u e te n h o .
A prática da Estratégia vem
com o tempo.
Sempre “ estrategicamente
falando ”...

No seu dia - a - dia ...


E aplique pequenas coisas que você
leu ...

Leia de tudo.

O truque é simples.
Querem
ver?
S e e sp re m e r o liv ro sa i
sa n g u e .
E le co rta m u ita s g a rg a n ta s . . .

Q u e e m su a v e lh ice , n a rra o “ jú b ilo d e


u m a b a ta lh a ” .

O p ro ta g o n ista é u m
g u e rre iro . . .
Há pouco tempo terminei “A Canção da Espada”,
de B. Cornwell.
F a ze n d o tu d o se m p re
ig u a l.
V o cê so b re v iv e a trá s d e u m
e scu d o .
E co n stru ir u m a
re p u ta çã o . . .
S o b re v iv e r. . .
Mas a melhor parte é quando ele descreve a
diferença entre...
Ousando .
Lutando.

N a fre n te d e se u s in im ig o s .

F a ze n d o e la ca n ta r. . .
Você constrói uma reputação com
uma espada.
Suplantar o
mal-estar na
logística e
desmistificar a
estratégia
passam por
isso.
E d e p o is in v e rte r, p ra tica n d o a m b o s e m
co n ju n to .

É co n h e ce r u m e e stu d a r o
o u tro .
E n e m E stra té g ia tã o co m p le x a q u a n to
p a re ce .

E n te n d e n d o q u e L o g ística n ã o é tã o lin e a r
q u a n to p a re ce .

Pelo eterno
questionamento.
Sem
preconceit
os...
Quebrando
paradigma
s...
Sempre
Ousand
o.
Obrigado.
Rodrigo Guerra
rodrigo.guerra@spdl.com.br

VIII Seminário de Tecnologia


Fatec – Zona Leste

07 de outubro de 2010
Uma expansão sobre os conceitos apresentados no artigo
“O Pensamento Estrategístico”.

O Misticismo na
Estratégia e
O Mal-Estar na
Logística