Você está na página 1de 19

DIVISÃO AUTOMOTIVA SKF

Soluções SKF Plataformas Fiat

Rolamentos de Rodas Dianteiras e Traseiras 100%

Rolamentos de Rodas Dianteiras 100%


Soluções SKF - Powertrain Fiat

Caixa de Câmbio C-513

Diferencial
Eixo primário
Eixo secundário
Caixa de Câmbio C-510

Eixo primário
Eixo secundário
Principais Funções do Rolamento

Rolamentos são feitos para :

 reduzir atrito
 suportar cargas
 guiar partes móveis
Componentes de um Rolamento
(Rolamento rígido de uma carreira de esferas)

Vedador Corpos rolantes Anel interno


Anel externo Gaiola Vedador
Cargas nos Rolamentos
Folgas Internas

Folga axial

Folga
radial
Montagem do rolamento no
conjunto de roda

FIGURA 1 FIGURA 2

- Durante a prensagem do rolamento no montante apoiar o ferramental


no plano do anel externo do rolamento (figura 1);
- Durante a prensagem da ponta de eixo apoiar o plano do anel
interno do rolamento (figura 2);
- Garantir o alinhamento do conjunto durante o processo de montagem;
Procedimentos para uma Diagnose
Correta
- Tentar reproduzir o defeito reclamado pelo cliente rodando
com o veiculo em uma rota pré-determinada.

- Levantar o veículo e verificar se há algum pneu deformado,


caso haja, substituí-lo e refazer o teste de rodagem.

- Verificar se as calotas estão bem presas.

- Verificar se há folga no conjunto de roda, caso houver,


reapertar o conjunto.

- Identificar o lado correto da anomalia, evitando trocas


indevidas.
Cuidados durante a Diagnose

- O rolamento não deve ser substituido aos pares. Só troque o


rolamento que estiver com defeito;

- Nunca substituir um rolamento simplesmente pela sua


aparência externa;

- A recomendação da SKF é que troque o rolamento somente


quando apresentar algum defeito;

- Não é correto relacionar ruído de roda com rolamento sem que


antes se faça uma verificação mais detalhada;

- Fazer um Diagnóstico correto evita que se substituam peças boas;


Verificação de ruído - Manual

SEGURAR NA SUSPENSÃO E GIRAR A RODA PARA VERIFICAR SE O


CONJUNTO APRESENTA VIBRAÇÃO.
Análise do Rolamento no CTAG

• As placas de vedação são retiradas com uma chave de fenda;


• A maior parte da graxa é removida com um pano para facilitar a análise;
• Verifica-se visualmente a pista dos anéis e esferas;
• Os rolamentos são separados em procedentes e improcedentes;
Descascamento na pista
causado por assento irregular
Compressão ovalizante

Cubo com desgaste


Marcas Equidistantes

Estas marcas são equidistantes em função de serem ocasionadas pela


ação das esferas do rolamento quando submetidas a cargas Impostas
pela ferramenta “ Desempenador Automotivo “.

*Conforme Informativo Técnico Fiat


Descascamento causado por
Impacto no conjunto de roda

Este tipo de falha ocorre devido ao mau uso do veículo e


também as más condições das estradas.
Penetração de Impurezas

Este tipo de defeito ocorre devido a falha no sistema de vedação


do rolamento.
Rolamentos de Roda para
Veículos com Sistema ABS

Encoder Magnético Integrado à Vedação


Rolamento dianteiro com Encoder
Magnético Integrado à vedação
Encoder
Magnético
Rolamento Sensor
Roda

Disco de Freio

Porca/Arruela

Vedação do rolamento com


Semi-eixo Encoder Magnético Integrado

Cubo de Roda HBU 3

Montante

HBU 1
Encoder Integrado

Vedação lado externo do veículo Vedação lado interno do veículo


(com encoder magnético integrado)