Você está na página 1de 11

Análise da Rugosidade Superficial No Microfresamento

Do Aço Inoxidável AISI 316L Com Microfresas de Metal


Duro Revestidas Com (Al, Ti)N

Milla Caroline Gomes


Laboratório de Ensino e Pesquisa em Usinagem
INTRODUÇÃO

• Na microusinagem as ferramentas de corte possuem diâmetros


que variam de 1 μm a 1000 μm (CÂMARA et al.,2012).
• Na microusinagem a espessura de corte é menor que 900 μm
de acordo com Masuzawa (2000). Para Ng et al. (2006) a
espessura de corte varia de 10 nm a 2μm.

2
Figura 1 – Geometria da Microfresa
INTRODUÇÃO

• Efeito Escala (Size Effect)

– Influência do Raio da Aresta de Corte

(a) (b)

Figura 2 - Efeito do raio da aresta de corte (a) na usinagem convencional e (b) na


microusinagem (Adaptado de Aramcharoen e Mativenga, 2009)

3
INTRODUÇÃO

– Influência da Espessura de Corte

(a) (b) (c)

Figura 3 - Mecanismo do corte na microusinagem para (a) h < hm (b) h ≈ hm e (c) h > hm.
(Adaptado de Chae, Park e Freiheit, 2006)

4
INTRODUÇÃO

– Influência da Microestrutura do Material Usinado

(a) (b)

Figura 4 - Relação entre a espessura de corte (h) e o tamanho de grão do material usinado na (a)
usinagem convencional e (b) na microusinagem (Adaptado de Bissacco, Hansen e Chiffre;
2005)

5
METODOLOGIA

• Material de trabalho: Aço Inoxidável AISI 316L

• Ferramentas
– Microfresas de metal duro;
– 400 µm de diâmetro;
– Revestidas com (Al, Ti)N;
Microfresa
– Fabricadas pela Mitsubishi Materials. Corpo de prova
Câmera Fixação corpo
de prova

Figura 5 - Microfresadora CNC Mini-mill/GX

6
METODOLOGIA
• Condições de Corte

• Medição da Rugosidade

Figura 7 - Perfilômetro

7
Figura 6 – Perfil de Rugosidade
RESULTADOS

8
Figura 8 - Comportamento do parâmetro de rugosidade Ra para as duas condições de corte
RESULTADOS

Figura 9 - Média dos parâmetros de rugosidade Ra para as duas condições de corte


9
CONCLUSÕES

Ao analisar a rugosidade superficial dos microcanais fabricados


no aço inoxidável AISI 316L, pelo processo de microfresamento,
para as rotações de corte de 40 000 rpm e 60 000 rpm, conclui-se:

• A rugosidade (Ra) foi menor para a condição de menor


velocidade de corte;

• A rugosidade (Ra) foi maior para a condição de maior


velocidade de corte, sendo este resultado contrário aos obtidos
nos processos de usinagem convencional.

10
AGRADECIMENTOS

11