Você está na página 1de 16

Revolução Francesa

• Revolução francesa foi o movimento que se desenvolveu na França  no


período de 5 de maio de 1789 e 9 de novembro de 1799, que provocou
grandes transformações no cenário político e social.
• Contou com a participação de vários grupos da burguesia, das
populações pobres das cidades e dos camponeses explorados pela
servidão.
• Ao final do longo processo, a Revolução destruiu as estruturas do Antigo
Regime e extinguiu os privilégios da nobreza.
• Por sua repercussão no ocidente, a revolução Francesa foi considerada
por alguns historiadores o marco divisório entre a Idade Moderna e a
Idade Contemporânea.
Revolução Francesa
Antecedentes da revolução
• Absolutismo Monárquico (Luís XVI)
• Grande desigualdade social.
• Ideias Iluministas (Liberdade, Igualdade, Fraternidade).
• Crise econômica.
Crise de produção.
Guerra de Independência dos EUA.
Gastos com nobreza.
Nobreza Francesa
O Terceiro Estado
Revolução Francesa
O processo revolucionário francês
• Revolta aristocrática.
 Assembleia dos notáveis.
• Convocações dos Estados Gerais.
• Assembleia Nacional Constituinte.
• Monarquia Constitucional.
• República e Convenção Nacional.
• Governo do Diretório.
Revolução Francesa
• Revolta Aristocrática
• O rei Luís XVI assume o trono francês em 1774, herdando um Estado falido
e em crise.
• Em 1777 o governo enviou tropas francesas para lutar a favor da
independência das colônias inglesas na América do Norte.
• Além disso, a década de 1780 foi marcada por precárias colheitas devido à
instabilidade do tempo.
• Em 1787, o governo propôs uma reforma tributária, que previa o
pagamento de impostos por parte da nobreza e do clero.
• Assembleia dos Notáveis – reunião de membros da nobreza e do clero.
• Diante da recusa dos notáveis em aceitar as propostas do governo, os
Estados Gerais foram convocados.
Revolução Francesa
Estados Gerais
 Assembleia representativa dos três Estados.
Clero – 300 deputados
Nobreza – 300 deputados
Terceiro Estado – 600 deputados
• Juramento da Pela.
• Queda da Bastilha (14 de julho de 1789)
Queda da Bastilha
Revolução Francesa
Assembleia Nacional Constituinte
• Monarquia Constitucional Parlamentarista.
• Extinção da sociedade estamental.
• Extinção de monopólios e corporações de ofício.
• Abolição dos Impostos senhoriais.
• Fim dos privilégios tributários do clero e da nobreza.
• Confisco dos bens da Igreja.
• Constituição Civil do Clero.
• Declaração Dos Direitos do Homem e do Cidadão.
• Voto censitário.
• Assembleia Nacional Legislativa.
República Francesa
• Fuga e prisão do rei Luís XVI.
• Invasão da França pela Áustria e Prússia (1791).
• Vitória dos revolucionários na Batalha de Valmy (1792).
• Proclamação da República
A Convenção Nacional
Jacobinos – pequena e média burguesia, defendiam posições mais
radicais e de interesse popular.
Girondinos – alta burguesia, defendiam posição mais moderada.
• Morte do rei Luís XVI (21 de janeiro de 1793) e da rainha Maria
Antonieta (16 de outubro de 1793).
Execução do rei
O terror jacobino
• Apoio popular aos Jacobinos.
• Robespierre e Saint-Just.
• Comitê de Salvação Pública – controle do exército e da administração.
• Tribunal Revolucionário – vigiar, prender e punir os traidores.
• Constituição de 1793
Voto universal masculino.
Extinção da escravidão nas colônias.
Ensino público gratuito.
Distribuição das terras da nobreza aos camponeses.
Novo calendário.
• Golpe do 9 Termidor (27 de julho de 1794).
Calendário da Revolução
O Diretório
• Os Girondinos voltam ao poder.
• Controle político da burguesia.
• Repressão aos revolucionários (sans culottes).
• Constituição de 1795.
• General Napoleão Bonaparte
• Golpe do 18 Brumário (9 de novembro de 1799).
• Fim da Revolução Francesa.
Bandeira da Revolução Moeda Francesa