Pró-Reitoria de Graduação

Novo processo de Matrícula

Novo processo de Matrícula
Objetivo
Tornar o processo de matrícula mais interativo para o aluno e minimizar a necessidade de retificação e requerimentos após o período de matrícula.

Processo
Intercalar períodos de matrícula ´on-line´ com a consolidação das inscrições já efetuadas, onde, a partir de prioridades e critérios previamente definidos, haverá a reserva ou não da vaga para o aluno.

havia retrabalho dos funcionários.HISTÓRICO DO PROJETO ‡ O critério e o processo foram propostos por um grupo de alunos. ‡ Etapas do projeto piloto: ‡ 1º semestre de 2006: primeira matrícula da EP ‡ 1º de 2007: entrada da ESALQ ‡ 2º de 2007: adesão do IAG. ‡ O sistema foi desenvolvido pelo Depto. aprovado pelo Conselho de Graduação em 18/set/2008. de Informática. . docentes e funcionários da Escola Politécnica. Além disto. para toda a USP. visando substituir a matrícula via Intranet. que deviam cadastrar turmas em ambos. em conjunto com a Pró-Reitoria de Graduação. que não satisfazia e não correspondia ao Júpiterweb. IRI e IQSC ‡ 2º de 2008: entrada de mais 12 Unidades ‡ A partir do 1º de 2009.

.Novo processo de Matrícula Pontos determinantes ‡ Cálculo do PM (Período ideal de matrícula). ‡ Mérito Acadêmico.

coerente e eficiente. . eficiente. de forma geral. mais justa.Desafio Processar a Matrícula ³on-line´ nas ³ondisciplinas de Graduação nas diversas Unidades da USP.

laboratórios. várias turmas para uma mesma disciplina. acadêmico. salas de aulas....Grandes números Conforme o número de vagas oferecidas no curso. . .) as diversas turmas de uma mesma disciplinas. são oferecidas em horários diferentes. no mesmo período acadêmico. diferentes.) . diversas unidades oferecem curso. Para um melhor aproveitamento de recursos (disponibilidade docente.. eventualmente. equipamentos. disciplina.

. essa escolha é reprovados. Particularmente no caso de alunos que pretendam cursar disciplinas nas quais tenham sido reprovados. imprescindível.Grades individuais A matrícula interativa ³on-line´ pode (ou ³onnão) permitir que cada aluno tenha a liberdade (regimental) de escolha das regimental) turmas que tornem sua grade horária mais conveniente. imprescindível. conveniente.

surge a inevitável necessidade de um critério para a definição de quais alunos serão admitidos nas vagas. .Turmas Prediletas Dependendo da forma como o a grade horária de um determinado período acadêmico de um curso for elaborada. vagas. naturalmente alguma(s) turma(s) poderão vir a ter mais preferência dos alunos. alunos. Quando a procura por uma turma exceder o número de vagas oferecidas.

posterior. geral. um critério coerente e consistente é fundamental para se desestimular o ³overbooking´ e o conseqüente overbooking´ abandono ou trancamento posterior. .Optativas A grande procura pela matrícula em disciplinas optativas eletivas ou livres. também impõe a necessidade do estabelecimento de um critério geral. Especialmente neste caso. inclusive interunidades.

. Quem tiver ³on-line´. melhor capacidade computacional será favorecido.Ordem de chegada ? Nenhum critério é totalmente justo. pedagógico. mas talvez o mais injusto seja o de ordem de chegada para uma fila. for para o acesso ³on-line´. favorecido. Um bom critério deve ter um caráter educativo e/ou de reforço pedagógico. Pior ainda se a fila fila.

ideal¶ deve ter prioridade na matrícula. foi proposto (pelos alunos) um princípio geral que tem sido largamente aceito em consenso: consenso: ³O aluno que estiver no seu µperíodo matrícula. funcionários e alunos).´ .Critério Proposto Após anos de convivência com enormes problemas de filas de matrícula e após intensos debates com o pessoal envolvido (docentes.

estas podem ser muito irrealistas. no número de períodos completados. Este cálculo não é uma tarefa simples . efetivamente já avançou no seu curso. única. irrealistas. Mas outras. entre muitas outras. pode ser calculado com base no ano de ingresso.Período Ideal A definição de período ideal não é única. Propomos que o período ideal de um aluno no seu curso seja calculado de forma a indicar quanto o aluno curso.

acrescido do número de créditos admitidos para débitos (F). é calculado com base nas informações registradas no Júpiter: ‡ ‡ Créditos Cumulativos do curso por período ideal (NC) : é o crédito cumulativo das disciplinas obrigatórias e eletivas de acordo com o período ideal da grade curricular. de acordo com seu crédito acumulado. dispensadas.Período de Matrícula (PM) Como é calculado o PM O "semestre ideal³. Período ideal de matrícula (PM) : É a posição correspondente do aluno no vetor de créditos cumulativos do curso (NC). aproveitamento de estudo. Créditos acumulados do aluno (CA): é a soma dos créditos de disciplinas obrigatórias e eletivas aprovadas. ‡ .

. para matrícula do 1º semestre e 8 para 2º semestre. Digamos que esse aluno tem acumulado 164 créditos e que o F estabelecido seja 12 CA = 164 + 12 = 176 . Para esse aluno. e consequentemente o período (PM) será 7. o crédito acumulado o classifica entre o 6º (167) e o 7º períodos (195).Exemplo do cálculo de PM o período de matrícula (PM) para aluno com as seguintes habilitações: Curso 3011 / 0 ± Ciclo básico 3031 / 0 ± Grande área Engenharia Elétrica 3031 / 190 ± Opção Energia e Automação crédito 27 28 28 28 28 28 28 26 22 15 Créditos cumulativos 27 55 83 111 139 167 195 221 243 258 Período ideal 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 .

anos. . os do terceiro nas do terceiro.Prioridade 1 ³O aluno que estiver no seu µperíodo ideal¶ tem prioridade na matrícula. Simultaneamente os do segundo nas do segundo.´ matrícula. idem para os do quarto e quinto anos. ano. Prioritariamente alunos do primeiro ano matriculammatriculam-se nas disciplinas do primeiro ano.

Período da Disciplina (PD) ‡Período da disciplina (PD) é o ³semestre ideal¶ da disciplina na grade curricular. Cada aluno matricula-se matriculaprioritariamente nas disciplinas cujos PDs (período da disciplina na ³grade´ curricular) sejam correspondentes ao seu PM (período de matrícula do aluno) . .

quando as grades horárias apresentadas são equivalentes e/ou convenientemente sugeridas. proposto.Experiências bem sucedidas É de se esperar que todos os alunos que estejam cumprindo idealmente sua grade curricular. de acordo com o critério proposto. De fato. ocorrido. . isto tem ocorrido. possam matricular-se matricularcom prioridade 1.

. Implantou-se: ‡ Média ponderada suja : todas as disciplinas cursadas pelo aluno ( aprovadas ou não ). o que é raro. Implantou-se: ³desempate´. com quatro casas decimais.Desempates Eventualmente há a necessidade de um critério adicional para ³desempate´. preferência ao que tem mais créditos. ‡ Persistindo o empate.

Prioridade 2 Como prioridade 2. os alunos do segundo ano matriculam-se nas disciplinas do matriculamprimeiro ano que estejam devendo. desde a 1ª interação. os do quarto nas do terceiro e assim sucessivamente . O aluno pode inscrever-se em todas. Simultaneamente os do terceiro nas do segundo. . devendo.

alunos com PD = PM prioridade 2 ± alunos com PD = PM ± 2 prioridade 3 ± alunos com PD = PM ± 4 prioridade 4 ± alunos com PD = PM ± 6 prioridade 5 ± alunos com PD = PM ± 8 prioridade 6 ± alunos com PD = PM + 2 prioridade 7 ± alunos com PD = PM + 4 prioridade 8 ± alunos com PD = PM + 6 prioridade 9 ± alunos com PD = PM + 8 .Algoritmo de Prioridades A prioridade da matrícula será estabelecida a partir do semestre ideal do aluno e a da disciplina. prioridade 1 . tendo como desempate a classificação por média ponderada suja e créditos acumulados.

.O aluno repetente pode negociar o PM com o Serviço de Graduação. . se for preciso. . média suja e créditos acumulados. a Unidade deve fazer ajustes em vagas e /ou vinculação .Possibilidade de disciplinas/turmas não serem consolidadas.Novo processo de Matrícula Passos . é reservada. .ALUNO inscreve-se em disciplinas/turmas (matrícula) nas interações previstas. enquanto necessitar.Até o limite da vagas. .Classifica por prioridade. .Após cada consolidação.DI efetua o cálculo do PM (Período ideal de matrícula).UNIDADE confere o PM e altera. .Cálculo da prioridade da disciplina em relação à grade e PM.. CONSOLIDAÇÃO .

Preterida . Os alunos também conseguirão observar a sua classificação estimada nas turmas em que se matricularam (disciplina. respeitando as prioridades de matrícula entre os alunos O resultado da consolidação.Turma lotada . será apresentado para o aluno como: . na segunda etapa o processamento estende-se a 2 semestres anteriores ao ideal e assim sucessivamente. ‡ ‡ ‡ .Lista de espera . independentemente de sua classificação As etapas são definidas previamente de modo a escalonar a consolidação. ( Eletivas ) . total:vagas e inscritos e classificação estimada). a tela de matrícula é fechada e as novas inscrições em disciplinas / turmas são consolidadas.Reservada ± disciplina / turma com vaga reservada para o aluno . Assim. Ao final de cada etapa. turma. aguardando etapa de prioridade. na primeira etapa serão processados somente disciplinas correspondentes ao semestre ideal do aluno.Novo processo de Matrícula ‡ ‡ Ao aluno são sempre sugeridas todas as disciplinas.ainda não processada.disciplina/turma que ultrapassarem o limite de disciplinas estabelecidos pelos alunos.disciplina/turma sem vaga disponível .

Benefícios: listas definitivas realistas em tempo hábil distribuição de alunos equilibrada entre turmas processo transparente expõe as falhas atuação em tempo real é possível alta interação aluno pouca interação aluno mínima interação aluno WEB docentes Serviço de Graduação ³overbooking´ zero Condições: correto cadastramento e vinculação das turmas alta interação CG ou docentes SG nos ajustes de vagas análise de casos particulares .

‡ O Serviço de Graduação está familiarizado com esta importante funcionalidade do Sistema. que é a vinculação de vagas. Por ela informa-se que uma turma é para o período diurno e outra para o noturno. ou uma é do curso A e outra do B.VINCULAÇÃO DE VAGAS Pró-Reitoria de Graduação ‡ Para o pleno funcionamento da Matrícula Interativa. é fundamental que se use outro poderoso recurso do Júpiter. etc. .

Pró-Reitoria de Graduação FIM .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful