P. 1
AULA 00 PORTUGUÊS ANATEL

AULA 00 PORTUGUÊS ANATEL

|Views: 78|Likes:
Publicado porEdimar Barbosa

More info:

Published by: Edimar Barbosa on Aug 27, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/14/2013

pdf

text

original

Ponto dos Concursos www.pontodosconcursos.com.

br

Atenção. O conteúdo deste curso é de uso exclusivo do aluno matriculado, cujo nome e CPF constam do texto apresentado, sendo vedada, por quaisquer meios e a qualquer título, a sua reprodução, divulgação e distribuição. É vedado, também, o fornecimento de informações cadastrais cópia,

inexatas ou incompletas – nome, endereço, CPF, e-mail - no ato da matrícula. O descumprimento dessas vedações implicará o imediato

cancelamento da matrícula, sem prévio aviso e sem devolução de valores pagos - sem prejuízo da responsabilização civil e criminal do infrator. Em razão da presença da marca d’ água, identificadora do nome e CPF do aluno matriculado, em todas as páginas deste material,

recomenda-se a sua impressão no modo econômico da impressora.

comentaremos três questões de prova que envolvem o assunto tendo por base os ensinamentos AINDA atuais. Muitos alunos estão em dúvida sobre as mudanças que virão.com. ou seja. Veja os exemplos. etc) 2 . é preciso que o edital assim preveja. antes do implemento do novo Acordo Ortográfico. tomando o cuidado de observar se esta sofreu o mesmo processo daquela. pois temos um quadro que – espero – irá ajudá-lo a acertar todas as questões que envolvem acentos gráficos). Vamos às questões. Nessa aula. Chega de “lero-lero”. www. Mais raramente. sc/sç/ss. Por isso. apesar de “parecidas” não são sinônimas – são os PARÔNIMOS. compreender -> compreensão / pretender -> pretensão permitir -> permissão / emitir -> emissão conceder -> concessão / retroceder -> retrocessão Também podem ser objeto de prova as palavras que. O estudo da ORTOGRAFIA abrange: 1 . a banca trata de uso de letras e hífen. formação e classe das palavras. veremos questões que tratam da estrutura. Ao fim de cada aula. mas serve perfeitamente a todos que se preparam para qualquer outra prova a ser elaborada pelo Cespe/UnB.USO DE OUTROS SINAIS DIACRÍTICOS (principalmente o HÍFEN e o TREMA) Nas provas do Cespe. a seu critério. os resolva antes de ver o gabarito e ler os comentários correspondentes. uma vez que a Reforma Ortográfica ainda não se encontra em vigor.pontodosconcursos. pessoal Este curso é voltado para os candidatos ao concurso da ANATEL. ponto a ser explorado no decorrer das aulas.br 1 . Outra dica preciosa: na dúvida com relação à grafia de uma palavra que sofreu algum processo de transformação (substantivo derivado de verbo ou substantivo derivado de adjetivo). escolhemos o tema que sempre dá início ao nosso trabalho – ORTOGRAFIA. Na aula 1 do curso. j/g. uma vez que. para que o aluno. Aquilo que aconteceu com uma acontecerá com a outra também.CURSO ON-LINE – PORTUGUÊS P/ ANATEL PROFESSORA: CLAUDIA KOZLOWSKI Olá. izar/isar. busque a grafia de outra palavra conhecida sua (que servirá de paradigma). Nosso encontro de hoje será para que você tenha uma idéia de como serão abordados os assuntos em aula. o que mais se explora nesse ponto é a ACENTUAÇÃO (graças a Deus. além dos aspectos ortográficos. estudaremos os principais aspectos gramaticais da Língua Portuguesa a partir de questões dessa banca. devemos lembrar que a palavra derivada costuma conservar a grafia da palavra primitiva. para que sejam cobradas as novas regras em um concurso público.EMPREGO DE LETRAS (s/z. Lembro que. Em relação ao item 1 (emprego de letras). extraídas inclusive dos certames mais recentes. em 10 aulas. será apresentada a lista com todos os exercícios nela comentados.ACENTUAÇÃO GRÁFICA 3 .

iremos estudar as regras ainda de acordo com a ortodoxia gramatical (gostou dessa. “r”. em especial.(UnB CESPE/STJ – Analista / 2005) O item abaixo é reescrituras adaptadas de fragmentos do texto Dilemas do judiciário na democracia.rs. S e vogal (é o que chamamos de HoRaS)../2004.br 2 . já que há casos de emprego de hífen nem sequer foram tratados pela reforma. certamente veria o erro na colocação do pronome oblíquo. as vogais se ligam diretamente ao prefixo). por favor. sobre Emprega-se hífen antes de H.com. neo. Isso porque não há uma regularidade. R. está a exigir que possibilite-se a incorporação permanente das camadas excluídas da população. é um dos pontos que dependem basicamente de memorização do candidato.pontodosconcursos. ultra Emprega-se hífen antes de H. infra-estrutura.) Em uma questão como essa. mas deixemos essa preocupação para outro momento. “s” nem vogal. Item ERRADO. p.. Este item. explorou aspectos de ortografia e de colocação pronominal (assunto a ser tratado na aula sobre PRONOMES). hem?. acerca da forma de ver e agir dos operadores jurídicos. à sintaxe da oração e do período e à pontuação. por uma questão de “custo-benefício”. cuja aglutinação já se consagrou com o uso). 13-5. ante-sala. semi. a coisa vai ficar ainda mais complicada quando estiverem vigentes as novas regras ortográficas. veremos o significado de alguns destes prefixos. A hiper-complexidade da sociedade contemporânea. 1) auto. contra-regra. Comentário. sobre-saia www. arqui.CURSO ON-LINE – PORTUGUÊS P/ ANATEL PROFESSORA: CLAUDIA KOZLOWSKI ORTOGRAFIA 1 . extra. dez. Como falamos na introdução desta aula. para infelicidade geral da nação.. ultrasonografia.: (vacina) anti-rábica. Exemplos: auto-escola. contra. anti-herói.º 9. n. Adianto que. Na aula 1. Agora você entende por que aquele carro caindo de tanto podre é anunciado pelo vendedor como um “seminovo” – sem hífen.. uma vez que “novo” não começa com “h”. pseudo. proto. O emprego de hífen com prefixos. Julgue-o quanto à grafia./2003-mar. Ex. 2) ante. R e S (notou que já são menos os casos? Agora. apresentamos a tabela de emprego de hífen para que vocês dêem uma olhadinha dias antes da prova. extra-oficial (a única exceção fica por conta de “extraordinário”. publicado na UnB Revista. supra. anti. Assim. raramente cobrado em provas. se o candidato não soubesse o erro em “hipercomplexidade”. arqui-rival (mas arquiinimigo é junto!). ao emprego das classes de palavras e do sinal indicativo de crase. infra. intra. que fazia parte de um conjunto de questões.

super. Ex. quando falarmos sobre formação de palavras. Aguardem e verão (suspense. E como é que chamamos a condição “abaixo do nível humano” – é uma condição . Já a grafia do “bem-me-quer” será objeto de comentário na aula 1. “macrorregião” (se o encontro for com palavra iniciada por “s” ou “r”.. Dada a proximidade semântica de “arqui” com “super” (que veremos mais adiante).. a palavra mercado inicia com “m”. ab-rogar. sobressalto / sobressaltar. 4) sub Emprega-se hífen antes de B e R.: hiper-reativo. Nada de “h” nem de “vogal” na lista.: circum-adjacência. (algum palpite? Daqui a pouco..CURSO ON-LINE – PORTUGUÊS P/ ANATEL PROFESSORA: CLAUDIA KOZLOWSKI O prefixo sobre apresenta algumas exceções: sobressair. recém-nomeado. sob Usa-se o hífen antes de palavras iniciadas por R. sem. ab. sem-terra.com. super-herói (em supermercado. O porquê da grafia do “malmequer” você já sabe agora – o prefixo “mal” se liga com hífen somente se o vocábulo iniciar por “h” ou vogal. “microssaia”. vice. sota. Ex.. mal Emprega-se hífen antes de H e vogal. malmequer.. formam “multiinflacionário”. soto-almirante. bem-me-quer.. Ex. ex (=anterioridade) Liga-se por hífen antes de todas as palavras. Assim. Os prefixos “multi”. perguntei a você: como fica quando esse prefixo “sub” se liga à palavra “humana”. não fui eu quem inventou isso!!!). pan. sob-rojar 7) além. conversamos sobre isso.br ). ex-marido. inter-relacionamento.org. Vimos há pouco que o prefixo “sub” só exige o hífen ao se ligar com vocábulos iniciados por B e R.pontodosconcursos. soto. pan-americano (essa ficou fácil. Ex. 3) hiper. o início e fim de “hiper”). sobressalente.. inter Emprega-se hífen antes de H e R (por coincidência. dispensando o hífen). malhumorado Como costumávamos falar ao desfolhar a margarida. inter-regional. dobra-se essa letra para manter o aspecto fonético).br 3 . sub-raça....academia. aquém. mal-acostumado. www.)..: ad-renal. (Não me xingue. Vai pensando aí.).. perguntando a ela se nosso pretendente estaria interessado em nós? Malmequer (tudo junto). Ex. mas esse registro não é encontrado na versão ainda em vigor do Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (disponível para consulta no sítio da Academia Brasileira de Letras – www.) 5) circum. Bem-me-quer (separado por hífen).: (categoria de) sub-base. 6) ad. Então. o Dicionário Eletrônico Aurélio já registra a forma “arquisseguro” (sem hífen). por favor. recém. “micro” e “macro” nunca se ligam por hífen ao vocábulo.: além-mar..

elimina-se o h do segundo elemento: anarmônico. princesa.O termo “pobreza” é um substantivo abstrato terminado pelo sufixo –eza. exausto. desarmonia. por acaso. Em tempo: o Vocabulário Ortográfico registra duas formas: subumano e subhumano. .” Nossa.. Esse sufixo indica qualidade. 2 . subcategoria (iniciada por “c”). outras questões que tratam do assunto de hoje. a regra que ele mesmo cita: “Nos compostos sem hífen.com “s” ou com “z”? Se lembrarmos que o vocábulo indica a procedência. tímido / timidez.. suburbano (iniciada por vogal = urbano). reaver. E como é o nome da pizza coberta com lingüiça e cebola? É a famosa pizza calabre. subsolo (iniciada por “s”). contrariando. a ser tratado na aula específica de PRONOMES. propriedade...(UnB CESPE / PMES / 2007) Com referência a aspectos gramaticais do texto. que se possibilite a incorporação permanente”. desumano. procedência ou formam títulos de nobreza: camponês... Então.com. Já o sufixo –ês / -esa indicam naturalidade. que indica estado e condição. condição. O sufixo –ez / -eza formam substantivos abstratos derivados de adjetivos: ácido / acidez. agora.pontodosconcursos. você já notou que “hiper-complexidade” não tem hífen. Assim acontece com submarino (iniciada por “m”). Nas duas formações. lobisomem. A essa altura. Que cara é essa de horror? Por que tanto susto? Você. julgue o seguinte item. biebdomadário. www. marquês.a . etc. inabilitar.CURSO ON-LINE – PORTUGUÊS P/ ANATEL PROFESSORA: CLAUDIA KOZLOWSKI Vamos raciocinar juntos: palavras que não iniciam por B ou R se ligam diretamente ao prefixo.. inglesa. Item CERTO. uma vez que o vocábulo inicia com “c” e não com “h” ou “r” (regra 3). sabemos que é com a letra “s”: pizza calabresa. basta-nos saber que a única posição que o pronome poderia ocupar seria antes do verbo (caso de próclise obrigatória): “. Comentário.br 4 . Foi isso o que aconteceu com “pobreza”. que provém do adjetivo “pobre”. neste último caso. Por ora. Vejamos.rs. acha estranho o encontro do mesmo vocábulo (humano) com o prefixo “des-". japonês. O outro erro é de colocação pronominal. formando “desumano”? Acredito que não. A diferença é que a letra “h” irá cair. estado. como é que fica? Simples: subumano. a letra “h” cai e o prefixo se liga diretamente à vogal seguinte – subumano. mas esse é outro assunto. conversamos tanto até agora que já estava me esquecendo da questão da prova.. coonestar.

A ESAF já fez isso (se não me engano. dedetização... O www. . Agora. abreviatura de diclorodifeniltricloretano (ninguém merece. com o vocábulo “indivíduos”). Além de um problema de concordância. o vocábulo provém.com.. na América Latina. social e politico do país. passaria despercebido ao candidato..br 5 . de uma sigla: DDT. Já falamos que uma palavra normalmente conserva a grafia da palavra primitiva. segundo conclusões de pesquisa encomendada pela ONU. LOCAL Î LOCALIZAR AMENO Î AMENIZAR IMUNE Î IMUNIZAR.. que será objeto de comentário na correspondente aula. estão relacionados com sua eficácia para resolver os problemas econômico. Aliás. Como “DDT” não possui “s”.). ANÁLISE Î ANALISAR AVISO Î AVISAR REPRISE Î REPRISAR PARALISIA Î PARALISAR (não é derivado de “parar” mas de “paralisia”) Exceções (eu falei “maioria”. você tem de dedet.A satisfação ou insatisfação com a democracia.rs. Comentário. a palavra derivada irá manter essa letra. na hora da prova. Como é que fica? Bem. Item ERRADO. foi a vez do Cespe. substância inseticida.CURSO ON-LINE – PORTUGUÊS P/ ANATEL PROFESSORA: CLAUDIA KOZLOWSKI Aproveitamos esse comentário para reforçar a lição sobre a grafia de palavras derivadas..): catequese Î catequizar (com “z”). 3 . Esse conceito é importante para sabermos se um vocábulo termina com “-isar” (com “s”) ou “-izar” (com “z”). Dica que dá certo na maioria esmagadora das palavras: se a palavra já apresentava a letra “s” em sua grafia.. formaram-se as palavras derivadas com a letra “z”: dedetizar.. a palavra derivada irá receber um “z”. havia um erro de ortografia que provavelmente. Será que você notou? Veja como a banca pode ser cruel em uma prova: é a falta de acento agudo no vocábulo “político”.(UnB CESPE /TRE PA – Analista/ 2005) Julgue a opção abaixo quanto a grafia. essa é uma prática bastante comum nas provas de concursos públicos – o erro pode ser a falta de um acento agudo na letra “i”.pontodosconcursos. a FCC também.. na verdade. morfologia e sintaxe. E para matar as baratas. Se não havia a letra “s” na primitiva.

inclusive. quem sabe. Não percam! Grande abraço e até lá. daremos prosseguimento ao estudo de ORTOGRAFIA.. apresentando. ::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: Bem... Verifique se. nas provas desta banca. com outras questões de prova do Cespe. uma dica preciosa para resolver qualquer questão sobre ACENTUAÇÃO GRÁFICA. por hoje é só.CURSO ON-LINE – PORTUGUÊS P/ ANATEL PROFESSORA: CLAUDIA KOZLOWSKI único (e maior) problema é que. todo cuidado é pouco.br 6 . aquele “i” deveria ser grafado com o acento agudo. uma opção errada anula uma certa. permitam usar lupas na hora da prova.pontodosconcursos.com.. No próximo encontro. em vez de pingo. www. Talvez.. Assim.

A hiper-complexidade da sociedade contemporânea. ao emprego das classes de palavras e do sinal indicativo de crase. estão relacionados com sua eficácia para resolver os problemas econômico.º 9.(UnB CESPE/STJ – Analista / 2005) O item abaixo é reescrituras adaptadas de fragmentos do texto Dilemas do judiciário na democracia. que indica estado e condição./2003-mar.A satisfação ou insatisfação com a democracia. está a exigir que possibilite-se a incorporação permanente das camadas excluídas da população. n. acerca da forma de ver e agir dos operadores jurídicos. . 3 . morfologia e sintaxe. segundo conclusões de pesquisa encomendada pela ONU. p. social e politico do país.com. na América Latina.br 7 .pontodosconcursos.(UnB CESPE / PMES / 2007) Com referência a aspectos gramaticais do texto./2004. publicado na UnB Revista. dez. www.O termo “pobreza” é um substantivo abstrato terminado pelo sufixo –eza.(UnB CESPE /TRE PA – Analista/ 2005) Julgue a opção abaixo quanto a grafia. julgue o seguinte item. .CURSO ON-LINE – PORTUGUÊS P/ ANATEL PROFESSORA: CLAUDIA KOZLOWSKI LISTA DAS QUESTÕES COMENTADAS 1 . 13-5. 2 . em especial. Julgue-o quanto à grafia. à sintaxe da oração e do período e à pontuação.

pontodosconcursos.com.CURSO ON-LINE – PORTUGUÊS P/ ANATEL PROFESSORA: CLAUDIA KOZLOWSKI GABARITO 1) E 2) C 3) E www.br 8 .

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->