Você está na página 1de 1

So Paulo, 6 de setembro de 1991 Exmo. Sr.

Deputado Paulo Vasconcelos Em breve o Congresso Nacional estar revendo a Constituio promulgada em 88. Entre os temas polmicos que faro parte dessa reviso certamente estar a obrigatoriedade do voto. A discusso sobre esse assunto perde sentido sem uma reflexo sobre seu significado. Durante anos a sociedade brasileira buscou reinstalar a democracia, regime em que o voto tem papel decisivo, j que cana privilegiado de expresso da vontade popular. Se a democracia plena est inevitavelmente vinculada possibilidade de escolher, o prprio ato de votar deveria ser uma escolha. assim nos Estados Unidos, pas considerado por muitos como exemplar modelo democrtico. Portanto de se estranhar que em uma democracia o direito do voto transforme-se em obrigao. Os votos nulos e brancos quase ganharam as eleies de 89 em alguns recantos do pas. Boa parte dos eleitores de votos brancos e nulos apenas cumpriram uma obrigao para no sofrerem as penalidades da lei. Estes votos at podem servir para expressar a descrena de inmeros brasileiros. Mas enquanto no ficar claro que voto direito, expresso de uma vontade, no estaremos construindo um Estado verdadeiramente democrtico. Apenas quando entendermos de fato que o voto um direito, no obrigao, poderemos tambm entender o que significa direito vida, liberdade, sade e educao, igualdade de oportunidades e outros direitos garantidos pela Constituio mas no pela prtica social. Por isso gostaria de, enquanto cidad, ver-me representada por V. Ex. Conto com a lucidez que tem demonstrado para defender em plenrio a no obrigatoriedade do voto. Como eu tenho certeza de que muitos outros brasileiros agradecem seu apoio e decidida vontade de contribuir para a construo de uma verdadeira democracia brasileira. Respeitosamente, Redao produzida por um aluno- Vestibular/UNICAMP. So Paulo: Texto e ofcio, s.d., p. 105