Você está na página 1de 3

RESISTÊNCIA DE MATERIAIS

Programa

Informação da ficha de disciplina do ano letivo 2011/2012

I - Conceitos Básicos de Resistência de Materiais

I.1. Materiais dúcteis e frágeis

I.2. Tensão e extensão

I.3. Trabalho de deformação

I.4. Tenacidade e resiliência. Aços endurecidos

I.5. Fadiga

I.6. Princípio de Saint-Venant

I.7. Princípio da sobreposição dos efeitos

I.8. Noção de segurança

I.9. Peça linear

II - Esforço axial

II.1. Introdução

II.2. Dimensionamento de peças sujeitas a esforço axial

II.3. Deformações axiais

II.4. Estruturas isostáticas em tracção-compressão axial

II.5. Estruturas hiperestáticas em tracção-compressão axial

II.5.1. Método dos deslocamentos

II.5.2. Método das forças

II.6. Estruturas hiperestáticas em tracção-compressão axial na fase elasto-plástica

III - Momento flector

III.1. Definições

III.1.1. Generalidades

III.1.2. Flexão recta

III.1.3. Flexão desviada

III.2. Flexão circular

III.2.1. Flexão circular recta

III.2.2. Flexão circular desviada

III.2.3. Flexão circular recta em peças mistas

III.3. Flexão circular composta

III.4. Influência de esforço transverso variável

III.5. Flexão em regime elasto-plástico

III.5.1. Flexão circular recta em regime elasto-plástico de peças com um único eixo de simetria

IV - Esforço transverso

IV.1. Tensões tangenciais em planos paralelos à superfície neutra

IV.1.2. Esforço de escorregamento

IV.1.2.1. Esforço de escorregamento em peças mistas

IV.2. Tensões tangenciais em secções transversais

IV.2.1. Peças abertas de paredes finas

IV.2.2. Peças fechadas de paredes finas (esforço transverso aplicado segundo um eixo de simetria)

IV.2.3 Centro de Corte em peças de paredes finas

IV.3. Estado de tensão em peças sujeitas à flexão

V - Momento torçor

V.1. Generalidades

V.2. Torção de uma barra de secção circular

V.2.1. Peças cilíndricas formadas por dois matérias concêntricos e diferentes

V.2.2. Exemplos

V.3. Tensões tangenciais, devido a momento torçor, em peças fechadas de paredes finas

V.4. Tensões tangenciais, devido a momento torçor, em peças rectangulares

V.5. Tensões tangenciais, devido a momento torçor, em peças abertas de paredes finas

V.5.1. Exemplo

V.6. Expressões gerais

V.6.1. Comparação de secções resistentes à torção

VII Instabilidade em compressão axial

VII.1. Generalidades

VII.2. Carga crítica de Euler

VII.3. Efeitos dos diferentes tipos de apoios na carga crítica

VII.4. Tensão crítica e coeficiente de esbelteza

VII.4.1 Domínio de aplicação da carga crítica de Euler

VII.5. Dimensionamento em compressão axial