P. 1
TRABALHO CERRADO

TRABALHO CERRADO

|Views: 4.521|Likes:
Publicado pormihesa

More info:

Categories:Types, Research, Science
Published by: mihesa on Jun 30, 2009
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPT, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/25/2012

pdf

text

original

INCISA - IMAM

O Bioma Cerrado

Localização
• Localizado basicamente no planalto central do Brasil, a 19º 40' de latitude sul, em torno dos 800 metros acima do nível do mar. • O cerrado é o segundo maior bioma do país, superado apenas pela floresta amazônica. • É cortado por três das maiores bacias hidrográficas da América do Sul, com índices pluviométricos regulares que lhe propiciam biodiversidade.

Localização do bioma Cerrado

Área ocupada pelo Cerrado

Mesmo sendo o segundo maior bioma do Brasil, além de conter a mais rica biodiversidade do mundo, o cerrado tem apenas 0,8% de sua área sob proteção.

Solos
• O solo do cerrado apresenta pH ácido, variando de 4,3 a 6,2. • Possui elevado teor de alumínio (raízes curtas e árvores retorcidas), baixa disponibilidade de nutrientes, como o fósforo, o nitrogênio, o cálcio, o magnésio, o potássio, matéria orgânica, zinco e argila. • O solo é bem drenado, profundo e com camadas estreitas de húmus

Toxidez por alumínio

Clima
• Apresenta clima bastante regular, classificado como continental tropical semi-úmido.A temperatura média é de 25ºC, registrando máximas de 40ºC no verão. • A estação seca começa em março/abril e continua até setembro. • Os meses mais chuvosos são novembro, dezembro e janeiro. • Precipitação: 1.200 a 1.800mm/ano;

Flora
• Apresenta as mais diversas formas de vegetação, desde dos campos sem árvores, ou arbustos, até o cerrado lenhoso denso com matas ciliares. • O cerrado brasileiro é reconhecido como a savana mais rica do mundo em biodiversidade com a presença de diversos ecossistemas, riquíssima flora com mais de 10.000 espécies de plantas, com 4.400 endêmicas desse bioma. • É classificado como tendo formações vegetativas primitivas, com quatro divisões: matas, campos, brejos e ambientes úmidos com plantas aquáticas. As próprias queimadas, freqüentes neste tipo de bioma, são mal interpretadas. Na verdade, as queimadas periódicas (com intervalos maiores do que 5-7 anos) já aconteciam no Cerrado antes da chegada do ser humano.

Queimadas
• A maioria das plantas do Cerrado estão adaptadas ao fogo, possuindo cascas grossas e brotos subterrâneos. Várias espécies de plantas só germinam após as queimadas. Mas as queimadas intensas, feitas a cada um ou dois anos pelos pecuaristas, são extremamente nocivas ao Cerrado.

• Todavia as queimadas intensas, feitas a cada um ou dois anos pelos pecuaristas, são extremamente nocivas ao Cerrado.

Fauna
• Nos vários habitats naturais, desde o o campo limpo, o campo sujo, campo cerrado( Strictu sensu) com formações arbóreas, o cerradão, o campo úmido, a vereda e a mata ciliar, o cerrado apresenta diversidade em espécies . • São conhecidas, até o momento, 1.575 espécies animais, formando o segundo maior conjunto animal do planeta. • Cerca de 50 das 100 espécies de mamíferos estão no cerrado. Apresenta também 837 espécies de aves; 150 de anfíbios e 120 espécies de répteis.

Fitofisionomias do bioma Cerrado

Cerrado Sentido Restrito (stricto senso)
Fitofisionomia característica do bioma Cerrado com árvores baixas e retorcidas, arbustos, subarbustos e ervas. As plantas lenhosas em geral possuem casca corticeira, folhas grossas, coriáceas e pilosas. Podem ocorrer variações fisionômicas devido à distribuição espacial diferenciada das plantas lenhosas e ao tipo de solo. Dentre algumas espécies encontradas nessas áreas: Kielmeyera spp (pau-santo), Magonia pubescens (tingui), Callistene spp (pau-jacaré), Qualea parviflora (pau-terra-defolha-miúda) e Tabebuia sp. (ipê).

Cerradão
Os solos são profundos, de média e baixa fertilidade, ligeiramente ácidos, bem drenados (latossolos vermelho-escuro). Agonandra brasiliensis, Callisthene fasciculata (faveiro), Stryphnodendron adstringens (barbatimão), Copaifera langsdorfii (copaíba), Magonia pubescens (tingui), Xilopia aromatica (pindaíba). Quanto ao extrato herbáceo, são freqüentes os gêneros de gramíneas.

Campo Sujo
É uma fisionomia herbáceo-arbustiva com arbustos espaçados entre si. Estabelece-se sobre solos rasos (afloramentos rochosos), mas pouco férteis. Entre as espécies encontradas nos Campos Sujos estão: Epistephium sclerophyllum (orquídea-terrestre), Paepalanthus speciosus (sombreiro), Cambessedesia espora, Didymopanax macrocarpum (mandiocão). Vellozia flavicans (canela-de-ema)

Campo Limpo
O Campo Limpo é um tipo de vegetação predominantemente herbáceo, com raros arbustos e ausência completa de árvores. Pode ser encontrado em diversas posições topográficas, com diferentes variações no grau de umidade, profundidade e fertilidade do solo. Entretanto, é encontrado com mais freqüência nas encostas, nas chapadas, nos olhos d’água, circundando as Veredas e na borda das Matas de Galeria.

Principais ameaças ao Cerrado
• As duas principais ameaças à biodiversidade do Cerrado estão relacionadas a duas atividades econômicas: a monocultura intensiva de grãos e a pecuária extensiva de baixa tecnologia. O uso de técnicas de aproveitamento intensivo dos solos tem provocado, há anos, o esgotamento dos recursos locais. A utilização indiscriminada de agrotóxicos e fertilizantes tem contaminado também o solo e a água.

Obrigada !

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->