Você está na página 1de 2

Conjunção de Diferentes Realidades e Relevância para o

Movimento Conservacionista
Brian Yates
11/2009

Palavras-chave: conservação, meio-ambiente, estágio, Rede Verde

Quando meu estudo no exterior como diretor de programas primeiramente me deu informações sobre
estágio no Projeto Puma, eu li até o final e foquei no objetivo principal sem pensar muito no assunto:
“descobrir novas realidade que possam estar longe de qualquer coisa que você já tenha experimentado”.
Eu não sabia o que fazer com este objetivo, mas depois de duas semanas aqui eu adquiri
uma compreensão total desta experiência e dos motivos que o tornam tão importante para o
conservacionismo. Nunca na minha vida eu tinha sido tão exposto às visões dos fazendeiros,
cientistas, funcionários do governo, leigos e outros cujos pontos de vista não podem ser classificados tão
facilmente. E fazendo isso eu ganhei a compreensão que como conservacionista nós temos uma missão:
mostras às pessoas as belezas e maravilhas da natureza e pedir a elas que a protejam.

Embora este conhecimento tenha estado sempre na parte de trás da minha cabeça, eu logo aprendi que
a conservação é claramente prioritária, diferentemente da mente de outras pessoas. Nós encontramos
fazendeiros orgânicos que recentemente aprenderam que o cultivo livre de produtos químicos leva a uma
vida mais longa e feliz e aumenta a harmonia com a natureza. Os estudantes de engenharia
ambiental e direito estavam incrivelmente abertos a novas idéias e entusiasmados em

Rede Verde Conservation Network Inc. BN: 845495613NP0001


York street, 8 - 1st floor Moncton, NB E1C2X9 Canada
URL : www.rede-verde.org Email: info@rede-verde.org
dedicar seu tempo para mostrar aos outros os problemas da conservação, cada um utilizando
seus próprios conhecimentos técnicos para o máximo benefício. Esta manhã nós fomos
apresentados a um novo grupo de cientistas que estudam a consciência humana e cuja realidade parece
ser completamente diferente da nossa, embora, mesmo assim, possamos estar relacionados. Esses
estudos podem nos ajudar a responder questões intrigantes como “Por que pessoas que tem consciência
dos efeitos ambientais de suas ações não fazem simplesmente nada para mudar seu modo de vida?”

Nós interagimos menos com essas pessoas cujas visões nós gostaríamos de mudar, como as grandes
corporações de fazendeiros, mas nós geralmente podemos compreender as idéias que eles utilizam para
justificar suas ações. Isso foi reforçado para mim outro dia quando percebi que os ambientalistas são
vistos como radicais que apenas atrapalham o ciclo industrial e o fluxo das nossas atividades diárias, que
parecem apenas querer ser inconvenientes para a população em geral, como na ocasião do fechamento
da Estrada do Colono do Parque Nacional do Iguaçu, ou querem fazer o fazendeiro parar de ganhar
dinheiro transformando as terras produtivas em florestas nativas. Embora eu esteja começando a ver
dicas inspiradoras mostrando que a população não tem uma abordagem bipolar da conservação; que
Dona Rosa, a proprietária do nosso hotel, é uma amante da natureza de coração; que antigos
fazendeiros químicos estão se transformando em fazendeiros orgânicos pela saúde dos seus filhos; que
“conscienciologistas” estão preservando a vegetação nativa para corredores ecológicos.... Todos esses
fatos me levam a crer que o movimento conservacionista ainda é um movimento silencioso,
mas que está ganhando força rapidamente.

Logo a população terá mais conhecimento e espírito para perceber que a ignorância é a única coisa que
impede as pessoas de perceberem o valor real dos recursos naturais. Nós devemos ter fé nas ações
dos outros, na possibilidade de cooperação global para perceber que cada um deve trabalhar
junto para fazer a sua parte. Nós precisamos de cientistas para compreender a complexidade dos
ecossistemas naturais e dos serviços que eles nos oferecem, de especialistas em comunicação para
divulgar a informação ao público, de funcionários do governo que sejam carismáticos e bem
intencionados de modo a trazer alguma mudança do ponto de vista regulador, de pequenos fazendeiros
que possam diminuir o uso de substâncias químicas pelo bem de sua própria saúde e trazer mudanças na
comunidade agrícola e de cidadãos que informem esta missão incrível e importante aos outros. Para
todos, nossa adaptação a diferentes estilos de vida e realidades nós torna mais capazes de fazer a
conservação relevante para todos e somente aumenta nosso entusiasmo em espalhar essas palavras.

-------------
Tradução para Rede Verde Conservation Network Inc.: Maria do Carmo Dias Bueno

Rede Verde Conservation Network Inc. BN: 845495613NP0001


York street, 8 - 1st floor Moncton, NB E1C2X9 Canada
URL : www.rede-verde.org Email: info@rede-verde.org