P. 1
Curso de Radiestesia E Radionica

Curso de Radiestesia E Radionica

5.0

|Views: 9.695|Likes:
Publicado porUlisses Carvalho

More info:

Published by: Ulisses Carvalho on May 04, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

02/05/2016

pdf

text

original

Para entender o que acontece com as energias telúricas, vamos
fazer algumas considerações, seguindo uma linha de raciocínio lógico,
mas nem por isso admitido por todos os pesquisadores.

Partimos das seguintes observações;

1- Por que certos animais gostam e precisam dessa energia
telúrica forte? Sabemos que as abelhas e as formigas tão misteriosas e
laboriosas procuram se instalar justamente nos cruzamentos telúricos.
Assim são certas árvores e plantas que vicejam mais em lugares tidos
como descompensados.

2- Por que nossos antepassados, tão sábios e zelosos e tão
conhecedores dessas forças da natureza, construíram suas famosas
catedrais, seus templos sagrados e seus santuários milagrosos bem em
cima de energias telúricas fortíssimas? Por que colocaram seus altares
em cima de cruzamentos de correntes subterrâneas de água natural e
acrescentaram ainda 14 rios artificiais subterrâneos, todos eles se
encontrando sob o altar, como foi feito na Catedral de Chartres? Por
que fizeram o mesmo no Santuário de S. Tiago de Compostela? Será que
não sabiam que essa energia poderia causar males?

Uma resposta fascinante para essas indagações seria a seguinte:
As energias. da natureza são em si indiferentes .Uma dose mais
alta de energia poderia ser perniciosa, indiferente ou altamente
BENÉFICA, dependendo da mente da pessoa, do seu preparo, de sua
intenção, de seu modo de usufruir dessa energia. Assim acontece com
todas as formas de energia. Acontece com o fogo, a água, a energia
elétrica, a energia atômica, a energia da kundalini. preciso saber usá-
la. Nós, pobres mortais, perdemos a sensibilidade, perdemos o
conhecimento das leis da natureza, perdemos o contato com o nosso Eu
Superior, perdemos as fórmulas que antes estavam impressas em nossas
próprias células e que se desvaneceram quando nos afastamos
conscientemente das leis. Perdemos nossa pureza original, nossa
simplicidade, nossa humildade e nossos poderes. Perdemos das abelhas e
das formigas, dos animais silvestres e domésticos que ainda sabem se
orientar pelos instintos de conservação"

Assim sendo, segundo diversos pesquisadores, essa energia telúrica
somente faria mal para as pessoas que não soubessem como canalizá-la.
Numa pessoa sem conhecimento algum, essa energia seria acumulada nas
células sem possibilidade de ser colocada para

fora, sem proveito, sem expressão, sem ser traduzida em formas, em
outras energias transmutadas" Ainda mais. As pessoas "frias", do tipo
"K", com tendência á inatividade, sem ideal, sem perspectiva de vida,
estariam acumulando dentro de si uma carga muito grande dessa
energia. Sem dar vazão a ela, sem escape, a tendência fatal seria a
descompensação das células, a formação dos nódulos, o câncer.
Não é verdade que pessoas depressivas, inativas, desanimadas,
aposentadas, sem ideal, sem futuro, totalmente negativas e apáticas,
logo se tornam vitimas reais do câncer" do reumatismo e outros males
físicos? E que dizer dos distúrbios psíquicos? Ao contrário, pessoas
que soltam a energia, que apesar da idade estão sempre construindo um
futuro cheio de ideais, em eterna atividade como abelhas e formigas,
pessoas dinâmicas, com mente altamente positiva, parecem mais imunes
às doenças degenerativas e aos distúrbios psíquicos? Nossos
antepassados sabiam usar dessa poderosa energia. Canalizavam-na em
pontos onde somente pessoas iniciadas nos poderes da mente eram
capazes de transmutá-la em vida, força e energia vital. E nos?
Enquanto não reaprendermos as lições que ficaram esquecidas nos
tempos, tomemos nossos cuidados.

Para concluir, podemos afirmar que o ser humano, embora tenha
perdido a sensibilidade do animal e da planta, não perdeu o direito
de escolher.

Escolha, pois, uma vida saudável. Não mude só o local. Mude a
mente" Seja esperançoso, otimista, confiante e cheio de ideais.

Triângulo Compensador

Em suas pesquisas, o radiestesista francês André Philippe
descobriu uma verdadeira "lei de compensação de forças" a partir da
qual pode neutralizar energias nocivas de qualquer natureza.
Este símbolo por ele idealizado, é um poderoso neutralizador de
ondas nocivas telúricas. Seu uso não exige qualquer orientação especial
e suas emissões ocorrem simultaneamente nos níveis físico, vital e
espiritual. Automaticamente, ele regula a quantidade de ondas
(magnéticas ou elétricas) necessárias ao perfeito equilíbrio, seja de
ambiente, aparelho, alimento, bebida, planta, animal ou pessoa, não
sendo necessário desimpregná-lo após seu uso. (Ver fig. 24, pag. 100).
Alguns exemplos de utilização deste símbolo:

1- Quando colocado sobre o ponto geopatogênico, cruzamento de
águas subterrâneas ou qualquer outro foco de energia nociva telúrica,
ele atenua sua nocividade.

2- Quando colocado sob um televisor, ele atenua sensivelmente a
ação dos raios X, alta, beta e gama, do verde negativo elétrico e do
vermelho elétrico normalmente emitidos por este tipo de aparelho.

3- Os alimentos sólidos ou líquidos, quando colocados sobre seu
centro, tornam-se mais saudáveis devido ao equilíbrio perfeito de todo
seu espectro. Tal prática é recomendável principalmente para os
alimentos que sofrem refrigeração cuja vitalidade é reduzida em cerca
de 50% pela ação do verde negativo elétrico existente dentro do
refrigerador.

4.- Quando colocado sob a cama ou travesseiro, este símbolo
compensador geralmente induz a um sono tranqüilo e reparador.

5- Ele pode também ser usado para atenuar qualquer radiação física
ou sutil emitida por aparelhos elétricos, eletrônicos ou radiônicos"
Estas são apenas algumas utilidades que o símbolo compensa-dor
concebido por André de Philippe nos oferece, podendo existir inúmeras
outras possibilidades num vasto e proveitoso campo de uso e aplicação.

------------------------------------------------

Leituras Complementares

- ONDAS DE VIDA, ONDAS DE MORTE - Jean de la Foye - Siciliano
- MÃE TERRA Mellie Uyldert - Pensamento
- RADIESTESIA E SAÚDE - Kathe Bachler - Cultrix
- A MAGIA DAS ENERGIAS - Roger de Lafforest - Siciliano
- CASAS QUE MATAM - Roger de Lafforest - Global
- MAS ALLÁ DE LAS PIRÂMIDES - John Davidson - Ed. Martinez Roca
- PIRÂMIDES, CATEDRALES Y MONASTERIOS - Blanche Merz - Ed. Martinez Roca
- DIMENSÕES DA RADIÔNICA - David Tansley - Pensamento
- RADIESTESIA HIDROMINERAL E MEDICINAL - Albino Aresi - Ed. Mens Sana
- PHYSIQUE MICRO-VIBRATOIRE - Chaumery et Belizal - Ed. Desforges
- ESSAI DE RADIESTHÉSIE VIBRATOIRE - Chaumery e Belizal - Ed. Desforges

ÍNDICE - Primeiro Estágio

1

Introdução.....................................................2

O que é o verdadeiro amor......................................4

RADIESTESIA ..............................................8

COMO FUNCIONA A RADIESTESIA..........................................9
OS INSTRUMENTOS EM RADIESTESIA......................................10
O pêndulo...........................................................10
Como segurar o pêndulo..........................................10
Como regular o pêndulo..........................................10
Como encontrar o ponto zero.....................................11
Campo de forma artificial.......................................11
Testando com a pirâmide de Quéops...............................12
Teste sua sensibilidade.........................................12
Movimentos do pêndulo...........................................13
Como fazer uma réplica da Pirâmide de Quéops....................14
Exercícios para desenvolver a sensibilidade radiestésica........14
Campo de forma artificial com testemunho........................15
OUTROS INSTRUMENTOS DE RADIESTESIA..................................16
O dual rod..........................................................16
Aurímetro ou aurameter..............................................17
Pêndulos especiais: ................................................18

Pêndulo cromático, ........................................18

Pêndulo egípcio, ..........................................18

Pêndulo eletromagnético, ..................................18

Bastão atlante, ...........................................18

Forquilhas ou molas, ......................................18

Pêndulo universal, ........................................19

Pêndulos com testemunho, ..................................19

Aparelhos eletrônicos......................................19
Conselhos para a prática da radiestesia.............................19

RADIÔNICA ...............................................21

Remédio radiônico.............................................22

Marcação de tempo.............................................23

Ferrite.......................................................24

Método dos semi-círculos......................................24

Magnetização de aparelhos radiônicos..........................24
O decágono: limpeza, potencialização, fazer um remédio radiônico....25
Aparelho emissor radiônico .........................................26
Campos sutis ou camadas energéticas do homem........................27
Os chakras..........................................................28

Energias benéficas e energias nocivas.........................29

Outras energias nocivas.......................................29
Hexágono: forma protetora...........................................30
A pirâmide como instrumento radiônico...............................31
Minigerador I.......................................................33
O pêndulo e as cores................................................43

ÍNDICE - Segundo Estágio.....................44

Introdução..........................................................45

Silhueta Humana.....................................................46
Losango Solar.......................................................48
Oscilógrafo.........................................................50
Emissor radiônico Numérico..........................................52
Turbilhão...........................................................54
Eliminador de Energias Nocivas (Intrusas)...........................55
Nove Círculos Concêntricos..........................................57
Decomposição do Espectro Eletromagnético na Esfera..................58
Pilha Radiestésica..................................................61
Forma Pessoal.......................................................64
Pêndulo Cromático...................................................67
Pêndulo Equatorial “Unidade”........................................70

As Cores na Radiônica....................................72

A) Conceitos Básicos............................................72
1 – Cores Primárias........................................72
2 – Cores Secundárias......................................72
3 – Cores Complementares...................................73
4 – Cores “Quentes”........................................73
5 – Cores “Frias”..........................................73
B) Indicações de Uso Terapêutico das Cores......................73
Vermelho................................................74
Laranja.................................................74
Amarelo.................................................74
Verde...................................................75
Azul....................................................75
Índigo..................................................76
Violeta.................................................76
C) Uso das Cores na Radiônica...................................76
C.1 - Aplicar a cor simétrica..............................77
C.2 - Aplicar a cor oposta.................................77
C.3 - Aplicar a cor complementar...........................77
C.4 - Aplicar a mesma cor, mas de fase oposta..............78
D) Aplicação Prática............................................78
E) Considerações Finais.........................................79

Energias Nocivas.........................................80

A) Principais Causas das Energias Nocivas...........................80
B)
Redes globais em Grade – A Rede Hartmann.........................81
C)
Redes globais em grade – A Rede Curry ou Linhas de Curry.........82
D)
Como detectar as redes globais Hartmann e Curry..................83
E)
Energias Intrusas................................................84
F)
Como detectar energias nocivas numa casa.........................85
G)
Como equilibrar os ambientes carregados de Energia Telúrica......86
H)
Influência das radiações eletromagnéticas........................87
I)
A energia Telúrica é sempre maléfica?............................88

Triângulo Compensador...............................................90
Leituras Complementares.............................................90

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->