FESP

FACULDADE DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO PARANÁ . DISCIPLINA: TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO ASSUNTO: EVOLUÇÃO HISTÓRICA DA ADMINISTRAÇÃO

A ADMINISTRAÇÃO NA ANTIGUIDADE

É difícil uma retrospectiva dos primeiros passos da Administração porque os registros privilegiaram as atividades fins. Mas sem dúvida, a administração esteve presente nas ações e obras realizadas na antiguidade.       5000 A . C. – Sumérios criaram a escrituração pública. 4000 A . C. – Egípcios já tinha noções de planejamento, organização e controle. 2600 A . C. - Egípcios aplicavam a descentralização. 1490 A . C. - Hebreus aplicavam o princípio escalar e da exceção. 1100 A . C. – Chineses aplicavam planejamento, organização, direção e controle. 350 A . C. – Gregos utilizavam os métodos e as cadências.

 Rei da Babilônia, Hamurabi, estudou a programação do trabalho, controle da produção, registros contábeis, seriação lógica das fases do trabalho (analisando os tempos e as tarefas) e estabeleceu um salário mínimo.  Os Egípcios realizaram grandes obras (Ex: Pirâmide de Kheops que contém 2.300.000 blocos de pedra pesando em média duas toneladas). As evidências são de que a organização dos egípcios era rígida.  O grande trabalho de Moisés com a preparação, organização e execução do êxodo, libertando-os da escravidão no Egito.  Na China, foi feito um catálogo de todos os servidores civis descrevendo as suas atribuições e deveres com rara meticulosidade. A ADMINISTRAÇÃO ATÉ A IDADE MÉDIA • • • • • • Império Romano foi a primeira grande experiência do homem de estruturar, dirigir e controlar um vasto território. Catão e Varrão – realizaram estudos sobre a administração rural romana que são passíveis de utilização até os dias de hoje. Sistema Feudal - tinha uma organização escalar, com diversos níveis de autoridades, do senhor ao servo. Adotou a descentralização dos níveis operacionais e a centralização da autoridade máxima. 900 – livros de administração de Alfarabi já falavam das qualidades de liderança. Século XV – Arsenal de Veneza - era o maior estabelecimento industrial da época. Segundo Henry Albers o seu sistema de produção antecipou as instalações modernas da indústria de produtos alimentícios e da montagem de automóveis. Nicolau Maquiável – analisou as características do homem como animal de rapina e enunciou os seus princípios de liderança e de poder que são utilizados atualmente em muitos empreendimentos.

A República – forma Democrática de Governo e Administração dos Negócios Públicos. da Ordem. INFLUÊNCIA DA ORGANIZAÇÃO DA IGREJA CATÓLICA => A Igreja Católica absorveu ao longo do tempo normas administrativas e princípios de organização pública das Instituições de Estado como Atenas. . discípulo de Sócrates ARISTÓTELES ( 384 a. ela talvez não tenha paralelo em todo o campo da organização. Vários princípios da moderna Administração.C. Democracia / Anarquia). estão contidos nos Princípios Cartesianos. Muitas organizações passaram a incorporar este modelo. o Papa.) Filósofo Grego. Estudou a organização do Estado e abordou as formas de governo (Monarquia / Tirania. ♦ Método Cartesiano -> Princípios : -> Princípio da Dúvida Sistemática ou da Evidência. Segundo James O . Antecipou com suas experiências ao Princípio conhecido em Administração como “Princípio da prevalência do PRINCIPAL sobre o ACESSÓRIO”. Mooney. Teoria da origem econômica do Estado.) Filósofo Grego.–322 a.. etc.–339 a. “entre todas as formas de atividades humanas. Aristocracia /Oligarquia. Roma.–347 a. do Controle. C.C. • Princípio da Análise da Decomposição.C.A INFLUÊNCIA DOS FILÓSOFOS SÓCRATES (470 a. Empregou na sua organização. Bom administrador sabe conduzir tanto os negócios públicos quanto os privados. a hierarquia de autoridade.C. Criador da lógica. Como exemplo de eficiência e de coordenação administrativa e departamental. Hoje a Igreja Católica tem uma organização tão simples e eficiente que sua enorme organização mundial pode operar satisfatoriamente sob o comando de uma só pessoa. Ela aproveitou e aperfeiçoou toda a técnica administrativa que os romanos desenvolveram para fazer administração a distância. como os da Divisão de Trabalho. o estado maior ( assessoria) e a coordenação funcional. etc. a Igreja Católica constitui um dos exemplos mais destacados de aplicação e funcionamento de todos os princípios de organização”. • Princípio da Enumeração ou da Verificação.) Filósofo Grego PLATÃO (429 a. discípulo de Platão FRANCIS BACON (1561–1626) Filósofo e estadista inglês Administração – habilidade pessoal separada do conhecimento técnico e da experiência.C. Teoria do Contrato Social: Estado surge de um acordo de vontades. Manifesto comunista – história da humanidade sempre foi a história da luta de classes. • Princípio da Síntese da Composição. Poder Político e o Estado – fruto da dominação econômica do homem pelo homem. ADMINISTRAÇÃO RENÉ DESCARTES (1596–1650) Filósofo e físico inglês JEAN-JACQUES ROUSSEAU (1712 – 1778) KARL MARX (1818–1883) e FRIEDRICH ENGELS (1820-1895) Filósofos 4.

Rockfeller. • Princípio da Unidade de Comando: cada subordinado só pode ter um superior. separando o Planejamento da Execução. • Planejamento e Controle Centralizados e Operações Descentralizadas. as ORGANIZAÇÕES MILITARES também exerceram grande influência no desenvolvimento das teorias da Administração. • General Carl Von Clausewitz (1780-1831) da Prússia defendia: Disciplina como requisito básico de toda organização. Morgan. Princípio de Direção: todos devem saber o objetivo da ação. • Escala Hierárquica – escala de níveis de comando de acordo com o grau de autoridade e responsabilidade. • Organização Linear: origem – Exércitos da Antigüidade e da Época Medieval. Papel do governo (além de garantir a lei e a ordem) => só deve intervir na economia quando não ocorrer “competição livre”. 7. Ordem e Controle de Organização. Enfatizava a importância do Planejamento.) . Organização e Estratégias Militares foram utilizadas como modelo para Organização e Estratégias Empresariais. Toda organização deve ter um Planejamento onde: As decisões devem ser Científicas e não simplesmente Intuitiva. A origem da Riqueza das Nações reside na Divisão do Trabalho e na especialização das tarefas (estudo de tempos e movimentos de TAYLOR). INFLUÊNCIA DOS ECONOMISTAS LIBERAIS => ADMINISTRAÇÃO Para muitos autores as IDÉIAS BÁSICAS DOS ECONOMISTAS CLÁSSICOS LIBERAIS foram os germes do PENSAMENTO ADMINISTRATIVO DA ATUALIDADE. etc. e Pregava a Livre Concorrência. As decisões devem basear-se na Probabilidade e não apenas na Necessidade Lógica O administrador deve aceitar a incerteza e planejar de maneira a poder minimizar essa incerteza. Organização.Maior (staff) e o Comando (linha). • Pensamento dos Economistas Clássicos (ADAM SMITH – 1723-1790): “A mão invisível governa o mercado”. de grandes grupos econômicos (Du Pont. 6.INFLUÊNCIA DA ORGANIZAÇÃO MILITAR NO DESENVOLVIMENTO DAS TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO: Assim como os Filósofos e a Igreja. CONSEQÜÊNCIAS DA LIVRE CONCORRÊNCIA: Surgimento. após segunda metade do século XIX. • Imperador Frederico II da Prússia – o Grande (1712-1786): criou Estado .

Aceleramento dos transportes e das comunicações. caixa e distribuição). 1860-1914 – 2ª Revolução Industrial ou revolução do aço e da eletricidade. A Revolução Industrial. nos transportes. etc.Produção em escala => levou a concentração de maquinaria e mão-de-obra. AS EMPRESAS DA ÉPOCA: NÃO PRECISAVAM DE ADMINISTRADORES PROFISSIONAIS Pecuárias/mineradoras/indústrias têxteis/estradas de ferro/construtoras/caça e comércio de peles/bancos (incipientes). O artesão e sua pequena oficina desapareceu para dar lugar ao operário. tear mecânico e descaroçador de algodão. Aperfeiçoamento dos navios substituindo rodas propulsoras por hélices. Perda de influência do Liberalismo Econômico. tear hidráulico. 9 . Aperfeiçoamento da locomotiva a vapor. A família e alguns parentes cuidavam de tudo (produção. invenção do telégrafo elétrico (Morse ) e invenção do telefone. O desenvolvimento do sistema fabril. compra. A INFLUÊNCIA DA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL. Provocou grandes transformações nas oficinas (que se converteram em fábricas). pode ser dividida em duas épocas bem distintas: 1780-1860 – 1ª Revolução Industrial ou revolução do carvão e do ferro. CONFLITOS SOCIAIS => Exploração da mão-de-obra /Padrão de vida /organização do trabalho (rotina) /taxa de mais valia. . 8.REVOLUÇÃO INDUSTRIAL TRANSIÇÃO PARA A REVOLUÇÃO INDUSTRIAL PÓS-REVOLUÇÃO INDUSTRIAL 10. Máquinas com incrível superioridade sobre os processos manuais. A 1ª Revolução Industrial pode ser dividida em quatro fases: Mecanização da Indústria e da agricultura ( máquina de fiar.) . com a invenção da máquina a vapor por James Watt. venda. nas comunicações e na agricultura. Faziam parte de um contexto predominantemente rural que não conhecia a administração de empresas. Aplicação da força motriz à industria ( máquina a vapor ). que teve início em 1776. às fábricas e usinas. Crescimento das populações urbanas. EVOLUÇÃO DA ORGANIZAÇÃO DA PRODUÇÃO SISTEMA CONTROLE SOBRE O PROCESSO DE TRABALHO ARTESANAL TRABALHADOR PUTTING-OUT TRABALHADOR SYSTEM FABRIL CAPITALISTA CONTROLE SOBRE VIGÊNCIA VIG O PRODUTO DO TRABALHO TRABALHADOR CAPITALISTA CAPITALISTA PRÉ.

proveniente de trustes e fusões de empresas. 5. engenharia.A chamada 2ª Revolução Industrial é provocada por três acontecimentos importantes. Henry Ford inicia a produção do modelo T (1908). possibilitando enorme ampliação dos mercados. O capitalismo industrial dá lugar ao capitalismo financeiro. 11. Dominação da indústria pelas inversões bancárias. A substituição do ferro pelo aço. aperfeiçoamento do pneumático.Com a ampliação do mercado e a diversificação de produtos ( para enfrentar a concorrência) a estrutura funcional começou a emperrar. . INFLUÊNCIA DOS PIONEIROS E EMPREENDEDORES. a Westinghouse e General Eletric dominavam o ramo de bens duráveis. aperfeiçoamento do dínamo (1873). 2.substituição do tipo artesanal por um tipo industrial de produção. Desenvolvimento de “Holding companies ’’. .avanço tecnológico.ruptura das estruturas corporativas da Idade Média. As empresas na ânsia de dominar novos mercados aumentavam instalações e pessoal além do necessário. . graças a fatores. invenção do motor de combustão interna (1873). A substituição do vapor pela eletricidade. O desenvolvimento da maquinaria automática e um alto grau de especialização do trabalho. Criaram estrutura de vendas (vendedores treinados -marketing) e implantaram a organização tipo funcional. 3. O crescente domínio da industria pela ciência. Swift e Armous formam o truste das conservas. Implantação das ferrovias americanas: rápida urbanização e primeira estrutura organizacional parecida com o moderno organograma. Rochfeller funda a Standar Oil ( 1865 ). Carnegie funda o truste do aço ( 1890 ). . As empresas que eram pequenas e familiares começaram a sofrer transformações. Separação de propriedade e direção de empresa. tais como: . 4. 6. Acumulação de capital. Desenvolvimento de novas formas de organização capitalista (industrial e financeiro). No século XIX começaram a surgir grandes inovações e mudanças que deram condições para o surgimento das Teorias Administrativas. vendas e finanças. desenvolvimento de novo processo de fabricação do aço (1856).Para reduzir os custos criaram a estrutura funcional => visando coordenar a fabricação. Na década de 1880. John D. Transportes e comunicações ampliou o mercado consumidor. . A 2ª Revolução Industrial apresenta as seguintes características: 1. . primeira experiência com o avião (Santos Dumont). Iniciou a engenharia de grandes construções . Transformações radicais nos transportes e nas comunicações (ampliação das ferrovias.Surge assim a empresa integrada e multidepartamental. A Organização e a empresa modernas nasceram com a Revolução Industrial. construção de automóveis na Alemanha.

aumento da capacidade de investimento de capital. ROBERT OWEN (1771-1857) LOUIS BLANC (1811-1882) INGLATERRA FRANÇA Redução da jornada de trabalho. . por sua abrangência de . Na virada do século XX muitas grandes corporações sucumbiram. propôs que as fábricas fossem administradas pelos sindicatos. . Estado como coordenador de todas as atividades industriais. Treinamento do trabalhador e Racionalização do trabalho. Fim da propriedade. exame e execução). por não estarem organizadas adequadamente. Precursor do sindicalismo e do cooperativismo. Conhecimento deve governar a (1760-1825 sociedade ( Cientistas e Filósofos ). CHARLES FRANÇA Reconstrução da sociedade industrial “falida” pela constituição de FOURIER comunidades agroindustriais autogeridas. Sistema coletivo de livre (Séc.S. criação de vila operária e escolas. Criação de oficinas naturais de trabalho. - ALGUNS PRECURSORES DA ADMINISTRAÇÃO TEÓRICO PAÍS DE PRINCIPAIS IDÉIAS ORIGEM MORELLY FRANÇA Fim da más leis.- A integração vertical ( controle dos fornecedores. produção e distribuição) e integração horizontal ( grande número de pequenos produtores numa combinação horizontal) tudo sob o controle de uma holding. estadistas e empresários que no decorrer dos tempos foram desenvolvendo e divulgando as suas obras e teorias. como os filósofos. dando condições para o aparecimento de empresas modernas. aplicação de sistema de avaliação de desempenho. XVIII) associação e cooperação. Trabalho fonte de prazer. Entre 1890 e 1900 – ocorreram várias fusões de empresas visando a utilização racional das fábricas e redução de preços . físicos. CONCLUSÃO: A administração de hoje é o resultado da contribuição de numerosos precursores. Com isto.rapidez na mudança tecnológica. economistas. Fatores que contribuíram para a procura de bases científicas para a melhoria da prática empresarial e ao surgimento da teoria administrativa: disseminação do conhecimento tecnológico ( aumento do número de empresas e concorrência em escala mundial. Precursor do cooperativismo. os pioneiros e empreendedores cederam lugar para os organizadores. SAINTFRANÇA Sociedade administrada por um sistema parlamentar de 3 câmaras SIMON (invenção. de produtos e nos custos. A administração. (1772-1837) Trabalho adequado às características de cada um. chamadas de Falanstérios. . Ex: U.o livre comércio. Steel Corporation.

Economia. etc. Matemática.atuação. . Psicologia.. utiliza-se de conceitos de quase todas as ciências tais como Estatística. Sociologia. Biologia.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful