P. 1
Polímero

Polímero

5.0

|Views: 572|Likes:
Publicado porJoyce Leonel

More info:

Published by: Joyce Leonel on Jun 11, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

12/08/2014

pdf

text

original

Polímero.

Substância constituída de moléculas caracterizadas pela repetição de uma ou mais espécies de átomos ou grupos de átomos (unidades constitucionais) ligados uns aos outros em quantidade suficiente para fornecer um conjunto de propriedades que não variam acentuadamente com a adição ou a remoção de uma ou algumas unidades constitucionais de suas moléculas Plástico. Termo geral dado aos materiais macromoleculares que podem ser moldados por ação do calor e/ou pressão. Borracha. Nome genérico aplicado a qualquer classe de substância, independente da origem, que tenha propriedades de um elastômero, isto é, apresenta grande deformação reversível. Fibra. Material cuja geometria é caracterizada pela razão comprimento/diâmetro alta, isto é, superior a cem. Polímeros Termorrígidos São polímeros que sob o efeito de temperatura e pressão, amolecem e fluem, podendo ser moldados nestas condições. Reagem quimicamente formando ligações cruzadas entre cadeias e se solidificam. Novas aplicações de temperatura e pressão não têm mais influência: não podem ser remoldados. Reciclagem:moagem São infusíveis! São moldados quando ainda na forma de pré-polímero A polimeraçap é realizada pela ação de calor ou reagente de cura Polímeros Termoplásticos São polímeros que sob o efeito de temperatura e pressão, amolecem e fluem, podendo ser moldados nestas condições. Retirada a solicitação (T e P), se solidificam adquirindo a forma do molde. Novas aplicações de temperatura e pressão reiniciam o processo, portanto são recicláveis. São solúveis e infusíveis. O grau de polimerização (gp) representa uma maneira de quantificar o comprimento molecular ou o tamanho de um polímero. Isto também pode ser feito pelo termo Massa Molecular (MM) Propriedade x massa molecular • Muitas propriedades físicas são dependentes do comprimento da molécula (massa molecular) • Variação assintótica (crescente ou descrescente)

5- Explique o que são forças intermoleculares e intramoleculares ? (0.5) forças intermoleculares - Para os polímeros termoplásticos, quanto mais intensas forem as interações intermoleculares, maior será a energia necessária para provocar o cisalhamento entre as cadeias poliméricas. Uma vez que uma solicitação mecânica provoca em nível molecular o cisalhamento entre as cadeias, quanto mais intensas forem as interações intermoleculares, mais elevadas serão as propriedades físicas, como propriedades mecânicas e estabilidade térmica.Forças Intramoleculares, são forças que mantem os átomos unidos em uma molécula - ligação química A estrutura real de uma molécula aparece-nos como resultante da combinação das forças atrativas e repulsivas, relacionadas com cargas e spins eletrônicos. Estas forças estabilizam as moléculas individuais 6- Explique a diferença entre um polímero de baixo desempenho e um polímero de engenharia utilizando em sua resposta os seguintes termos: forças moleculares intermoleculares, intramoleculares, eletronegatividades, ridigez da cadeias, grupos polares, grupos apolares, anéis aromáticos (1.0) O polímero de engenharia possui maiores níveis de energia de interação intermolecular e intramolecular. Para os polímeros termoplásticos, uma solicitação mecânica em nível molecular está associada fundamentalmente ao cisalhamento entre as cadeias poliméricas, quanto maior for a interação intermolecular, maior será a dificuldade de cisalhar as cadeias entre si. Para os polímeros termorrígidos, o desempenho mecânico será função da energia e número de ligações intramoleculares (ligações cruzadas), isto é, quando maior a energia e a densidade de ligações intramoleculares, maior será a rigidez do polímero. Quanto maior é a diferença de eletronegatividade entre os átomos que constituem o polímero, maior será a probabilidade de ocorrer uma maior interação intermolecular entre as cadeias poliméricas (principalmente para os termoplásticos). Quanto maior a rigidez da cadeia polimérica, maior será a energia necessária para movimentar as cadeias, fazendo com que o polímero suporte temperaturas de trabalho mais elevadas. Como você avalia a importância da curva “Propriedades x Massa Molecular” e da curva de “Distribuição de Massa Molecular” para a área de Soldagem de Plásticos? Resposta: O aquecimento de polímeros termoplásticos em temperaturas próximas ou acima da sua temperatura de fusão provoca 2 fenômenos: 1 – reação química do polímero com o oxigênio do ar (oxidação). 2 – redução da sua massa molecular, pela diminuição do tamanho das cadeias poliméricas. Os fenômenos 1 e 2 provocam uma queda das propriedades físicas e químicas dos polímeros termoplásticos. Quanto maior é o tempo em que o polímero se encontra em altas temperaturas (próxima ou acima do ponto de fusão), maior é a degradação térmica que o polímero sofre, podendo provocar uma queda acentuada em suas propriedades. Em relação ao aspecto de soldagem de plásticos, a região de solda pode ter propriedades inferiores se não houver um controle adequado do tempo do polímero no estado fundido. Qual é a diferença entre um polímero de baixo desempenho e um polímero de engenharia? Resposta: O polímero de engenharia possui maiores níveis de energia de interação intermolecular e intramolecular. Para os polímeros termoplásticos, uma solicitação mecânica em nível molecular está associada fundamentalmente ao cisalhamento entre as cadeias poliméricas, quanto maior for a interação intermolecular, maior será a dificuldade de cisalhar as cadeias entre si. Para os polímeros termorrígidos, o desempenho mecânico será função da energia e número de ligações intramoleculares (ligações cruzadas), isto é, quando maior a energia e a densidade de ligações intramoleculares, maior será a rigidez do polímero.

3. Para entender os polímeros de engenharia: Qual é o papel da eletronegatividade? Qual é o papel da rigidez da cadeia? Resposta: Quanto maior é a diferença de eletronegatividade entre os átomos que constituem o polímero, maior será a probabilidade de ocorrer uma maior interação intermolecular entre as cadeias poliméricas (principalmente para os termoplásticos). Quanto maior a rigidez da cadeia polimérica, maior será a energia necessária para movimentar as cadeias, fazendo com que o polímero suporte temperaturas de trabalho mais elevadas. 4. Relacione:- Estabilidade térmica -Ponto de fusão Desempenho mecânico - Forças intermoleculares Resposta: Para os polímeros termoplásticos, quanto mais intensas forem as forças intermoleculares, maior será a sua estabilidade térmica, desempenho mecânico e ponto de fusão. 5. Explique o motivo das forças intermoleculares definirem decisivamente a maioria das propriedades físicas dos polímeros. Resposta: Para os polímeros termoplásticos, quanto mais intensas forem as interações intermoleculares, maior será a energia necessária para provocar o cisalhamento entre as cadeias poliméricas. Uma vez que uma solicitação mecânica provoca em nível molecular o cisalhamento entre as cadeias, quanto mais intensas forem as interações intermoleculares, mais elevadas serão as propriedades físicas, como propriedades mecânicas e estabilidade térmica. 6. Quem possui maior rigidez? Polímeros amorfos ou cristalinos? Resposta: Para os polímeros termoplásticos, os polímeros cristalinos possuem maior rigidez, uma vez que as interações intermoleculares são mais intensas entre cadeias que estão ordenadas regularmente. Os polímeros amorfos possuem menor rigidez devido ao fato das cadeias estarem mais separadas entre si, promovendo uma menor interação intermolecular. 7. Quem possui maior resistência ao impacto? Polímeros amorfos ou cristalinos? Resposta: Os polímeros amorfos possuem maior resistência ao impacto (quando comparado com o mesmo polímero com maior número de fases cristalinas), uma vez que no momento do impacto as cadeias possuem espaço livre para um rearranjo das cadeias. 8. Quem é mais solúvel em solventes? Polímeros amorfos ou cristalinos? Resposta: Os polímeros amorfos são mais solúveis (quando comparado com o mesmo polímero com maior número de fases cristalinas), uma vez que o solvente possui mais espaço para penetrar entre as cadeias, promovendo a total ou parcial separação das cadeias, solubilizando o polímero. 9. É possível mudar a cristalinidade de polímeros tilizando tratamentos térmicos? Resposta: A cristalinidade dos polímeros pode ser alterada por meio de tratamentos térmicos, seja a promoção de maior número de fases cristalinas ou amorfas. Em nível molecular, é necessário que as cadeias atinjam um nível de energia para ter mobilidade (pelo emprego de temperatura), sendo que um posterior resfriamento em taxas lentas promove um rearranjo das cadeias para uma estrutura mais cristalina (esse processo é termodinamicamente espontâneo). O resfriamento em taxas rápidas não permite que as cadeias tenham tempo para assumir uma configuração cristalina, deixando no polímero final uma quantidade maior de fases amorfas.

A fusão do polímero termoplástico provoca uma queda em sua massa molecular!! A fusão do polímero termoplástico provoca uma mudança na curva de distribuição da Massa Molecular (cisão da cadeia)! A fusão do polímero termoplástico provoca um aumento do intervalo (∆ ) das propriedades do polímero!

Defina polímero termoplástico e termorrígido? (1.0) termorrígido São polímeros que sob o efeito de temperatura e pressão, amolecem e fluem, podendo ser moldados nestas condições. Reagem quimicamente formando ligações cruzadas entre cadeias e se solidificam. Termoplástico São polímeros que sob o efeito de temperatura e pressão, amolecem e fluem, podendo ser moldados nestas condições. Retirada a solicitação (T e P), se solidificam adquirindo a forma do molde. 3- Como você avalia a importância do gráfico “Propriedades x Massa Molecular” e do gráfico “Distribuição de massa molecular” na reciclagem de polímeros termorrígidos? Desenhe e explique os gráficos na sua resposta. (0.1) O aquecimento de polímeros termoplásticos em temperaturas próximas ou acima da sua temperatura de fusão provoca 2 fenômenos:1 – reação química do polímero com o oxigênio do ar (oxidação). 2 – redução da sua massa molecular, pela diminuição do tamanho das cadeias poliméricas. Os fenômenos 1 e 2 provocam uma queda das propriedades físicas e químicas dos polímeros termoplásticos. Quanto maior é o tempo em que o polímero se encontra em altas temperaturas (próxima ou acima do ponto de fusão), maior é a degradação térmica que o polímero sofre, podendo provocar uma queda acentuada em suas propriedades. Em relação ao aspecto de soldagem de plásticos, a região de solda pode ter propriedades inferiores se não houver um controle adequado do tempo do polímero no estado fundido.

para que o gelo formado na base derretesse. Esses dois fatores fazem com que se exija mais energia para cisalhar as cadeias poliméricas entre si. 14. 16. 1)Estabilidade Dimensional 2)Resistência ao impacto por queda de esfera 3)Impacto Charpy 4)Estabilidade termo oxidativa. Discuta a relação entre a presença de maior ou menor número de grupos polares na estrutura do polímero e a facilidade de aderir substâncias na sua superfície. ou grupos laterais volumosos. mais cristalina. promovendo uma maior interação física. Isso provocous a explosão. em alguns casos em água e CO2 Reciclagem: Reciclagem significa transformar objeto material usados em novos produtos para o seu uso. pela utilização de anéis aromáticos na cadeia lateral e/ou principal. na temperatura baixa daquele dia. Como um maçarico os gases cortaram o ET e fizeram o oxigênio reagir com o hidrogênio. provocando um aumento das propriedades mecânicas. Com os gases quentes durante a subida escaparam atraz de junções. Incineração: Consiste na queima do lixo em alta temperatura em instalações chamadas “incineradores” É um método de alto custo devido a utilização de equipamentos especiais. O frio prejudicous a funcionabilidade dos anéis elastoméricos. transformado em moléculas menores. em geral. Qual é o efeito da taxa de resfriamento na cristalinidade de um polímero semi-cristalino que inicialmente está no estado fundido? Resposta: Quanto mais lenta é a taxa de resfriamento. Como você projetaria a estrutura química de um polímero de engenharia de alto desempenho mecânico com alta estabilidade térmica? Resposta: Em 2 aspectos fundamentais: Maior nível de interação intermolecular. devido ao seu caráter fortemente polar. . ou seja. 15. isto é. Discuta o motivo da água congelada aderir facilmente na superfície de diversos materiais. O material original é alterado.12. Resposta: Quanto maior o número de grupos polares na estrutura do polímero. Esta necessidade dói desapertada pelo ser humano. após processado pelo processo de injeção. Variação assintotica (crescente ou decrescente) 1)Oxidaçao: provoca diminuição da MM 2)Temperatura: provoca diminuiçao da MM Avaliação das propriedades físicas no polímero polipropileno (PP) virgem e reciclado . NYLON: New York e London Primeiro nome considerado pela DuPont “No Run” (não desfia) Amorfo: Não apresenta regularidade no posicionamento dos seus átomos/moleculas em longas distancias Cristalino: Apresenta regularidade no posicionamento dos seus átomos/moléculas em longas distancias Biodegradável: É um processo do material. Durou apenas 73 seg. nitrogênio) Aumento da rigidez da cadeia polimérica. Resposta: Devido ao grande número de interações dipolo-dipolo induzido ou dipolo-dipolo que a água pode formar. Isolados por uma grossa camada de espuma. Esta borracha. maior é o tempo que as cadeias poliméricas tem para se arranjarem em uma configuração mais ordenadas. não efetuou a vedação adequadamente entre as seções do foguete SRB pois tornou-se dura e quebradiça. 28/01/1986. pelo emprego de átomos mais eletronegativos (oxigênio. uma maior aderência com uma determinada superfície. feito por organismos geralmente microscópios que utilizam esse material como alimento. maior será a probabilidade de formar uma interação do tipo dipolodipolo ou dipolo-dipolo induzido com a superfície de um material. uma vez que energia térmica superou o nível de energia das interações intermoleculares. pelo menos parcialmente. a partir do momento em que se verificou-se os benefícios. O lançamento foi retardado em duas horas. O que ocorre nas regiões amorfas e cristalinas quando o polímero atinge o ponto de fusão (Tf)? Resposta: As cadeias poliméricas estão totalmente separadas. O ET são de aluminioo que guardam separadamente o oxigênio do hidrogênio. 13. A temperatura havia chegado a –6º.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->