P. 1
A Linguagem Biblica Como Recurso de Ensino

A Linguagem Biblica Como Recurso de Ensino

|Views: 1.477|Likes:

More info:

Published by: Jorge Alexandre Sobrinho on Sep 12, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/04/2013

pdf

text

original

A LINGUAGEM BÍBLICA COMO RECURSO DE ENSINO* Pr. Antonio Gilberto I.

A BÍBLIA COMO FONTE DE RECURSO LITERARIO A Bíblia é acima de tudo a Palavra de Deus; é a sua mensagem para a humanidade. Nos muitos gêneros literários da Bíblia estão os recursos literários. Gênero literário da Bíblia é a natureza literária de determinado trecho ou parte dela. A Bíblia é considerada uma obra literária, seu texto é muito rico quanto a gêneros literários, como veremos em resuma a seguir. II. ALGUNS DOS GÊNEROS LITERÁRIOS DA BÍBLIA 1. História. Este gênero literário ocupa o maior espaço na Bíblia. A História abrange a narrativa dos povos e nações do mundo bíblico, bem como a biografia de inúmeros personagens de toda a Bíblia. A História abrange vários campos de estudo como a geografia, a cronologia, a cartografia, a arqueologia, etc. Na Bíblia, a geografia situa a mensagem da Bíblia no espaço; por sua vez a cronologia situa-a no tempo. 2. Genealogia. A Bíblia contém muito deste gênero literário. Há na Bíblia toda 2.930 nomes de indivíduos. Ela é, portanto, um livro pessoal; dirigido por Deus ao ser humano. Deus trata com indivíduos; com pessoas. O AT começa com um casal: Adão e Eva. O NT, por sua vez, começa com uma genealogia (Mt 1.1-17). 3. Leis. É outro gênero literário da Bíblia, principalmente no Pentateuco, mas também noutras parte do Livro Sagrado. 4. Poesia. Este é o segundo maior gênero literário da Bíblia. A língua hebraica (o AT) amolda-se admiravelmente ao gênero literário poético; daí uma das dificuldades da Bíblia, quanto a tradução e interpretação. A poesia e a musica estão através da Bíblia, notadamente a Antigo Testamento. O maior livro da Bíblia, os Salmos, ocupa-se somente da poesia e da musica sacra; divinamente inspiradas. “Música de Deus”, como diz 1 Cr 16.42. O Novo Testamento abre com hinos a Deus: - o “Magnificat” (Lc 1.46-55) - o “Benedicuts” (Lc 1.68-79) - 0 “Gloria in Excelsius” (Lc 2.14) - o “Nunc Dimitus” (Lc 2.29-32) Outros hinos no NT: 2 Tm 2.11-13; 1 Tm 3.16. 5. Provérbios. Os provérbios de Salomão, nos livros de Provérbios e Eclesiastes, além de outros, esparsos na Bíblia. 6. Profecia. Este é outro gênero literário é também volumoso na Bíblia. Ele proclama a mensagem divina concernente ao presente e ao futuro.

Apocalipse. Os sermões de Moisés em Deuteronômio. IV. Revelação. nas Epístolas. As nossas figuras de linguagem é parte integrante da área gramatical denominada Estilística. ao coração. A LINGUAGEM PROSAICA E A FIGURADA Estas são duas formas principais de linguagem usual ou pragmática. Ester e Jeremias.7. É outro gênero literário da Bíblia. emoção e beleza àquilo que se diz e escreve. São três os grupos de figuras de linguagem. Figuras de linguagem são. baseado em fatos concretos. comum e literal da comunicação escrita ou falada. Figuras de linguagem. mas também um bom numero delas do AT. no livro de Atos. A linguagem figurada. Não só as epístolas do NT. as figuras de linguagem estão afetas à Hermenêutica. Os muitos sermões nos livros dos Profetas. Aqui. Nesta forma de figuras de linguagem ocorre uma discrepância entre expressão formal e o verdadeiro propósito do falante ou escritor. Também chamadas de figuras de imaginação. Equivale ao gênero literário apocalíptico. na linguagem falada e escrita. a) Figuras de palavras. que por sua vez é o ramo da Lingüística que estuda a língua quanto a sua capacidade de expressão. Carta ou Epístola. a qual ocupa-se da interpretação das Escrituras. III. (4) é mais comunicativa à mente e aos sentimentos. no sentido de sugestionar e emocionar o leitor ou ouvinte através de determinados processos e efeitos de estilo. Há outros casos semelhantes nos livros de Jó. porém outras transcritas. Juíes. elegância. natural. Linguagem prosaica é a que exprime o sentido natural. Os lances dramáticos da vida de Davi quando foragido no deserto sob ferrenha perseguição. Literal aqui tem o sentido de “ao pé da letra”. Livros de Ezequiel (parte). (3) é mais expressiva. um volumoso uso figurado de palavras. Sermões. Linguagem figurada é a que expressa através das figuras de linguagem. umas mencionadas. CONSTITUINTES DA LINGUAGEM FIGURADA DA BÍBLIA . intensidade. pois. para comunicar mais vigor. a estrutura normal da frase figurada sofre alteração. Na Bíblia temos. Este grupo é também chamado figuras de dicção. c) Figuras de pensamento. 8. e tropo. Grupo também chamado de figuras de construção frasal. recursos empregados pelo escritor ou orador. 11. colorido. Zacarias. em forma de desvio do falar normal. b) Figuras de sintaxe. Aqui. Drama. nos Evangelhos (os sermões de Jesus). segundo as leis e princípios inerentes ao próprio texto bíblico. Daniel. (2) é mais atraente. No campo das ciências bíblicas. o elemento lexical da frase figurada sofre um desvio ou fuga de sentido. no livro de Eclesiastes. 9. Ela (1) a mais bela. Este gênero literário é também chamado de figuras de estilo e figuras de retórica. sim. e figura frasal. 10.

11).) .“Judá é um leãozinho” (Gn 49. . e não metáfora.. É a planta como símbolo de vitória. no grego. (O escritor Moisés e os profetas citados em lugar de seus escritos. tipo. assim não é .“Disse-lhe Abraão: têm Moisés e os profetas. 2. como em Gálatas 4. Exemplos de metáforas bíblicas . Vejamos a seguir. metonímia. Na antiga Grécia.7) . Na designação de uma coisa por outra.1) Símile é.19) . com a qual há uma relação de causa de efeito. qual. (Pv 26. eufemismo. hipérbole. A metonímia baseia-se mais no elemento relação do que no elemento semelhança. parábola.) 3.29). é a confiança (.3 e Tg 1. porém..“Eu sou a porta das ovelhas” (Jo 10. e vice-versa. uma comparação direta entre duas coisas diferentes. antropopatismo/antropomorfismo. . 1.10. Metonímia. na qual esta última esta implícita. aos vencedores nos jogos era conferida uma coroa formada da planta chamada louro. (“Terra” significando o povo que nela habita.Os princípios constituintes ou elementos da linguagem das Sagradas Escrituras são: metáfora. É a figura de linguagem mais abundante na Bíblia. Sinédoque.. “mudança de nome”. ironia. pois. enigma. e a lei. A metáfora é. tal. É o emprego do nome de uma coisa (objeto ou qualidade) em lugar do nome de outra coisa. “representação”. Há metonímia quando se designa uma coisa com o nome de outra. estava corrompida diante da face de Deus” (Gn 6. igual a). Sinédoque é uma figura de palavras. uma forma de comparação mental. como também o geral pelo particular. É o lugar significando o produto fabricado ali. pois.11.22-31. Símile. e pé deslocado. É uma figura de palavras. Literalmente. É literalmente no grego “transposição”. Exemplos: . Literalmente no gr. .“Como a neve no verão. pleonasmo. uma coisa abrangendo outra. isto é. prosopopéia.“Eu sou a videira verdadeira” (Jo 15.23) .. Exemplos de metonímia da Bíblia . Se na frase houver termos comparativos (como.“Porque o mandamento é uma lâmpada. uma luz” (Pv 6.Ela comprou alguns metros de damasco para seu uso. Metáfora.9) . e vice-versa.1) Uma série de metáforas conjuntas formando uma história toma o nome de alegoria. o sentido da palavra é modificado por comparação.“Como dente quebrado. um pouco de cada um destes elementos tão importantes na interpretação da mensagem da Escritura.Ele voltou do campeonato com os louros da vitória. trata-se de símile e não de metáfora. ouçam-nos” (Lc 16.“A terra. e como a chuva na sega. Abrangência. sinédoque. o tecido tomou o nome de damasco por ser originário dessa cidade. como em Sl 143. Isto é. É característica da sinédoque empregar a parte pelo todo. É a designação (ou troca) de uma coisa pelo nome de outra coisa semelhante ou análoga.)” (Pv 25. símbolo.

)” (Gn 4. .Sansão e os filisteus de Timnate (Jz 14.3..“O Filho do homem não tem onde reclinar a cabeça” (Mt 8.O cálculo do número da Besta apocalíptica (Ap 13.11.“Este desenho poderia ser melhor.“E o Senhor cheirou o suave cheiro” (Gn 8. 78.O navio lançou o ferro e aguardou novas ordens. Eufemismo. Casos de sinédoque na Bíblia .28) 8.. inoportuna.Sinédoque é uma forma muito sutil de metonímia baseada na relação de quantidade abrangida na outra coisa.9) 5. Casos de enigmas na Bíblia: . 7. indecorosa.19. Observe a expressão: Eu estou vendo visivelmente a cena com meus próprios olhos. Pleonasmo..18).4. em boa velhice serás sepultado” (1 Cr 29.” Isto equivale dizer que o desenho está ruim. par facultar á frase mais energia. (Pão significando todos os alimentos básicos da família). “redundância”.2. É uma figura de sintaxe também chamada figura de construção. expressividade e elegância.6). . (Ferro significando a âncora com todos os seus pertences). Exemplos: . Pleonasmo é a repetição do significado de um vocabulário. Antropopatismo e Antropomorfismo são. “repetição”. (Carne significando o ser humano em sua totalidade.9). (Ações humanas atribuídas a Deus. Lv 26. . É uma figura de pensamento.“E tu irás a teus pais em paz. É uma figura de pensamento. Literalmente “condescendência”. “ultrapassar o alvo”.pois. Enigma.. como se tal fosse preciso). Trata-se de um evidente pleonasmo. Êx 8.“A minha carne repousará segura” (Sl 16. citada no sentido do todo. É uma figura de pensamento.“Desceu o Senhor para ver a cidade e a torre (. É uma figura de pensamento. Casos de pleonasmo na Bíblia. Esta figura de linguagem consiste em atribuir a Deus: sentimentos. Hipérbole.)” (Gn 11. 6. (Deus agindo como se homem fosse). É um abrandamento ou suavização de um termo ou expressão dura.Ele não tem pão em casa. O enigma oculta uma verdade a ser discernida por quem tiver maturidade e introspecção espiritual para entendê-la.“E a Sete mesmo também nasceu um filho (.) 4. Outros casos de Antropopatismo e Antropomorfismo: Gn 19.o termo “justiça” empregado repetidamente (Fp 3. .) . Literalmente no gr. (Cabeça. e até órgãos e membros do corpo. Literalmente no gr. uma parte do corpo.12-18) .21). . antipática. Menção do termo “enigma” na Bíblia: Sl 49. . .26) . Antropopatismo/Antropomorfismo. formas de metáfora. ações e faculdades humanas.20). ou de termos de uma oração gramatical.

Literalmente no gr. atribuindo-lhes características humanas. correu tão rápido que não há outra maneira de descrever o fato. É uma figura de pensamento. regozijem-se também as montanhas” (Sl 98. diálogo. É uma figura de pensamento. O porquê disso: Mt 13. como é o caso da balança significar justiça e a equidade. voz. Um símbolo não pode constituir um tipo bíblico. a pomba representar a paz. 13. O símbolo é geralmente constituído somente de objeto. A prosopopéia personifica as coisas e seres inanimados.Ele correu como uma bala. . etc. ação e movimento. O estudo da Tipologia Bíblica abrange os símbolos.A parábola da cordeira do homem pobre (2 Sm 12. A hipérbole pode ser mais ou para menos.A vinha trazida do Egito (Sl 80.8).4) .“Uma torre cujo o cume toque nos céus” (Gn 11. para fins de ênfase (não de mentira).29).É uma forma de exagero na menção de determinado fato ou coisa.8-19) Parábolas do Novo Testamento . Símbolo.11. A parábola parte de fatos bem conhecidos de todos. por ter com esta uma relação de semelhança.“Os rios batem palmas. 11.10. Literalmente “por ao lado de” para fins de comparação.1-14) . . antes da sua caminhada para o Calvário. 9.) Exemplos de hipérbole na Bíblia . . Símbolo é uma coisa que representa outra. Cerca de um terço dos ensinos de Jesus acha-se nas suas parábolas. Isso disse Jó dirigindo-se a seus “amigos”. Exemplos de símbolos na Bíblia . É uma forma de história extraída da natureza ou da vida normal. 10. .40) 12.“Se estes se calarem. “personificação”. Parábolas do Antigo Testamento . é dizer exatamente o contrário do que se pretende dizer. cap.Ironia dos soldados romanos contra Jesus. como: vida. mas um tipo pode conter vários símbolos. para revelar verdades desconhecidas.2). que só vós sois o povo. . as pedras clamarão” (Lc 19.“Cuido que nem ainda o mundo todo poderia conter os livros que escrevessem” (Jo 21. isso geralmente para fins de depreciação ou sarcasmo. Parábola. ou uma metáfora também ampliada. No campo secular os símbolos também são empregados.25). É uma figura de pensamento. de comparação. (Isto é. A parábola é como uma forma ampliada de símile. Ironia. Prosopopéia. como figura de pensamento. ilustrando aquilo que já existe no presente. e convosco morrerá a sabedoria” (Jó 12.São muitas as parábolas do Evangelho nos Sinópticos. ela torna a expressão mais vigorosa. Ironia. há sete parábolas. É uma figura de pensamento. Só em Mt. (Mt 27. contendo ensinos morais e espirituais para o crente e o mundo também.Na verdade.

videira. O tipo prefigura uma realidade futura. seus antítipos. objetos. Rm 5. incenso. figueira. óleo. na Bíblia.5. Moisés. é um meio determinado por Deus. sangue. tupos: 1 Co 10. no NT. Tipo. o Tabernáculo. em Fortaleza/CE. os sacrifícios. cetro.6. água. Hb 8. É uma figura de pensamento. Tipo.Leão. O termo no original. etc. quando ocorrerá a realidade figurada no tipo – o antítipo. linho.11. 13. a Páscoa. de comunicar verdades divinas por meio de figuras. etc. oliveira. o Sacerdócio. Exemplos de tipos na Bíblia Adão.14. No AT estão os tipos. ilustrações. *estudo apresentado na 8ª Conferência de Escola dominical. . fogo. O termo original para tipo é traduzido de diferentes maneiras no Novo Testamento. O estudo da Tipologia Bíblica é grandemente compensador para o crente. ouro.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->