P. 1
Prova - Teoria Geral Do Processo - Modelo(2)

Prova - Teoria Geral Do Processo - Modelo(2)

|Views: 4.009|Likes:

More info:

Published by: Arthur Robert Barbosa Sousa on Sep 27, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/07/2013

pdf

text

original

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE BRASÍLIA – UCB

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO – PRG SECRETARIA ACADÊMICA

Aluno(a): _______________________________________________ Matrícula: _______________ Professor: José Roberto Turma: K008 Disciplina: Teoria Geral do Processo Data: 06/04/2009

1ª Verificação
INSTRUÇÕES:

NOTA:

Leia atentamente as questões antes de responder. A verificação está dividida em 03 (três) partes, sendo que a primeira contém 05 (cinco) questões objetivas, de múltipla escolha, cada uma valendo 0,5 (meio ponto); a segunda, composta por 05 (cinco) questões subjetivas, cada uma valendo 1,0 (um ponto); e a terceira e última parte, 02 (duas) questões discursivas, devendo ser respondida apenas 01 (uma), com pontuação máxima de 2,5 (dois vírgula cinco pontos). O somatório do conjunto da verificação totaliza 10 (dez) pontos. Não serão admitidas rasuras nas questões objetivas. É permitida apenas consulta à legislação, sem qualquer anotação ou comentário. A prova deverá ser respondida a caneta.

1ª PARTE - OBJETIVA 01. Analise as seguintes proposições, indicando aquele que se apresentar INCORRETA: a) Segundo a teoria imanentista, o direito de ação é autônomo, mas somente existiria nas hipóteses em que a sentença fosse favorável ao autor, ou seja, quando existisse o direito subjetivo tutelado. b) A teoria subjetiva do direito de ação foi desenvolvida pelo doutrinador Plósz, que afirmava que a ação consistia num ato de vontade da parte de exigir do Estado-Juiz o cumprimento de sua obrigação legal de prestar a tutela jurisdicional, desde que presentes algumas condições. c) Para Chiovenda o direito de ação consistia num direito potestativo, em que o autor frente ao Estado-Juiz sujeitava o réu a um processo. d) Hodiernamente, tem-se afirmado que o direito de ação consiste num poder consituticional, considerando o princípio da inafastabilidade da jurisdição. 02. A proibição de exigir em juízo dívida de jogo ocasionará: a) a extinção do feito com a análise de mérito. b) a improcedência da ação. c) a extinção do processo, sem resolução do mérito, por ausência de interesse de agir. d) a extinção do processo, sem resolução do mérito, por carência do direito de ação. 03. Julgue os seguintes itens, indicando aquele se que mostrar INCORRETO:

b) A jurisdição é atividade estatal provocada. em todo o território nacional. acertando ou realizando direito em concreto e tendo como uma de suas características ser atividade indeclinável. d) possibilidade jurídica do pedido e interesse substancial. em jurisdição penal.SUBJETIVA 1ª Questão: Apresente os princípios inerentes à jurisdição e suas características. Segundo o direito brasileiro. 2ª Questão: Quais as formas de composição de conflito intersubjetivo de interesses? 3ª Questão: Quais os princípios informadores do processo moderno? 2 . são condições da ação: a legitimidade ad causa. cuja sistemática traduz o princípio da indisponibilidade da ação. c) Processo é o instrumento de que se serve o Estado. é exercida pelo Poder Judiciário. 05. b) possibilidade jurídica do pedido e interesse processual. para compor um conflito litigioso de interesses. a) e possibilidade jurídica do pedido. no exercício da jurisdição. c) possibilidade jurídica do pedido e necessidade da tutela. com eficácia vinculativa plena. Indique a alternativa CORRETA. civil e especial. fato que se confunde com competência. considerada em concreto. 04. 2ª PARTE . exercida pelo juiz natural. b) Há possibilidade jurídica do pedido quando a pretensão do autor. conforme as suas disposições.UNIVERSIDADE CATÓLICA DE BRASÍLIA – UCB PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO – PRG SECRETARIA ACADÊMICA a) estabelece o Código de Processo Civil que a jurisdição civil. a) Nenhum juiz prestará a tutela jurisdicional senão quando a parte ou o interessando a requerer. c) A jurisdição é divisível. nos casos previstos em lei. tendo por fim eliminar a lide. contenciosa e voluntária. d) Jurisdição consiste em um poder estatal de dizer o direito. não encontra vedação explícita no direito positivo. d) O litígio ou lide é o conflito intersubjetivo derivado de uma pretensão insatisfeita.

2ª QUESTÃO: Apresente os elementos da ação.UNIVERSIDADE CATÓLICA DE BRASÍLIA – UCB PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO – PRG SECRETARIA ACADÊMICA 4ª Questão: Como se classifica a ação? 5ª Questão: Aborde a seguinte afirmativa: “O juiz não se exime de sentenciar ou despachar alegando lacuna ou obscuridade da lei.” 3ª PARTE – DISSERTATIVA 1ª QUESTÃO: Discorra sobre a Teoria das condições da ação. RESPOSTAS 3 .

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE BRASÍLIA – UCB PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO – PRG SECRETARIA ACADÊMICA 4 .

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE BRASÍLIA – UCB PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO – PRG SECRETARIA ACADÊMICA 5 .

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->