P. 1
Relatorio Do Estagio Supervision Ado de Saude Publica No Jd America

Relatorio Do Estagio Supervision Ado de Saude Publica No Jd America

|Views: 5.396|Likes:
Publicado porCintia Diedrich

More info:

Published by: Cintia Diedrich on Oct 29, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/05/2013

pdf

text

original

CURSO DE ENFERMAGEM

ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE DO JARDIM AMÉRICA.

CÍNTIA DIEDRICH CLEUZA RIBEIRO DO NASCIMENTO VANESSA LARSEN

2011 Cíntia Diedrich Cleuza Ribeiro Do Nascimento Vanessa Larsen ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE DO JARDIM AMÉRICA Relatório de estágio supervisionado na Unidade Básica de Saúde do Jardim América. . Supervisor (a): Enfermeira Guaracy Lopes.FOZ DO IGUAÇU – PR. Ana Rosa Roncato.UNIAMÉRICA. como requisito parcial para avaliação do rendimento acadêmico na disciplina de Estagio Supervisionado em saúde pública. apresentado ao 8º período do curso de Enfermagem da Faculdade União das Américas . OUTUBRO. orientada e ministrada pela profª.

2011. preventivo de CA do colo uterino. planejamento familiar e Sisvan (Sistema de vigilância alimentar e nutricional). Tivemos conhecimento de como são realizados os serviços de assistência ao de pré-natal. hiperdia.FOZ DO IGUAÇU-PR OUTUBRO. . INTRODUÇÃO Este relatório vem abordar os programas realizados na UBS do Jd América. Iremos fazer uma breve explanação de como deve funcionar cada programa e o que o Governo disponibiliza. programa de puericultura. como são realizados e como são preconizados os programas segundo o Ministério da Saúde.

que realiza a consulta de enfermagem. que ao ter o resultado em mãos. Segundo Brasil (2000. dúvidas. data da ultima menstruação (DUM). determinando a idade gestacional (IG) e iniciar um plano de cuidados ginecológicos e obstétricos na UBS. E ainda: Um dos principais objetivos do pré-natal é a detecção precoce desses indicadores. o objetivo da consulta para o pré-natal é definir o estado de saúde da gestante e do feto.Pré Natal A gestante ao chegar à Unidade de Saúde (UBS) é realizada a abertura de um prontuário. angústias. através de agendamento de consultas com o medico ou enfermeiro”. 17) “as pacientes com TIG positivo deverão ser captadas para o pré-natal. é solicitado o exame de sangue pré . Após tomar conhecimento dessas primeiras informações que são anotadas no prontuário pela enfermeira. através da anamnese dos exames clínico-obstétricos e dos exames complementares para adequada atenção à gestação (KRAJDEN e UHLIG.teste BHCG e a paciente é orientada. De acordo com Krajden e Uhlig (2005. vinculação da gestante á maternidade de referência e obtenção do número do SISPRENATAL. o qual será encaminhado para a enfermeira responsável no setor. na qual toma conhecimento de informações da paciente tais como: sinais vitais (SSVV). 2005. e alterações fisiológicas que podem ocorrer na gestação. imediatamente faz-se cadastramento da gestante e abertura do prontuário de pré-natal. p. 17-18) Entretanto. fantasias ou simplesmente a curiosidade de saber o que acontece no interior do seu corpo. deve retornar com a enfermeira para nova conduta de enfermagem. p. que cada gestante vivencia de forma distinta. 9) o principal objetivo do pré-natal é: Acolher a mulher desde o início de sua gravidez-período de mudanças físicas e emocionais. Se o exame laboratorial (sangue) for positivo. Essas transformações podem gerar medos. .

Doenças obstétricas na gestação anterior. HT. • • • • • Grupo Sanguíneo fator Rh.solicitação de exames complementares de rotina da primeira fase.No prontuário (cadastramento) da gestante há um do levantamento de fatores de risco para a gestação como: • • • • • • • Característica biopsicocultural. quando e onde buscar o serviço hospitalar . Ananmese. cuidados da gestação. quando crianças as mães trazem até a unidade de saúde para o acompanhamento ou através da equipe do PSF. Sorologia para sífilis (VDRL). o HIV). HB e teste anti-HIV. Glicemia de jejum. Sumário de urina 1. Antecedentes ginecológicos. em qualquer fase do ciclo de . o ministério da saúde preconiza que este programa é feito para todos os indivíduos. Exames Realizados pela gestante a pedido da enfermeira são. Situação vacinal e registro na carteira da gestante. No decorrer da gestação realizam-se orientações de enfermagem sobre doenças sexualmente transmissíveis (DSTS. realiza-se o acompanhamento todo mês. Sisvan: Sistema de vigilância alimentar e nutricional Um programa realizado na unidade de saúde mais conhecido como programa do leite onde é verificado o peso e a altura a idade e estado nutricional que a mesma se encontra. História reprodutiva anterior doenças intercorrentes. hábitos alimentares. Historia clinica.

O Programa estabeleceu como diretrizes e objetivos: • Desenvolver ações que favoreçam o crescimento. • Incentivar e apoiar o aleitamento materno. • Acompanhar o processo de crescimento e desenvolvimento das crianças.vida sendo elas criança. • Orientar a alimentação. periódico e contínuo. • Diminuir a mortalidade infantil. porém muitos indivíduos acham que este programa é feito somente para crianças. adulto. Puericultura Neste programa é feito o acompanhamento com as crianças de 0 á 2 anos onde mede-se o perímetro cefálico. adolescente. recém. e após um ano a cada 2 meses. • Propiciar um processo de integração equipe de saúde – comunidade. • Identificar precocemente os processos patológicos. • Garantir níveis de cobertura vacinal de acordo com as normas técnicas do Ministério de Saúde e Secretaria Estadual de Saúde. • Favorecer o diagnóstico e tratamento oportunos. Na UBS do Jardim América o Programa é realizado uma vez por semana. .nascidos de risco. é palpado as fontanelas e verificado os reflexos. este acompanhamento é realizado no posto todo mês até um ano. idoso e gestante. perímetro torácico. Segundo o Ministério da Saúde o Programa de assistência integral à saúde da criança tem como princípios que a assistência à criança precisa ser uma ação multiprofissional e que o Centro de Saúde seja a unidade básica e de referência para a assistência à criança. problemas visuais e outras que venham a ser propostas. • Promover a vigilância de situações de riscos específicos: desnutrição. o desenvolvimento e a qualidade de vida da criança. • Proporcionar atendimento rotineiro.

passando a dispor de todos os meios que lhe permitam manter uma vida controlada e saudável. que é enviado à Secretaria Municipal de Saúde. .Hiperdia Segundo o Ministério da Saúde O Hiperdia é um Sistema de Cadastramento e Acompanhamento de Hipertensos e Diabéticos captados no Plano Nacional de Reorganização da Atenção à hipertensão arterial e ao Diabetes Mellitus. estaduais e Ministério da Saúde. Quando é necessário o paciente vai até a unidade e é acolhido. a garantia do recebimento dos medicamentos prescritos. o Sitema permite o acompanhamento. com acesso gratuito aos medicamentos indicados para o controle das taxas indicativas da doença. enfermeiros e Agentes Comunitários de Saúde (ACS). gestores das secretarias municipais. além de receberem medicamento da Prefeitura para o tratamento de diabetes e hipertensão. Os integrantes do Hiperdia participam durante o ano de exames laboratoriais e recebem diversas orientações para manter uma boa qualidade de vida. O paciente recebe atendimento periódico de médicos. em médio prazo. em todas as unidades ambulatoriais do Sistema Único de Saúde. Ao ser atendido por um médico da unidade de saúde. porém na UBS do Jardim América o Hiperdia acontece todos os dias. ao mesmo tempo em que. conforme sua necessidade. e o conseqüente desencadeamento de estratégias de saúde pública que levarão à modificação do quadro atual. poderá ser definido o perfil epidemiológico desta população. Além do cadastro. O Ministério pede que tenha um dia da semana especifico para o Hiperdia. gerando informações para os gerentes locais. a melhoria da qualidade de vida dessas pessoas e a redução do custo social. os pacientes com hipertensão ou diabetes passam a fazer parte de um cadastro específico.

o rastreamento pelo exame citopatológico. as neoplasias intra-epiteliais cervicais. e quando tenha sido identificado algum fator de risco. No momento da consulta também é fundamental salientar a importância da realização do auto-exame das mamas e. O resultado vem em vinte e um dias e é retirado na Unidade de Saúde entregue pela enfermeira. As mulheres com vida sexual ativa devem realizar o exame a cada 3 anos. A mulher deve ser orientada a solicitar sempre . Segundo o Ministério da Saúde Os programas de rastreamento (screening) do câncer do colo do útero são considerados medidas de saúde pública para prevenção secundária e baseiam-se na teoria de que os casos de carcinoma invasivo são precedidos por uma série de lesões. Essa lâmina com as células é examinada em um microscópio para que sejam identificadas anormalidades que sugiram que um câncer possa se desenvolver (lesões precursoras) ou que já esteja presente. um aparelho chamado espéculo vaginal é introduzido na vagina para que o colo do útero seja facilmente visualizado. que podem ser detectadas e tratadas. pela detecção de indivíduos que têm a doença assintomática. Esses programas devem ser introduzidos para reduzir a ameaça de câncer na comunidade. é a oportunidade para ensiná-la. a ser recomendado. deve ser anual. Durante um exame vaginal. a enfermeira coleta algumas células do colo do útero e da vagina e as coloca numa lâmina de vidro. Essas laminas são identificadas com o nome e o numero da paciente. caso a mulher não saiba.Preventivo: Exame citopatológico do colo do útero O dia de preventivo de CA de colo uterino é realizado uma vez por semana em média quinze pacientes pra cada enfermeira (30 pacientes diariamente) que são atendidas por ordem de chegada. O teste é feito pela enfermeira no seu consultório. Com uma espátula e/ou uma escova especial.

É indicada nas situações de falha de métodos anticoncepcionais (rompimento da camisinha. uso incorreto dos métodos comportamentais). Consiste num conjunto de ações que auxiliam o casal que deseja ter filhos ou ainda. e seu uso deve iniciar-se até . deslocamento do diafragma ou do DIU. na prevenção da gravidez. Planejamento Familiar O planejamento familiar é um direito assegurado na Constituição Federal. apenas se tiver suspeita de Ca de mama.que o profissional de saúde examine as suas mamas. O que é encontrado na rede pública: • Anticoncepcional injetável trimestral • Anticoncepcional injetável mensal • Pílula oral combinada • Diafragma • DIU • Preservativo masculino e feminino • Minipílula • Pílula de emergência A pílula anticoncepcional de emergência. Na UBS. uma vez por ano. fornecem medicamentos anticoncepcionais. Deve ser prescrita por médico. DIU e diafragmas aos estados. esquecimento de tomar pílulas ou injetáveis. também conhecida como pílula do dia seguinte. Menores de 40 anos. em substituição a outros métodos anticoncepcionais. Anticoncepcionais: O ministério financia métodos anticoncepcionais Para aqueles casais que não desejam ter filhos. e não deve ser usada na rotina. é realizado o pedido de mamografia para mulheres a partir dos 40 anos. de violência sexual ou de relação sexual sem uso de método anticoncepcional. é um recurso importante para evitar uma gravidez indesejada. do Jd América. Seu uso deve ser reservado para situações excepcionais. por meio do programa Saúde da Mulher e das secretarias estaduais e municipais de saúde.

Reprodução Assistida: O Ministério da Saúde institui a Política de Atenção Integral em Reprodução Humana Assistida para aqueles casais que desejam ter filhos. Nesse período. será propiciado à pessoa interessada acesso a serviço de regulação da fecundidade. o seu mecanismo de ação é basicamente o mesmo dos outros métodos anticoncepcionais hormonais (pílulas e injetáveis). pois não interrompe uma gravidez estabelecida e seu uso deve se dar antes da gravidez. Portanto. por isso é importante que o casal tome essa decisão bastante ciente das conseqüências. • Situação de risco à vida ou à saúde da mulher ou do futuro concepto. Vasectomia . inibindo a ovulação.no máximo cinco dias após a relação sexual desprotegida. Trata-se de um método anticoncepcional cientificamente aceito. ou seja. Segundo a Lei do Planejamento Familiar a laqueadura pode ser feita apenas por mulheres: • • Com capacidade civil plena e maiores de vinte e cinco anos de idade ou. desde que observado o prazo mínimo de 60 dias entre a manifestação da vontade e a cirurgia. É importante esclarecer. Entretanto. após um ano de relações sexuais sem o uso de contraceptivos. Procedimentos de laqueadura Laqueadura é um método definitivo. testemunhado em relatório escrito e assinado por dois médicos. Com dois filhos vivos. aprovado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e pela Agência de Vigilância Sanitária (ANVISA). Os vários estudos disponíveis atestam que ela atua impedindo o encontro do espermatozóide com o óvulo. o Ministério da Saúde instituiu a Política Nacional de Atenção Integral em Reprodução Humana Assistida (Portaria nº 426 /GM de 22/03/2005). incluindo aconselhamento por equipe multidisciplinar e a desencorajar a esterilização precoce. que a pílula não é abortiva. sua eficácia é maior quanto mais precoce for o seu uso.

A vasectomia é um procedimento cirúrgico que não necessita de internação e dura menos de trinta minutos. Esta técnica pode ser uma saída.A decisão pelo planejamento familiar é do casal. a vasectomia pode ser feita em homens maiores de 25 anos de idade ou. . Deve ser realizado por profissional habilitado e consiste num corte em cada canal deferente. por exemplo. mas o homem deve participar ativamente desse ato ao fazer a vasectomia.263/1996. com dois filhos vivos. Conforme a Lei Nº 9. que regulamenta o Planejamento Familiar. quando. a mulher não pode tomar anticoncepcional ou ter mais filhos por problemas de saúde. impedindo o espermatozóide produzido no testículo de chegar ao líquido seminal. pelo menos. observados os prazos e os procedimentos normatizados pelo Sistema Único de Saúde. dentre outras razões.

bem como poucos usuários que tem conhecimento sobre reprodução assistida para casais que querem ter filhos e não conseguem. Hiperdia. Isso ainda vem se enraizando na cultura brasileira. puericultura e preventivo de Ca de útero são programas mais bem aproveitados e mais procurados pela população. porém a população brasileira esta evoluindo. São poucas mulheres que tem conhecimento integral sobre o planejamento familiar. pois hoje os programas são de prevenção as doenças. acreditamos que isso se deva aos meios de comunicação que estão sempre destacando esses programas. A saúde melhorou muito. porém o que podemos observar é que ainda falta muito conhecimento da população para um bom aproveitamento dos programas. Sisvan. sobre os métodos que são disponibilizados pelo Governo para contracepção. O Pré-natal. A população deve se conscientizar que é muito mais fácil prevenir do que medicar e tratar. . até mesmo porque hoje às pessoas tem um maior acesso às unidades de saúde.Conclusão A UBS do Jd América realiza todos os programas preconizados pelo ministério da Saúde.

Acessado em: 13/10/2011. BRASIL. Acessado em: 13/10/2011. Disponível em: http://portal. Disponível em: http://bvsms.br/bvs/publicacoes/cd04_11.cfm?id_area=152. Disponível em: http://portal. Secretaria de assistência a saúde. GUIMARÃES. .br/portal/saude/area. Portal da Saúde. Portal da Saúde.saude. Parto. Acessado em: 12/10/2011.br/enfermagem/port/pueri. Pré-Natal. Câncer do colo do útero. Campinas. Planejamento Familiar. Marcia Luiza. Assistência Pré-Natal: Manual técnico/equipe de elaboração: Janine Schirmer et al. Brasília.cfm?id_area=807. UHLIG.gov. Acessado em: 13/10/2011.gov. Brasília.pdf. Disponível em: http://www. KRAJDEN. Hiperdia.saude. Ministério da Saúde. Erika Cristina Paixão. BRASIL. 2005.REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS BRASIL.gov. BRASIL. Instituto Nacional de Câncer (INCA). Ministério da Saúde. Acessado em: 13/10/2011. Raquel Ferreira Scholz. Disponível em: http://bvsms.br/bvs/publicacoes/inca/falando_cancer_colo_utero. Ministério da Saúde. 2002. Brasília: Secretaria de políticas de Saúde – SPS. Puerpério e Atenção ao Recém-Nascido: Programa Mãe Curitibana. SP 1997. Rio de Janeiro. Ministério da Saúde.org.hospvirt. 3 ed. Hospital Virtual. Puericultura e Enfermagem.pdf.br/portal/se/datasus/area.saude. Curitiba: Secretaria Municipal da Saúde.gov.saude. Universidade Estadual de Campinas. 2000.htm.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->