Você está na página 1de 4

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL

FACULDADE DE BIBLIOTECONOMIA E COMUNICAÇÃO


DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DA INFORMAÇÃO

PLANO DE ENSINO

CÓDIGO/DISCIPLINA
BIB03223 Tópicos Especiais em Documentação Museológica: Prática de Pesquisa
em Museus
PRÉ-REQUISITOS DOCENTE
Valéria Regina Abdalla Farias
__________
ETAPA CRÉDITOS/CARGA HORÁRIA
ACONSELHADA
02cr/30h/a
4 etapa

PERÍODO LETIVO HORÁRIO


2009/2
Quarta-feira 18h30min

NATUREZA
Eletiva
SÚMULA
Temas contemporâneos em Museologia
1 OBJETIVOS

a) Identificar as instituições museológicas do estado do RS, a partir da análise dos


levantamentos disponíveis;
b) Avaliar a convergência entre as políticas institucionais do IBRAM/MINC e do
SEM/RS com as práticas cotidianas das instituições;
c) Propor estratégias para a reformulação de políticas públicas voltadas à
preservação do patrimônio cultural do Rio Grande do Sul;
d) Analisar as ações educativas e culturais realizadas pelas instituições
museológicas e a relação existente com as diretrizes do Programa Nacional de
Cultura e da Política Nacional de Museus.

2 COMPETÊNCI AS E H ABILID ADES

Desenvolver raciocínio crítico em relação aos fatos, acontecimentos e as formas de


produção cientifica. Refletir sobre as formas de produção do conhecimento e seu vínculo
com a realidade social.

3 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

A) A Política Nacional de Museus


B) Perfil dos museus do Rio Grande do Sul: levantamento de instituições, aplicação
da pesquisa, coleta e análise dos dados.
C) Reflexão da realidade das instituições museológicas e as diretrizes da Política
Nacional de Museus.

4 METODOLOGIA

Discussão de textos, pesquisa de campo, avaliações individuais e/ou em grupo.

5 CRONOGRAMA DE ATIVIDADES
A) Apresentação da disciplina – 01 dia
B) A Política Nacional de Museus – 02 dias
C) Perfil dos museus do Rio Grande do Sul: levantamento de instituições, aplicação
da pesquisa, coleta e análise dos dados – 08 dias
D) Reflexão da realidade das instituições museológicas e as diretrizes da Política
Nacional de Museus – 03 dias
E) Recuperação – 01 dia para avaliação

6 EXPERIÊNCIAS DE APRENDIZAGEM

Exercícios individuais e em grupo sobre o conteúdo, visitas técnicas.

7 AVALIAÇÃO

7.1 Procedimentos

A avaliação será realizada no decorrer do semestre letivo através da realização de


prova e/ou trabalhos individuais e/ou em grupos, participação nas aulas, cumprimento de
datas de entrega dos trabalhos.

7.2 Critérios

CONCEITOS OBJETIVOS ALCANÇADOS QUALIDADE DE ATINGIMENTO DOS


OBJETIVOS ALCANÇADOS
A PLENAMENTE, COM AVANÇOS EXCELENTE
B PLENAMENTE SUFICIENTE
C PARCIALMENTE SUFICIENTE
D MUITO PARCIALMENTE INSUFICIENTE

7.3 Atividades de Recuperação

O aluno com conceito final D realizará uma avaliação escrita.

8 BIBLIOGRAFIA

8.1 Bibliografia Básica

Política nacional de museus / organização e textos, José do Nascimento Junior, Mário


de Souza Chagas. – Brasília : MinC, 2007.

BRASIL. Lei n. 11.904 de 14 de janeiro de 2009. Institui o Estatuto de Museus e dá


outras providências.

Inquérito aos museus em Portugal. Lisboa: Instituto Português de Museus/ Ministério


da Cultura, 2000
BRASIL, Ministério da Cultura. Política Nacional de Museus: memória e cidadania.
Brasília, 2003.

8.2 Bibliografia Complementar

ALMEIDA, Adriana Mortara. O contexto do visitante na experiência museal: semelhanças


e diferenças entre museus de ciência e de arte. História, Ciência e Saúde – Manguinhos.
v.12, p 31-53, Rio de Janeiro, 2005

_________. Os visitantes do Museu Paulista: um estudo comparativo com os visitantes da


Pinacoteca do Estado e do Museu de Zoologia. Anais do Museu Paulista. São Paulo, v.
12, p. 269-306, 2004.

BOURDIEU, Pierre; DARBEL, Alain.O amor pela arte: os museus de arte na Europa e
seu público. 2. ed. São Paulo: EDUSP, 2007.

MINC/ IPHAN/ DEMU. Cadastro Nacional de Museus. Rio de Janeiro: IPHAN, 2006.

PRIMO, Judite (Org.). Museologia e Patrimônio: documentos fundamentais. Cadernos de


Sociomuseologia, Lisboa, n. 15, p.229-250, 1999.

RIO GRANDE DO SUL. Decreto nº 33.791, de 21 de janeiro de 1991. Disponível em:


<http://www.al.rs.gov.br/legis/>. Acesso em: 02 dez. 2008.

SANTOS, Maria Célia Teixeira Moura. Reflexões sobre a nova museologia. Cadernos de
Sociomuseologia, Lisboa, n. 18, p.87-132, 2002.

CADERNO de diretrizes museológicas I. 2ª. Ed. Brasília: Ministério da Cultura / IPHAN /


DEMU; Belo Horizonte: Secretaria de Estado da Cultura / Superintendência de Museus.
2006.