Você está na página 1de 3

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL

FACULDADE DE BIBLIOTECONOMIA E COMUNICAÇÃO


DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DA INFORMAÇÃO

PLANO DE ENSINO

CÓDIGO/DISCIPLINA
BIB 03054 / Projetos e Sistemas de Arquivos
PRÉ-REQUISITOS DOCENTE
BIB 03065
Daniele Erthal
ETAPA ACONSELHADA CRÉDITOS/CARGA HORÁRIA
VI etapa
04/ 60h
PERÍODO LETIVO HORÁRIO
2009/2
6184
NATUREZA
Obrigatória
SÚMULA
Estrutura do projeto de sistema de arquivos: levantamento de dados, análise e diagnóstico. Proposta e elaboração do
projeto. Implantação e acompanhamento, avaliação.

1. OBJETIVOS

• Proporcionar ao aluno o domínio de conceitos e especificações para a elaboração de projetos e a implementação


de sistemas de arquivos.

• Capacitar o aluno para a inserção na estrutura administrativa das instituições de maneira que, os dados obtidos
sejam os mais fidedignos possíveis.

• Orientar o aluno nas técnicas de abordagens para proposições de mudanças.

• Trabalhar, detalhadamente, os elementos que constituem um projeto de sistema de arquivos.

2. COMPETÊNCIAS E HABILIDADES

• Projetar e executar a implementação de um Sistema de Arquivos.

• Diagnosticar a situação de acervos.


• Aprimorar habilidades para sensibilização, motivação e cooperação dos agentes participantes no processo de
organização e gestão documental.

• Atuar, em qualquer tipo de acervo documental, conhecendo e aplicando técnicas de quantificação de impacto e
qualificação de tarefas propostas no projeto de Sistema de Arquivos.

3. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

• Aspectos conceituais de Planejamento, Projetos e Sistemas de Arquivos.

• Características gerais do Sistema Nacional de Arquivos.

• Características, elementos e etapas de um Projeto.

• Estrutura de Sistema.

• Estrutura de projetos.
• Aspectos metodológicos.

• Elaboração de um projeto de Sistema de Arquivos com dados de uma situação real e suas respectivas normas e
abrangências.

• Estratégias de implementação e acompanhamento.

4. METODOLOGIA

- Aulas expositivas
- Seminários
- Visitas a instituições arquivísticas (condicionada às possibilidade e disponibilidade)

5. CRONOGRAMA DE ATIVIDADES

ATIVIDADES MÊS 1 MÊS 2 MÊS 3 MÊS 4


Fundamentação dos aspectos conceituais, características,  
elementos, etapas de um projeto. Seminários.
Estrutura de projeto  
Estrutura de Sistema
Elaboração do Projeto de sistema de arquivos  
Apresentação e discussão dos projetos  

6. EXPERIÊNCIAS DE APRENDIZAGEM

Elaboração de um Projeto de Sistema de Arquivos.

7. AVALIAÇÃO

7.1. Procedimentos

- Provas teórica
- Análise da participação do aluno em debates, trabalhos individuais e em grupos.
- Elaboração de um projeto de sistema de arquivos considerando uma realidade concreta.

7.2. Critérios

CONCEITOS OBJETIVOS ALCANÇADOS QUALIDADE DE ATINGIMENTO DOS OBJETIVOS


ALCANÇADOS
A Plenamente, com avanços Excelente
(9,0 - 10)
B Plenamente Suficiente
(8,0 - 8,9)
C Parcialmente Suficiente
(7,0 - 7,9)
D Muito parcialmente Insuficiente
(abaixo de 7,0)

7.3. Atividades de Recuperação

Prova teórica ou reformulação do Projeto de sistema de arquivos.

8. BIBLIOGRAFIA

ARMANI, Domingos. Como Elaborar Projetos? Guia prático para elaboração de projetos sociais. Porto Alegre: Tomo
editorial, 2004. 96p.

ARQUIVO NACIONAL (Brasil). Gestão de Documentos: conceitos e procedimentos básicos. Rio de Janeiro: Arquivo
nacional, 1993. n.47.

BIB 03054 - Projetos e Sistemas de Arquivos – Profª Daniele Erthal


ARQUIVO NACIONAL (Brasil.). Proposta para um programa de modernização dos sistemas arquivísticos dos países
latino-americanos. Rio de Janeiro : Publicações técnicas, 1988.

BAR, Fernando Luis. Gerenciamento da Documentação e Informação. São Paulo: CENADEM, 1988.

BELLOTTO, Heloísa Liberalli. Arquivos Permanentes: tratamento documental. São Paulo : T. A. Queiroz, 1991.

BERWANGER, Ana Regina et al. Projeto de implantação do sistema de arquivos da UFSM. Santa Maria : Imprensa
Universitária, 1991.

CASTILHO, Ataliba Teixeira (organizador). A sistematização de arquivos públicos. Campinas: UNICAMP, 1991.

CASTRO, Astréa de Moraes, CASTRO, Andressa de Moraes, GASPARIAN, Danuza de Moraes e Castro.
Arquivística=técnica; Arquivologia=ciência. Brasília : ABDF, 1985.

CENTRO DE PESQUISA E DOCUMENTAÇÃO DE HISTÓRIA CONTEMPORÂNEA DO BRASIL. Procedimentos


técnicos em arquivos privados. Rio de janeiro : CPDOC, 1986.

COMISSÃO ESPECIAL DE PRESERVAÇÃO DO ACERVO DOCUMENTAL - CEPAD. A importância da informação e do


documento na administração pública brasileira. Brasília : FUNCEP, 1987.

COUTURE, Carol, ROSSEAU, Jean-Yves. Les archives au XXe siecle. Montréal : Université de Montréal, 1982. Os
fundamentos da disciplina arquivística: Université de Québec. 1998.

DIAGNÓSTICO dos arquivos do Governo do Distrito Federal. SCE : SEA, 1990.

DICIONÁRIO Brasileiro de Arquivologia. São Paulo : CENADEM, 1990.

HERÉDIA HERRERA, Antonia. Archivistica general. Teoria y practica. 4 ed. Sevilla : Gráficas Del Sur, 1989.

JAMESON, Samuel Haig. Administração de arquivos e documentação. Rio de Janeiro : FGV, 1964.

JARDIM, José Maria. Sistemas e políticas públicas de arquivos no Brasil. Niterói: EDUFF, 1995.

LOPES, Luís Carlos. A informação e os arquivos: teorias e práticas. Niterói : Eduff; São Carlos : Edufscar, 1996.

_______________. A imagem e a sombra da Arquivística. Rio de Janeiro, Arquivo Público do Estado do Rio de Janeiro,
1998.

_______________. A gestão da informação: as organizações, os arquivos e a informática aplicada. Rio de Janeiro,


Arquivo do Estado do Rio de Janeiro, 1997.

MANUAL de Archivística. Antonio A. Ruiz Rodriguez (editor). Madrid: Sintesis. S.A.

MURILLO, Manuel Vasquez. Administración de Documentos y Archivos: planteos para el siglo XXI. 1ª ed.Buenos Aires:
Alfagrama, 2004

RODRIGUES, José Honório. A liberdade de informação e pesquisa. In: Arquivo & Administração, Rio de Janeiro, v. 6, nº
3, dez. 1976, p. 5-11.

Ruiz Rodriguez, Antonio A. Manual de Archivística. Madrid: Sintesis. S.A. 1995

VASQUEZ, Manuel. Curso seleccion documental. Córdoba, 1991.

Porto Alegre, 26 de junho de 2009.

BIB 03054 - Projetos e Sistemas de Arquivos – Profª Daniele Erthal