Informativo CETJ

Nascer, Morrer, Renascer Ainda, Progredir Sempre, Tal é a Lei
Novembro de 2013 - Ano X - nº 123

www.cetj.org.br

Personalidades: Emmanuel
Emmanuel é o nobre Espírito responsável por um grande trabalho missionário na Pátria do Evangelho que é o nosso querido Brasil. Foi o guia espiritual do Médium Francisco Cândido Xavier, o universalmente famoso Chico Xavier, que está no coração agradecido de todos os espiritistas brasileiros e indo além de nossas fronteiras. Alma profundamente possuída de espírito evangélico, Emmanuel tem prodigalizado, através de inúmeras formas de amparo espiritual, conforto e esclarecimento a legiões de criaturas torturadas e aflitas. Levando suas dissertações ao passado longínquo, afirma ter vivido ao tempo de Jesus, quando então se chamou Públius Léntulus. Em 2 de janeiro de 1949, Emmanuel faz a revelação sobre a personalidade de Padre Manuel da Nóbrega como uma de suas encarnações. Essa revelação chegou aos nossos corações profundamente ungida de humildade, a mesma comovente humildade que resplandece nas declarações que se encontram no prefácio de "Há Dois Mil Anos...", a respeito do senador Públius Léntulus. É um abrir de coração, uma comovente confissão, qual só a sabem fazer as almas genuinamente despojadas de preconceitos e orgulhos à semelhança do grande Santo Agostinho, a quem Nóbrega tão intensamente amou. O padre Nóbrega, indiscutivelmente, nos merece a melhor atenção e carinho. Não é propósito deste singelo trabalho alinhar um por um, os pontos de contato das diversas existências terrenas de Emmanuel. O objetivo é apenas mostrar a sequência lógica do processo evolutivo de uma

nobre alma, que merece de todos nós o mais alto respeito e a mais profunda gratidão. Vinculando-se integralmente à Doutrina Espírita, que ele sempre nos tem ensinado, que é o Cristianismo Restaurado, seu pensamento liberal e esclarecido nunca deixou, por isso mesmo, de oferecer as mais francas aberturas intelectuais e espirituais com vistas ao futuro da Humanidade. E o faz através do livro, visando ao progresso do homem e da sociedade porque está convicto, como já escreveu que o "Livro é o comando mágico das Multidões e só o livro nobre, que esclarece a inteligência e ilumina a razão, será capaz de vencer as trevas do mundo". Através da mediunidade fiel de Francisco Cândido Xavier, a "mediunidade gloriosa", expressão feliz de Léon Denis, concedido nos foi, para a iluminação de nossas mentes e corações, o legado de Emmanuel. Nova encarnação de Emmanuel no século XX De acordo com informações do próprio Chico, ao fim do século XX Emmanuel reencarnou em uma cidade do interior de São Paulo, segundo a Sr.ª Suzana Maia Mousinho, amiga do médium desde 1957, a quem este teria confidenciado tal fato. Na pergunta de número 33 do livro A Terra e o Semeador , o médium disse: "Isso tem sido objeto de conversações entre ele (Emmanuel) e nós. Ele costuma dizer que nos espera no Além, para, em seguida, retornar à vida física". Outra informação, que consta no livro Lições de Sabedoria , foi obtida através da pergunta de Gugu Liberato: "É verdade que o espírito Emmanuel, que lhe ditou a base do Espiritismo prático no Brasil, se prepara para reencarnar?". Chico então respondeu: "Ele virá novamente, dentre pouco tempo, para trabalhar como professor". Sônia Barsante, frequentadora do Grupo Espírita da Prece, afirmou que em um certo dia do ano 2000, Chico entrou em transe mediúnico, e ao regressar afirmou que havia ido em desdobramento até uma cidade do estado de São Paulo na qual pôde presenciar o nascimento de um bebê, Emmanuel reencarnado, e ainda afirmou que "todos iríamos reconhecê-lo".

DESTAQUES D E S T A E D I Ç Ã O

Editorial: Dia de Finados na Visão Espírita Assistência Social - Perseverança no Bem / Ante a Calúnia Abraço de filho Oração O Lado oculto dos vícios/ Mocidade Espírita / José Grosso nos fala / Programação da Casa

2 3 4 5 6/7/8

2

Informativo CETJ

Novembro de 2013

Editorial: Dia de Finados na Visão Espírita
doutrina, um apego equivocado. O ser que amamos não é, nem nunca foi aquele corpo que, putrefato, se decompõe em benefício da terra. O ser que amamos utilizouse daquele corpo, mas já se desligou dele e vive novos horizontes. Melhor, o Ser que amamos e que já não está aqui, que seja lembrado com alegria, nos espaços que amava e no trabalho que exercia; Melhor, o Ser que amamos e que já não está aqui, que seja lembrado através da caridade em seu nome. Muito mais proveitoso e prazeroso lhe será a alegria de velhinhos que recebam, em seu nome, uma visita; um doente que receba, em seu nome, um gesto de apoio; uma criança que receba, em seu nome, um doce bem gostoso! É tempo de ressignificar a data. É tempo de abandonarmos os velhos gestos, copiados ano a ano, mas que não fazem mais sentido diante das descobertas da ciência que vêm de encontro à Doutrina dos Espíritos. Como é feriado, aproveitemo-nos dele para praticar o Amor que nos ensinou Jesus, há mais de dois mil anos e que, ainda, não exercitamos: Abrace o irmão equivocado e lhe entregue, com alegria, toda sua energia mais amorosa e pura; Telefone para o amigo, distante por mágoas (tolas!) e diga-lhe que está tudo bem, que tudo passou porque, de fato, não tinha importância; Faça um almoço gostoso e convide, para compartilhar sua mesa, o desafeto que teima em se manter distante. Não se canse de tentar, porque, um dia ele aceita e a Paz estará convosco; Perdoe a quem lhe mentiu, esqueça a mágoa que alguém lhe causou; Tenha plena convicção de que o Ser que deseja homenagear ficará extremamente feliz e dadivoso, se isso for feito em seu nome, pelo Amor que sentem um pelo outro. Fonte: http://ceampiratininga.blogspot.com.br

Primeiramente, vejamos as definições: Finado, segundo o dicionário, significa “Que, ou o que se finou (verbo finar); Morto, falecido; o defunto”. Finar, verbo relativo ao substantivo, significa “Findar, Acabar. Definhar, Emagrecer, Morrer”. O dia 02 de novembro, em nossa cultura, é o dia dedicado aos finados, ou seja, aos findados/acabados/ mortos/falecidos; aos que findaram/acabaram, quando o coração parou de bater, o cérebro parou de funcionar, os pulmões deixaram de aspirar e, num último expiro, detiveram seu trabalho de levar oxigênio ao corpo físico. Para a Doutrina espírita, o que finda/acaba/morre é o corpo. A alma a ele sobrevém. Portanto, por concepção diferenciada, a Doutrina espírita não "comemora" o Dia de Finados. Para nós, espíritas, todo dia é dia de honrar e agradecer pelo corpo que utilizamos para a existência na Terra, pois é ele que nos serve de vaso, possibilitando estágio na matéria densa que é o corpo físico. Através dele é que podemos exercitar, por exemplo, o desapego. Vejamos: Na Espiritualidade não existe nada que nos pertença, como aqui, no Planeta. Aqui, é o “meu” marido, “meu” filho, “minha” casa, “nossa” família, “meu” emprego, “meu” salário, “sua” dívida... Se não aprendermos aqui que nada nos pertence, a não ser o bem que praticamos, os laços afetivos que cultivamos, as boas sementes que plantamos, quando lá, no mundo espiritual, enfrentaremos, por certo, muitas dificuldades! Mas, a doutrina espírita, que traz em seu bojo o livre arbítrio, não impede, de modo algum, que os seus adeptos ou simpatizantes, compareçam ao cemitério, levem flores, visitem os túmulos, se isto lhes for, ainda, significativo. Não há mal em ir. Nem bem. É apenas, segundo a

Boletim Informativo do Centro Espírita Trabalhadores de Jesus - CETJ CNPJ: 27.792.118/0001-76 Utilidade Pública Lei Municipal No 1640 de 5/11/2002 Avenida Teixeira e Souza, 448 - Centro Cabo Frio - RJ CEP: 28907-410 Telefone: 2645.4468 www.cerj.org.br

3

Informativo CETJ

Novembro de 2013

Assistência Social: “Projeto Cuidar Cuidando” Perseverança no Bem “E consideremo-nos uns aos outros para nos estimularmos à caridade e às boas obras.” Paulo. (Hebreus,10-24) “Lembremo-nos de que, com o nosso auxílio, tudo hoje pode ser melhor que ontem, e tudo amanhã será melhor que hoje. Examinemos-nos mutuamente, acendendo a luz da fraternidade para que a fraternidade nos clareie os destinos. Sem perseverança no bem,não há caminho para a felicidade. Por isso mesmo, nos recomendou o Apostolo Paulo: “e consideremo-nos uns aos outros para nos estimularmos à caridade e às boas obras”, porque somente nessa diretriz estaremos servindo na construção do Reino do Amor. Pelo Espírito Emmanuel Fonte Viva, p.391,392. Maria Lúcia Candeia - Assistente Social

Ante a Calúnia
É inevitável ser vítima da calúnia, que faz parte do orçamento moral de muitas pessoas, a fim de ser apresentada no mercado da leviandade humana. Muitos se comprazem em urdi-la e desferi-la, por inveja, ciúme ou, simplesmente, por doença moral. Outros se encarregam de divulgá-la, alegrando-se em fazê-lo, porque também atormentados. Não sintonizes com aqueles que vivem nessa faixa. Igualmente não te permitas atingir pelas farpas caluniosas que te arrojam. Vive de tal forma, que o caluniador fique desmoralizado por falta de provas. Cada dia é lição que se transforma em vida, ao longo do teu caminho eterno. Diariamente surgem episódios de calúnia, intentando alcançar alguém. Assim, perdoa o caluniador. Ele não fugirá de si mesmo. Contam que uma caluniadora buscou o seu confessor e narrou, arrependida, a sua insensatez. Pedindo a absolvição para o triste delito, perguntou ao ouvinte atento qual era a sua penitência. Aquele reflexionou e pediu-lhe que fosse ao lar e trouxesse uma almofada de plumas, subisse à torre da igreja e dali as espalhasse ao vento com máximo cuidado e, após, viesse receber a competente liberação. Tão logo terminou de fazê-lo, a confessa retornou e perguntou: - E agora? — Volta lá — respondeu o sacerdote — recolhe todas as plumas e refaze a almofada.

Empresas que ajudam o CETJ

A calúnia são plumas ao vento que vão sempre adiante para a amargura do caluniador.
Pelo Espírito: JOANNA DE ÂNGELIS Psicografia: Divaldo Pereira Franco Livro: "Episódios Diários" - EDITORA LEAL

4

Informativo CETJ

Novembro de 2013

Abraço de filho
somos planos, somos sonhos possíveis. E abraço de filho deveria, sim, ser receitado por médico pois rejuvenesce a alma e o corpo. Estudos já mostram, com clareza, os benefícios das expressões de carinho para o sistema imunológico, para o tratamento da depressão e outros problemas de saúde. O abraço deixou de ser apenas uma mera expressão de cordialidade ou convenção para se tornar veículo de paz e símbolo de uma nova era de aproximação. Se a alta tecnologia - mal aproveitada - nos afastou, é o abraço que irá nos unir novamente. Precisamos nos abraçar mais. Abraços de família, abraços coletivos, abraços engraçados, abraços grátis. Caem as carrancas, ficam os sorrisos. Somem os desânimos, fica a vontade de viver. O abraço apertado nos tira do chão por instantes. Saímos do chão das preocupações, do chão da descrença, do chão do pessimismo. É possível amar de novo, semear de novo. É possível renascer. E os abraços nos fazem nascer de novo. Fechamos os olhos e quando voltamos a abri-los podemos ser outros, vivendo outra vida, escolhendo outros caminhos. Nada melhor do que um abraço para começar o dia. Nada melhor do que um abraço de Boa noite. E, sim, abraço de filho deveria ser receitado por médico, várias vezes ao dia, em doses homeopáticas. Mas, se não resistirmos a tal orientação, nada nos impede de algumas doses únicas entre essas primeiras, em situações emergenciais. Um abraço demorado, regado pelas chuvas dos olhos, de desabafo, de tristeza ou de alívio. Um abraço sem hora de terminar, sem medo, sem constrangimento. Medicamento valioso, de efeitos colaterais admiráveis para a alma em crescimento. Mas, se os braços que desejamos abraçar estiverem distantes? Ou não mais presentes aqui? O que fazer? Aprendamos a abraçar com o pensamento. O pensamento e a vontade criam outros braços e nossos amores se sentem abraçados por nós da mesma forma. São forças que ainda conhecemos pouco e que nos surpreenderão quando as tivermos entendido melhor. Abraços invisíveis a olho nu, mas muito presentes e consoladores para os sentidos do Espírito imortal, que somos todos nós. Redação do Momento Espírita. Em 22.02.2012.

Abraço de filho deveria ser receitado por médico . Há um poder de cura no abraço que ainda desconhecemos. Abraço cura ódio. Abraço cura ressentimento. Cura cansaço. Cura tristeza. Quando abraçamos soltamos amarras. Perdemos por instantes as coisas que nos têm feito perder a calma, a paz, a alma... Quando abraçamos baixamos defesas e permitimos que o outro se aproxime do nosso coração. Os braços se abrem e os corações se aconchegam de uma forma única. E nada como o abraço de um filho... Abraço de Eu amo você. Abraço de Que bom que você está aqui. Abraço de Ajude-me. Abraço de urso. Abraço de Até breve. Abraço de Que saudade! Quando abraçamos, a felicidade nos visita por alguns segundos e não temos vontade de soltar. Quando abraçamos somos mais do que dois, somos família,

5

Informativo CETJ

Novembro de 2013

O perdão, fundamental, deve ser adotado como atitude íntima, mas também exteriorizado em ações concretas. Recomendou-nos Jesus que antes que buscássemos a sua atenção e a sua companhia, estivéssemos em paz com todos porque qualquer atitude contrária às Leis de Amor dificulta a interação com o Plano Espiritual. “Orar é pensar em Deus, aproximar-se d”Ele, colocar -se em comunicação com Ele. É elevar o pensamento, é movimentar-se para uma posição mais elevada” Desculpas e incoerências... Temos o hábito de pensar que oração é para os momentos felizes, mas na maioria das vezes quando estamos felizes não nos lembramos de orar. Pensamos que a oração é para os momentos difíceis, para o alívio das aflições e grandes provas, e ainda assim nos esquecemos de orar. A oração é sintonia harmônica com o plano Divino, é a ressonância das ideias superiores que transformam nossos sentimentos e nos ligam ao Criador. Descuidos, imprevidência... Não cultivamos o hábito de orar, pensamos, mas não fazemos, o problema chega e nos encontra frágeis e despreparados. Humildade... “Vinde a mim todos vós que estais aflitos e sobrecarregados e eu vos aliviarei...”. Para atender ao convite de Jesus é preciso reconhecê-lo como Mestre, Modelo e Guia da humanidade e a Deus como Pai Criador de todas as coisas. Vigilância... “Vigiai e Orai para não cairdes em tentação, disse Jesus.” Não a tentação exterior, mas aquela que nasce das forças instintivas ainda latentes em nós, asfixiando-nos a razão incipiente e vaidosa. Pré-requisitos para a prece... Recolhimento, silêncio físico e mental. É preciso bloquear as percepções físicas para que não interfiram na comunhão espiritual. E, se ainda não conseguimos orar com essa devoção e respeito é porque ainda nos encontramos sujeitos às resistências do próprio ego vaidoso, orgulhoso e arrogante. Disse Jesus: “Pedi e obtereis, batei e abrir-se-vos-á, buscai e achareis...” Estas ações conduzem ao objetivo da oração, no entanto, diz Emmanuel: “Após o pedido sucede-se o esforço da procura, da seleção dentre as coisas do mundo; daquelas que nos convém, porque na verdade o que pedimos a Deus já existe em algum lugar à espera que enxerguemos e aceitemos”. Carlos H. Salgado - CETJ

6

Informativo CETJ

Novembro de 2013

O Lado Oculto dos Vícios

Evangelização & Mocidade
COMEERJ - 2014

A Confraternização das Mocidades Espíritas do Estado do Rio de Janeiro, ou COMEERJ, como é mais conhecida, está cada vez mais perto e já está com as inscrições abertas no site do CEERJ. www.ceerj.org.br/comeerj Lá, além das inscrições para participar da Confraternização, você também encontrará mais informações sobre o evento que vai ocorrer nos dias 01 a 05 de março de 2014 em Saquarema.

Os encarnados viciados na bebida são canecos vivos para os espíritos desencarnados que querem continuar a sentir o gostinho da bebida.

nestas, racistas, viciadas, mentirosas, continuam com essas características morais E para matarmos as saudades, para negativas. aqueles que sempre participam,

As pessoas corretas, bondosas, honestas, cultas, cariOs desencarnados são Espí- dosas, dignas, continuam Também é uma maneira, para ritos sem o corpo físico. com esses valores morais aqueles que ainda não conhecem a positivos. COMEERJ, possam nesse EnconEncontramos no mundo estro, ter uma noção de como é piritual ou plano astral as A desencarnação é apenas maravilhoso passar os 4 dias do mesmas pessoas que en- uma mudança de estado, carnaval com pessoas desconhecidas contramos no plano terre- saímos da matéria física e mas que estão unidas com o mesmo propósito. no, a única diferença é que densa e prosseguimos a os desencarnados estão li- vida na matéria fluídica do Pra você que está aí confuso, foi no vres do corpo de carne e os mundo espiritual. site e ainda está com dúvidas mande um e-mail para que eu possa te encarnados continuam ligados a um corpo físico. Muitos desencarnados que- ajudar: gabriellepaiva@globomail.com rem continuar a sentir as A morte ou desencarnação sensações da vida material, não modifica as condições como não mais possuem o morais e intelectuais do corpo carnal, apenas o Espírito. corpo astral que não retém o fluido vital animalizado, Continuamos a ser no plano eles vão procurar encarnaastral aquilo que fomos no dos que possam ser usados plano material. como prolonga mentos vivos de seus desejos As pessoas maldosas, deso- carnais.
Rita Scali - CETJ

agora no dia 03 de novembro, 2013, ocorrerá uma Prévia do evento, no mesmo local de sua realização.

7

Informativo CETJ

Novembro de

Psicofonia
JOSÉ GROSSO NOS FALA QUE PODEMOS!
Não vamos perder o ânimo, não vamos maldizer os momentos difíceis, vamos continuar firmes, caminhando firmes, a passos largos, para podermos mais depressa encontrar as benesses de Jesus. ... É bom sorrir, melhora o organismo, melhora o estado da alma e precisamos sorrir, mas vamos servir! José Grosso fica agradecido por estar nessa reunião, podendo falar com todos, dizer o que vai no coração. Por isso eu deixo para todos, um abraço muito feliz, para que continuem na jornada com Jesus, servindo e amparando, procurando cada vez mais alcançar o seu lugar dentro do trabalho e do serviço da caridade, que nos reforça o ânimo, nos dá saúde e esperança, meus irmãos, o vosso José Grosso. Mensagem psicofônica obtida pelo médium Roberto Conde Soares na tarde de 07/09/2013, na Confraternização Espiritual, do Grupo Espírita André Luiz, no Rio de Janeiro. Colaboração de Helena Monteiro

... Meus amigos, meus irmãos, vamos modificar nossas ações, vamos caminhar para Jesus, trabalhando, servindo e amando. Vamos renovar nossos sentimentos, vamos procurar ser mais fiéis aos ensinamentos de Jesus. Nós podemos! É só querermos nos modificar e, abandonar muita coisa que ainda gostamos e, que na realidade não nos convém. Nós podemos fazer isso, Jesus está conosco, fica mais fácil! É questão de querer abandonar a vaidade, das conquistas das luzes do mundo, que ainda falam muito alto no nosso interior, mas podemos apagar uma de cada vez, devagarzinho, é querer; é lutar; é procurar ser firme; se orarmos com consistência; se tivermos no nosso interior o desejo de renovação... Tudo fica mais fácil, fica mais simples, mais ameno. Começamos a mudar de pensamento; as doenças começam a se afastar; começamos a sentir mais alegria; a hesitação já começa a nos abandonar; começamos a ver todos os dias lindos e, a perturbação indo embora. Precisamos caminhar meus irmãos, mas sorrindo, tropeço não é sinal de desânimo, é oportunidade de reabilitação. Só temos que agradecer a Jesus, tudo de bom que Ele nos manda, é questão de opinião, mas que Ele é bom é. Vamos meus irmãos, levantar o nosso olhar, olhar de frente para o horizonte, a luz se faz adiante, vamos, portanto confiantes, caminhar na nossa estrada, abundante de oportunidades, saibamos aprender, saibamos aproveitar, saibamos se cairmos, recomeçar.

Canto do Livro

À venda em nossa Livraria que também possui um grande e variado acervo. Outra opção para ter acesso a literatura Espírita é através da nossa Biblioteca que está aberta ao público.

Atenção!
A Livraria e o Bazar informam que as compras acima de R$ 30,00 poderão ser parceladas em 4 vezes através do Cartão de Crédito.

8

Informativo CETJ

Novembro de 2013

PROGRAMAÇÃO DA CASA
Dia 03 10 17 24
Dia

Domingo 18h

Palestrante

Origem Sociedade Espírita Amor e Caridade São Gonçalo - RJ Grupo Espírita Boa Nova Araruama - RJ
Centro Espírita Trabalhadores de Jesus Cabo Frio - RJ Centro Espírita Eurípedes Barsanulfo Juiz de Fora - MG Quarta-feira - 20h

Tema
A parentela corporal e a parentela espiritual Saúde na visão espírita Semear é confiar na colheita Jesus e os pequenos gestos de gratidão

Eder Freyre Flávia Silveira Paulo Jorge Eduardo Maluf

06

Carlos Bacelli
O Livro dos Espíritos Marcelo Turra Obstáculos à reprodução José Pintor Casamento e celibato Cláudia Pavan Itens 693 a 694 695 a 699

Revelações na psicografia de Chico Xavier

O Evangelho Segundo o Espiritismo Beth Sanchez Alegria da prece Olívia Sá Coletânea de preces - Preâmbulo Oração dominical

Cap./ Itens XXVII 23 XXVIII 1 XXVIII 2e3

13

20 27

“Quando o servidor está pronto, o serviço aparece.” Ministro Genésio - Livro: “Nosso Lar” - André Luiz Francisco Cândido Xavier Livraria : Segunda a Sexta-feira: 14h30 às 17h Quarta-feira: 19h30 às 21h; Sábados:15h30 às 18h; Domingos:17h30 às 20h Biblioteca: quarta-feira 19h30 às 21h30; quinta-feira: 14h30 às 17h; domingo: 17h30 às 19h30. Domingos 18h às 19h30: Reunião pública; Grupo de Recreação Infantil Tudo é Amor (GRITA). Segundas-feiras 14h às 17h: Tarefas de corte e costura e bazar; 14h30 às 17h: Pechincha; 15h às 16h30 e 20h às 21h30: Reuniões de Desenvolvimento. Mediúnico e Socorro Espiritual; 18h15 às 19h45: Estudo Sist. da Doutrina Espírita; Estudo Livro do Espíritos 20h: Reunião de estudo da mediunidade. Terças-feiras 14h às 16h: GEMA - Atendimento às gestantes; 19h45 às 21h30: Reunião de tratamento Espiritual. Quartas-feiras 15h às 16h30: Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita 15h às 17h: Grupo de Visitas a Enfermos Milota Cabral; 20h às 21h30: Bazar; 20h às 21h30: Reunião pública; Grupo de Recreação Infantil Tudo é Amor (GRITA). Quintas-feiras 14h30 às 17h: Bazar; Pechincha;Tarefas corte e costura 15h às 17h: Plantão de passes; 18h15 às 7:30h: Estudo Livro dos Espíritos 18h30 às 20h: Estudo das obras de André Luis; 19h: Montagem bolsas de alimentos; 1ª e 3ª de cada mês 20h às 21h30: Estudo Sist. da Doutrina Espírita Sextas –feiras 13h30: preparação da sopa. (1a. e 3a. de cada mês) 20h às 21h30: Reunião mediúnica; Sábados 10h às 11h30: 1o e 3o do mês, atendimento aos irmãos cadastrados; distribuição de sopa e bolsa com alimentos. 15h às 16h - Oficina de Música 16h às 18h: Evangelização infantil; reunião da Mocidade Espírita; Reunião do Grupo de Pais;

O CETJ fica aberto diariamente de segunda a sexta-feira, de 14h às 17h, para as atividades administrativas e informações