Você está na página 1de 7

Lista de exer

í ios 1 - Estatísti a

Prof. Ri ardo Pinheiro

September 18, 2009

UniverCidade - Unidade Campo Grande - Te nologia em Sistemas de Informação - Estatísti a e Probabil-


idade.

1 Responda às perguntas:
1. O que é estatísti a?
2. Quais são os dois tipos de estatísti a?
3. O que é uma população?
4. O que é uma amostra?
5. Por que trabalhar om amostras?
6. O que é amostragem?
7. O que é uma variável?
8. Quando dizemos que a variável é unidimensional, o que isso quer dizer?
9. Qual a separação entre variáveis quantitativas e qualitativas?
10. Temos variáveis quantitativas ontínuas e dis retas. Qual é a prin ipal diferença entre elas?
11. O que é uma amostragem asual?
12. Qual é a diferença entre as amostragens asual e propor ional estrati ada?
13. A amostragem sistemáti a é interessante para ser usada em um aso em parti ular. Qual seria este?
14. Por que organizar os dados numa tabela?
15. Quais são as partes de uma tabela?
16. As tabelas de dupla entrada são usadas em qual situação?
17. O que é frequên ia de uma variável?
18. Qual é a diferença entre dados absolutos e dados relativos?
19. Com base nas frequên ias, omo faremos para al ular per entagens?
20. A per entagem é muito usada quando desejamos veri ar a parti ipação da parte no todo. O que isso quer dizer?
21. O que são os índi es?
22. O que são oe ientes?
23. O que são taxas?
24. O que é uma tabela primitiva?
25. Qual é a diferença da tabela primitiva para o rol?
26. O que é uma distribuição de frequên ia?

1
2 Classique as variáveis abaixo segundo o tipo.
1. Naturalidade de quatro pessoas (RJ, SP, MG, ES).
2. Cor dos olhos de um grupo de pessoas.
3. Grau de satisfação de in o pessoas (Muito satisfeito, Muito satisfeito, Satisfeito, Muito Insatisfeito, Insatisfeito).
4. Qualidade de peças produzidas por uma máquina.
5. Peso (em Kg) de seis alunos (20, 19, 20, 18, 18, 22).
6. O ponto obtido em ada jogada das possíveis de um dado.
7. Número de lhos de asais moradores de uma idade.
8. Número de pa ientes atendidos em um dia por in o médi os (6, 5, 9, 7, 6).
9. Idade de pessoas residentes de uma idade.
10. Índi e de liquidez das indústrias.

3 Com base nos dados abaixo, divulgados pelo IBGE, para o Muni ípio do
Rio de Janeiro, em 2001, al ule:
1. Densidade demográ a;
2. Coe iente de natalidade;
3. Coe iente de mortalidade;
4. Taxa de natalidade;
5. Taxa de mortalidade.
• Nas idos vivos: 84.865 nas imentos
• Óbitos: 53.409 óbitos
• População: 5.897.485 habitantes
• Área do Muni ípio do Rio de Janeiro: 1.182,296 km2

4 Uma empresa tem o seguinte quadro relativo aos seus fun ionários:
Nível edu a ional Amostra
Setor Fundamental Médio Superior Total Fundamental Médio Superior
Produção 350 30 8
Administração 12 35 5
Manutenção 5 8 3
Outros 20 2 1
Total: 40
Obtenha uma amostra propor ional estrati ada.

5 Considere a série:
Ano Ins rições no on urso fi (em %)
Tele omuni ações 818
Informáti a 1023
Eletrni a 512
Me âni a 1342
Enfermagem 492
Total 100%
Complete a tabela om a frequên ia relativa, expressa em por entual.

2
6 Temos um automóvel que é abaste ido om GNV. Abaixo temos os metros
úbi os (m3 ) que o dono olo ou no ilindro, ao longo de um mês:
5,36, 6,66, 6,49, 7,67, 7,57, 5,65, 7,76, 8,14, 7,29, 6,35, 7,20, 7,09, 6,24, 5,54, 5,25, 6,39, 7,74, 7,23, 5,95, 5,95,
7,46, 5,92

Obtenha uma distribuição de freqüên ia, determinando o número de lasses e depois a amplitude do intervalo de lasse.
Monte uma tabela om as freqüên ias simples, relativas, a umuladas e a umuladas relativas, e responda:
1. Qual a por entagem de abaste imentos que foram abaixo de 6 m3 ?
2. Qual a por entagem de abaste imentos que foram a ima de 7 m3 ?
3. Qual é a lasse om maior frequên ia?
4. Qual seria a média aritméti a dessa amostra?

7 Considerando a distribuição de frequen ia relativa ao salário, em salários


mínimos, de fun ionários de uma empresa, onstrua a tabela abaixo e
determine:
Salários (em salários mínimos) xi fi Fi f ri F ri
0 7−→ 2 10
2 7−→ 4 16
4 7−→ 6 24
6 7−→ 8 29
8 7−→ 10 13
10 7−→ 12 8
Total:
1. A média salarial;
2. A moda.

8 Uma es ola tem 37 alunos e 32 alunas. Qual té ni a vo ê usaria para


sele ionar uma amostra de 10% dessa população? Aplique a té ni a uti-
lizando a tabela de números aleatórios omeçando pela primeira linha, da
esquerda para a direita.
9 Sele ionar uma amostra de 5% de 120 prontuários de um onsultório
médi o.
10 Uma es ola tem 200 alunos. Obtenha uma amostra de 5% dessa popu-
lação. Utilize a 4a, 5a e 6a olunas, a partir da 1a linha, da tabela de
números aleatórios (de ima para baixo).
11 Temos abaixo a quilometragem rodada entre ada abaste imento de um
automóvel, ao longo de um ano:
246 455 400 326 381 409 281 398 170 438 370 448 373 374 276 322 339 326 426 225 411 292 302 445 286 121 246 496 465
296 397 333 389 337 344 262 358 321 150 355 277 244 342 281 203 119 251 275 317 426 333 247 444 88 423 348 105
Construa uma distribuição de frequen ias relativas à quilometragem om intervalos de lasse, e determine:
1. As amplitudes amostral e total.

3
2. As frequên ias absolutas e relativas, a umuladas ou não.
3. A média aritméti a.
4. A lasse modal e a moda dessa distribuição.
5. A mediana.
6. A variân ia, o desvio padrão e o oe iente de variação.
7. Suponha que eu adi ione mais alguns valores de quilometragem, a saber: 369 323 270 408 235. Como  ará a média,
e a moda? Mudarão? E o desvio padrão?

12 Nas Olimpíadas de Sydney (2000), tivemos a seguinte tabela de medalhas


de ouro distribuídas entre os 196 países parti ipantes:
País Número de medalhas
EUA 40
Rússia 32
China 28
Austrália 16
Alemanha 13
Outros 171
Total 300
Logo, é orreto armar que:
1. Cada país parti ipante onquistou pelo menos uma medalha.
2. Cer a de um terço das medalhas foram onquistadas por três países.
3. A média aritméti a entre os 5 países que ganharam mais medalhas está entre 18 e 23 medalhas.
4. A Alemanha ganhou 8% das medalhas de ouro disputadas.
5. Os EUA levaram 25% das medalhas de ouro disputadas.
Marque a ima a alternativa orreta.

13 Abaixo temos o salário re ebido por um professor, em uma instituição


de ensino, ao longo de um ano:
Mês Salário
janeiro 1107,23
fevereiro 1107,23
março 1081,13
abril 1015,68
maio 1118,09
junho 1196,06
julho 1116,28
agosto 1156,62
setembro 1121,74
outubro 1158,52
novembro 1154,41
dezembro 1196,86

Cal ule a média salarial ao longo do ano, e quanto a instituição deve pagar de FGTS (8% do salário líquido). Agrupe
a tabela em intervalos de lasse, e al ule o desvio padrão.

4
Respostas dos exer í ios:

3.

1. Densidade demográ a: 4, 988 habitantes/km2


2. Coe iente de natalidade: 0, 014.
3. Coe iente de mortalidade: 0, 009.
4. Taxa de natalidade: 14, 39 nascimentos por 1000 habitantes.
5. Taxa de mortalidade: 9, 05 óbitos por 1000 habitantes.

5. Tabela:
Ano Ins rições no on urso fi (em %)
Tele omuni ações 818 19, 54%
Informáti a 1023 24, 43%
Eletrni a 512 12, 23%
Me âni a 1342 32, 05%
Enfermagem 492 11, 75%
Total 4187 100%
6. x = 6, 68
7. x = 16, 67; moda = amodal
Salários (em salários mínimos) xi fi Fi f ri F ri
0 7−→ 2 1 10 10 0,1 0,1
2 7−→ 4 3 16 26 0,16 0,26
4 7−→ 6 5 24 50 0,24 0,5
6 7−→ 8 7 29 79 0,29 0,79
8 7−→ 10 9 13 92 0,13 0,92
10 7−→ 12 11 8 100 0,08 1
Total: 100 100 1 1

11. AT = 408;x = 321, 56;moda = 246;mediana = 333; s2 = 9240, 59; s = 96, 13;CV = 0, 3. Sim, mudam: x = 321, 24;
moda = 246;mediana = 329, 5;s2 = 8808, 97;s = 93, 86;CV = 0, 29.
12. Armação 2.
13. x = R$1127, 49; F GT S = R$1082, 39; s = R$50, 24.

5
Fórmulas e tabelas:

Tabela de números aleatórios


6 29 11 96 7 10 29 12 35 87 14 25 37 62 96 2 93 67 23 49
3 15 13 44 92 59 46 83 62 14 15 31 78 91 41 38 9 58 18 29
68 81 69 94 43 79 69 67 43 73 48 88 67 7 42 50 30 42 16 41
33 45 32 79 54 3 11 24 46 75 95 4 72 58 99 89 47 72 69 61
49 27 18 29 59 58 38 25 88 75 85 17 60 86 44 21 41 13 41 16
91 51 58 57 46 30 38 30 22 35 98 87 72 18 51 90 81 54 80 66
99 44 21 61 29 13 22 95 16 3 3 70 84 41 19 38 88 22 37 15
6 34 96 20 76 15 88 13 45 76 86 25 78 80 34 76 91 20 54 84
88 4 29 10 92 3 67 22 14 18 43 2 80 32 31 16 73 84 83 79
36 50 34 80 37 20 52 42 99 17 23 82 72 10 63 64 10 5 81 59
18 36 85 29 98 99 47 93 4 43 9 47 15 17 26 14 73 57 83 25
58 72 58 20 89 9 76 51 26 53 31 16 6 68 92 13 75 77 51 2
94 82 48 93 81 13 12 88 82 78 36 96 3 87 54 6 47 13 39 76
60 85 66 98 92 42 26 62 70 86 82 95 3 83 33 55 23 87 26 41
22 63 4 51 68 63 78 61 50 98 6 11 10 41 51 12 65 25 23 70
5 82 74 11 11 71 69 27 8 67 12 82 19 48 41 49 68 53 52 17
88 90 18 56 50 87 56 1 1 9 18 93 90 56 50 7 14 68 79 22
89 52 47 72 30 91 91 82 45 15 9 14 79 25 92 31 3 13 45 8
78 19 9 7 31 47 83 15 20 12 87 69 44 27 21 82 45 44 72 71
70 9 22 85 59 80 59 67 23 23 36 36 91 37 82 38 30 41 64 6

Número de lasses das distribuições de frequên ias segundo a Regra de Sturges:


n k
3a5 3
6 a 11 4
12 a 23 5
24 a 46 6
47 a 93 7
94 a 187 8
188 a 376 9
377 a 756 10

Fórmulas:
1. Amplitude de um intervalo de lasse: hi = Li − li
2. Amplitude total da distribuição: AT = Lmáx − lmı́n
3. Amplitude amostral da distribuição: AA = xmáx − xmı́n
4. Ponto médio de uma lasse: xi = li +Li
2

5. Frequen ias relativas: f ri = fi


n
Pk
6. Frequên ia a umulada: Fi = f1 + f2 + . . . + fk = i=1 fi
7. Frequên ia a umulada relativa: F ri = Fi
n

8. Regra de Sturges: k = 1 + 3, 3 log n


Pn Pn
xi fi xi
9. Média aritméti a: x = i=1n , ou x = i=1
n (no aso de dados agrupados em intervalos de lasse)
10. Moda para distribuições de frequên ia om dados agrupados em intervalos de lasse: M o = l∗ + ( D1D+D 1
2
) · h∗ , onde
l∗ é o limite inferior da lasse modal; D1 é a diferença entre a frequên ia da lasse modal e a da lasse imediatamente
anterior; D2 é a diferença entre a frequên ia da lasse modal e a da lasse imediatamente posterior; h∗ é a amplitude
do intervalo da lasse modal.

6
11. Mediana para um número ímpar de observações: M d = x( n+1 ) .
2

x +x
( n2 ) ( n+1
2 )
12. Mediana para um número par de observações: M d = 2 .
P 
fi
2 −F(anterior) ·h∗
13. Mediana para dados agrupados om intervalos de lasse: M d = l + ∗
f∗ , onde l∗ é o limite inferior
da lasse da mediana; fi é a soma das frequên ias; F(anterior) é a frequên ia a umulada até a lasse anterior a que
P
ontém a mediana; f ∗ é a frequên ia da lasse da mediana; e h∗ é a amplitude do intervalo da lasse da mediana.
q Pn
(xi −x)2
14. Desvio padrão: s = i=1
n
Pn 2
(xi −x)
15. Variân ia: s2 = i=1n−1
16. Coe iente de variação: CV = s
x