Você está na página 1de 8

Tabela matriz a utilizar para a realização da 1ª parte da tarefa, conforme indicações do Guia da Sessão

Conhecimento na área Biblioteca escolar

Aspectos críticos
que a Literatura Desafios. Acções
Domínio Pontos fortes Fraquezas Oportunidades Ameaças
identifica a implementar

O Professor
Bibliotecário deve:

• Apoio da • Desenvolver um
- ter capacidade de
• Capacidade de Coordenadora trabalho colaborativo
liderança;
trabalho e vontade de Interconcelhia e da com todos os
- trabalhar de forma
aprender, procurando • Fraco conhecimento Professora Departamentos;
colaborativa e em
articulação com os dar continuidade ao da realidade do Bibliotecária do
trabalho Agrupamento; 1ºciclo. • Criar momentos de
docentes e os alunos;
desenvolvido pela debate dirigidos aos
- desenvolver
Coordenadora, nos alunos, com vista à
estratégias de gestão
anos lectivos • Dificuldade em • Apoio da equipa da construção do
e de integração da BE
transactos; articular com alguns Biblioteca, dos conhecimento e à
na escola;
formação da
Competências do - recolher Departamentos. órgãos de gestão e
• Planificação de dos colaboradores. cidadania, com o
professor bibliotecário sistematicamente
actividades em apoio do SPO;
evidências e ajuizar
sobre o trabalho articulação com os
desenvolvido; Departamentos e as
Bibliotecas do • Maior envolvimento
- ter uma postura de
1ºciclo; com os docentes dos
investigação e de
CEF’s e dos EFAS
aprendizagem
• Produção de em actividades;
contínuas;
- ter um papel activo materiais de apoio a
na literacia da actividades
curriculares. • Investir em acções
informação;
de formação.
- transformar a
informação em
conhecimento;
Conhecimento na área Biblioteca escolar

- ter uma visão clara


dos resultados de
aprendizagem
desejados para a
Escola.

• Afectação de dois
A equipa e o professores
professor bibliotecários (JI e 1º
bibliotecário devem: ciclo e 2/3º ciclo);
• Equipa dinâmica e
• disponibilizar com experiência;
recursos de • Colaboradores
informação em • Material não livro
dinâmicos; em fase de registo;
diferentes suportes; • Assistente
• criar ambientes operacional a tempo
virtuais de inteiro; • Aquisição de novo • Melhorar a recolha
aprendizagem; • Catalogação mobiliário;
• Horário de informática reduzida; de evidências;
• incrementar funcionamento da
estratégias no apoio Biblioteca; • Aplicar um domínio
ao desenvolvimento • Material livro todo • Representatividade • Orçamento reduzido do Modelo de auto-
curricular; • Número reduzido de da BE no Conselho
registado e estantes que impede das escolas; avaliação das
Organização e Gestão da • desenvolver carimbado; Pedagógico e no Bibliotecas (B);
estratégias de recolha uma melhor PTE;
BE • Organização das organização; • Falta de formação
de evidências. estantes pela CDU; em auto-avaliação de • Divulgar junto da
• Apoio dos órgãos toda a equipa. comunidade (através
de gestão quer na • Áreas funcionais do blogue e da
aquisição de fundos pouco claras por falta imprensa local) as
documentais quer na de espaço e actividades
realização de desadequação do desenvolvidas.
actividades; mobiliário existente.
• Apoio do SPO em
actividades
desenvolvidas
(debates
orientados…)
• Existência de
Regimento Interno e
de Perfil de
competências do
Conhecimento na área Biblioteca escolar

Professor
Colaborador;
• Produção de
materiais de apoio a
actividades
(concursos de
expressão escrita,
actividades de Área
de Projecto, de
Formação Cívica…)

A Biblioteca Escolar
deve:

• Facultar condições
de acesso e de
trabalho individual e • Documentação
de grupo; • Registar todo o
(livros) existente por
material não livro;
aluno acima da média
• Disponibilizar nacional;
recursos de • Informatizar o
• Empréstimo
informação em • Material não livro catálogo (75%);
domiciliário acima da
diferentes ambientes em fase de registo; • Melhoria dos • Fraco conhecimento
média nacional;
e suportes; resultados dos alunos • Possibilidade de
Gestão da Colecção • Divulgação de da colecção por parte
adquirir material não
actividades e de através de actividades de alguns professores
• Catalogação livro;
• Actualizar a novas aquisições no de promoção da
informática reduzida.
leitura e da escrita. e alunos.
qualidade e a blogue da Biblioteca;
quantidade do acervo • Rede partilhada de
de acordo com as • Implementar uma
documentação entre verdadeira Biblioteca
necessidades e os as bibliotecas/escolas
interesses dos Digital.
do agrupamento;
utilizadores.
Conhecimento na área Biblioteca escolar

• A Biblioteca deve
desenvolver • Excelente
“competências de articulação com o
leitura e um Departamento de
programa de Literacia Línguas;
da Informação,
integrado no • Excelente
desenvolvimento articulação com o
curricular”; Coordenador de
Oficina de Leitura e
• Articular com Escrita;
departamentos e • Boa articulação com
professores na os docentes das áreas
planificação e de História e HGP,
desenvolvimento de no desenvolvimento • Realizar actividades
A BE como espaço de actividades de trabalhos de • Deficiente
integrando a
educativas e de parceria e de articulação com os • Não valorização
conhecimento e Departamentos de efectiva das
Biblioteca e todas as
aprendizagem. Trabalho aprendizagem; envolvimento dos escolas;
alunos; Ciências Exactas e Bibliotecas para as
colaborativo e articulado • Colaborar na • Excelente Expressões. • Promover a incluir nos Projectos
• Realizar
com Departamentos e planificação de articulação com as articulação curricular. Curriculares de
actividades
docentes. actividades com BE’s do 1º ciclo • Fraca articulação Turma.
integrando
vários agentes: pais, (realização de com os Projectos
actividades
membros da trabalho Curriculares de
curriculares das áreas
comunidade, cooperativo); Turma;
de Ciências.
especialistas de • Projecto “Substituir
outras escolas… a Ler”, dirigido aos
alunos do 5º ao
• As Bibliotecas 9ºanos;
“transformam-se de • Rentabilização dos
espaços de recursos por
disponibilização de professores e alunos
recursos em espaços na concretização de
de aprendizagem, de projectos:
construção do
conhecimento”.
Conhecimento na área Biblioteca escolar

• Dinamização do
empréstimo • As verbas do PNL e
domiciliário; a valorização da
Biblioteca por parte
• Dinamização de dos órgãos de gestão
Fóruns de Leitura; permitiram a
• As Bibliotecas têm
aquisição de um
um papel
• Contratos de leitura número elevado de
transformativo:
elaborados em documentos;
“formam para as
parceria com OLE;
diferentes literacias • Organizar
• Oferta educativa da
(…) e para o • Inexistência de actividades de
• Apoio da equipa e área de Oficina de • Uso crescente do
desenvolvimento e a guião de pesquisa; formação de
dos colaboradores na Leitura e Escrita; computador;
construção do utilizadores;
Formação para a leitura e orientação dos
conhecimento”; • Fraca articulação
alunos; • Presença de • Sobrecarga horária;
para as literacias com as áreas
escritores nas Escolas • Fomentar a leitura
• A Biblioteca está no curriculares e os de periódicos;
• Concursos dirigidos do Agrupamento; • Resistência de
centro das professores na
a todos os alunos do alguns professores
aprendizagens; pesquisa de • Continuar a realizar
Agrupamento: escrita • Debates orientados em recorrerem à
informação. actividades com vista
criativa (prosa e a partir da leitura de Biblioteca digital.
• A Biblioteca à implementação da
poesia) e leitura; obras;
Escolar “contribui Biblioteca Digital.
para o sucesso
• Participação no • Dinamização de
educativo...”
Concurso do PNL; actividades que
promovem a leitura
• Presença de em vários suportes,
escritores e nomeadamente o
ilustradores no digital.
Agrupamento;

• A Biblioteca tem • Melhorar a


• Resistência de
forçosamente que • Existência da utilização dos
alguns docentes em
integrar ambientais plataforma Moodle; • Plano Tecnológico computadores da
colocar documentos
BE e os novos ambientes virtuais dado que o Educacional; Biblioteca;
on-line;
digitais. Plano Tecnológico da • O blogue
Educação trará “Biblioteclas”; • A existência de • Fomentar
• Fraco investimento
mudanças; materiais digitais actividades de escrita
nesta área.
disponibilizados pelo colaborativa, em
Conhecimento na área Biblioteca escolar

PNL; OLE, com recurso à


• Dinamização de criação de uma
• Os ambientes actividades em • A presença de um disciplina na
virtuais apontam para trabalho colaborativo colaborador, na plataforma Moodle.
uma alteração de com as TIC, dirigidas equipa, com
práticas e modelos de aos alunos. formação TIC.
trabalho;

• A biblioteca deve
promover a utilização
de sites,
webquests,…

• Promover o uso
correcto das
tecnologias
(capacidade de gerir a
quantidade e a
qualidade da
informação, não
plagiar…)

• O e-ambiente
proporcionará o
desenvolvimento da
“sociedade do
conhecimento”.

• Avaliação • Reflexão sobre o • O tempo dispendido


• A avaliação permite sistemática das • Dificuldade na trabalho na criação de • Implementar
“ajuizar e decidir de actividades aplicação do Modelo desenvolvido; instrumentos de recursos de avaliação
forma fundamentada desenvolvidas na avaliação e no on-line;
Gestão de evidências/ (recolha de
o rumo a dar à nossa Biblioteca; evidências); • Formação tratamento dos
avaliação. acção” e deve ser proporcionada pela mesmos pode • Desenvolver um
feita de forma RBE; conduzir à plano de avaliação de
sistemática; desmotivação da melhoria sistemática.
equipa.
Conhecimento na área Biblioteca escolar

• Facilidade de
• Aferir a eficácia dos • Aplicação do utilização da
serviços que modelo de auto- plataforma Moodle.
prestamos e avaliação das
identificar as Bibliotecas.
necessidades de
aprendizagem dos • A utilização do
alunos; Moodle para
levantamento de
dados.
• Partilhar os
resultados da
avaliação com a
comunidade
educativa.
Conhecimento na área Biblioteca escolar

Gestão da mudança
SÍNTESE Factores de sucesso Obstáculos a vencer Acções prioritárias

A leitura dos textos


permite concluir que o
• Desenvolver actividades de trabalho
Professor Bibliotecário
• Empréstimo domiciliário; colaborativo com todas as áreas
deve adoptar uma postura
curriculares;
de investigação e de
• Promoção de hábitos de leitura;
aprendizagem contínuas,
• Dificuldades apresentadas pelos
ter espírito de liderança,
• Documentação existente; alunos no cumprimento de regras de • Investir em material não livro;
interagir com a
saber-estar na Biblioteca;
comunidade, ser ousado e
• Horário de funcionamento;
garantir que a biblioteca
• Escassez de material não livro; • Incrementar actividades
tem um papel
• Articulação com as BE’s do 1ºciclo; direccionadas para as literacias da
fundamental na
• Dificuldade em articular com alguns informação e as literacias digitais.
construção do
• Frequência da Biblioteca; Departamentos.
conhecimento,
desenvolver caminhos que
• Trabalho colaborativo desenvolvido • Participar em reuniões de
promovam o sucesso,
com o Departamento de Línguas e Departamentos.
gerir a informação e
com a área de Oficina de Leitura e
partilhar conhecimentos.
Escrita.