Você está na página 1de 25

ISEC - EGI

ESTRATÉGIA E MARKETING

Acidentes de Trabalho

ISEC - EGI ESTRATÉGIA E MARKETING Acidentes de Trabalho Trabalho elaborado a 09/12/2010 por: Valter Figueiredo

Trabalho elaborado a 09/12/2010 por:

Valter Figueiredo

ISEC - EGI ESTRATÉGIA E MARKETING Acidentes de Trabalho Trabalho elaborado a 09/12/2010 por: Valter Figueiredo

Sumário

Definição

História

Classificação dos Acidentes de Trabalho

Causas e consequências

Conclusão

Bibliografia e Netgrafia

História Classificação dos Acidentes de Trabalho Causas e consequências Conclusão Bibliografia e Netgrafia

Definição

Acidente de trabalho segundo estipulado pela Lei nº 98/2009, de 4 de Setembro é, “aquele que se verifique no local de trabalho e produza directa ou indirectamente lesão corporal, funcional ou doença de que resulte redução na capacidade de trabalho ou de ganho ou a morte.”

lesão corporal, funcional ou doença de que resulte redução na capacidade de trabalho ou de ganho

Definição

Os acidentes ocorridos no trajecto de ida e de regresso para e do local de trabalho, assim como noutras situações previstas na lei, são igualmente considerados acidentes de trabalho.

local de trabalho , assim como noutras situações previstas na lei, são igualmente considerados acidentes de
local de trabalho , assim como noutras situações previstas na lei, são igualmente considerados acidentes de

História

A Higiene e Segurança no Trabalho surgiu devido á necessidade de proteger a integridade física dos trabalhadores, de modo a prevenir doenças profissionais e a evitar acidentes de trabalho.

a integridade física dos trabalhadores , de modo a prevenir doenças profissionais e a evitar acidentes
a integridade física dos trabalhadores , de modo a prevenir doenças profissionais e a evitar acidentes

História

A preocupação com os acidentes de trabalho tem como base a evolução do trabalho humano, que pode ser

dividido em Três Fases:

com os acidentes de trabalho tem como base a evolução do trabalho humano , que pode
com os acidentes de trabalho tem como base a evolução do trabalho humano , que pode

História

1ª Fase - Até ao século XVIII, onde a base económica era a terra, as fontes energéticas eram renováveis – força muscular, vento e água, a vida era organizada em pequenas comunidades. As regras de segurança eram integradas na aprendizagem de um ofício, evitando que o numero de acidentes fosse significativo.

de segurança eram integradas na aprendizagem de um ofício, evitando que o numero de acidentes fosse
de segurança eram integradas na aprendizagem de um ofício, evitando que o numero de acidentes fosse

História

2ª Fase - No século XVIII a Revolução Industrial desencadeou uma alteração profunda no modo de vida das sociedades. Esta revolução provocou um elevado numero de acidentes devido ao desconhecimento das técnicas e instrumentos que utilizavam tal como a extensão dos seus horários de trabalho.

devido ao desconhecimento das técnicas e instrumentos que utilizavam tal como a extensão dos seus horários
devido ao desconhecimento das técnicas e instrumentos que utilizavam tal como a extensão dos seus horários

História

a Protecção Legal dos

Trabalhadores sucedendo-lhe mais tarde a Organização Internacional do Trabalho.

Em

1900

foi

criada

Na década de 60 constatou-se que as medidas aplicadas não surgiram o efeito pretendido porque o avanço tecnológico teve um ritmo extremamente rápido.

as medidas aplicadas não surgiram o efeito pretendido porque o avanço tecnológico teve um ritmo extremamente

História

3ª Fase - Em 1975 foi criada pela OIT (Organização Internacional do Trabalho) a PIACT (Programa Internacional para a melhoria das Condições de Trabalho) que tem o objectivo de abordar o controlo e prevenção de acidentes, responsabilizando os Empregadores, Trabalhadores e o Estado.

objectivo de abordar o controlo e prevenção de acidentes, responsabilizando os Empregadores, Trabalhadores e o Estado.
objectivo de abordar o controlo e prevenção de acidentes, responsabilizando os Empregadores, Trabalhadores e o Estado.

História

Desde então, a área de Saúde e Segurança no Trabalho tem sido analisada e evoluído com o objectivo de satisfazer as necessidades fundamentais (económicas, psicológicas e sociais) do trabalhador.

com o objectivo de satisfazer as necessidades fundamentais (económicas, psicológicas e sociais) do trabalhador.
com o objectivo de satisfazer as necessidades fundamentais (económicas, psicológicas e sociais) do trabalhador.

Classificação dos Acidentes de Trabalho

A Organização Internacional do Trabalho classificou os Acidentes de Trabalho como:

Localização da lesão

Forma do

acidente

Consequências

Agente

Natureza da

material

lesão

de Trabalho como: Localização da lesão Forma do acidente Consequências Agente Natureza da material lesão

Classificação dos Acidentes de Trabalho

- Consequências (morte, incapacidade permanente, incapacidade temporária).

- Forma do acidente (quedas de pessoas, quedas de objectos).

- Agente material (máquinas, materiais, substâncias e radiações).

- Natureza da lesão (fracturas, luxações, entorses e distensões).

- Localização da lesão (cabeça, olhos).

- Natureza da lesão (fracturas, luxações, entorses e distensões). - Localização da lesão (cabeça, olhos).

Causas e Consequências

As causas dos Acidentes de Trabalho é uma área estudada em Higiene e Segurança no Trabalho.

e Consequências • As causas dos Acidentes de Trabalho é uma área estudada em Higiene e
e Consequências • As causas dos Acidentes de Trabalho é uma área estudada em Higiene e

Causas e Consequências

Para este estudo existem Três Modelos de referência :

Modelo de Heinrich (Teoria do dominó)

de referência : Modelo de Heinrich (Teoria do dominó) Modelo de Bird (O dominó modificado) Modelo

Modelo de Bird (O dominó modificado)

de Heinrich (Teoria do dominó) Modelo de Bird (O dominó modificado) Modelo de Reason (Os acidentes

Modelo de Reason (Os acidentes organizacionais)

de Heinrich (Teoria do dominó) Modelo de Bird (O dominó modificado) Modelo de Reason (Os acidentes

Causas e Consequências

Modelo de Heinrich (Teoria do Dominó)

Falha humana (imprudência).

de

cada individuo ou do meio envolvente responsáveis

por

trabalho.

de

Factores

específicos

um

acidente

Acto inseguro, negligencia, omisso ou condição perigosa (estacionar por baixo de cargas suspensas).

Para o autor basta a eliminação de um factor para evitar o acidente.

(estacionar por baixo de cargas suspensas). Para o autor basta a eliminação de um factor para

Causas e Consequências

Modelo de Bird (o dominó modificado)

Ferimento, perda ou dano (consequências)

Incidente

(contacto)

Causas

imediatas

(sintomas)

Causas básicas (origens ou causas indirectas)

Falta de controlo (pela gestão)

(contacto) Causas imediatas (sintomas) Causas básicas (origens ou causas indirectas) Falta de controlo (pela gestão)

Causas e Consequências

Modelo de Bird (o dominó modificado)

da

responsabilidade da gestão e a da perda alargada (para o trabalhador mas também para a organização).

O

método

introduz

duas

ideias,

a

gestão e a da perda alargada (para o trabalhador mas também para a organização). O método

Causas e Consequências

Modelo de Reason (os acidentes organizacionais)

Este modelo sugere que os acidentes de trabalho são causados por uma interacção de varias causas:

Falhas

Activas

Falhas

Latentes

sugere que os acidentes de trabalho são causados por uma interacção de varias causas: Falhas Activas

Causas e Consequências

- Falhas activas (efeitos sentidos imediatamente, como um erro humano do trabalhador).

- Falhas latentes (efeitos não imediatamente visíveis nem directamente associados ao acidente; são pontos fracos da organização que facilitam actos inseguros como por exemplo a supervisão insuficiente).

acidente; são pontos fracos da organização que facilitam actos inseguros como por exemplo a supervisão insuficiente).

Causas e Consequências

Modelo de Reason (os acidentes organizacionais)

No que diz respeito ás consequências, para alem da morte existem ainda seis grupos de impacto sobre os trabalhadores:

Familiares e sociais

Qualidade de vida

Psicológicos e morais

Físico

Económicos

Profissionais

sobre os trabalhadores : Familiares e sociais Qualidade de vida Psicológicos e morais Físico Económicos Profissionais

Causas e Consequências

- Físico – funcionais (dor crónica; perturbações auditivas).

- Profissionais (dificuldade no regresso ao activo; dificuldades na progressão na carreira).

- Económicos (redução da capacidade financeira).

- Psicológicos e morais (depressão; drogas).

- Familiares e sociais (cônjuge; seguros).

- Qualidade de vida (residência em lares; qualidade de vida subjectiva).

- Familiares e sociais (cônjuge; seguros). - Qualidade de vida (residência em lares; qualidade de vida

Conclusão

A realização deste trabalho teve o objectivo de dar a conhecer o que são Acidentes de Trabalho, o seu aparecimento e importância desde sempre, a sua evolução e os meios de classificar as suas causas e consequências por forma a combate-los.

desde sempre, a sua evolução e os meios de classificar as suas causas e consequências por

Bibliografia

CUNHA, MIGUEL PINA E; REGO, ARMÉNIO; CUNHA, RITA CAMPOS E; CABRAL-CARDOSO, CARLOS; MARQUES, CARLOS ALVES;

S.;

Manual de Gestão de Pessoas e Capital Humano, Edições Sílabo

GOMES,

JORGE

F.

LDA., 2ª edição (ISBN: 978-972-618-568-0

de Gestão de Pessoas e Capital Humano, Edições Sílabo GOMES, JORGE F. LDA., 2ª edição (ISBN:

Netgrafia

http://www.iefp.pt/iefp/publicacoes/Dirigir/Documents/1994/DIRIGIR_33 .pdf

http://www.iefp.pt/iefp/publicacoes/Dirigir/Documents/1996/DIRIGIR_43 .pdf

Verificados a 22 de Dezembro de 2010

.pdf http://www.iefp.pt/iefp/publicacoes/Dirigir/Documents/1996/DIRIGIR_43 .pdf Verificados a 22 de Dezembro de 2010