Você está na página 1de 18
Seminário Internacional Educação Inclusiva – Impacto das Referências Internacionais nas Políticas, nas Práticas
Seminário Internacional Educação Inclusiva – Impacto das Referências Internacionais nas Políticas, nas Práticas
Seminário Internacional Educação Inclusiva – Impacto das Referências Internacionais nas Políticas, nas Práticas
Seminário Internacional Educação Inclusiva – Impacto das Referências Internacionais nas Políticas, nas Práticas

Seminário Internacional Educação Inclusiva – Impacto das Referências Internacionais nas Políticas, nas Práticas e na Formação

nas Políticas, nas Práticas e na Formação Inova Inova ç ç ão ão e e Justi
nas Políticas, nas Práticas e na Formação Inova Inova ç ç ão ão e e Justi
nas Políticas, nas Práticas e na Formação Inova Inova ç ç ão ão e e Justi
nas Políticas, nas Práticas e na Formação Inova Inova ç ç ão ão e e Justi
nas Políticas, nas Práticas e na Formação Inova Inova ç ç ão ão e e Justi
nas Políticas, nas Práticas e na Formação Inova Inova ç ç ão ão e e Justi
nas Políticas, nas Práticas e na Formação Inova Inova ç ç ão ão e e Justi
nas Políticas, nas Práticas e na Formação Inova Inova ç ç ão ão e e Justi

InovaInovaççãoão ee JustiJustiçça:a:

Inova Inova ç ç ão ão e e Justi Justi ç ç a: a: Pol Pol

PolPolííticasticas ActivasActivas parapara aa InclusãoInclusão EducativaEducativa

para para a a Inclusão Inclusão Educativa Educativa Lisboa, Lisboa, 05 05 de de Setembro Setembro
para para a a Inclusão Inclusão Educativa Educativa Lisboa, Lisboa, 05 05 de de Setembro Setembro
para para a a Inclusão Inclusão Educativa Educativa Lisboa, Lisboa, 05 05 de de Setembro Setembro
para para a a Inclusão Inclusão Educativa Educativa Lisboa, Lisboa, 05 05 de de Setembro Setembro

Lisboa,Lisboa, 0505 dede SetembroSetembro dede 20092009

Educativa Educativa Lisboa, Lisboa, 05 05 de de Setembro Setembro de de 2009 2009 Lu Lu
Educativa Educativa Lisboa, Lisboa, 05 05 de de Setembro Setembro de de 2009 2009 Lu Lu

LuLuííss CapuchaCapucha

Activação das Pessoas Inclusão Activação das Instituições
Activação das Pessoas Inclusão Activação das Instituições

Activação das Pessoas

Activação das Pessoas Inclusão Activação das Instituições
Inclusão
Inclusão

Activação das Instituições

Dimensões Dimensões da da Exclusão Exclusão Social Social Nível Societal (Oportunidades) Factores Factores
Dimensões Dimensões da da Exclusão Exclusão Social Social Nível Societal (Oportunidades) Factores Factores

DimensõesDimensões dada ExclusãoExclusão SocialSocial

Dimensões da da Exclusão Exclusão Social Social Nível Societal (Oportunidades) Factores Factores

Nível Societal (Oportunidades)

Factores Factores Objectivados Subjectivos Pessoas e Seus Contextos (Capacidades)
Factores
Factores
Objectivados
Subjectivos
Pessoas e Seus Contextos
(Capacidades)
• •
Inclusão Inclusão social social
Inclusão Inclusão social social

InclusãoInclusão socialsocial

Inclusão Inclusão social social

rendimento e padrões de vida dignos;

segurança contra riscos sociais e pessoais;

• habilitações escolares e profissionais;

e pessoais; • habilitações escolares e profissionais; • carreira profissional satisfatória; • acesso aos

• carreira profissional satisfatória;

e profissionais; • carreira profissional satisfatória; • acesso aos serviços e a cuidados de saúde adequados:
e profissionais; • carreira profissional satisfatória; • acesso aos serviços e a cuidados de saúde adequados:

• acesso aos serviços e a cuidados de saúde adequados:

• acesso aos serviços e a cuidados de saúde adequados: • equipamentos e serviços para a
• acesso aos serviços e a cuidados de saúde adequados: • equipamentos e serviços para a
•
acesso aos serviços e a cuidados de saúde adequados: • equipamentos e serviços para a conciliação
acesso aos serviços e a cuidados de saúde adequados: • equipamentos e serviços para a conciliação

equipamentos e serviços para a conciliação do trabalho com a vida familiar;

• pertença comunitária, habitação, transportes acessíveis;

• confiança em si próprio;

• respeito e reconhecimento social;

• aptidões para correr riscos controlados, inovar e tomar iniciativas;

para correr riscos controlados, inovar e tomar iniciativas; • assumir os direitos e cumprir os deveres;
para correr riscos controlados, inovar e tomar iniciativas; • assumir os direitos e cumprir os deveres;

• assumir os direitos e cumprir os deveres;

• procurar e processar informação.
• procurar e processar informação.
Qualidade Qualidade Social Social Processos Societais Segurança sócio- económica Equidade; Igualdade de Oportunidades
Qualidade Qualidade Social Social
Qualidade Qualidade Social Social

QualidadeQualidade SocialSocial

Qualidade Qualidade Social Social

Processos Societais

Segurança sócio- económica

Equidade; Igualdade de Oportunidades Qualidade Social Participação Capacidades
Equidade; Igualdade de
Oportunidades
Qualidade
Social
Participação
Capacidades

Coesão Social

[manutenção da saúde; emprego e mercado de trabalho; segurança no mercado; segurança material (rendimento);
[manutenção da saúde; emprego e
mercado de trabalho; segurança no
mercado; segurança material
(rendimento); mercado habitacional e
segurança de vida; segurança alimentar;
assuntos ambientais; oportunidades de
vida]
Sistemas, Instituições,
Organizações
[empowerment social e cultural;
mobilidade social; empowerment
económico; empowerment social e
psicológico; empowerment político,
competências cognitivas, operativas e
relacionais]
competências cognitivas, operativas e relacionais] [segurança pública; solidariedade intergeracional;

[segurança pública; solidariedade intergeracional; estatuto social e coesão económica; capital social, redes e confiança; solidariedade social]

Configurações

Comunitárias e

Grupos

[inclusão no emprego e no mercado de trabalho; cobertura por serviços de saúde; inclusão nos serviços e sistema de educação; inclusão no mercado de habitação; inclusão nos sistemas de segurança; pertença familiar astisfatória, inclusão nos serviços comunitários; inclusão política e diálogo social]

Empowerment, competências

Inclusão nas instituições

inclusão política e diálogo social] Empowerment, competências Inclusão nas instituições Processos Biográficos

Processos Biográficos

Grau de Escolaridade (25-70 anos) (%) PCDI Grau de Escolaridade População do Continente Não sabe
Grau de Escolaridade (25-70 anos) (%)
PCDI
Grau de Escolaridade
População do
Continente
Não sabe ler nem escrever, ou não frequentou a escola
21,1
3,6
1º ciclo do ensino básico
57,2
36,3
2º ciclo do ensino básico
10,6
16,4
3º ciclo do ensino básico
6,1
18,9
Ensino Secundário
3,2
15.6
Ensino Médio/Superior
1,7
9,3
Total
100
100
Relação com o Trabalho (P opulação do Continente = 100) PCDI (18-65 anos) PCDI (18-35
Relação com o Trabalho (P opulação do Continente = 100) PCDI (18-65 anos) PCDI (18-35

Relação com o Trabalho (População do Continente = 100)

Relação com o Trabalho (P opulação do Continente = 100) PCDI (18-65 anos) PCDI (18-35 anos)
Relação com o Trabalho (P opulação do Continente = 100) PCDI (18-65 anos) PCDI (18-35 anos)
Relação com o Trabalho (P opulação do Continente = 100) PCDI (18-65 anos) PCDI (18-35 anos)

PCDI (18-65 anos)

PCDI (18-35 anos)

do Continente = 100) PCDI (18-65 anos) PCDI (18-35 anos) 49 74 Taxa de Actividade 246
do Continente = 100) PCDI (18-65 anos) PCDI (18-35 anos) 49 74 Taxa de Actividade 246
do Continente = 100) PCDI (18-65 anos) PCDI (18-35 anos) 49 74 Taxa de Actividade 246
do Continente = 100) PCDI (18-65 anos) PCDI (18-35 anos) 49 74 Taxa de Actividade 246

49

74

Taxa de Actividade

246

217

Taxa de Desemprego

Taxa de Emprego

40

64

= 100) PCDI (18-65 anos) PCDI (18-35 anos) 49 74 Taxa de Actividade 246 217 Taxa
Rendimento Líquido Mensal do Agregado (%) PCDI Rendimento Líquido do Agregado Até 403 Euros 27,6
Rendimento Líquido Mensal do Agregado (%) PCDI Rendimento Líquido do Agregado Até 403 Euros 27,6

Rendimento Líquido Mensal do Agregado (%)

PCDI Rendimento Líquido do Agregado Até 403 Euros 27,6 De 406 a 600 Euros 21,7
PCDI
Rendimento Líquido do Agregado
Até 403 Euros
27,6
De 406 a 600 Euros
21,7
De 601 a 800 Euros
14,2
De 801 a 1000 Euros
7,9
De 1001 a 1200 Euros
4,6
De 1201 a 1600 Euros
2,4
1601 ou mais
1,1
Não sabe/não responde
20,6
Total
100
Interesse por questões políticas por grupos etários Grupos etários/ Tipos de interesse 15 25 26
Interesse por questões políticas por grupos etários Grupos etários/ Tipos de interesse 15 25 26

Interesse por questões políticas por grupos etários

Grupos etários/ Tipos de interesse 15 25 26 -35 36-45 46 anos anos anos anos
Grupos etários/
Tipos de interesse
15 25
26 -35
36-45
46 anos
anos
anos
anos
ou mais
Não me interesso por estas questões nem voto
54,2
30,7
28,1
22,9
Interesso-me por política mas não voto
normalmente
8,1
7,2
13,8
6,3
Costumo votar quando há eleições
22,8
53,5
53,9
56,3
Já fui candidato não eleito a um cargo público
0,6
0,5
0,0
4,2
Já fui eleito a um cargo público
0,2
0,0
1,8
6,3
Outro tipo de interesse
3,1
0,5
0,6
2,1
Não sei
11,0
7,4
1,8
2,1
Total
100
100
100
100
Total de indivíduos considerados
1049
553
167
48
Reabilitação, na óptica das capacidades das pessoas Origem Consequência Impacte O Problema Deficiência
Reabilitação, na óptica das capacidades das pessoas Origem Consequência Impacte O Problema Deficiência

Reabilitação, na óptica das capacidades das pessoas

Origem Consequência Impacte O Problema Deficiência Incapacidade Desvantagem Enfoque das Políticas
Origem
Consequência
Impacte
O Problema
Deficiência
Incapacidade
Desvantagem
Enfoque das
Políticas
Compensação
Reabilitação
Inserção
O modelo radical Origem Consequência Impacte O Problema Diferença Descriminação Desigualdade Enfoque das

O modelo radical

Origem Consequência Impacte O Problema Diferença Descriminação Desigualdade Enfoque das Políticas Mudança
Origem
Consequência
Impacte
O Problema
Diferença
Descriminação
Desigualdade
Enfoque das
Políticas
Mudança social
Inserção social
Integração social
O Problema Enfoque das Políticas O modelo relacional Origem Diferença/ Funções ou estruturas do corpo
O Problema Enfoque das Políticas O modelo relacional Origem Diferença/ Funções ou estruturas do corpo
O Problema Enfoque das Políticas O modelo relacional Origem Diferença/ Funções ou estruturas do corpo
O Problema Enfoque das Políticas O modelo relacional Origem Diferença/ Funções ou estruturas do corpo
O Problema Enfoque das Políticas O modelo relacional Origem Diferença/ Funções ou estruturas do corpo

O Problema

O Problema Enfoque das Políticas O modelo relacional Origem Diferença/ Funções ou estruturas do corpo
O Problema Enfoque das Políticas O modelo relacional Origem Diferença/ Funções ou estruturas do corpo

Enfoque das Políticas

O Problema Enfoque das Políticas O modelo relacional Origem Diferença/ Funções ou estruturas do corpo

O modelo relacional

Origem

Diferença/ Funções ou estruturas do corpo

Universalidade dos Direitos/ Empowerment/ Reabilitação

Universalidade dos Direitos/ Empowerment/ Reabilitação Consequência Descriminação Acessibilidades/ desenho para
Universalidade dos Direitos/ Empowerment/ Reabilitação Consequência Descriminação Acessibilidades/ desenho para

Consequência

Descriminação

Acessibilidades/ desenho para todos Participação

Impacte

Desigualdade

Igualdade de Oportunidades/ Qualidade social

Qualidade Qualidade de de Vida Vida •Bem estar físico e material •Autodeterminação e desenvolvimento pessoal

QualidadeQualidade dede VidaVida

•Bem estar físico e material •Autodeterminação e desenvolvimento pessoal •Direitos Cívicos Educação
•Bem estar físico e material
•Autodeterminação e desenvolvimento pessoal
•Direitos Cívicos
Educação
Conjuntos Conjuntos Articulados Articulados de de Factores Factores do do Abandono Abandono Escolar Escolar Precoce
Conjuntos Conjuntos Articulados Articulados de de Factores Factores do do Abandono Abandono Escolar Escolar Precoce

ConjuntosConjuntos ArticuladosArticulados dede FactoresFactores dodo AbandonoAbandono EscolarEscolar PrecocePrecoce AbandonoAbandono

Escolar Escolar Precoce Precoce Abandono Abandono Relação entre Escola, Emprego e Estratégias

Relação entre Escola, Emprego e Estratégias Pessoais/Familiares

Relação entre Escola, Emprego e Estratégias Pessoais/Familiares

Grupos e Comunidades com Problemáticas específicas

Dominação Cultural Funcionamento do sistema e dos seus agentes
Dominação Cultural
Funcionamento do
sistema e dos seus
agentes
Problemáticas específicas Dominação Cultural Funcionamento do sistema e dos seus agentes Abandono Escolar Precoce
Abandono Escolar Precoce
Abandono Escolar Precoce
Problemáticas específicas Dominação Cultural Funcionamento do sistema e dos seus agentes Abandono Escolar Precoce
•
• Medidas Medidas para para o o Ensino Ensino Inclusivo Inclusivo – – perspectiva perspectiva dos

MedidasMedidas parapara oo EnsinoEnsino InclusivoInclusivo perspectivaperspectiva dosdos alunosalunos

Adaptações Curriculares e nos meios e métodos de ensino/aprendizagem

Curriculares e nos meios e métodos de ensino/aprendizagem • Dotação das escolas com quadros docentes
Curriculares e nos meios e métodos de ensino/aprendizagem • Dotação das escolas com quadros docentes

e nos meios e métodos de ensino/aprendizagem • Dotação das escolas com quadros docentes especializados

Dotação das escolas com quadros docentes especializados

• •

Criação de ambientes que façam os alunos sentir-se desejados

Construção de Planos Educativos Individuais

desejados Construção de Planos Educativos Individuais • • Acesso a equipamentos, terapias e apoios de parceiros

Construção de Planos Educativos Individuais • • Acesso a equipamentos, terapias e apoios de parceiros

Acesso a equipamentos, terapias e apoios de parceiros especializados

Trabalho reforçado nos domínios menos típicos do currículo

terapias e apoios de parceiros especializados Trabalho reforçado nos domínios menos típicos do currículo
terapias e apoios de parceiros especializados Trabalho reforçado nos domínios menos típicos do currículo
terapias e apoios de parceiros especializados Trabalho reforçado nos domínios menos típicos do currículo
•
• Medidas Medidas para para o o Ensino Ensino Inclusivo Inclusivo – – perspectiva perspectiva das

MedidasMedidas parapara oo EnsinoEnsino InclusivoInclusivo perspectivaperspectiva dasdas escolasescolas

– – perspectiva perspectiva das das escolas escolas Disponibilidade de todos os professores • Cobertura da

Disponibilidade de todos os professores

das escolas escolas Disponibilidade de todos os professores • Cobertura da rede de escolas de referência

• Cobertura da rede de escolas de referência

professores • Cobertura da rede de escolas de referência • Desenho para todos no desenho dos

• Desenho para todos no desenho dos espaços, dos materiais pedagógicos e dos ambientes

dos espaços, dos materiais pedagógicos e dos ambientes • Reforço do trabalho em equipa • Responsabilização
dos espaços, dos materiais pedagógicos e dos ambientes • Reforço do trabalho em equipa • Responsabilização
dos espaços, dos materiais pedagógicos e dos ambientes • Reforço do trabalho em equipa • Responsabilização
dos espaços, dos materiais pedagógicos e dos ambientes • Reforço do trabalho em equipa • Responsabilização
dos espaços, dos materiais pedagógicos e dos ambientes • Reforço do trabalho em equipa • Responsabilização
dos espaços, dos materiais pedagógicos e dos ambientes • Reforço do trabalho em equipa • Responsabilização
dos espaços, dos materiais pedagógicos e dos ambientes • Reforço do trabalho em equipa • Responsabilização

• Reforço do trabalho em equipa

e dos ambientes • Reforço do trabalho em equipa • Responsabilização • Formação Inicial de docentes
e dos ambientes • Reforço do trabalho em equipa • Responsabilização • Formação Inicial de docentes

• Responsabilização

• Formação Inicial de docentes

• Responsabilização • Formação Inicial de docentes • Desenvolvimento de programas de formação contínua
• Responsabilização • Formação Inicial de docentes • Desenvolvimento de programas de formação contínua

• Desenvolvimento de programas de formação contínua

• Desenvolvimento de mecanismos de planeamento e avaliação

Que Que papel papel para para as as escolas escolas especiais? especiais? • Reserva para
Que Que papel papel para para as as escolas escolas especiais? especiais? • Reserva para
Que Que papel papel para para as as escolas escolas especiais? especiais? • Reserva para

QueQue papelpapel parapara asas escolasescolas especiais?especiais?

para para as as escolas escolas especiais? especiais? • Reserva para franjas de alunos oriundos de

• Reserva para franjas de alunos oriundos de famílias retraídas

para franjas de alunos oriundos de famílias retraídas • Evolução progressiva para Centros de Recursos
para franjas de alunos oriundos de famílias retraídas • Evolução progressiva para Centros de Recursos
para franjas de alunos oriundos de famílias retraídas • Evolução progressiva para Centros de Recursos
para franjas de alunos oriundos de famílias retraídas • Evolução progressiva para Centros de Recursos
para franjas de alunos oriundos de famílias retraídas • Evolução progressiva para Centros de Recursos
para franjas de alunos oriundos de famílias retraídas • Evolução progressiva para Centros de Recursos

• Evolução progressiva para Centros de Recursos indispensáveis à qualificação do sistema

de famílias retraídas • Evolução progressiva para Centros de Recursos indispensáveis à qualificação do sistema
Educa Educa ç ç ão ão Inclusiva Inclusiva Na prática, e sem demoras!

EducaEducaççãoão InclusivaInclusiva

Na prática, e sem demoras!
Na prática, e sem
demoras!