Você está na página 1de 1

A lei penal é elaborada para viger dentro dos limites em que o Estado exerce a sua soberania. No entanto, pode ocorrer, em certos casos, para um combate eficaz à criminalidade, a necessidade de que os efeitos da lei penal ultrapassarem os limites territoriais para regular fatos ocorridos além

Introdução de sua soberania, ou, então, a ocorrência de determinada infração penal pode afetar a
Introdução
de sua soberania, ou, então, a ocorrência de determinada infração penal pode afetar a ordem jurídica de dois ou mais Estados soberanos. Surge
assim, a necessidade de limitar
a eficácia espacial da lei penal, disciplinando qual lei deve ser aplicada em tais hipóteses.
é a aplicação das leis brasileiras os delitos cometidos dentro do território nacional. Advém do conceito de soberania,
pois cada a Estado cabe decidir e aplicar as leis pertinentes aos acontecimentos dentro do seu território.
é todo espaço onde o Brasil exerce a sua soberania, seja ele terrestre, aéreo, marítimo ou fluvial.
Embarcações e aeronaves brasileiras de natureza pública
ou a serviço do governo brasileiro onde estiverem
Território brasileiro
por equiparação
Embarcações e aeronaves brasileiras, de propriedade privada, que estiverem
navegando em alto-mar ou sobrevoando águas internacionais.
O
solo ocupado pela nação
Os rios, os lagos e os mares interiores e sucessivos
Conceito de Território
Os golfos, as baías e os portos
18. Lei Penal
no Espaço
Elementos
Faixa de mar exterior, que ocorre ao largo da costa e que constitui o mar territorial
A
parte que o direito atribui a cada Estado sobre rios, lagos e mares fronteiriços
Os navios nacionais; o espaço aéreo correspondente ao território
Territorialidade
As aeronaves nacionais
espaço acima do território, inclusive o mar territorial, até o limite da atmosfera . Tudo é regulado por tratado. As aeronaves privadas podem
passar, desde que informem previamente a sua rota. As militares ou a serviço de governo estrangeiro, a passagem somente pode ser
realizada se houver prévia autorização. Toda aeronave deve ter bandeira, caso contrário, poderá ser derrubada pelo governo.
Espaço Aéreo
existe o Tratado sobre Exploração e Uso do Espaço Cósmico - inclusive a Lua e outros corpos celestes - aprovado pelo
Decreto 64.362/69. Deve ter em mira o interesse de todos os países, não podendo ser objeto de apropriação nacional.
Espaço Cósmico
antigamente vigorava a regra do alcance do tiro de canhão. Até a década de 50, o Brasil possuia 3
milhas. Em 1966, ampliou-se o mar territorial para 6 milhas e, posteriormente, 1970, estendeu-se para
duzentas milhas. Atualmente a Lei 8.617/1993 fixa as regras para o mar territorial brasileiro.
12 milhas: exerce soberania absoluta, onde se aplica a lei penal pátria. A passagem
inocente é quando permite-se a passagem rápida e contínua travessia de barcos
estrangeiros por águas nacionais sem necessidade de pedir autorização.
Soberania absoluta
Mar territorial brasileiro
das 12 às 24 milhas , servindo para a fiscalização sobre assuntos aduaneiros, fiscais, sanitários ou imigração
Zona contígua
abrange o espaço compreendido das 12 às 200 milhas , podendo o
Brasil explorar, sozinho, todos os recursos naturais possíveis.
Zona Econômica Exclusiva