Você está na página 1de 2

Lei 11.

638/07 altera a Lei das


SAs (Lei 6.404/76)
Resumo dos principais impactos
AU D I T

Em Janeiro de 2000 a Comissão de Valores Considerando as alterações significativas Normatização das Práticas
Mobiliários (CVM) elaborou um Anteprojeto de impostas pela lei e os desafios que as Contábeis
Lei de reforma da Lei 6.404/76. A proposição empresas estarão enfrentando, a KPMG
• As normas expedidas pela Comissão
teve, desde o início, por finalidade a preparou um resumo dos principais impactos
de Valores Mobiliários deverão ser
modernização e harmonização da lei societária da aprovação da Lei 11.638/07, como segue:
elaboradas em consonância com os
em vigor com os princípios fundamentais e
padrões internacionais de contabilidade
melhores práticas contábeis internacionais,
visando a inserção do Brasil no atual contexto Empresas de Grande Porte adotados nos principais mercados de
valores mobiliários. Isto significa que a
de globalização econômica. • As empresas consideradas como de
normatização contábil para a elaboração
grande porte são as sociedades ou
A idéia inicial da revisão da Lei 6.404/76 surgiu das demonstrações financeiras individuais
conjunto de sociedades sobre controle
em seminários promovidos pela CVM, que irá convergir, gradativamente para as
comum que tiverem, no exercício anterior,
contaram com a participação de entidades normas internacionais. Este programa de
ativo total superior a R$ 240 milhões ou
públicas e privadas, conferindo, a partir do convergência vem sendo coordenado pelo
receita bruta anual superior a R$ 300
debate público, legitimidade ao processo. CPC.
milhões.
• O CPC (Comitê de Práticas Contábeis) foi
• A partir da Lei 11.638/07, as sociedades de
Segundo mencionado pela CVM, a criado no final de 2005 e é composto por
grande porte, ainda que não constituídas
reformulação foi proposta visando, seis entidades: Associação Brasileira de
sobre a forma de Sociedades Anônimas
principalmente, os seguintes aspectos: Empresas de Capital Aberto (Abrasca),
de capital aberto, deverão seguir as
Associação dos Analistas e Profissionais
• Corrigir impropriedades e erros da Lei disposições da Lei 6.404/76, que está
de Investimento do Mercado de
societária de 1976; sendo alterada pela referida Lei no
Capitais (Apimec), Fundação Instituto
• Adaptar a lei às mudanças sociais e que tange à escrituração e elaboração
de Pesquisas Contábeis, Atuariais e
econômicas decorrentes da evolução do de demonstrações financeiras e a
Financeiras (Fipecafi), Conselho Federal
mercado; obrigatoriedade de auditoria independente.
de Contabilidade, Instituto dos Auditores
• Fortalecer o mercado de capitais, mediante • Com base nas informações disponibilizadas Independentes do Brasil (Ibracon) e
implementação de normas contábeis e de ao mercado pela pesquisa da revista Bovespa. Demonstrando que o CPC
auditoria internacionalmente reconhecidos. Exame “1000 maiores empresas” de se encontra em pleno trabalho, em 1º
2006, das 1000 empresas divulgadas de novembro foi aprovado o primeiro
Após sete anos de tramitação na câmara
pode-se identificar um percentual de pronunciamento técnico CPC 01 sobre a
dos deputados e modificação no texto
20% de Companhias Limitadas e 36% de redução do valor recuperável dos ativos,
original, o Projeto de Lei (PL) número 3741/00
Sociedades Anônimas de capital fechado que está alinhado às regras contábeis
foi finalmente aprovado na Comissão de
que se enquadraram no parâmetro de internacionais (IAS 36). Tal pronunciamento
Assuntos Econômicos (CAE), no plenário do
receita bruta superior a R$ 300 milhões foi adotado pela CVM e CFC.
Senado Federal e sancionado pelo Presidente
e dessa forma seriam diretamente
da Republica em 28 de dezembro de 2007, • É importante destacar que as SA’s
impactadas pelas alterações impostas pela
tornando-se na Lei 11.638 que modifica a Lei fechadas, que não optarem por observar as
Lei 11.638.
6.404/76. normas sobre demonstrações financeiras
expedidas pela CVM, somente serão
impactadas pelas normas emitidas pelo
CPC, se as mesmas forem aprovadas pelo
CFC.
kpmg.com.br

Demonstrações financeiras Para o atendimento da Lei 11.638, as empresas precisam estar atentas aos seguintes
consolidadas – SA’s Abertas aspectos:

• A CVM por meio de sua Instrução 457 • Quais as diferenças existentes entre a escrituração contábil atual da empresa e as
estabeleceu, alinhada a um comunicado mudanças das práticas contábeis inseridas pela Lei 11.638?
do Banco Central do Brasil, que as
• Qual o envolvimento esperado das áreas operacionais no fornecimento das informações
companhias brasileiras de capital
necessárias para a preparação das demonstrações financeiras?
aberto deverão elaborar demonstrações
financeiras anuais consolidadas com • Quais áreas administrativas que seriam impactadas pelas mudanças e quais aspectos
base nos padrões internacionais (IFRS) de treinamento ou capacitação dos profissionais a empresa precisa estar adequada?
a partir de 2010, apresentadas de forma • Quais procedimentos já devem ser planejados para possibilitar a preparação de
comparativa. Voluntariamente poderá já demonstrações financeiras auditadas do exercício a ser encerrado em 31 de dezembro
ser adotada esta Instrução a partir das de 2008?
demonstrações financeiras de 2009. • Para as empresas de capital aberto quais as alterações para a preparação do ITR do
primeiro trimestre de 2008 serão necessárias?
Mudanças nas práticas
contábeis e divulgação Apresentamos o quadro-resumo sobre os impactos da referida lei quanto às exigências de
• As empresas em geral devem estar adoção de IFRS, atendimento às regras da CVM, publicação de demonstrações financeiras
atentas para as alterações nas e obrigatoriedade de auditoria.
normas contábeis nacionais e novas
obrigatoriedades. Apresentamos a
Adoção do Adoção das Publicação Auditoria
seguir algumas das transações ou atos
IFRS(1) Normas da CVM de DF’s
que tiveram seus registros contábeis
SA’s abertas Sim(2) Sim Sim Sim
modificados pelas alterações da Lei n.
SA’s fechadas - Grande Porte Não Opcional Sim Sim
6.404/76.
SA’s fechadas - Outras Não Opcional Sim(3) Não
• Instrumentos financeiros / Derivativos;
Ltda’s - Grande Porte Não Não Não Sim
• Contratos de arrendamento mercantil;
Ltda’s - Outras Não Não Não Não
• Equivalência patrimonial;
(1) A Lei determina que a CVM a partir de agora deve observar as normas internacionais de contabilidade
• Transformação, Incorporação,Fusão e quando da emissão de instruções ou quaisquer orientações.
(2) Demonstrações financeiras consolidadas a partir de 2010
Cisão
(3) Exceto para as companhias com menos de 20 acionistas e PL inferior a R$ 1 milhão
• Reavaliação de ativos.
• Adicionalmente as seguintes alterações
foram feitas com relação à apresentação A KPMG tem junto ao seu corpo de profissionais técnicos, um grupo regulatório que trata
das demonstrações financeiras: dos assuntos relacionados às novas leis e regulamentos que pode ajudá-lo a avaliar os
impactos acima para a sua empresa.
– Eliminação da obrigatoriedade
da apresentação da DOAR -
Para mais informações acesse o seu contato habitual da KPMG ou envie um e-mail para
Demonstração da Origem e Aplicação
lei11638@kpmg.com.br.
de Recursos; e
– Apresentação da Demonstração de
Fluxo de Caixa e se for S/A aberta a
Demonstração do Valor Adicionado.
• É importante destacar que as SAs
fechadas com patrimônio líquido, na
data do balanço, inferior a R$ 2 milhões
não precisam elaborar e divulgar a
demonstração dos fluxos de caixa.

Vigência Todas as informações apresentadas neste documento


são de natureza genérica e não têm por finalidade
© 2008 KPMG Auditores Independentes, uma
abordar as circunstâncias de nenhum indivíduo
• A partir de 01 de janeiro de 2008 sociedade brasileira e firma-membro da rede KPMG
específico ou entidade. Embora tenhamos nos
de firmas-membro independentes, afiliadas à KPMG
as empresas deverão elaborar empenhado em prestar informações precisas e
International, uma cooperativa suíça. Todos os direitos
atualizadas, não há nenhuma garantia de sua exatidão
demonstrações financeiras individuais reservados. Impresso no Brasil.
na data em que forem recebidas nem de que tal
O nome KPMG e o logotipo KPMG são marcas
de acordo com a Lei 6.404 com as exatidão permanecerá no futuro. Essas informações
comerciais registradas da KPMG International, uma
não devem servir de base para se empreender qualquer
alterações da Lei 11.638. cooperativa suíça.
ação sem orientação profissional qualificada, precedida
de um exame minucioso da situação em pauta.