Você está na página 1de 88

REVISÃO DE CONTABILIDADE

Subgrupo do Ativo
Permanente que é tido
como invendável,
ATIVO DIFERIDO normalmente
relacionado com
aspectos imateriais ou
de infraestrutura.
Apresenta os Ativos
ATIVO de Longo Prazo que
IMOBILIZADO estão gerando receita
para a empresa.
São as aplicações de
longo prazo da
ATIVO empresa que estão
PERMANENTE normalmente
associadas com sua
capacidade produtiva.
São as aplicações de
longo prazo da
empresa que estão
ATIVOS
normalmente
associados com a sua
capacidade produtiva.
ATIVOS Bens e direitos.
ATIVOS Bens e direitos de
PERMANENTES baixa liquidez.
É a diferença entre o
CAPITAL DE total dos ativos e o
TERCEIROS total do patrimônio
líquido da entidade.
Indica a diferença
entre o prazo que a
empresa leva para
pagar aos seus
CASH GAP fornecedores e o
prazo que demora
desde a aquisição das
mercadorias pela
empresa até que os
clientes paguem.
CICLO Soma do PMRV e do
OPERACIONAL PMPE (PMGE).
Indica que percentual
COMPOSIÇÃO DO das dívidas da
ENDIVIDAMENTO empresa vencem no
(PC/(PC+ELP)) curto prazo.
Gasto realizado cuja
CUSTO finalidade é construir
o produto que será
vendido.
Gasto que a empresa
realiza para obter
CUSTO aquilo que será
vendido a seus
clientes (mercadorias
produtos ou serviços).
DEMONSTRAÇÃO Segue o Regime de
DE RESULTADO Competência.
DO EXERCÍCIO
(DRE)
Apresenta as
DEMONSTRAÇÃO
Receitas, Despesas,
DE RESULTADO
Ganhos e Perdas da
DO EXERCÍCIO
Entidade em
(DRE)
determinado Período.
Relatório cujo
DEMONSTRAÇÃO objetivo é explicar
DE RESULTADO como foi composto o
DO EXERCÍCIO resultado da entidade
(DRE) em determinado
período.
Processo pelo qual,
gradativamente, se
DEPRECIAÇÃO
reconhece a perda de
utilidade do ativo.
DESPESA Reduz o Resultado.
DÍVIDA QUE Deve aparecer no
PESSOA LIGADA Ativo Realizável a
TEM COM A Longo Prazo.
EMPRESA
Possível destinação
DIVIDENDOS do resultado da
empresa.
Explicita quais foram
as fontes de recursos
DOAR da empresa em
determinado período.
Apresenta os fluxos
de obtenção e
DOAR
aplicação de recursos
de uma entidade.
É a pessoa (física ou
jurídica) de quem se
ENTIDADE mensura a riqueza
pela Contabilidade.
Indica a proporção
ÍNDICE DE entre o caixa gerado e
COBERTURA DE os juros pagos pela
JUROS empresa.
São aqueles
relacionados aos
prazos que a empresa
ÍNDICES DE leva para pagar seus
ATIVIDADE fornecedores, vender
seus estoques e
receber seus contas a
receber.
Comparam o
ÍNDICES DE resultado com os
LUCRATIVIDADE recursos empregados
para sua obtenção.
Gasto cuja finalidade
INVESTIMENTO é beneficiar a empresa
no longo prazo.
São gastos que,
embora afetem o
caixa da empresa, não
INVESTIMENTO
afetam o seu resultado
calculado pelo regime
de competência.
Comparado com a
Liquidez Corrente,
LIQUIDEZ SECA indica a proporção
dos estoques no ativo
circulante.
É a diferença entre as
Vendas Líquidas e o
LUCRO BRUTO Custo das
Mercadorias
Vendidas.
Indica a taxa de
LUCRO LÍQUIDO retorno gerada pelos
/ ATIVO TOTAL recursos aplicados
pela empresa.
Indica qual o
LUCRO LÍQUIDO percentual da venda
/ VENDAS se converte em lucro
líquido.
Indica que percentual
MARGEM das Vendas se
LÍQUIDA converte em lucro
líquido.
Volume de caixa
ORIGENS DAS gerado pelas
OPERAÇÕES operações da empresa
em dado período.
São as obrigações
com vencimento em
PASSIVO
até 12 meses que a
CIRCULANTE
empresa possui na
data do balanço.
PASSIVO Obrigação que vence
CIRCULANTE no curto prazo.
PATRIMÔNIO Diferença entre Ativo
LÍQUIDO e Passivo.
Não tem
PATRIMÔNIO compromisso de
LÍQUIDO expressar o valor de
mercado da empresa.
Apresenta o prazo
médio que a empresa
PMPC
leva para pagar aos
seus fornecedores.
Indica, em média,
quantos dias a
PMRV
empresa leva para
receber suas vendas.
Soma do Passivo
RECURSOS DE Circulante com o
TERCEIROS Passivo Exigível a
Longo Prazo.
Não se ocupa dos
REGIME DE
pagamentos e
COMPETÊNCIA
recebimentos.
Está relacionado à
? produção de bens ou
serviços.
– O índice de Liquidez Corrente (Ativo Circulante /
Passivo Circulante) indica:

) De forma inequívoca, a capacidade da empresa


de saldar suas dívidas.

) A proporção entre as aplicações e as obrigações


de curto prazo em um dado instante.

) De forma inequívoca, a capacidade da empresa


de saldar suas dívidas de curto prazo.
– O índice de Liquidez Geral ((Ativo Circulante +
Realizável de Longo Prazo) / (Passivo Circulante + Exig.
Longo Prazo)) indica:

) De forma inequívoca, a capacidade da empresa de


saldar suas dívidas.

) A proporção entre as aplicações não permanentes e as


obrigações para com terceiros em um dado instante.

) De forma inequívoca, a capacidade da empresa de


saldar suas dívidas de curto prazo.
– Uma conta que se tem a receber de um cliente, com
vencimento em 31.03.2004, deve ter sido classificada no
balanço patrimonial de 31.12.2003:

) No Passivo Circulante.

) No Patrimônio Líquido.

) No Ativo Permanente.

) No Ativo Imobilizado.
– Uma conta a pagar, cujo vencimento será em 11.12.2007,
no balanço patrimonial de 31.12.2006, estará classificada
na:

) No Passivo Circulante.

) No Patrimônio Líquido.

) No Passivo Exigível de Longo Prazo.


– A adoção do Regime de Competência implica que:

) O resultado não poderá ser medido.

) O resultado será o somatório dos recebimentos menos


o somatório dos pagamentos realizados no período.

) O resultado será igual ao somatório das receitas,


efetivamente recebidas, menos, o somatório,
independentemente do seu pagamento, das despesas.
– A Depreciação, para a Contabilidade, está associada com:

) A desvalorização do bem no mercado.

) A diferença entre o preço de aquisição e o preço de


reposição do ativo.

) O reconhecimento da perda de utilidade do ativo.

) TODAS AS RESPOSTAS ANTERIORES.


– Sobre o Patrimônio Líquido de uma empresa é correto
afirmar que:

) Expressa o valor de mercado da empresa.

) É a diferença entre o total de ativos e as obrigações para


com terceiros.

) É a soma das aplicações que a empresa tem, subtraída de


suas dívidas de curto prazo.
– O Balanço Patrimonial contém:

) Os estoques de bens, direitos e obrigações que a entidade


possui em dado instante.

) Os estoques de bens, direitos e obrigações que a entidade


possui ou já possuiu ao longo de sua existência.

) A riqueza dispendida pela empresa no período.

) TODAS AS RESPOSTAS ANTERIORES.


– Para a Contabilidade é correto dizer que:

) Os custos de produção somente se tornarão despesas


quando o produto a que se referem for vendido.

) As perdas e os ganhos, por não serem intencionais, não


afetam o resultado.

) Os investimentos farão parte do resultado na medida em


que forem sendo desembolsados.
0 – Sobre a DRE pode-se afirmar que:

) Busca explicar, para o período a que se refere, onde a


empresa obteve os recursos e onde os aplicou.

) Explica todas as variações que podem ocorrer no


Patrimônio Líquido.

) Cuida somente das receitas e despesas operacionais.

) É baseada no regime de competência.


1 – Supondo que uma redução dos níveis de estoque não
gere, nem despesas adicionais, nem perdas de vendas, pode-
se dizer que o(s) seguinte(s) indicador(es) será(ão) afetados
por esta redução:

) Liquidez Corrente; Giro do Estoque; PMRV e Margem


Bruta.

) Liquidez Geral; Margem Líquida e Composição do


Endividamento.

) Margem Bruta; Margem Líquida e Retorno sobre o


2 – O indicador PMRV (Prazo Médio de Recebimento de
Vendas):

) Tem significado para qualquer empresa, qualquer que seja


a sazonalidade de suas vendas.

) Não considera o volume de vendas à vista realizado pela


empresa.

) Mantidas as demais variáveis constantes, diminuirá


quando as vendas da empresa diminuírem.
3 – Sobre o indicador Retorno sobre o Patrimônio Líquido
(RPL), é correto afirmar que:

) Mantidas as demais variáveis constantes, crescerá junto


com o Patrimônio Líquido.

) Crescerá sempre que o retorno sobre ativos diminuir.

) Muda quando a empresa utiliza lucros acumulados para


constituir reservas.
4 – Sobre o PMPC (Prazo Médio para Pagamento de Compras),
é correto afirmar que:

) Será afetado pelo nível de estoques da empresa.

) Indica o prazo médio que a empresa leva para pagar seus


fornecedores.

) Indica se a empresa paga em dia seus fornecedores.

) TODAS AS RESPOSTAS ANTERIORES.


5 – Sobre o índice Composição de Capital de Terceiros (Passivo
Circulante /(Passivo Circulante + Exig. Longo Prazo)), pode-se
afirmar que:

) Indica que percentual das dívidas da empresa vencem no


curto prazo.

) Aponta a proporção entre as dívidas de curto prazo da


empresa e os recursos investidos por seus acionistas.

) Mensura a relação entre as aplicações de curto prazo e as


obrigações de longo prazo de uma empresa.
6 – A Depreciação, para a Contabilidade, está associada com:

) A desvalorização do bem no mercado.

) A diferença entre o preço de aquisição e o preço de


reposição do ativo.

) O reconhecimento da perda de utilidade do ativo.

) TODAS AS RESPOSTAS ANTERIORES.


7 – O Balanço Patrimonial contém:

) Os estoques de bens, direitos e obrigações que a entidade


possui em um dado instante.

) Os estoques de bens, direitos e obrigações que a entidade


possui ou já possuiu ao longo de sua existência.

) A riqueza despendida pela empresa no período.

) TODAS AS RESPOSTAS ANTERIORES.


8 – Sobre o valor dos indicadores de liquidez e de
endividamento de uma empresa, pode-se afirmar que:

) Independe do(s) ramo(s) de atividade(s) que a empresa


atua.

) Dependem, dentre outros fatores, das atividades que a


empresa exerce e de sua estratégia competitiva.

) Estão relacionados, exclusivamente, ao setor em que atua


a empresa.
9 – Sobre o DOAR, pode-se afirmar que:

) Quando elaborado em relação ao caixa, demonstra


somente os fluxos de curto prazo da empresa.

) É baseado no regime de competência.

) Cuida somente das variações nos fluxos de caixa que se


destinam ao ativo permanente.

) Busca explicar, para o período a que se refere, onde a


0 – O indicador LAJIDA (Lucros antes dos juros, impostos,
depreciação e amortização), também conhecido por sigla em
inglês (EBITDA), indica:

) A capacidade de uma empresa pagar em dia aos seus


fornecedores de matéria-prima.

) O caixa gerado pelos ativos da empresa em um


determinado período.

) A proporção entre o lucro da empresa e os gastos com


juros em um determinado período.
1 – Sobre o Patrimônio Líquido, é correto afirmar que:

) Quando entendido como sendo a dívida que a empresa tem


para com seus acionistas, representa o valor de mercado da
empresa.

) É afetado pelo resultado da empresa.

) Cresce sempre que a empresa paga dividendos.


( F ) Um consumo é o que ocasiona a despesa,
enquanto o recebimento de uma dívida será uma
receita não operacional.
( F ) Mantido todo o resto constante, caso uma
empresa cujo o prazo Médio de Pagamento de
Compras cresça de 30 para 60 dias, terá o seu
índice de liquidez corrente aumentado.
(V ) Perdas e Ganhos, mesmo sendo eventos
aleatórios, afetam o resultado do período.
(V ) Uma empresa que recebeu mais de seus
clientes do que pagou a seus fornecedores, não
necessariamente teve lucro.
(V ) Um investimento é um gasto que irá
beneficiar a empresa por mais de um período.
( F ) O Patrimônio Líquido, quando entendido
como a dívida que a empresa tem com o
acionista, indica o valor de mercado da empresa.
( F ) Empresas que crescem a taxas muito altas,
são grandes geradoras de caixa para os
acionistas.
(V ) Investimentos, por definição, são gastos
que beneficiarão a empresa por mais de um
período.
(V ) Para a Contabilidade a produção não gera
resultado porque os produtos são registrados no
ativo pelo seu custo de fabricação.
( F ) Quando uma dívida for paga pela empresa,
isto reduzirá o seu caixa e, portanto, o seu
resultado.
( F ) Uma empresa que tenha quaisquer dos
indicadores de liquidez menores que um,
certamente estará em dificuldades financeiras.
(V ) Uma empresa pode ter lucro mas não gerar
caixa suficiente para.honrar seus compromissos
(V ) Custos, para a Contabilidade, são gastos
que somente afetarão o resultado quando o
produto for vendido.
( F ) Ao comprar um equipamento à vista, a
empresa nem afeta a sua riqueza nem a
disponibilidade de recursos financeiros.
(V ) Ao decidir que um ativo, antes classificado
no Ativo Permanente, deve ser vendido, a
empresa deverá passar a classificá-lo no Ativo
Circulante.
( F ) Perdas e ganhos, por serem eventos
aleatórios, não afetam o resultado do período.
( F ) Mesmo sem conhecer o montante dos
dividendos pagos, tendo-se em mãos dois
balanços patrimoniais consecutivos, pela
variação da conta lucros acumulados, pode-se
calcular o resultado gerado no período.
( F ) A depreciação é perfeitamente relacionada
com estado físico do bem. Assim, um bem
totalmente depreciado certamente não servirá
para mais nada.
(V ) Uma empresa que passe a dar mais prazo
para que seus clientes paguem, possivelmente
aumentará o seu índice de liquidez corrente.
(V ) O Patrimônio Líquido não indica o valor de
mercado da empresa.
( F ) Uma receita será considerada no período
em que o cliente pagar.
( F ) Para Contabilidade, por conta do Princípio
da Prudência, todas as perdas somente poderão
ser consideradas no resultado depois que tiver
sido confirmada sua ocorrência de fato.
( F ) Quando uma dívida for paga pela empresa,
isto reduzirá o seu caixa e, portanto, o seu
resultado calculado pelo regime de competência.
( F ) Um gasto classificado como investimento,
por definição, não pode ter sido classificado
como desembolso.
( ) Para duas empresas que tenham o mesmo
lucro e o mesmo valor total dos ativos, terá
maior taxa de retorno sobre o Patrimônio
Líquido (Lucro Líquido/Patrimônio Líquido)
aquela que tiver o maior grau de endividamento
((PC+ELP)/PL).