Você está na página 1de 14

Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com

1

Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com 1 Material Didático Progressão Aritmética e Progressão
Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com 1 Material Didático Progressão Aritmética e Progressão

Material Didático

Progressão Aritmética e Progressão Geométrica

Didático Progressão Aritmética e Progressão Geométrica PA – PROGRESSÃO ARITMÉTRICA Conceitos Iniciais Define-se

PA – PROGRESSÃO ARITMÉTRICA

Conceitos Iniciais

Define-se progressão aritmética como toda sequência numérica em que cada termo, a

partir do segundo, é igual à soma de seu antecessor por um número constante r. r é

denominado a razão da P.A

=

As P.A. são classificadas em três tipos:

Uma P.A. é crescente quando r > 0 , ou seja, quando cada termo é maior do que seu

antecessor (claro, a partir do segundo). De fato, da definição decorre que:

Em símbolos:

a

n

a

n

1

+

r

( n

2 )

a

a

a

n

n

n

>

a

a

n

n

1

1

a

n

1

=

>

r

0

( r

>

0 )

Uma P.A. é constante quando r = 0 , ou seja, quando cada termo é igual ao antecessor: constante quando r = 0 , ou seja, quando cada termo é igual ao antecessor:

= 0 , ou seja, quando cada termo é igual ao antecessor: ⇒ − ⇒ ⇒

⇒ −

⇒ =

a

a

a

n

n

n

a

a

n

n

1

1

a

n

1

=

=

r

0

( r

=

0 )

Uma P.A. é decrescente quando r < 0 , ou seja, quando cada termo é menor do que decrescente quando r < 0 , ou seja, quando cada termo é menor do que seu

< 0 , ou seja, quando cada termo é menor do que seu antecessor: ⇒ ⇒

antecessor:

a

a

a

n

n

n

<

a

a

n

n

1

1

a

n

1

=

<

r

0

( r

<

0 )

Fórmula do Termo Geral de uma P.A.

Seja ( a

1

; a

2

; a

3

;

; a

n1

; a

n

;

) uma P.A. qualquer de razão r. Então seu enésimo

termo ( a )

n

é:

a

n

=

a

1

+

( n

1 ).r

SITE – www.geometriamar.com.br

Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com

2

Demonstração: Sabemos, da definição de uma P.A., que a diferença entre cada termo e seu
Demonstração:
Sabemos, da definição de uma P.A., que a diferença entre cada termo e seu antecessor é
igual a razão, isto é:
⇒ a
a
=
r
2
1
⇒ −
a
a
=
r
3
2
⇒ a
a
=
r
4
3
M
M
⇒ −
a
a
=
r
n
n
1
a − = r 4 3 M M ⇒ − a a = r n n
a − = r 4 3 M M ⇒ − a a = r n n

Somando, membro a membro, estas n 1 igualdades, obtemos:

a

1 ).r

a a

2

1

+

a

3

a

2

+

a

4

3

+

+

a

n

a

n

1

=

( n

Cancelando os termos comuns:

⇒−

a

a n

1

+

a

n

=

=

a

1

+

(

( n

n

1).r

1 ).r

Observações:

Da definição decorre que uma P.A. fica determinada quando conhecemos o primeiro

termo e a razão;

Em uma P.A. finita

meios aritméticos;

e

a 1 a

n

são denominados os seus extremos e os demais termos os

A fórmula do termo geral de uma P.A. nos diz que para calcular o termo de ordem n é

suficiente somarmos n 1 vezes a razão ao primeiro termo;

somarmos n − 1 vezes a razão ao primeiro termo; • Do mesmo modo, essa fórmula

Do mesmo modo, essa fórmula permite calcular o número de termos de uma P.A. finita

conhecendo-se seus extremos e a razão.

NOTAÇÕES ESPECIAIS

Quando procuramos obter uma P.A. com 3 ou 4 ou 5 termos é muito prática a seguinte

notação:

SITE – www.geometriamar.com.br

Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com

3

Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com 3 1º. Para 3 termos: 2º. Para 4 termos:

1º. Para 3 termos:

2º. Para 4 termos:

3º. Para 5 termos:


 


x ; x

+

r ; x

+

2r

ou

x

r ; x ; x

+

r

x ; x

+

r ; x

+

2r ; x

+

3r

ou

 
 

r

x

3y ; x

y ; x

+

y ; x

+

3y

( y

=

2

)

x ; x

+

r ; x

+

2r ; x

+

3r ; x

+

4r

ou

x

2r ; x

r ; x ; x

+

r ; x

+

2r

Existe um meio de determinar uma PA sem conhecermos o primeiro termo. Observe a PA:

uma PA sem conhecermos o primeiro termo. Observe a PA: ( a ⇒ ⇒ a a

( a

a

a +

+

n

p

=

=

1

a

1

a

( n

( p

1 ).r

1 ).r

a

a

n

p

=

=

a

1

a

1

+

+

n.r

r

p.r

r

1

; a

2

; a

Subtraindo a 1ª da 2ª teremos

r p.r − r 1 ; a 2 ; a ⇒ Subtraindo a 1ª da 2ª

a

ap.r − r 1 ; a 2 ; a ⇒ Subtraindo a 1ª da 2ª teremos

a

n

n

p

p

=

n.r

( n

a =

a a
a a

n

=

p +

( n

p.r

p ).r

p ).r

3

;

; a

n1

a

n

; a

n

a

p

;

=

; a

p1

a

1

a

1

; a

p

;

+

n.r

)

p.r

− +

r

r

= ; a p − 1 a 1 − a 1 ; a p ; +

Este tipo de artifício é importante para poupar tempo na hora de resoluções de questões

onde não se é conhecido o primeiro termo da P.A

Exemplo (1):

Dado uma P.A. onde o quinto termo é 12 e o nono termo é 32. Qual é a razão da PA?

a

32

20

r

9

=

=

=

=

5

a

12

4r

5

+

+

( 9

4r

5 ).r

SITE – www.geometriamar.com.br

Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com

4

Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com 4 Dica: Repare a fórmula a n seguinte maneira:
Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com 4 Dica: Repare a fórmula a n seguinte maneira:

Dica: Repare a fórmula a

n

seguinte maneira:

=

a

p

+

( n

p ).r

, para o cálculo da razão, pode ser escrita da

a − a n p r = n − p
a
a
n
p
r =
n
p

- A razão da P.A. é sempre a divisão da diferença dos termos com a diferença das ordens

dos termos.

Da questão acima:

32

12

20

= 5

 

r

=

=

 

9

5

4

Exemplo (2):

Dado uma P.A. onde o quinto termo é 12 e a razão vale 5. Qual é o nono termo da P.A.?

a

⇒ =

=

a

=

a

=

a

9

9

9

9

a

12

12

32

5

+

+

+

( 9

4.5

20

5 ).r

Termo Médio de uma P.A.

Propriedades das Progressões Aritméticas  

Propriedades das Progressões Aritméticas

 

Numa P.A., cada termo (a partir do segundo) é a média aritmética dos termos vizinhos

deste.

deste.

 

m

+

r

Exemplo: P.A. : ( m,n,r ) ; portanto,

n

=

2

2

: ( m , n , r ) ; portanto, n = 2 Assim, se lhe

Assim, se lhe apresentarem um problema de P.A. do tipo:

Três números estão em P.A.,

considerar que a P.A. é do tipo:

, a forma mais inteligente de resolver o problema é

( x r , x, x + r ) , onde r é a razão da P.A

Numa P.A., a soma dos termos eqüidistantes dos extremos é constante.

Exemplo:

 

m

+

t

n

+

s

P.A. : ( m, n, r , s, t ); teremos,

r =

2

=

2

, portanto

m + t = n + s = 2r .

SITE – www.geometriamar.com.br

Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com

5

Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com 5 Obs.: Repare na P.A. abaixo: ( a 1
Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com 5 Obs.: Repare na P.A. abaixo: ( a 1
Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com 5 Obs.: Repare na P.A. abaixo: ( a 1
Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com 5 Obs.: Repare na P.A. abaixo: ( a 1

Obs.: Repare na P.A. abaixo:

( a

1

; a

2

; a

3

; a

4

; a

5

; a

6

; a

7

; a

8

; a

9

; a

10

; a

11

; a

12

)

Como a P.A. possui número de par de termos, não existe o TERMO MÉDIO desta P.A., porém, continuam existindo termos que são termos médios de outros termos, ou seja, que são eqüidistantes, veja:

a

a

a

a

a

a

a

a

a

a

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

=

=

=

=

=

a

1

+

a

3

a

2

2

+

a

4

a

3

2

+

a

5

a

4

2

+

a

6

a

5

2

+

a

7

;

=

=

=

=

a

1

+

a

5

a

2

2

+

a

6

a

3

2

+

a

7

a

4

2

+

a

8

;

=

=

=

a

1

+

a

7

a

2

2

+

a

8

a

3

2

+

a

9

;

=

=

a

1

+

a

9

a

2

2

+

a

10

;

=

=

a

6

2

+

a

8

=

a

5

2

+

a

9

=

a

4

2

+

a

10

=

=

=

a

7

2

+

a

9

=

a

6

2

+

a

10

a

8

2

+

a

10

=

a

7

2

+

a

11

=

=

=

=

a

9

2

+

a

11

a

10

2

+

a

12

=

2

.

a

8

2

+

a

12

2

;

a

5

2

+

a

11

a

6

2

+

a

12

2

=

;

a

3

2

+

a

11

=

a

4

2

+

a

12

2

;

a

1

+

a

11

a

2

2

+

a

12

;

2

;

Agora, observe que a ordem do termo médio também representa a média aritmética da

ordem dos seus respectivos termos eqüidistantes.

2 =

1

+

3

/

3 =

2

+

4

=

1

+

5

/

4 =

3

+

5

=

2

+

6

 

2

2

2

2

2

=

1

+

7

2

/

L

Termos Equidistantes dos Extremos ( importante )

( a

1

;

; a

p

;

14243

( p 1 ) termos

; a

q

;

; a

n

)

14243

( n

q ) termos

SITE – www.geometriamar.com.br

Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com

6

Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com 6 Dados os dois termos a p e a

Dados os dois termos

a

p

e

a

q

de uma P.A. finita com n termos, dizemos que eles são

equidistantes dos extremos se o número de termos que antecedem

a

p

,

que são

termos, é igual ao número de termos que sucedem

a

q

, que são ( n q ) termos.

Da definição vem que:

p 1 = n q

p + q = n + 1

( p 1 )

Essa relação nos permite dizer, por exemplo, que em uma P.A. finita com 30 termos, o termo 6 é equidistante do 25, uma vez que 6 + 25 = 30 + 1.

termo 6 é equidistante do 25, uma vez que 6 + 25 = 30 + 1.

Soma dos n primeiros termos de uma P.A. finita

Soma dos n primeiros termos de uma P.A

Seja a P.A. ( a

1

, a

2

, a

3

,

,

a

n1

, a

n

) .

A soma dos n primeiros termos

Também poderemos escrever a igualdade acima como:

S

n

= a + a +

1

2

+

a

n

1

S = a + a

n

n

n

1

+

+

a

2

+ a

1

+ a

Somando membro a membro estas duas igualdades, vem:a n − 1 ⇒ S = a + a n n n − 1 +

( a

+ a Somando membro a membro estas duas igualdades, vem: ( a 2.S n = (

2.S

n

=

( a

+

a

1 n

)

+

2

+

a

n

1

)

+

+

( a

n

+

a

1

)

n

, pode ser deduzida facilmente.

Logo, as n parcelas entre parênteses possuem o mesmo valor (são iguais à soma dos termos n parcelas entre parênteses possuem o mesmo valor (são iguais à soma dos termos

).n , onde n é

extremos ( a

o número de termos da P.A

1

+

a ) , de onde concluímos inevitavelmente que: 2.S

n

n

=

( a

1

+

a

n

inevitavelmente que: 2 . S n n = ( a 1 + a n Daí então,

Daí então, vem finalmente que:

S

n

=

( a

1

+

a ).n

n

2

SITE – www.geometriamar.com.br

Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com

7

Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com 7 Obs.: Soma dos termos de uma P.A. de
Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com 7 Obs.: Soma dos termos de uma P.A. de
Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com 7 Obs.: Soma dos termos de uma P.A. de
Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com 7 Obs.: Soma dos termos de uma P.A. de

Obs.: Soma dos termos de uma P.A. de número ímpar de termos em função do TERMO

MÉDIO da P.A

Ex.: Dado uma P.A. de 5 termos

o valor da soma dos termos dessa P.A.?

a

1

; a

2

; a

3

; a

4

; a

5

, onde o terceiro termo vale 20. Qual é

Solução: Observe que para obtermos a soma dos termos dessa P.A. utilizaremos a fórmula

geral da soma da P.A

( a

1

+ a

n

).n

S

 

=

( a

1

+

a

5

).5

5

2

a

1

e nem de

a

5

a

1

=

a

3

2r

 

a

5

=

a

3

+

2r

3

2r

+

a

3

+

( a

2r ).5

=

S

n

=

2

Não possuímos o valor de

⇒ =

a

⇒ =

a

3

5

a

a

1

3

+

+

2r

2r

∴ ⇒

∴ ⇒

Substituindo teremos:

S

5

=

( a

1

+

a

5

).5

=

mas, pela fórmula geral da P.A.,teremos:

( 2.a ).5

3

=

a

3

.5

=

2

2

2

20.5

=

100

Repare que o

um P.A. de n termos, sendo n ímpar, teremos:

a

3

é o termo médio de uma P.A. de cinco termos. Logo, generalizando para

a ).n

S

n

=

(

a

1

+

n

( a

1

+

a

n

)

S

n

=

2 2

14243

Termo Médio

.( n )

=

( Termo Médio )

×

( nº de termos )

S

⇒ =

n

( Termo Médio )

×

n

Ex.: Dado uma P.A. de 31 termos, onde o décimo sexto termo vale 8. Qual é o valor da

soma dos termos dessa P.A.?

Solução: Já sabemos que numa P.A. de 31 termos o termo médio é o

a

16

, logo:

( 31 )

Bem rápido, não é verdade?

S

31

=

( 8 )

×

=

248

SITE – www.geometriamar.com.br

Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com

8

Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com 8 Obs.: Soma dos n primeiros termos de uma
Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com 8 Obs.: Soma dos n primeiros termos de uma
Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com 8 Obs.: Soma dos n primeiros termos de uma
Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com 8 Obs.: Soma dos n primeiros termos de uma

Obs.: Soma dos n primeiros termos de uma P.A. em função do NÚMERO DE TERMOS

da P.A

Fórmula geral:

=

( a

1

+

a

n

).n

1

+

a

n

a

1

=

+

a

1

n.r

+

n 2

( n

1 ).r

r ).n

S

n

S

Sendo:

Substituindo:

( a

S

n

=

2

a

n

=

a

1

=

( 2.a

1

+

+

n.r

n.r

r

r ).n

2

S

n

n

2

.r

+

n.2.a

1

n.r

= ∴

2

S n

=

2

n.r

n

.r

+

n.a .2

1

2

2

2

Colocando em evidência:

S

n

=

n

2

.   r

2

 

+ n. a

1

r

2

S

n

S

n

=

=

n.2.a

1

+

n

2

.r

n.r

2

n

.r

2

+

2

n.a

1

n.r

2

Conclusão: A soma dos n primeiros termos de uma P.A., em função de n, é uma função do

2º grau reduzida, ou seja, sem o termos independente, onde:

- o fator que multiplica o

- e o primeiro termo é a soma do fator que multiplica o

com o fator que multiplica o n.

n

2

é a metade da razão;

n

2

Ex.: Dado uma P.A. onde a soma dos n primeiros termos vale S

valor do primeiro termo e da razão dessa P.A.?

Solução:

O fator que multiplica o

A soma dos fatores de “ n ” e “n” vale 2 , visto ser 3 5 = −2 , logo

Mais um para fixarmos bem

3.n

n =

2

5.n

. Qual é o

n

2

vale 3, logo a razão é igual a 6, visto ser 3 a metade da razão.

a

1 =−

2 .

2

Ex.: Dado uma P.A. onde a soma dos n primeiros termos vale S

valor do primeiro termo e da razão dessa P.A.?

Solução:

O fator que multiplica o

da razão.

A soma dos fatores de “ n

n = −

6.n

2

+

11.n

. Qual é o

n

2

vale 6 , logo a razão é igual a 12 , visto ser 6

a metade

2

” e “n” vale + 5 , visto ser 6 + 11 = +5 , logo

a

1 =+

5 .

SITE – www.geometriamar.com.br

Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com

9

Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com 9 Johann Carl Friedrich Gauss (ou Gauss ) (
Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com 9 Johann Carl Friedrich Gauss (ou Gauss ) (

Johann Carl Friedrich Gauss (ou Gauss) (Braunschweig, 30 de Abril de 1777

Göttingen, 23 de Fevereiro de 1855), foi um matemático, astrônomo e físico alemão.

Conhecido como o príncipe dos matemáticos. Muitos consideram Gauss o maior gênio da

história da matemática. Seu QI foi estimado em cerca de 240.

Seu pai, Gerhard Diederich, era jardineiro e pedreiro. Severo e brutal, tudo fez para impedir

que seu filho desenvolvesse seu grande potencial. Foi salvo por sua mãe Dorothea e seu tio

Friederich que percebeu da inteligência de seu sobrinho.

Tinha memória fotográfica, tendo retido as impressões da infância e da meninice nítidas até

a sua morte. Ressentia-se de que seu tio Friederich, um gênio, perdera-se pela morte

prematura.

Antes disso já aprendera a ler e a somar sozinho. Aos sete anos entrou para a escola.

Segundo uma história famosa, seu diretor, Butner, pediu que os alunos somassem os

números inteiros de um a cem. Mal havia enunciado o problema e o jovem Gauss colocou

sua lousa sobre a mesa, dizendo: ligget se! Sua resposta, 5050, foi encontrada através do

raciocínio que demonstra a fórmula da soma de uma progressão aritmética.

Diz a lenda que Gauss fora punido pelo professor com a tarefa de somar todos

Diz

a lenda que Gauss fora punido pelo professor com a tarefa de somar todos os números

inteiros de 1 a 100 por estar desatento numa de suas aulas do ciclo primário de

  matemática.
  matemática.
 

matemática.

Apercebeu-se desta fórmula e utilizou-a para calcular imediatamente a soma pedida. Ao

apresentar sua resposta, o professor disse ser impossível o garoto ter realizado a tarefa em

tão pouco tempo e duvidou da resposta de Gauss. O garoto só foi levado a sério no final da

de Gauss. O garoto só foi levado a sério no final da aula, quando os outros

aula, quando os outros alunos obtiveram a resposta. Dizem também que Gauss chegou a ser

punido fisicamente por questionar o professor.

S 1

= +

2

+ 3 +

S

=

100

+

99

+

4

+

98

+

+

96

97

+

+

97

96

+

+

98

+

4

+

99

+ 3 +

100

+

2

+

1


Somando ambos

2S

=

101

+

101

+

101

+

+

101

+

101

+

101

 

14444444244444443

 

100 vezes

 

2S

=

101.100

 

S

10100

=

= 5050

2

SITE – www.geometriamar.com.br

Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com

10

Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com 10 EXERCÍCIOS PROPOSTOS 1. (Geometriamar) A soma dos termos

EXERCÍCIOS PROPOSTOS

1. (Geometriamar) A soma dos termos de uma PA de 5 termos é

termo dessa progressão é:

a.

b.

c.

d.

k 10 k 5
k
10
k
5

k

2k

k 2
k
2

. Então o terceiro

e.

5k 2
5k
2
b. c. d. k 10 k 5 k 2k k 2 . Então o terceiro e.

2. (Geometriamar) O valor

de

x, tal que os números

2x ,

3x

e

x 2 sejam

termos

consecutivos e distintos de uma progressão aritmética, é:

a. racional e maior que 10

b. inteiro e divisor de 12

c. inteiro e múltiplo de 3

d. um número primo

e. irracional
e. irracional

inteiro e múltiplo de 3 d. um número primo e. irracional 3. (Geometriamar) Em uma PA

inteiro e múltiplo de 3 d. um número primo e. irracional 3. (Geometriamar) Em uma PA

3.

(Geometriamar) Em uma PA de 41 termos e de razão 9, a soma do termo do meio com o seu antecedente é igual ao último termo. Então, o termo do meio é:

a.

b.

c.

d.

e.

396

189

201

171

180

o termo do meio é: a. b. c. d. e. 396 189 201 171 180 4.

4. (Geometriamar) A soma dos vinte primeiros termos de uma progressão aritmética é

15 . A soma do sexto termo dessa P.A., com o décimo quinto termo, vale:

a. 3,0

b. 1,0

c. 1,5

d. 1,5

SITE – www.geometriamar.com.br

Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com

11

Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com 11 e. − 3,0 5. (Geometriamar) Hoje um atleta

e. 3,0

5. (Geometriamar) Hoje um atleta nada 500 metros e, nos próximos dias, deverá nadar

uma mesma distância a mais do que nadou no dia anterior. No 15º dia, ele quer chegar

a nadar 3 300 metros. Determine a distância que ele deverá nadar a mais por dia.

a. 400

b. 300

c. 200

d. 100

e. 50

nadar a mais por dia. a. 400 b. 300 c. 200 d. 100 e. 50 6.

6. (Geometriamar) Considere: "Numa PA, cada termo, a partir do segundo, é igual à

Assim,

média aritmética entre o termo antecedente e o

conseqüente

da

PA".

considerando

três

termos

consecutivos

a,

b,

c,

temos

que

b =

a

+

2

c

.

Agora, determine o valor de x, sendo que os números

formam, nessa ordem, uma PA.

a.

x

2

,

( x + 2 )

2

e ( x + 3 )

2

b.ordem, uma PA. a. x 2 , ( x + 2 ) 2 e ( x

c.uma PA. a. x 2 , ( x + 2 ) 2 e ( x +

d. uma PA. a. x 2 , ( x + 2 ) 2 e ( x +

e.

a. x 2 , ( x + 2 ) 2 e ( x + 3 )

7. (Geometriamar) O cometa Halley visita a Terra a cada 76 anos. Sua última passagem

por aqui foi em 1986. Quantas vezes ele visitou a Terra desde o nascimento de Cristo e

em que ano foi sua primeira passagem na era cristã?

a. 30 e 42

b. 25 e 12

c. 27 e 20

d. 30 e 34

e. 27 e 10

SITE – www.geometriamar.com.br

20 d. 30 e 34 e. 27 e 10 SITE – www.geometriamar.com.br Matemática Faixa Preta –

Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com

 

12

8. (Geometriamar) O produto das raízes da equação x

2 +

2x

3

− =

0

é a razão de uma

PA de primeiro termo 7. O 100º termo dessa PA é:

a. 185

b. 290

c. 190

d. 195

e. 275

9. (Geometriamar) A quantidade de números compreendidos entre 1 e 5000, que são

divisíveis por 3 e por 7, ao mesmo tempo:

a. 138

b. 238

c. 137

d. 247

e. 157

7, ao mesmo tempo: a. 138 b. 238 c. 137 d. 247 e. 157 10. (Geometriamar)

10. (Geometriamar) Sendo

determine n tal que

a.

b.

c.

d.

S

n

S

n

a soma dos termos de uma PA de razão 4, em que a

é igual a 1456.

26dos termos de uma PA de razão 4, em que a é igual a 1456. 27

27 termos de uma PA de razão 4, em que a é igual a 1456. 26 29

29

28

30uma PA de razão 4, em que a é igual a 1456. 26 27 29 28

e.

1 =

6 ,

11. (Geometriamar) Sabendo que a soma do segundo e do quarto termos de uma

Sabendo que a soma do segundo e do quarto termos de uma progressão aritmética é 40

progressão aritmética é 40 e que a razão é

primeiros temos será:

a. 650

b. 550

c. 450

d. 350

e. 250

3 4
3
4

do primeiro termo, a soma dos dez

SITE – www.geometriamar.com.br

Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com

13

Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com

14

Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com 14 12. (Geometriamar) As medidas dos lados de um

12. (Geometriamar) As medidas dos lados de um triângulo retângulo estão em P.A. de

razão 3. Calcule a maior medida.

a.

b.

c.

d.

e.

18

15

12

9

6

13. (Geometriamar) A soma dos 50 primeiros termos de uma PA, na qual a

6

+

a

45

=

160 ,

termos de uma PA, na qual a 6 + a 45 = 1 6 0 ,

4,00 e o da sétima é R$ 0,50. Quanto gastará o proprietário de um automóvel estacionado 5 horas nesse local?

a.

b.

c.

d.

R$ 17,80

R$ 20,00

R$ 18,00

R$ 18,70

17. (Geometriamar) Inserindo-se k meios aritméticos entre 1 e

progressão aritmética de razão:

2

k , obtém-se uma

vale:

a. 3480 b. 4000 c. 4320 d. 4200 e. 4500 14. (Geometriamar) A soma dos
a. 3480
b. 4000
c. 4320
d. 4200
e. 4500
14. (Geometriamar) A soma dos n primeiros termos de uma PA é n
dessa PA vale:
17
a.
b.
18
c.
19
20
d.
21
e.
15. (Geometriamar) A razão de uma PA, na qual a
+ a
=
20
e a
+
3
5
4
 

a.

1

b.

k

 
   

c.

k

1

d.

k

+ 1

e.

k

2

18. (Geometriamar) Quantos múltiplos de 9 ou de 15 há entre 100 e 1000?

 

2 +

2.n

. O 10º termo

a. 100

 
 

b. 180

c. 120

c. 120

d. 140

e. 160

e. 160

19. (Geometriamar) Para que a soma dos termos da seqüência ( − 8 1 ,

19. (Geometriamar) Para que a soma dos termos da seqüência ( 81, 77, 73

)

seja um

 

número positivo, deve-se considerar no mínimo

a

7

=

29

, vale:

a. 35 termos

 
a 7 = 29 , vale: a. 35 termos   a. 3 b. 5 c. 7

a. 3

b. 5

c. 7

d. 9

e. 11

16. (Geometriamar) Um estacionamento cobra R$ 6,00 pela primeira hora. A partir da segunda hora, os preços caem em progressão aritmética. O valor da segunda hora é R$

SITE – www.geometriamar.com.br

valor da segunda hora é R$ SITE – www.geometriamar.com.br b. 39 termos c. 41 termos d.

b. 39 termos

c. 41 termos

d. 42 termos

e. 43 termos

20. (Geometriamar) Se a soma dos 10 primeiros termos da PA é 50 e a soma dos 20 primeiros termos também é 50, então a soma dos 30 primeiros termos é

a. 0

SITE – www.geometriamar.com.br

Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com

15

Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com 15 b. 25 c. 50 d. 100 e. 150
Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com 15 b. 25 c. 50 d. 100 e. 150

b. 25

c. 50

d. 100

e. 150

21. (Geometriamar) Numa P.A. de 53 termos, onde o vigésimo sétimo termo vale 15,

qual o valor da soma dos termos desta P.A.?

a. 530

b. 870

c. 550

d. 810 e. 795 22. (Geometriamar) Numa P.A. de 81 termos, onde o quadragésimo primeiro
d. 810
e. 795
22. (Geometriamar) Numa P.A. de 81 termos, onde o quadragésimo primeiro termo vale
10, qual o valor da soma dos termos desta P.A.?
a. 900
b. 810
c. 850
d. 1090
e. 1200

23. (Geometriamar) A soma do 4º e 8º termos de PA é 20; o 31º termo é o dobro do 16º

termo. Determine a PA:

a. (-5, -2, 1,

b. (5, 6, 7,

c.

d.

e.

)

)

(0, 2, 4, (0, 3, 6, 9, (1, 3, 5,

)

)

)

SITE – www.geometriamar.com.br

Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com

16

Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com 16 PG – PROGRESSÃO GEOMÉTRICA Entenderemos por progressão

PG – PROGRESSÃO GEOMÉTRICA

Entenderemos por progressão geométrica (PG) como qualquer seqüência de números

reais ou complexos, onde cada termo a partir do segundo, é igual ao anterior, multiplicado

por uma constante denominada razão.

Exemplos:

( 1, 2, 4, 8, 16 , 32,

(

⇒ −

54,

18,

6,

2,

)

PG de razão 2

2

3 ,

)

1

PG de razão 3

6, − 2, ) PG de razão 2 − 2 3 , ) 1 PG de

( 5, 5, 5, 5, 5, 5, 5,

)

PG de razão 1

( 100, 50, 25,

)

1

PG de razão 2

( 1, 2, 4, 8, 16 ,

( 3,0,0,0,0 ) PG de razão 0.

)

( 5, 5, 5, 5,

)

PG de razão 2

PG de razão 1

Fórmula do termo geral

Seja a PG genérica: ( a , a , a , PG genérica: ( a ,a ,a ,

,

termo, ou seja, o termo de ordem n . Sendo q a razão da PG , da definição podemos n. Sendo q a razão da PG, da definição podemos

1

2

3

,a

n

)

, onde

a

1

é o primeiro termo, e

a

n

é o n-ésimo

escrever:

a .qonde a 1 é o primeiro termo, e a n é o n-ésimo escrever: a .q

a .q

⇒ =

a

2

3

1

2

⇒ =

a

⇒ =

a

4

a .q

3

=

=

( a .q ).q

1

=

a .q

1

2

( a .q

1

2

).q

=

a .q

1

3

a .q 3 = = ( a .q ).q 1 = a .q 1 2 (

Infere-se (deduz-se) que:

a

n

=

a .q

1

n

1

Genericamente, poderemos escrever:

que é denominada fórmula do termo geral da PG.

a

j

=

a .q

k

j

k

.

Nota: Uma PG genérica de 3 termos, pode ser expressa como:

(

x

, x, x.q )

, onde q é a razão da PG.

q

SITE – www.geometriamar.com.br

Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com

17

Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com 17 Classificação 1º. Crescentes – São as PG em

Classificação 1º. Crescentes – São as PG em que cada termo é maior que o anterior. Notemos que isto pode ocorrer de duas maneiras:

a. PG com termos positivos; Exemplo 1º

b. PG com termos negativos. Exemplo 2º

2º. Constantes – São as PG em cada termo é igual ao anterior. Observemos que isto ocorre em duas situações:

a. PG com termos todos nulos;

b. PG com termos iguais e não nulos. Exemplo 3º

nulos; b. PG com termos iguais e não nulos. Exemplo 3º 3º. Decrescentes – São as

3º. Decrescentes – São as PG em que cada termo é menor que o anterior. Notemos que isto pode ocorrer de duas maneiras:

a. PG com termos positivos; Exemplo 5º

b. PG com termos negativos. Exemplo 4º

4º. Alternantes – São as PG em que cada termo tem sinal contrário ao do termo anterior. Isto ocorre quando q < 0 . Exemplo 6º

5º. Estacionárias – São as PG em que a São as PG em que a

q = 0 . Exemplo 7º q = 0 . Exemplo 7º

1

0

, a

2

=

a

3

=

a

4

=

=

0

. Isto ocorre quando

Notações Especiais Para a obtenção de uma PG com 3 ou 4 ou 5 termos é muito Para a obtenção de uma PG com 3 ou 4 ou 5 termos é muito pratica a notação seguinte:

3 ou 4 ou 5 termos é muito pratica a notação seguinte: 1º. Para 3 termos

1º. Para 3 termos -

2º. Para 4 termos -

3º. Para 5 termos -

( x, xq, xq )

(

2

x

q

, x, x.q )

ou

2

( x, x.q, x.q , x.q

(

x

3

y

,

x

y

, x.y, x.y

3

3

)

)

ou

( x, x.q, x.q

2

, x.q

3

4

, x.q

(

x

2

q

,

x

q

,

x, x.q, x.q

2

)

)

ou

SITE – www.geometriamar.com.br

Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com

18

Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com 18 Propriedades principais P1 - em toda PG ,

Propriedades principais P1 - em toda PG, um termo, a partir do segundo termo é a média geométrica dos termos imediatamente anterior e posterior.

Exemplo: PG ( a, b, c, d , e, f , g )

Temos então:

 ⇒

 ⇒

2

b

d

2

=

=

a.c

c.e

c

e

2

2

=

=

b.d

d . f

etc

P2 - o produto dos termos eqüidistantes dos extremos de uma PG é constante.

termos eqüidistantes dos extremos de uma PG é constante. Exemplo: PG ⇒ ( a, b, c,

Exemplo: PG ( a, b, c, d , e, f , g )

Temos então:

a.g = b.f = c.e = d.d = d

2

Soma dos n primeiros termos de uma PG.

Seja a PG ( a ,a

1

2

2

,a

3

,a

n

,

)

. Para o cálculo da soma dos n primeiros termos

n

1

+ a

n

+ a

,

considerar o que segue:

S

n

= a + a +

1

S

n

Multiplicando ambos os membros pela razão q vem:+ a , considerar o que segue: ⇒ S n = a + a + 1

S ⇒

Logo, conforme a definição de PG , podemos reescrever a expressão acima como: PG, podemos reescrever a expressão acima como:

a .q

.q

=

n 1

+

a .q

2

+

+

a

n

1

.q

+

a .q

n

, vamos

⇒ S .q = a + a + + a + a .q n 2
S
.q
=
a
+
a
+
+
a
+
a .q
n
2
3
n
n
Observe que ( a
+
a
+
+
a
)
é igual a ( S
a ) . Logo, substituindo, vem:
2
3
n
n
1
⇒ =
S
.q
( S
a
)
+
a .q
n
n
1
n
⇒ −
S
.q
S
=
a q
a
n
n
n
1
Daí, simplificando convenientemente, chegaremos à seguinte fórmula da soma:
a q
− a
n
1
S
=
n
q
− 1

SITE – www.geometriamar.com.br

Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com

19

Matemática Faixa Preta – MSN – geometriamar@live.com 19 Se substituirmos   n − 1 , obteremos

Se substituirmos

 

n

1

, obteremos uma nova apresentação para a fórmula da soma,

a n

=

a .q

1

ou seja:

 

a .q

S

n

=

a

n

.q

a

q

1

1

=

1

n

1

.q

a

1

=

a .q

1

n