Você está na página 1de 8

LIÇÕES DE CRISTO SOBRE A ORAÇÃO!

De uma feita, estava Jesus orando em certo lugar; quando


terminou, um dos seus discípulos lhe pediu: Senhor, ensina-nos a
orar como também João ensinou aos seus discípulos. 2 Então, ele
os ensinou: Quando orardes, dizei: Pai, santificado seja o teu nome;
venha o teu reino; 3 o pão nosso cotidiano dá-nos de dia em dia; 4
perdoa-nos os nossos pecados, pois também nós perdoamos a todo
o que nos deve; e não nos deixes cair em tentação. 5 Disse-lhes
ainda Jesus: Qual dentre vós, tendo um amigo, e este for procurá-lo
à meia-noite e lhe disser: Amigo, empresta-me três pães, 6 pois um
meu amigo, chegando de viagem, procurou-me, e eu nada tenho
que lhe oferecer. 7 E o outro lhe responda lá de dentro, dizendo:
Não me importunes; a porta já está fechada, e os meus filhos
comigo também já estão deitados. Não posso levantar-me para tos
dar; 8 digo-vos que, se não se levantar para dar-lhos por ser seu
amigo, todavia, o fará por causa da importunação e lhe dará tudo o
de que tiver necessidade. 9 Por isso, vos digo: Pedi, e dar-se-vos-á;
buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á. 10 Pois todo o que pede
recebe; o que busca encontra; e a quem bate, abrir-se-lhe-á. 11
Qual dentre vós é o pai que, se o filho lhe pedir pão, lhe dará uma
pedra? Ou se pedir um peixe, lhe dará em lugar de peixe uma
cobra? 12 Ou, se lhe pedir um ovo lhe dará um escorpião? 13 Ora,
se vós, que sois maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos,
quanto mais o Pai celestial dará o Espírito Santo.
Lucas 11: 1-13

1. Esta parábola foi dita tanto aos discípulos de Jesus


como aos não crentes.
a) É uma parábola de ensino.
(1) Foi dita por Jesus para ser claramente
entendida e para não mascarar a sua doutrina.

2. Jesus voluntariamente respondeu ao pedido dos


discípulos em forma de parábolas.

Lição de Cristo sobre a oração:


I. TENHA A ATITUDE ADEQUADA
2 Então, ele os ensinou: Quando orardes, dizei: Pai,
santificado seja o teu nome; venha o teu reino; 3 o pão
nosso cotidiano dá-nos de dia em dia; 4 perdoa-nos os
nossos pecados, pois também nós perdoamos a todo o que
nos deve; e não nos deixes cair em tentação.
Lucas 11.2-4
A. Jesus demonstrou a atitude adequada para a
oração.
1. Jesus não ensinou esta oração para ser
memorizada e recitada.
a) Muitos a chamam de a "Oração do Senhor" ou "O
Pai Nosso".
É decorada pelas crianças e repetida em ocasiões
variadas.
(1) Jesus está ensinando que a oração é um diálogo entre o
coração de um homem e coração de Deus.
2. Em sua oração, Jesus ensinou-lhes as atitudes
do coração que deveriam estar em todas as orações.
a) 1. "Pai" = É aquele com quem existe uma relação
pessoal. (Relação parental)
b) "Santificado seja o teu nome" = reverente,
respeitoso, humilde
c) "Venha o teu reino" = submissa ao reino de Deus
d) "O pão nosso de cada dia nos dá hoje" =
dependência, a confiança, a aceitação da vontade de
Deus
e) "Perdoa-nos os nossos pecados" = penitência,
humildade
f) "Nosso perdão aqueles que nos tem ofendido" =
amor pelos outros, a disposição para dar aos que
esperam receber
g) "Não nos deixeis cair em tentação" = desejo de
santidade e compromisso com a procurá-lo
A oração de cada pessoa será diferente em cada
circunstância. Mas esses princípios orientam a nossa
abordagem a Deus.
II.INSISTA EM SUAS ORAÇÕES
9 Por isso, vos digo: Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e
achareis; batei, e abrir-se-vos-á. 10 Pois todo o que
pede recebe; o que busca encontra; e a quem bate,
abrir-se-lhe-á.
Era comum as pessoas a viajarem durante a noite.
1. Muitas das viagens Palestina à noite para evitar o
calor do sol.
a) Eles não tinham carros ou hotéis ao longo do
caminho.
b) Hospitalidade era um dos maiores valores da sua
cultura.
(1) As pessoas se alegraram para receber os
visitantes. (Era considerada uma bênção de
Deus.)
(a) Estendendo, a hospitalidade era uma
obrigação moral.
(b) Aquele que não mostra boa
hospitalidade caiu em
desgraça.
c) A hospitalidade é também um valor cristão.
(1) Faz parte do amor cristão. ...
(2) Hospitalidade é chamado a todos os
cristãos. ...
(3) Os líderes da Igreja devem ser
hospitaleiros. ...
2. As casas Orientais não eram como as casas ocidentais
de hoje.
a) Em Média as casas na Palestina eram pequenas.
(1) A maioria das casas tinham:
(a) baixo um quarto com uma
janela.
(b) A área do telhado que
poderia ser usado como uma
sala de estar. (Aproximou-se
de fora).
(c) Um tipo de telhado de
galpão anexo para cobrir área
para cozinhar fora.
(d) O chão era apenas sujeira
que havia sido compactado e
então coberto com juncos.
(e) As casas tinham muito
pouca mobília.
a. Alguns tinham uma mesa,
mas a maioria não. (É por isso
que as lâmpadas foram
estabelecidas em uma cesta.)
(f)Só os ricos tinham camas
levantadas.
c. Algumas casas tinham uma
plataforma ligeiramente
elevada para dormir.
(Abrangidos cerca de 1 / 3 do
piso)
(g) Muitos tinham um
pequeno fogão de carvão para
o calor.
(h) Regime de dormir também
eram muito diferentes.
(i) As pessoas não têm
quartos individuais ou camas
para dormir mesmo indivíduo.
(j) Eles dormiam em esteiras
no chão perto do fogão de
carvão térmico.
(k)Fazia frio na noite assim
que todos se amontoaram
para o calor.
(l)O homem da casa dormia
em toda a porta.
(m) A casa era usada como
armazém para as culturas e
um galpão para fixar
ferramentas.
(n) Pequenos animais eram
comumente fixado em casa à
noite. (Galinhas, cabras)
(o) Para fazer uma pessoa se
levantar e começar algo,
afinal eram camas para baixo
foi
um incómodo muito maior
para eles do que seria para
um ocidental.
(p) O despertar seu vizinho
também tinha sido despertado
pelo viajante.
(q)Ele sabia que o
inconveniente que ele estava
causando o seu vizinho,
mas também sabia que ele
poderia obter ajuda.
* Lembre-se: Jesus disse isto
para ensinar sobre a oração.

(r)
(s)
Basicamente, Jesus diz: "Não hesite em dizer a Deus o que
você precisa."
O vizinho foi infeliz ao ser despertado,
mas ele deu o seu amigo que ele precisava.
1. Se um simples homem vai responder a uma
necessidade, quanto mais a vontade de Deus fazê-lo?
2. Deus nunca dorme e nunca é perturbado pelos nossos
pedidos.
a) Jesus não está dizendo que devemos fazer pirraça
com Deus como uma criança mimada.
b) Jesus não diz que Deus pode ou vai ser
desgastado por muito pedir.
c) O homem nunca pode prevalecer ou impor a sua
vontade de Deus.
(1) Para que tal atitude seria errado em si.

(2) Deus é infinito em todos os seus atributos ...


no poder, bem como a paciência.
3. Em três maneiras Jesus diz aos seus discípulos para
que não hesite em nos aproximar de Deus.
4. Em três maneiras Jesus diz aos seus discípulos (nós)
não hesite em nos aproximar de Deus.

a) Peça = Você será dado.


b) Busque = Você vai encontrar.
c) Bata = Vai ser aberto para você.

(1) Jesus esta pronto para ajudar-nos.


vos, pois, humildes sob a poderosa mão de
Deus,
que Ele vos exalte no devido tempo, I Pedro 5: 6
(2) Abra mão de toda a vossa ansiedade, porque
Ele tem cuidado de vós.
Heb. 4: 16 - Portanto cheguemo-nos com confiança
ao trono da graça,
para que possamos alcançar misericórdia e achar
graça para socorro em tempo de necessidade. Heb. 4:
16

III.CREIA QUE DEUS CONHECE A SUA NECESSIDADE.

A segunda parábola reforça a primeira..

1. Ele se dirige aos seus discípulos que têm filhos.


2. Quando seu filho pede as coisas que eles necessitam
para sobreviver, como você responde.

a) Você se recusa a dar-lhes aquilo que eles


precisam?
b) Você dar-lhes algo que vai prejudicá-los?
c) Ele apela à sua lógica; É melhor do que Deus? Ele
cuida de Seus filhos.
Observação:
a. As pessoas não devem desligar a cabeça quando se fala de questões
de fé. Certamente deve ser um teste para a paciência de Deus, por
exemplo:

d)
Apresentei-o a teus discípulos, mas eles não
puderam curá-lo. 17 Jesus exclamou: Ó geração
incrédula e perversa! Até quando estarei
convosco? Até quando vos sofrerei? Trazei-me
aqui o menino. Mateus 16.16-17
3. . Quando o filho de Deus se aproxima do seu Pai
Celestial,
Ele vai dar o que eles precisam.
a) Ele sabe do que precisamos antes mesmo de
perguntar. (Cf. Matt. 6: 32)

Porque os gentios é que procuram todas estas coisas;


pois vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas
elas; Mateus 6.32
b) . Deus não promete nos dar tudo que queremos.
c)
d)
pedis e não recebeis, porque pedis mal, para
esbanjardes em vossos prazeres. Tiago 4.3

E esta é a confiança que temos para com ele: que, se


pedirmos alguma coisa segundo a sua vontade, ele
nos ouve. I João 5.14

IL. – O jovem tentou manipular o pai em uma moto que


seu pai não queria que ele tivesse. Ele não conseguiu e perdeu sua bicicleta.
C. Quando Deus concede um pedido, ele nem sempre
faz do jeito que esperamos.
ILL. - Durante muito tempo, um amigo continuou orando por uma abertura para compartilhar a
evangelho com seu vizinho. Eventualmente, ele atropelou o gato de que
filha do vizinho e a criança foi devastado. O amigo
tinha certeza de que ele não tinha mais esperança de evangelizar o vizinho.
No entanto, ao trabalhar com o problema, eles se tornaram amigos
e um par de anos na estrada o vizinho se tornou um cristão.

CONCLUSÃO:
Deus é um bom pai.
1. Ele cuida de Seus filhos.
2. Ele está sempre acessível.
3. Ele sabe o que precisa e irá fornecer o necessário.
B. Entre os maiores privilégios que um cristão pode
gabar é o acesso irrestrito acesso ao Pai.
1. É um privilégio que nunca devemos negligenciar.
2. Nunca devemos permitir que nossas orações para
se tornar recitações ritualístico. (Coração a coração)
3. Devemos aproximar confiantemente de Deus:
a. Como uma criança se aproxima de seus pais.
b. Com reverência e submissão
c. Com a dependência, confiança, aceitação e
d. Buscando arrependimento e perdão
e. Buscando a santidade e a pureza