Você está na página 1de 2

LEI MUNICIPAL N°3.442/2005

“Disciplina legal para a propriedade, a posse, o transporte e a guarda responsável de cães no município de Taquara”.

CLÁUDIO KAISER, Prefeito Municipal de Taquara, Estado do Rio Grande do Sul. FAZ SABER, que a Câmara Municipal de Vereadores, no uso das atribuições que lhe confere a Lei Orgânica Municipal, aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei:

Art. 1º. A propriedade, a posse, o transporte e guarda de cães de qualquer raça no Município de Taquara, estará sujeito às seguintes medidas:

I – os cães de qualquer origem, raça e idade deverão ser vacinados, anualmente, leptospirose, hepatite e contra raiva, no caso de surgimento de surto desta doença. II – condução em locais públicos ou veículos apenas com utilização de equipamentos de contenção, como guias curtas, coleira com enforcador, fucinheiras, mordaças, ou caixas especiais para transporte, e uso de tranqüilizantes, quando necessário;

III – guarda em condições adequadas à contenção do animal, sob estrita vigilância do responsável, de modo a tornar impossível a evasão, com placas de advertência sobre a ferocidade do cão, em local visível, no caso deste ser considerado de raça agressiva; IV – o cão não poderá, durante o horário comercial, ter acesso aos locais livres para prestadores de serviço, tais como correios e telégrafos, concessionários de energia elétrica, água, telecomunicação, e outros.

Art. 2º . O descumprimento das normas previstas nesta Lei sujeita os responsáveis à multa de 0,5 URM (Meia Unidade de Referencia Municipal), sendo

aplicada em dobro no caso de reincidências, ficando o animal sujeito à apreensão pelo poder público. § 1º . O Município de Taquara, através da Secretaria de Meio Ambiente, efetuara convenio com a APATA, ou outras entidades que porventura venham desenvolver ações nesta área, para aplicação da presente Lei, em consonância com a Lei 3105/2003. § 2º . Os valores arrecadados com a aplicação de multas, reverterão à entidade conveniada, objetivando cobrir despesas com a manutenção de animais apreendidos.

Art. 3º-. Será de responsabilidade do dono do cão que vier a provocar

lesões, cobrir despesas medicas, ambulatoriais ou hospitalares, sempre que houver comprovado o descumprimento da presente lei.

No caso de reincidência, e se quem descumpre as

normas é criador ou comerciante de cães, a multa prevista no “caput” deste artigo se

aplica em dobro.

Parágrafo Único .

Art. 4º . O Poder Executivo regulamentará a aplicação desta Lei, no prazo de 60 (sessenta) dias após ser sancionada ou promulgada.

Art. 5º . Esta lei entrará em vigor 60 (sessenta) dias após publicação.

PALÁCIO MUNICIPAL CEL. DINIZ MARTINSN RANGEL – Taquara, 30 de junho de 2005.

Registre-se e Publique-se.

Jozsef Cseke Secretário de Administração

CLÁUDIO KAISER Prefeito Municipal