Você está na página 1de 2

O pssaro da felicidade

Camila colocou-o na concha da sua mo e acariciou-o muito

delicadamente.

A madrinha disse-lhe:

No saco que tenho s costas, h uma linda gaiola. D-ma

depressa para l colocar este pssaro e voltar a fechar a grade.


Franois David
Loiseau bonheur Mas, madrinha, o pssaro sentir-se- infeliz to longe de
Paris, Albin Michel, 2003
(Traduo e adaptao) casa, como se sente a minha me, e vai ficar preso como o meu pai.
De modo nenhum! Vais ver como canta bem. cantar! Vou dar-lhe trs vergastadas e juro-te que o vais ouvir,

Mas o pssaro permaneceu silencioso. podes crer. E no te esqueas: sem canto no h mimos!

Todos os dias a madrinha perguntava: Mas a menina no teve coragem de bater no passarinho.

Ento? Canta? tardinha, resolveu abrir a gaiola e a janela. Depois de um

E Camila respondia: ltimo beijo no bico, lanou o pssaro em direo ao cu e ficou a v-

No. lo voar.

O pssaro no cantava. E Camila, desde que a me estava Quando a madrinha soube, explodiu de raiva.

escondida por causa da guerra, e desde que o pai tinha sido preso, Desobedeceste-me, sua peste! Tomo conta de ti, alimento-

tambm nunca mais cantara. -te, at te ofereo um pssaro, e tu deixa-lo ir embora! Vais ter o

Certa noite, a madrinha ficou muito zangada: que mereces!

A culpa tua, por estares sempre de mau humor! No Porm, alguns dias mais tarde, logo que chegou da escola,

queres cantar! Da que ele tambm no cante! Se, para a prxima, ele Camila viu a me. A menina ficou doida de alegria. Tambm se deu

no cantar, vou torcer o pescoo a este pssaro da infelicidade! logo conta da presena de um homem sujo e barbudo que se

Logo que ficou s, Camila esforou-se por cantar. O seu canto aproximava.

era to comovente que o pssaro cantou, baixinho, para a Teve medo, recuou, deu um grito, e, de repenteatirou-se para

acompanhar. os seus braosOs braos do pai! Tambm ele tinha regressado. A

No dia seguinte, Camila perguntou: guerra acabara!

A madrinha j o ouve cantar? Oh, por favor, no lhe tora o Mesmo por cima deles, um pssaro via-os a beijarem-se.

pescoo! Foi ento que se ps a cantar, a cantar sem parar, a cantar o

No a isto que chamo cantar. Mas eu sei como faz-lo belo canto esquecido da felicidade.