Você está na página 1de 4
PORTE PAGO PREÇO 10$00 DA DO CORVO MENSÁRIO - 0 11 Fevertiro - 79 .
PORTE PAGO PREÇO 10$00 DA DO CORVO MENSÁRIO - 0 11 Fevertiro - 79 .

PORTE

PAGO

PREÇO

10$00

DA DO CORVO

MENSÁRIO -

0

11

Fevertiro - 79

."'0 I

- 0 11 Fevertiro - 79 . " ' 0 I rno de ajuda fraterna na

rno de ajuda fraterna na Paróquia de

- criado

nesta

da

o outro, sentindo-sei dono da própria casa, zela a sua manu- tenção. Mais, sente-se social- mente realizado; opera-se nele uma promoção que o coloca ao nível da comunidade em que está inserido; adquire o gosto de viver; a casa fá-lo

(Continua na página 2)

Miranda

IV

Luz Eléctrica

Completaram-se no mês pas~

sado 56 anos sobre a data em que

se inaugurou a iluminação pú-

blica e particular da vila de Miranda do Corvo, melhora- mento que muitas cidades e vilas mais importantes que a nossa, ao tempo não possuiam.

-.-=1""" ção ou repa- Integra- se mais vasto, a do qual bene- t:nas de milha-

novas: uma pela Conferência

a no Montoiro,

"'1I""•.a. e duas no Cahe- pela Casa do nas FontaÍllhas, Carlos e uma na outro benfeitor.

os pobres recolhi- casas, aconselhou

de critério - dar

ã ajuda aos pobres construir as suas . Foi assim que

- construções referi- de vinte e cinco

- daram a erguer ou

na nossa paróquia e _ropriedade dos seus Enquanto o pobre urna casa do Patri- desleixa e em regra riorar a habitação ;eqllências desastrosas,

Ano

da

Criança

Interna'c'ion'al

"

,

AS CRIANÇAS APRENDEM o QUE VIVEM

Se uma criança vive sendo criticada Aprende a condenar Se uma criança vive com hostilidade Aprende a brigar Se uma criança vive envergonhada Aprende a sentir-se culpada Se uma criança vive com tolerância Aprende a ser paciente

Se uma criança vive com estímulo Aprende a confiar

Se uma criança vive valorizada Aprende a valorizar Se uma criança vive com igualdade Aprende a ser justa Se uma criança vive com segurança Aprende a ter fé Se uma criança vive com compreensão Aprende a querer-se Se uma criança vive com amizade e carinho Aprende a encontrar AMOR NO MUNDO

PAGAMENTO

DE

Quase a terminar o primefro ano de publicação de Mirante

muitos assinantes nos têm pro- curado para saber como hão-de proceder a renovação da assi- natura. As condições de assinatura são por um ano (12 números) pago adiantadamente. Assim para os que recebem

ASSINATURAS

Mirante desde---- o 1.· número completam no próximo mês de Março os 12 números do nosso contrato. Os outros à medida que os forem completando serào avisados por meio de uma circular para satisfazer

a importância da sua assina- tura.

(Continua na página 2)

antiga

A iniciativa partiu do Prof.

Dr. Eusébio Tamagnin gerente da firma Pinto Basto, Salguein, Lda. que propôs à Câmara Mu- nicipal um contrato para ilu-

minação eléctrica da vila pro- duzida por um gerador movido pela máquina a vapor desta firma. Este ilustre homem de Ciên- cias . embora não natural do nosso concelho residiu durante uma larga parte da sua vida em Godinhela tendo sido Ministro

(Continua na página 5)

Av. José Falcão

da Câmara pro-

ceder à reabertura do trânsito na faixa central desta avenida. Congratulamo-nos com esta iniciativa que vem ao encontro dos desejos dos Mirandenses que nunca concordaram com as alterações "erificadas. Esperamos que a actual edi- lidade consiga as verbas neces- sárias nào só para a reabertura da rua como também para a reconstrução dos velhosjardins.

É intenção

para a reconstrução dos velhosjardins. É intenção Plano de actividades da Câmara Municipal A

Plano

de

actividades

da

Câmara

Municipal

A Câmara enviou à Assem-

bleia Municipal o plano de acti-

vidade para o ano de 1979 e que foi aprovado. plano de iutenções, pois não estando regulada ainda a Lei

d Cl s Finanç . as Locais não se

sabe qual será o montante atri- buído a este Município.

Na impossibilidade de o trans-

crever na íntegra devido à sua

extensão iremos dando notícias à medida que ele se for con- cretizando.

N.O

11 -

FEVEREIRO 79

Património dos Pobres

(Continuação da 1." página)

enraizar e não pemm abando- nar a sua terra. Com tal

promoção beneficiam a família,

a coml.!nidade local e a Nação. A primeira direcção do Pa- trimónio toi constituída pelo Padre Coimbra, Fausto Branco

e Manuel Carvalho. A actual

direcção, que sucedeu àWlela é presidida por Belmiro Coutinho e tem como colaboradores o Eng. Silvério, de Espinho, como secretário, Fausto Branco, como tesoureiro, e Fernando Barata, do Espinho, Alberto Anastácio, de Miranda, José Lucas e José Alberto, dos Moinhos, como vogais. Esta comissão reune mensalmente nas primeiras quartas feiras, pelas 21 horas, na Boa Morte. A actuação da Comissão nos últimos meses, concretizou-se pela reparação de uma casa em Vendas da Serra; uma em Mi- randa e duas no Montoiro. Está a ajudar uma construção nova no Montoiro para uma família numerosa a viver num tugúrio. Está a iniciar a cons- trução duma casa nos Moinhos para uma viúva pobre e com filhos e pensa iniciar breve- mente a construção duma casa em Tábuas para abrigar uma família constituída pelo casal e cinco filhos todos pequenos a viverem num palheiro de telha vã, com água na loja, muito húmido, sem quaisquer divi- sões nem luz e com uma área não superior a 25 metros quadrados. A instituição vive da genero- sidade das pessoas que sentem como seu o problema dos pobres sem casa. É uma obra de Deus e isso dá-nos a certeza de que nunca nos faltarão os meios materiais desde que sai- bamos pôr ao serviço dos nos- sos irmãos mais pequeninos toda a nossa capacidade de amar. Ultimamente recebemos de três benfeitores, 100 contos, m&is 15 contos, mais 4 contos. Ou tros benfeitores ofereceram- -nos o terreno, em Tábuas Cimeiras, para a casa que ali pensamos construir. Quem quer enfileirar neste movimento de ajuda fraterna?

.

MIRANTE

Código Postal

Acerca do artigo do nosso cola- borador Wilson Paulo recebemos do Delegado da Zona do Código Postal um cativante oficio que passamos a transcrever:

Chegou ao nosso wnheci- menta a notícia inserta no mensário de qne V. EX.a é digno director àcerca do Códi- go Postal. Apraz-nos registar o impecá- vel serviço prestado aos vossos leitores e a ajuda que nos foi prestada para o desempenho da obra que nos propomos levar a cabo. Bem-haja pois pela magni- fica colaboração que nos foi prestada, e que me apressei a dar conhecimento aos nossos serviços centrais. Junto envio uma lista de Código Postal, para que esse periódico continue em li nha recta o caminho da informação séria e isenta aos seus leitores, no envio das suas correspon- dências postais.

DOS 8UJOS

Foi eleita pelo Povo dos Bujos e estatuàriamente reco- nhecidêi. pela Câmara Municipal de Miranda do Corvo a Comis- são de Moradores do lugar dos Bujos que ficou constituída por: presidente : João Fernan- des; vice-presipente: Manuel da

Costa Ama.do; tesoureiro: César Pinto; secretário: Armando Fer- nandes; vogais: Augusto Paiva

e Lídia Fernandes.

Centro~íPopular e Recrea-

dos Bujos

Foi comprado pela Comissão de Morddores e Associação Des- portiva dos Bujos um prédio nos Bujos, por 110.000$00, o qual se destina a sed e da A. D. B. e Comissão de Mora- dores bem co mo Salão Recrea- tivo.

Festa de S. Brás

Organizada pela A. D. B. e Comissão de Moradores reali-

za-se nos próximos dias 3, 4,

5 e 6 de Fevereiro a

honra de S Brás, que inclui baile no dia 3 com o Realejo,

no dia 4 com o Sugestão, no dia 5 com os Paralelos do Hitmo, além disto no Domingo pelas 17,30 haverá Tarde Cultural

Festa em

-

Fados e Guitarradas - para

o

qual se cou vidam todos os

artistas amadores da região, no

Novo Salão Recreativo.

João Simões

Pagamento de assinaturas

(Contin uação da 1." página)

Qneremos ainda chamar a atenção dos nossos assinantes para a alteração de tabelas de preços de assinatura. A partir de agora o nosso jornal passará, por motivos técnicos a ter um formato li- geiramente mais pequeno. Não só para compensar, mas tam- bém por necessidade de mais espaço, Mirante passará a dis- por de 6 páginas. A inserção de mais uma folha

e o contínuo aumento de en- cargos obriga-nos também a actualizar' o preço do nosso jornal que passará a custar 100$00 - 12 números para os assinantes do continente. Estamos certos de que os l\-lirandenses saberão compre- ender as rlificuldades com que nos debatemos e aceitarão de bom grado este pequeno sacri- fício que no fundo reverterá na valorização de Mirante. Dado os pesados encargos

de cobrança vimos apelar para

que todos os assinantes se dis- ponham a pnviar em cheque,

vale do correio ou pessoal- mente a importância da reno- vação da sua assinatura.

Confiados de que iremos en- contrar o melhor acolhimento

da parte dos amigos de Mirante

aqui deixamos expresso o nos~o profundo reconhecimento.

Ensino

pré-primário

Noticiámos em tempos que iria funcionar nas sedes de fre- guesia do nosso concelho o ensino pré-primário. Apesar da Càmara ter asse- gurado as instalações para o seu funcionamento, já e:;tá de- corrido o 1.0 período e não se verificou o arranque deste grau de ensino. Promessas de governantes

'

BomD8jro~ Volunt~

Realizou-se no dia 13 a A bleia Geral dos Bombeiro

a posse dos Corpos Gere

aprovação das contas. As receitas atingiram portância de 2.62274í$ despesa 1.970.869$50. N ceitas estão inclnírlos o dia do Estado de 1.331. para a construção do Qu

-Se de e os subsídios do S. 250000$00 para a ambu

e 108.000$50 (posto de

Do Saldo de 651.904$50 parte 400.000$00 para o -tanque e 250.000$00 nova ambulâncía.

Tomaram

posse

no

dia

Corpos Gerentes para 1979 são assim constituídos:

Assembleia

Presidente - Joaquim dos Sa Vice-pres. - Fausto Branco 1.° Secret.- Augusto Paulo 2.- Secret.- Eurico Sousa So

Presidente - Dani/o Mateus Vice-pres. - Quirino Dias São

Relator

- Alvaro Marreco

Presidente - Jaime A. Ramos

Vice-pres. - Pedro dos Santo 1.· Secret.- Jorge Soares 2.- Secret.- António Nelson Tesoureiro - Manuel Pedro do 1.- Vogal -José Maria Sim

2.- » - Lídio Fernandes

CASA

DO

P

Concretizou-~e a per

terrenos entre a Câmara cipal e a Casa do Povo . Aguarda-se que, rápida esta institui ção arranq

a construçào ela sua se Esta, no valor de milll contos, ficará lo caliza terrenos próximos do H

e a actual Direcção da

Po

seiscentos contos para da obra.

vo

possui

cerca

de

6uilherme Carvalho dos Sant

 

MIRANDA

DO

CORVO

-

(Recta de Godinh

COMPRA E VENDE CARROS

 

Rep!'esentante da «CANTER» MITSUBISHI

 
 

de 3500 e 5000 Kg.

P. B.

CARROS

PARA

VENDÁ:

 

BMW

1600

Fiat

127 -74

vw

BMW 1600 Fiat 127 -74 vw

Ope1

1700 diesel

Mini

1000-71

Mini

Fiat 128-72

Transit roda dupla e muitos outros mo

MIRANTE

5

cançar

a

l.a

Divisá. o

N a'c'io'nal!

,

-lJfirm ou-nos o Sr. Pascoal, treinador dos Juniores

",

-

0 da equipa de Juniores tem despertado grande

- e:~e entre os simpatizantes do JHiralldense, pois a

a sua série com 3 pontos de vantagem sobre o

da

.-' está apurada para a fase final do Campeonato

_

-'··C'$/":.,rlras tão animadoras quisemos OUlilf' o responsável qaipa, o SI'. José Pascoal, dedicado desportista qlle seu melhor esforço e que prontamliltte no,; respondeu:

deva dizer que não conheço o

vulor da maior parte dos nossos

futuros ad versá ri os m as, pela classifi cação, dá - me a. impres- são que são equipas bastant e forte s; apenas vi actuar duas equipas de outra zona e pelo que ob se rvei não receio q li al-

quer confronto, poi s, com o trabalho honesto dos meus atletas (são na rea.lidade atletas com quem dá prazer trabalhar) que são educados e bons tecni- cistas, constituímos uma exce- lente equipa.

- Tem encontrado da parte da Direcção e da massa associativa

o apoio necessário.~

_ .- a dejuniores? -- o lugar devo a todos os Mi- => ao futebol do pa ado esti ve co m os quais

_ -:adisciplinada

,IOil e, quer

ainda

rrecção dentro

e

que

me

não

~: resultados da

quer ainda rrecção dentro e que me não ~: resultados da mo à primeira pois não

mo à primeira pois não tendo ua equipa logo f. oca, por motivos

- A Direcção diz apoiar- me

em tudo o que estiver ao seu alcance. Os Mirandenses

P'OTO

PAUL.ART

equipa de Júniores do Clube Atlético Mirandense

( Sec. técnico); Sérgio; Rui; S. Miguel; Zé Manuel; Júlio; Nelson; Silva; "~~2Z - De Joelhos: Reinaldo; Valdemar; Alfredo; Octá vio; Carvalho e Mário

• eressam_ vi-me for- -- udes severas para atletas que se ha- ecido da disciplina passado tinham e, estamos no bom

jogadores que são _,--~.~u.v quase a totalidade ano passado, torna- eus amigos e eu deles - faz uma verdadeira

-erá possibilidades da poule final conseguir à L" divisão Nacional? _ elllOS na realidade al- a La divisão embora

começaranl a aparecer no cam-

apoio com o seu

calor e espero que mais apare-

.çam nojogocom o Lousanense no dia 4 de Fevereiro.

- Sr . Pascoal tem mais alguma coisa a dizer ?

- A terminar, se me permi-

tem devo informar todos os meus detratores que o meu trabalho é honesto e verdadeiro como é verdade eu ter nascido nesta terra para a qual tenho orgulho de trabalhar desinte- ressadamente.

Agradeço ao jornal Mirante o apoio do ano passado e o que neste momento estão dando ao nosso Clube.

po a prestar

.JUNIORES

Gavin hos O -

~

Mirandense 3

O Mirandense alinhou com:

Zé Manuel, Júlio

Gama;

MtÍrio,

e S ilva, Octávio (Carlos), Nelson

e Alfredo; Valdema,.: Reinaldo e Fau:>to (R IU) . Jogú bastante co,.,.ecto e bem

disputado. Vitó,.ia fácil do Mi- randense perante um adversárIO cum p retensões . G%s marcados por Z é Manuel, com um p oten te ,.ema te de cerca de 3 O metros, por Alfreao e Jâlio (este de gran- de penalidade). O Mirandense que já se encontra apurado para

a fase final defronta no próximo

domingo o Lou~anellse que espe-

ramos seja um bom espectácvlo.

SENIORES

S. João do Campo 7-Mirandense 7 Em 21-1-79

Jogo bastante bem disputado, lIlas fals eado por um juiz de linha que fe z anular um golo ao JUiralZdellse que_o_árbito já havia confirmado.

Mirandense 5 -

Souse/as

Em 28-1-79

7

O Mi,.andense alinhou com:

João; Damião, Bento, Simões e

Américo; Rato, Jorge Lopes (Emi-

lio) José Carlos (Jorge) Marta, Rui e Aníbal.

Boa ex ibição do j]lirandellse

qu e conseguiu llJn px celente res ul-

tado. Rlli marcou

e

Marta 1.

4

golos

: De lamentar a in co rre cção da

equipa visitante qlle j á com o r es ultado em 5-1, teve 4 el emen- tos expulsos por injúr ias à equipa de arbllragem. Por «lesionamento» denmais um fogaaor do S Ollselas o árbitro deu por te,.minada a partida . Neste momento o Mlrandense ocupa u 10.° lugar com 30 pontos

e a 7 do 1.°_ Nota -se llma subida de forma da equipa e esp en-se que l ZCt 2. a vo lta que se inicia no prOXlmo domingo com o jogo Mirandense - Águias suba alguns lugares na tabela classlficativa.

Campeonato

do Inatel

Em 21-1-79

Moinhos 3 -- L amas O

Em 28-1-79

Lamas 1 - Moinhos 1 -

Cheio 3 Casal da Misarela O

Grupo Recreativo Mirandense

Corpos Gerentes para 1979

Assembleia Geral

Presidente - Virgílio Paulo Vice-pres. - Manuel dos Santos 1.° Secret.- Joaquim Quaresma 2.° Secr~t.-Manuel Silvestre Paiva

Direcção

Presidente - Eurico Ferreira Vice-prES. - Alcino Raposo

1. 0 Secret.- Aires Sêco

2.° Secret.- Jaime Soares Tesoureiro- Hermenigildo Dias

l.e Vogal - Damião Costa

2.°

»

- Amilcar

Camilo

3. 0

»

»

-

Adriano Simões

4.·

- Evaristo Quaresma

5.· » - Artur Farinha

Conselho Fiscal

Presidente - Manuel Pedro

Relator

Secretário - Jorge Soares

- Carlos Conde

REPAROS

A falta de iluminação p ública

na recta de Vila Nova é uma carência que llrge remediar (de:;- de o lflgar até ao ramal de Vila

lillha

pois é llflUl zona em que já estüo construídas algumas casas e outras

se pretendem construir. - É lastimável o estado em que s e encontra a rua de

Tábuas Cimeiras. Está lá pe-

reparação ; que se

espera? - Chamaram-nos a atenção para o estado da estrada que liga Vita Nova à Sandoeira que precisa das valetas limpas e do piso melhorado tanto mais que estradas mais recentes se enconLIam alcatroadas.

dra

Flor). Imp õe·se a extensão da

para

a

JOSÉ

MARQUES

6RÃCIO,

LUA.

 

EMPREITEIRO DE OBRAS PÚBLICAS

 

Electrificações, Águas e Saneamento

 

Electricidade -Insta/açõas Industriais

Bobinsgens -

Reparações em Automóveis

 

Telefone 36254

CABAÇOS

Pelo Registo Civil

Casamentos

Carlos Alberto Pereira dos San- tos com Maria do Céu Ferreira Joaquim dos San/os, no dia 24- -12, no Santuário do Serthor da Serra. António José Ferllandes com Gracinda Queirós Correia Fer- nandes, no dia 24-12, na Igreja Matriz de Sem ide. Belmiro Dias com Carminda Varandas Duarte Dias, !lO dia 30-12, na Igreja de Miranda do Corvo. Vitor Coelho Ferreira com Alice Mana Carvalho Coelho Ferreira no 30-12 , na Igreja de Miranda do Corvo. Jorge Manuel Agreira Rodri- gues com Maria Fernanda Rodri- gu es Ferreira , no dia 7-1, na Igreja dv Rainha Santa, em Coimbra. Manuel Ferreira Araújo, com Maria Helena Dias Raposo Aralíjo, IZO dia 141, na Igreja de Miran- da do Corvo. André Correia, com Laura dos Anjos Paiva Carvalho Correia no dia 13·1: na Igreja de Rio de Vide.

Nascimentos

Ana Catarina Santana Bento, no dia 31·12, no Vidual, filha de Jos " Ferrei,.a Bento e de Cidália Ladeira St.ntana B ento. I vo Daniel Brandão Ventura, no dia 16-1, no FUlldo da B ibeira -Sem ide, filho de Manuel Bastos Ventura e de Ilda Maria dos Reis Brandão Ventura.

Óbitos

M a r ia Rodn:ques, 8 1 anos, viúva de Jo sé Roringues, no dia 31-12, em Pereira. Manuel Marques, 72 anoo, casado com Bebiana de Jesus, no dia 31·12 nas Canas. An tónio Antllnes, 78 anos, casado com Gracinda da Assunçâo,

lZO dia

Augusto Maria Rodrigues, 85

anus, casado com Maria ds Jesus, no dia 18-1, no Carapinhal. Francisco Rodrigues, 84 anos, casado com Conceição Joaquina, no dia 18-1 , em Corujeira.

Carmo Mit anda, 90

aIZOS, viúva de António Ribeiro

Miranda, no dia 22-1, em Água do Forno· Lamas.

9- J, em

Vale do Açôr.

Maria do

VENDE-SE

Casa grande com jardim

e 1 anexo, no centro da vila.

Trata: - Casa de Manuel Furtado de Campos - R. do Calvário Miranda do Corvo

ou em Coimbra: R. Marracuene. 16

DE LAMAS

C.

T.

P.

Agrário

Despor t ivo

Depois de superadas muitas dificuldadcs, acaba este Centro de adquinr o terreno para a construção da sua sede, no Vale de Lamas, para o que já recebeu um subsidio de 500.000$00. Também um La· mecense radicado no Brasil deu a bonita quantia de 40.000$00. Este Centro irá dispor de um pavilhão de 20x11 m, de duas salas para o C. T. P. Agrário Desportivo, uma sala para a Junta de Freguesia, um posto médico com sala de tratamen- tos, sala de consultas, sala de espera e de sanitários para homens e senhoras.

Abastecimento de água

Vai ser feito um novo furo para reforço do abastecimento de água aos lugares de Lamas, Chão de Lamas e Vale de Lamas.

FÁBULAS FABULOSAS

- Em 1954 ~ revista Br~sileira

«O CRUZEIRO) seguinte história:

publicou 8

Esta va o rei persa saindo para uma caçada à maneira dos. '. hindus, depois do seu ministro da meteorologia lhe afirmar que não iria chover durante dois meses quando, de brincadeira, perguntou ao muar que estava sendo carregado com as bagagens: cComo é muar, você concorda com a previsão aqui do meu ministro~

Vai chover~».

O muar abanou a cabeça. para baixo e para cima peremptó- riam ente, afirmando que sim,

que ia chover. Diante da curi· osa reacção do muar, o minis- tro e rei ca íram na gargalhada. Mas es~a gargalhada logo se transformou num esgal' de ódio por parte do rei e num ricto de humilhação por parte do minis- tro quando, estando no meio

da flo . esta,

caíu uma tremenda tem pestade. Ali mesmo o rei despediu o seu ministro da mete )rolugia. En- quanto este tentou-se explicar, gritou raivoso: «Não adianta

você querer se explicar. Um muar sabe mais de meteorolo- gia do que você. Falo-ei meu ministro I» E, realm0nte, assim que chegou ao palácio nomeou o muar ministro.

MORAL: É por isso que hoje em dia qualquer burro acha que pode fazer parte do Governo e virar Mandachuva.

no dia seguinte,

Soubemos que

- Ao contrário do que tinha-

mos noticiado também o lugar de Rio de Vide vai ver melho- rada a sua rede de iluminação.

- O Grupo Recreativo Miran-

dense cuja sede ameaça ruina e enquanto esta não for recons- truída, passsou a ocupar as ins-

talações do antigo Quartel da G.N.R.

- A Comissão Fabriqueira da Igreja de Miranda cedeu à Câma- ra gratuitamente uma parcela de terreno para alargamento do Cemi- tério da freguesia.

- A Gonstrução da ponte sobre

o Dueça para ligação de Moinhos a Bubau e Pinheiro já foi adju-

dicada.

o pro/eeto e vai

abrir·se concurso para a abertura

da estrada de Moinhos a 'Frémoa de Cima.

Foi aprovado

- A Câmara vai receber um

subsidio de 100.000$00 para um polidesportivo, da Direcção Geral dos desportos, por despacho do Secretário da Juventude e Des·

partos.

- O Presidente da: Câmara propôs à Assembleia Distrital a aquisição da Casa em Vila Nova onde viveu e exerceu medicina o conhecido esc'ritor Ml:quel 'Forga, para uma Casa de Cultura. Esta proposta tem merecido o apoio de várias Câmaras entre elas a de Sabrosa concelho da naturalidade deste insigne poeta.

- A Câmara acaba de adqui· rir o terreno na Cruz Branca que pertencia aos herdeiros do

Sr. Jaime dos Santos , co m destino

a logradouro e parque de estacio-

namento. Há milito que se im- punha esta medida pois é uma Zona em constante progresso e que vai dispor de lUJt excelente melhoramento.

Foi feito o! arranjo da serven- tia aos moradores da Moita, cuja estrada foi cortada pelas obras do Hospital. Este arranjo custou à Câmara 42506$40.

- A Câmara está a fazer um

estudo sobre a nova disposição a dar ao mercado, às 4 .as feiras, com vista a acabar com a anar· quia que se tem verzficado. Im- põe·se agora que os feirantes e o público dêm a melhor culaboração para se conseguirem os melhores resultados.

PREÇOS DE ASSINATURA:

(PAGAMENTO ADIANTADO) 12 números

PORTUGAL CONTINENTAL

EUROPA

OUTROS

100SOO

200S00

300$00

FOTO PAULA CASAMENT BAPTIZAD ANIVERSÁ ESTÚDIO SECÇÃO DE ÓPTICA E PERFUMARIA Avenida do Ramalhão Telef.
FOTO PAULA
CASAMENT
BAPTIZAD
ANIVERSÁ
ESTÚDIO
SECÇÃO DE ÓPTICA
E PERFUMARIA
Avenida do Ramalhão
Telef.
52289
MIRANDA
DO
COR

Luís

BAETA DE

CA

Com 85 anos faleceu, gar do Espinho, no dia

Janeiro de 1979, o Sr. Baeta de Campos, casad

Adelina

a Sr.

Baeta de Campos, pai Luís Erse Baeta de Ca

da Sr. 8 D. Luísa Erse B Campos Barahona, casa

António

o Eng.

D.

Maria

José

palimaud Aboim

rectal' da Epac. O extinto pertenceu tido Republicano Porl foi membro do Direcl ' Acção-Democrata Sacia parte do MuJ. Lutador antifascista parte em todas as cam eleitorais e nalgumas i nas revolucionárias co

Barah

ao derrube do regime tendo sido duramente guido e preso pela po lítica. Fundou em Coi Escola Prática do C que deu lugar ao CoI' tugal, do qual foi dir fundou também o Insti Pedagogia de Coimbra dos pela ditadura.

Coerente com os seu pios e ideais de libc democracia por que se longo de toda a sua

riu em Maio de 1974 ao

P opu Ia r Democrálico P. S. D. de que foi p do 1 Plenário Conc Miranda do Corvo.

i

MIRANT Redacção e AdministraçiW: 3220 Miranda do Co Telels. 52153. 52156 e 521 Colaboradores: Wilson
MIRANT
Redacção e AdministraçiW:
3220 Miranda do Co
Telels. 52153. 52156 e 521
Colaboradores:
Wilson
Pau/o,
António
Parreira Lopel,
Flzlima e
Paulo.
Composto e impresso na
Gráfica Mirandense
3220 Miranda do C
Tiragem deste número -
1