Você está na página 1de 4

Conceito

Conjunto de paredes, muros e obras similares, composto de


pedras naturais e/ou blocos ou tijolos artificiais, ligados ou não
por argamassa
pedras naturais
blocos cerâmicos
blocos de concreto
blocos sílico-calcário
blocos de concreto celular
tijolos de vidro
tijolos de solo-cimento, etc.

Escolha dos materiais:

A escolha da unidade de alvenaria deve ser feita buscando o


atendimento às exigências pré-estabelecidas. Considerar:
a natureza do material
seu peso próprio
dimensões e forma
disposição dos furos
textura

propriedades físicas (porosidade, capilaridade, propriedades


térmicas, propriedades acústicas, etc.)
propriedades mecânicas (resistências, módulo de elasticidade,
tenacidade, etc.)
durabilidade de acordo com a função que irão desempenhar
resistência à ação de agentes agressivos precisão dimensional

Processo executivo Alvenaria estrutural

Levantamento de paredes com maior velocidade, devido ao


tamanho maior das peças, o que também permite que as paredes
sejam erguidas com alinhamento mais definido;
As paredes permitem a passagem de tubulações destinadas às
instalações elétricas, telefônicas e sanitárias, eliminado o trabalho
posterior de cortar as paredes para o embutimento das
canalizações.
Processo construtivo de segurança controlada;
Grande potencial de racionalização;
Simplicidade de organização e execução do processo.

Programação do serviço:
Para iniciar o trabalho deve-se
cumprir a etapa de programação do serviço que compreende:
Verificação do abastecimento dos componentes:
blocos e pré-moldados; materiais, ferramentas e equipamentos
no tempo correto que permitam o início do serviço;
Verificação do abastecimento dos componentes:
Elaboração do plano de execução do serviço contemplando a
distribuição racional da equipe, dos componentes, ferramentas e
equipamentos.
Segurança individual
Segurança Coletiva
Serviço anterior conforme
Equipamentos:
Escantilhão
Gabaritos
Nível
Andaime regulável
Carregador de blocos
Caixote com suporte
Linha traçante

PROJETO
Preparação do Serviço - condições iniciais
Posicionamento dos escantilhões
Sequência de execução das alvenarias

Preparação do Serviço - condições iniciais


ESQUADRO
TOLERÂNCIA
+ 5mm a cada 10m

Execução
Molhar a superfície do pavimento na direção da parede antes da aplicação da argamassa;
Aplicar a argamassa de assentamento na largura aproximada do bloco (14 cm), criando um sulco
com a extremidade da colher de pedreiro.
Em função das irregularidades do pavimento, a espessura da junta horizontal nas regiões mais
baixas supera 10 mm;

Observar a amarração dos blocos conforme o projeto (plantas de primeira e segunda fiadas e
paginação).

Verificações importantes na execução da primeira fiada

Posição dos blocos com aberturas destinadas a limpeza dos pontos


que serão grauteados,
Locação e tolerâncias dimensionais dos vãos de portas (quando não for utilizado gabarito) e vãos
destinados aos “shafts”;
Posição das instalações elétricas e hidro-sanitárias

Aplicação da argamassa de assentamento

Nas paredes longitudinais, transversais e septos dos blocos (alternativa A) ou apenas nas paredes
longitudinais (alternativa B).
Trabalhos técnicos têm mostrado que existe uma queda de 20% na resistência à compressão das
paredes quando executadas com argamassa apenas nas juntas longitudinais, em relação às paredes
com argamassa também nas juntas transversais e septos dos blocos
Para se obter melhor produtividade na execução de alvenaria, as juntas verticais podem ser
preenchidas após o assentamento dos blocos com a utilização de bisnaga.
Alvenaria de vedação
Exigências resistência mecânica, durabilidade, estanqueidade, isolamento térmico, isolamento
acústico, resistência ao fogo.

As alvenarias de vedação não têm função estrutural, mas estão


sujeitas as seguintes cargas acidentais:
Deformações da estrutura de concreto,
Recalques de fundações,
Movimentações térmicas, etc.

Blocos Sílico-Calcário:
Mistura de cal virgem em pó, areia silicosa e água.
Prensagem em moldes (alta pressão).
Produção: Vedação e estrutural.

Tijolos de Vidro
Produção
Fundição de duas partes de vidro a altas temperaturas. O resfriamento do vidro fundido faz a
pressão interna do ar reduzir.
Características
Peças ocas, estanques, preenchidas com ar rarefeito.
Bom isolamento térmico e acústico.
Várias colorações.
Normas
NBR 14899-1/2002 - Blocos de vidro para a construção civil –
Parte 1: Definições, requisitos e métodos de ensaio.

Recebimento de blocos cerâmicos em obra

Serviços preliminares
Desobstrução, limpeza e lavagem do pavimento
Preparo da estrutura - chapisco dos pilares, vigas e lajes, em contato com a alvenaria
Tradicional (aplicação “na colher” )
Argamassa industrializada para chapisco (aplicação com desempenadeira dentada)
Chapisco rolado (aplicação com rolo de espuma)

Marcação da alvenaria
Materialização dos eixos de referência - verificações
Arquitetura
Referenciais Projeto de alvenaria
Estrutura
no projeto para
Instalações
marcação de
Esquadrias
alvenaria
Impermeabilização

Referenciais Eixos materializados


na obra Posição dos elementos
estruturais
Cordão: onde o pedreiro forma dois cordões de argamassa, melhorando o desempenho da parede
em relação a penetração de água de chuva, ideal para paredes em alvenaria aparente .