Você está na página 1de 8

DOSSIÊ DO PROFESSOR FÍSICA A 10

TESTES DE AVALIAÇÃO

FÍSICA E QUÍMICA A

Escola: ___________________________________________________________________________

Teste de Avaliação
10.° Ano de Escolaridade
Duração do Teste: 90 minutos
Data: ___________________________________________________________________________

Indique de forma legível a versão do teste.

Utilize apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta.

É permitida a utilização de régua, esquadro, transferidor e calculadora gráfica.

Não é permitido o uso de corretor. Deve riscar aquilo que pretende que não seja classificado.

Para cada resposta, identifique o grupo e o item.

Apresente as suas respostas de forma legível.

Apresente apenas uma resposta para cada item.

As cotações dos itens encontram-se no final do enunciado do teste.

É permitido o uso da tabela de constantes, do formulário e da Tabela Periódica.

Nas respostas aos itens de escolha múltipla, selecione a opção correta.

Escreva, na folha de respostas, o número do item e a letra que identifica a opção escolhida.

Nas respostas aos itens em que é pedida a apresentação de todas as etapas de resolução,
explicite todos os cálculos efetuados e apresente todas as justificações ou conclusões solicitadas.

Utilize unicamente valores numéricos das grandezas referidas no teste (no enunciado dos itens)
ou na tabela de constantes e na Tabela Periódica.

1
© Areal Editores
DOSSIÊ DO PROFESSOR FÍSICA A 10
TESTES DE AVALIAÇÃO

TESTE DE AVALIAÇÃO 3

CARACTERIZAÇÃO DA PROVA

Quadro 1 – Valorização dos conteúdos

Conteúdos Cotação (em pontos)

Subdomínio 1: Energia e movimentos 76


Domínio:
Energia e sua Subdomínio 2: Energia e fenómenos elétricos 24
conservação
Subdomínio 3: Energia, fenómenos térmicos e radiação 100

Quadro 2 – Tipologia, número de itens e cotação


Cotação por item (em
Tipologia dos itens Número de itens
pontos)
Itens de seleção Escolha múltipla 6 8

Resposta curta 7 8

Itens de construção 4 12
Resposta restrita
3 16

2
© Areal Editores
DOSSIÊ DO PROFESSOR FÍSICA A 10
TESTES DE AVALIAÇÃO

TESTE DE AVALIAÇÃO 3
Nome:___________________________________________________ N.º______ Turma_____
Data: ____/____/____ Avaliação: ____________________ Professor: ____________________

GRUPO I

Uma esfera de massa 100 g colocada no ponto A, parte do repouso e desce, sem atrito, o plano
inclinado AB, representado na figura. De seguida, a esfera percorre a circunferência BCDEB,
continuando depois no plano horizontal BF, onde já não é desprezável o atrito. Considere que a altura
do plano é 20,0 m.

1. Determine o valor da velocidade com que a esfera passa em B.

2. No percurso BD, a energia cinética da esfera ________ e a energia potencial gravítica __________.
(A) diminui … aumenta
(B) aumenta … aumenta
(C) diminui … diminui
(D) aumenta … diminui

3. Se a esfera passar no ponto D com uma velocidade de 5,0 m s1, poderá o raio do arco representado

na figura ser 2 ? Justifique a sua resposta.

4. Sabendo que no percurso BF atua na esfera uma força de atrito igual a 20% do seu peso, determine
o comprimento desse percurso para que a esfera o termine sem energia cinética.

3
© Areal Editores
DOSSIÊ DO PROFESSOR FÍSICA A 10
TESTES DE AVALIAÇÃO

GRUPO II

Na experiência de Joule, uma das mais importantes da História da Ciência, utilizou-se um recipiente
com água, um termómetro, massas marcadas e uma haste metálica dotada de algumas pás. Numa das
extremidades da haste havia uma manivela. A haste era imersa em água, de modo que as pás
pudessem girar livremente no interior do líquido.Com o intuito de simular a experiência de Joule e
comprovar a relação entre calor e trabalho, um grupo de alunos elevou uma esfera, de massa 6,0 kg,
até uma altura de 4,0 m, rodando a manivela, como mostra a figura.

Soltando a manivela, a massa cai, fazendo rodar o sistema de pás mergulhado no tanque com 1,0 kg
de água, o que provoca o aquecimento desta.
c (capacidade térmica da água) = 4,186 × 103 J kg1 K1
1. Qual é o principal mecanismo de transferência de energia responsável pelo aquecimento da água?

2. Durante a queda da esfera, a energia potencial gravítica _________ e o trabalho realizado pelo peso
é _______________ .
(A) diminui … resistente
(B) aumenta … potente
(C) diminui … potente
(D) aumenta … resistente

3. Considere que todo o trabalho realizado pela queda das massas foi convertido em energia interna da
água e determine o valor da energia transferida para a água.

4. Indique o valor da variação de temperatura sofrida pela água.


4
© Areal Editores
DOSSIÊ DO PROFESSOR FÍSICA A 10
TESTES DE AVALIAÇÃO

GRUPO III

No interior de um recipiente de alumínio (kalumínio = 235 W m1 K1), que se encontra sob vácuo, existe
uma resistência elétrica. Na parede externa do recipiente está incrustado um termómetro. Para ligar a
resistência a um gerador externo ao recipiente, com uma força eletromotriz de 12,0 V e com uma
resistência interna de 0,50 W, foi utilizado um fio com isolamento térmico, que impede a transferência
de calor para as paredes do recipiente. Depois de fechado o circuito, a resistência elétrica é
atravessada por uma corrente elétrica de 6,0 A. Essa situação encontra-se ilustrada na figura seguinte.

Para determinar a potência dissipada pela resistência elétrica de aquecimento, mediu-se, com um
amperímetro, a corrente elétrica que atravessa o circuito elétrico, I, e, com um voltímetro, a diferença
de potencial elétrico nos terminais da resistência, U. Considere que toda a energia elétrica é dissipada
por efeito de Joule.

1. Em qual dos circuitos elétricos, os aparelhos de medida estão corretamente montados?

5
© Areal Editores
DOSSIÊ DO PROFESSOR FÍSICA A 10
TESTES DE AVALIAÇÃO

2. Apresente o valor da diferença de potencial elétrico lida no voltímetro com dois algarismos
significativos.

3. Com o circuito elétrico fechado, verifica-se que a temperatura indicada pelo termómetro aumenta,
mostrando que há transferência de calor entre a resistência e o termómetro.
Os mecanismos responsáveis pela transferência de calor, da resistência para a parede do recipiente e
da parede do recipiente para o termómetro, são, respetivamente,…
(A) convecção e radiação.
(B) convecção e condução.
(C) radiação e convecção.
(D) radiação e condução.

4. Se as paredes metálicas fossem feitas de cobre (k = 401 W m1 K1), o tempo necessário para o
termómetro indicar o mesmo valor de temperatura seria ____________, uma vez que o cobre é um
_______ condutor de calor que o alumínio.
(A) superior … melhor
(B) superior … pior
(C) inferior … pior
(D) inferior … melhor

GRUPO IV

Numa aula experimental, um grupo de alunos colocou três esferas metálicas A, B e C, todas de 200 g
de massa, constituídas por materiais diferentes e à temperatura de 100 °C, sobre um bloco de gelo.
Verificaram que, até atingir o equilíbrio térmico com o gelo, a esfera C foi a que fundiu a maior
quantidade de gelo, afundando-se mais, enquanto a esfera A foi a que fundiu a menor quantidade de
gelo. A figura ilustra a situação descrita.

1. Tendo em conta as informações apresentadas pode concluir-se que…


(A) a esfera C é a que apresenta maior valor de capacidade térmica mássica.
(B) a esfera A apresenta maior capacidade térmica mássica do que a esfera B.
(C) a esfera A é a que apresenta maior valor de capacidade térmica mássica.
(D) a esfera C apresenta menor capacidade térmica mássica do que a esfera B.

6
© Areal Editores
DOSSIÊ DO PROFESSOR FÍSICA A 10
TESTES DE AVALIAÇÃO

2. Depois de atingido o equilíbrio térmico entre a esfera A e o gelo, verificou-se que 32,5 g de gelo
tinham fundido.

c (capacidade térmica da esfera A) = 500 J kg- 1 K1

2.1. Determine a energia transferida para o gelo e a sua variação de entalpia de fusão, ∆Hfusão,
admitindo que não ocorreram trocas de energia com o exterior.

2.2. Compare o valor obtido experimentalmente com o valor tabelado para a entalpia de fusão do gelo,
determinando o respetivo erro relativo, em percentagem.

(∆Hfusão = 3,33 × 105 J kg1)

2.3. Na determinação da entalpia de fusão do gelo fez-se uma aproximação que pode justificar parte da
diferença entre o valor obtido para essa grandeza e o valor de referência. Qual foi a aproximação
assumida?

GRUPO V

Uma das maiores centrais fotovoltaicas do mundo está situada na Amareleja, concelho de Moura.
A central é composta por 262 080 módulos fotovoltaicos com 1,32 m2 de área cada e apresenta um
rendimento de 20%. A irradiância solar nesse local é, em média, 0,153 kW m2.

1. De acordo com a Direção Geral de Geologia e Energia, em média, cada habitação em Portugal
consome cerca de 2400 kW h por ano. Verifique que a central fotovoltaica de Amareleja produz o
equivalente ao consumo de mais de 30 mil famílias.

2. A energia elétrica consumida em Portugal é cerca de 50 × 106 MW h por ano. Quantas centrais
semelhantes à de Amareleja seriam necessárias para que toda a energia elétrica consumida em
Portugal tivesse origem fotovoltaica?

7
© Areal Editores
DOSSIÊ DO PROFESSOR FÍSICA A 10
TESTES DE AVALIAÇÃO

3. Para estudar a influência da irradiância e da diferença de potencial elétrico no rendimento de um


painel fotovoltaico, um grupo de alunos efetuou a montagem de um circuito elétrico com um painel
fotovoltaico, um amperímetro, um interruptor e um reóstato. Um voltímetro foi, também, ligado aos
terminais do reóstato.
Iluminaram o painel fotovoltaico com a luz proveniente de uma lâmpada de incandescência, fazendo
um ângulo de 0º com a normal à superfície do painel e fizeram variar a resistência do circuito.
Os alunos puderam assim construir um gráfico da corrente elétrica em função da diferença de potencial
do gerador fotovoltaico, como mostra a figura.

3.1. Com base nos valores da curva, qual é a potência máxima que o gerador pode fornecer?

3.2. O que aconteceria à potência elétrica fornecida pelo painel se alterasse a inclinação do mesmo?

GRUPO I GRUPO II GRUPO III GRUPO IV GRUPO V


1. 2. 3. 4. 1. 2. 3. 4. 1. 2. 3. 4. 1. 2.1. 2.2. 2.3. 1. 2. 3.1. 3.2. TOTAL
12 8 16 12 8 8 12 8 8 8 8 8 8 16 12 8 16 8 8 8
48 36 32 44 40 200

8
© Areal Editores