Você está na página 1de 6

EF10DP © Porto Editora

TA Teste de Avaliação 2
Escola Data
Nome N.º Turma
Professor Classificação

FORMULÁRIO
Energia e fenómenos elétricos
L
U=RI R=r P=UI U=e-rI
A

1. Faça uma leitura atenta do texto seguinte.


Não é possível manter em toda a extensão de uma rede de energia a tensão em 110 V ou 220 V, pois a
própria resistência dos fios que distribuem esta energia faz com que a tensão caia progressivamente a
partir do transformador, que é o ponto de partida de cada circuito. É comum que no início da linha 1perto
do transformador2 tenhamos uma tensão um pouco maior do que o normal, enquanto no final esta
tensão possa cair para menos de 100 V, no caso de uma distribuição de 110 V.
Os aparelhos eletrodomésticos e eletrónicos, normalmente, são projetados para operarem
satisfatoriamente mesmo quando a tensão varia uns 10%. No entanto, existem casos em que as
variações podem ultrapassar estes limites.
As variações de tensão numa rede de energia não ocorrem apenas em função do comprimento dos fios,
mas também em função das variações de consumo durante o dia. Nos horários de pico de consumo,
quando a corrente se eleva, a tensão pode sofrer quedas bastante grandes.
Muitos aparelhos eletrónicos modernos, como, por exemplo, os televisores, possuem circuitos internos
que compensam as variações da tensão de entrada de modo automático. Existem até aparelhos que
reconhecem se a tensão de uma tomada é de 110 V ou 220 V, adaptando-se de modo automático para o
seu funcionamento. Outros aparelhos, como pequenos eletrodomésticos, não sofrem problemas
maiores com variações de tensão, a não ser que ela se eleve muito além do limite superior.

Adaptado: http://www.newtoncbraga.com.br/index.php/instalacoes-residenciais/2306-el021

1.1. Considere uma torradeira ligada, durante 2 minutos, a uma tomada de 230 V, sendo a corrente
elétrica que a percorre de 10 A. Suponha, agora, que a tensão na tomada baixou para 210 V e a
torradeira esteve ligada durante o mesmo intervalo de tempo.

1.1.1. Quando a tensão elétrica baixa, o que acontece aos valores da potência e da resistência
elétrica do aparelho? Selecione a opção correta.
1A2 Os valores da resistência elétrica e da potência elétrica mantêm-se constantes.
1B2 O valor da resistência elétrica mantém-se constante, mas o valor da potência elétrica da
torradeira diminui.
1C2 O valor da resistência elétrica diminui, mas o valor da potência elétrica da torradeira
mantém-se constante.
1D2 Os valores da resistência elétrica e da potência elétrica da torradeira diminuem.
U2
1B2 . Como P = R I2 § P = .
R
Considerando a resistência elétrica da torradeira uma resistência óhmica, R mantém-se
constante, mas, se U baixar, P diminui.

64
Teste de Avaliação 2

1.1.2. Determine o valor da corrente elétrica, na torradeira, no intervalo de tempo em que a tensão
elétrica baixa para 210 V.
U
Quando U = 230 V é I = 10 A , e uma vez que R = , substituindo pelos valores, obtém-se:
I
230
R= § R = 23 W
10
U
Quando U = 210 V , e uma vez que R = constante e I = , substituindo pelos valores, obtém-se:
R
210
I= § I = 9,1 A
23
1.2. Complete a frase seguinte de forma a torná-la cientificamente correta.
“Os voltímetros intercalam-se em nos circuitos elétricos e utilizam-se para medir
a elétrico, cuja unidade SI é o . Os , que se
intercalam num circuito elétrico em , utilizam-se para medir a corrente elétrica,
grandeza cuja unidade SI é o .”
paralelo; diferença de potencial; volt; amperímetros; série; ampere

1.3. Os fusíveis e os disjuntores são dispositivos que impedem, em determinadas condições, a passagem
da corrente elétrica num circuito.
Selecione a opção que contém os termos que completam corretamente a frase seguinte.
“Um fusível é um fio de um material , com ponto de fusão, que é
interposto num circuito ou aparelho elétrico para o proteger.”

1A2 isolador… baixo

Testes
1B2 isolador… alto

1C2 condutor… alto

1D2 condutor… baixo

1D2 . Os fusíveis são constituídos por um filamento de metal com baixo ponto de fusão, pois, se
ocorrer um curto-circuito, com consequente aumento da corrente elétrica, o fio funde se a corrente
atingir um determinado valor, interrompendo o circuito.

1.4. Observe a figura, onde se pode ver a escala de um amperímetro, e indique:

10 15
5 20

0 25

1.4.1. o alcance do aparelho;


O alcance do amperímetro é de 25 A.
1.4.2. o valor da menor divisão da escala;
O valor da menor divisão da escala é de 1 A.
1.4.3. o valor lido no amperímetro, em unidades SI.
EF10DP © Porto Editora

O valor lido no amperímetro, em unidades SI, é de 19,0 A.

EF10DP-05 65
Teste de Avaliação 2

2. Como sabe, a resistência elétrica de um condutor, a uma dada temperatura, depende do seu

EF10DP © Porto Editora


comprimento, da área da sua secção reta e da resistividade do material de que é feito.
A tabela seguinte indica o valor da resistividade de diferentes materiais, à temperatura de 20 °C.

Material Resistividade / W m
Prata 1,6 * 10- 8
Cobre 1,7 * 10- 8
Tungsténio 5,6 * 10- 8
Ferro 1,0 * 10- 7
Manganina 4,8 * 10- 7
Constantan 4,9 * 10- 7

Um fio condutor, homogéneo e filiforme, de 24 m de comprimento e 1,2 mm2 de área de secção reta, é
percorrido por uma corrente elétrica de 5,0 A, quando lhe é aplicada uma diferença de potencial elétrico
de 10,0 V nos seus terminais.

2.1. Determine o valor da resistência elétrica do condutor.


U 10,0
Sendo R = , substituindo pelos valores, obtém-se: R = § R = 2,0 W .
I 5,0
2.2. Indique o material de que é feito o condutor. Justifique, apresentando os cálculos que efetuou.
L RA
Sendo R = r § r = , substituindo pelos valores, obtém-se:
A L
2,0 * 1,2 * 10- 6
r= § r = 1,0 * 10- 7 W m
24
O material de que é feito o condutor é o ferro, como se pode verificar na tabela.

2.3. Selecione o gráfico que traduz a variação da resistência elétrica de um condutor em função da área
da sua secção reta.
1A2 1B2 1C2 1D2

R R R R

A A A A

L
1A2 . Como R = r , R é inversamente proporcional a A.
A
2.4. Dos materiais referidos na tabela indique, justificando, qual é o melhor condutor da corrente
elétrica.
O material melhor condutor da corrente elétrica é o que apresenta menor resistividade. Neste
caso, é a prata 11,6 * 10- 8 W m2.

2.5. Se substituirmos o fio utilizado por um fio de constantan com a mesma área de secção reta, qual
deverá ser o seu comprimento para que a sua resistência elétrica seja igual à que calculou em 2.1.?
L L L
Sendo R = r e Rconstantan = Rferro , tem-se rconstantan constantan = rferro ferro .
A A A
Como Lf erro = 24 m , tem-se, substituindo pelos valores:
1,0 * 10- 7
Lconstantan = * 24 § Lconstantan = 4,9 m
4,9 * 10- 7

66
Teste de Avaliação 2

3. Nas tabelas seguintes encontram-se registados os valores da corrente elétrica e da diferença de


potencial elétrico 1d.d.p.2 aplicada nos terminais de dois condutores A e B, a temperatura constante,
quando intercalados num circuito elétrico.

Condutor A Condutor B
d.d.p. / V I / mA d.d.p. / V I / mA
0,0 0,0 0,0 0,0
2,0 1,0 4,0 2,0
3,0 2,0 6,0 3,0
4,0 4,0 8,0 4,0

Das afirmações seguintes, indique as verdadeiras 1V2 e as falsas 1F2, corrigindo estas últimas.

1A2 O condutor B é um condutor óhmico.

1B2 O valor da resistência elétrica do condutor B diminui com a diferença de potencial elétrico aplicada
nos seus terminais.

1C2 Quando os dois condutores são submetidos a uma tensão elétrica de 3,0 V, a sua resistência elétrica
é igual.

1D2 A resistência elétrica de um condutor é independente da temperatura a que este se encontra.

1E2 A resistência elétrica do condutor B tem o valor de 3,0 W.

1F2 O condutor A apresenta maior valor de resistência elétrica quando lhe é aplicada uma diferença de
potencial elétrico de 4,0 V.

Testes
1G2 O aparelho que mede uma resistência elétrica é o ohmímetro.

1H2 A unidade SI de resistência elétrica é o volt.


U
1A2 V, pois, como R = , verifica-se que esta razão é constante e igual a 2,0 W para qualquer par de
I
valores da tabela.
U
1B2 F, pois verifica-se que a razão R = é constante e igual a 2,0 W .
I
U
1C2 F. Sendo R = tem-se:
I
3,0
RA = = 1,5 W e RB = 2,0 W .
2,0
1D2 F. Normalmente, a resistividade de um material varia com a temperatura e, consequentemente, a
resistência de um condutor também varia.
1E2 F. A resistência elétrica do condutor B é RB = 2,0 W .
1F2 F. O condutor A apresenta maior valor de resistência elétrica quando lhe é aplicada uma diferença
de potencial elétrico de 2,0 V. Pois para:
2,0
U = 2,0 V ± RA = § RA = 2,0 W
1,0
3,0
U = 3,0 V ± RA = § RA = 1,5 W
2,0
4,0
U = 4,0 V ± RA = § RA = 1,0 W
4,0
EF10DP © Porto Editora

1G2 V.
1H2 F. A unidade SI de resistência elétrica é o ohm.

67
Teste de Avaliação 2

4. Observe o circuito representado esquematicamente na figura, onde as lâmpadas são todas iguais.

EF10DP © Porto Editora


V

A4
A D
K3
0,8 A A1
L1 L3
K1
A2
B C
A3
K2
L2
V1

4.1. Qual é o valor medido nos amperímetros A3 e A4?


O valor medido no amperímetro A3 é igual ao valor medido no amperímetro A2, uma vez que as
lâmpadas são iguais. Como a corrente elétrica no circuito principal é de 0,8 A, no nodo vai
dividir-se em duas correntes elétricas de 0,4 A, uma vez que a resistência elétrica das duas
lâmpadas associadas em paralelo é igual.
O valor medido em A4 é de 0,8 A, uma vez que A1 e A4 se encontram intercalados no circuito
principal, onde a corrente elétrica é de 0,8 A.

4.2. Classifique de verdadeira 1V2 ou falsa 1F2 cada uma das afirmações seguintes.

1A2 Quando se abre apenas o interruptor K3, só se apaga a lâmpada L3.

1B2 Quando se abre apenas o interruptor K1, só se apaga a lâmpada L1.

1C2 Com todos os interruptores fechados, a lâmpada que brilha mais é a lâmpada L2.

1D2 Com todos os interruptores fechados, as lâmpadas L1 e L2 são as que brilham menos.

1E2 As lâmpadas L1 e L2 encontram-se associadas em série.

1A2 F. Apagam-se todas as lâmpadas, pois K3 encontra-se no circuito principal.

1B2 V, pois K1 encontra-se no ramo da lâmpada L1. Logo, só esta é que se apaga.

1C2 F. Com todos os interruptores fechados, a lâmpada que brilha mais é a lâmpada L3 .
Como P = R I2 e as resistências das lâmpadas são iguais, a potência da lâmpada L3 , que se
encontra no circuito principal, é maior, pois é percorrida por uma corrente elétrica maior.

1D2 V. Com todos os interruptores fechados, as lâmpadas L1 e L2 brilham menos do que a lâmpada
L3 .

1E2 F. As lâmpadas L1 e L2 encontram-se associadas em paralelo.

4.3. Relativamente aos valores medidos, respetivamente, nos voltímetros V e V1, pode afirmar-se que:
1A2 U > U1
1B2 U < U1
1C2 U = U1
Selecione a opção correta.
1A2 , pois, sendo UAD = UAB + UBC + UCD , UAD tem de ser superior a UBC , isto é, U > U1 .

68
Teste de Avaliação 2

5. Observe o gráfico, que representa a curva característica de um gerador.


U/V
Quando este gerador é ligado a uma resistência elétrica, R1 , a corrente
60,0
elétrica que percorre a resistência é de 4,0 * 103 mA.
40,0
5.1. Indique o valor da força eletromotriz do gerador.
A força eletromotriz do gerador é: e = 60,0 V .
0
10,0 I / A
Sendo U = e - r I , e é o valor da ordenada na origem.

5.2. Determine o valor da resistência interna do gerador.


Sendo U = e - r I e substituindo por valores do gráfico, obtém-se:
40,0 = 60,0 - r * 10,0 § r = 2,0 W .

5.3. Faça um esquema do circuito elétrico, onde também foram intercalados aparelhos de medida que
permitem medir a corrente elétrica e a tensão elétrica nos terminais do gerador.

R1

5.4. Qual é o valor da tensão elétrica nos terminais do gerador, em circuito aberto?
Sendo U = e - r I , quando I = 0 , é U = e § U = 60,0 V .

5.5. Calcule:

Testes
5.5.1. o valor da resistência elétrica R1 ;
I = 4,0 * 103 mA § I = 4,0 A
e 60,0
Sendo I = , substituindo pelos valores, obtém-se: 4,0 = § R1 = 13 W .
R1 + r R1 + 2,0

5.5.2. a potência dissipada na resistência elétrica;


Como neste circuito só temos uma resistência elétrica intercalada, a potência útil do gerador,
Pu , é igual à potência dissipada na resistência elétrica, Pd .
Então, Pu = R1 I2 .
Substituindo pelos valores, tem-se: Pu = 13 * 4,02 § Pu = 2,1 * 102 W .

5.5.3. a potência elétrica dissipada no gerador;


Sendo Pd = r I2 , tem-se, substituindo pelos valores:
Pd = 2,0 * 4,02 § Pd = 32 W

5.5.4. o rendimento do gerador.


Pu 2,1 * 102
Sendo h = ± h= § h = 0,87 ± h 1,2 = 87, .
Pu + Pd 2,1 * 102 + 32

FIM
EF10DP © Porto Editora

Cotações
1.1.1.1.1.2. 1.2. 1.3. 1.4. 2.1. 2.2. 2.3. 2.4. 2.5. 3. 4.1. 4.2. 4.3. 5.1. 5.2. 5.3. 5.4. 5.5.1.5.5.2.5.5.3.5.5.4. Total 1 pontos2
8 12 6 8 12 6 10 8 8 14 16 8 10 6 6 8 8 8 12 8 8 10 200

69