Você está na página 1de 80

PROGRAMA

DE FORMAÇÃO
CONTINUADA
Atividades Extras
2016

$$$$
PROGRAMA
DE FORMAÇÃO
CONTINUADA
Atividades Extras
2016
FIRJAN - Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro

FICHA DAS AUTORIDADES Presidente


Eduardo Eugênio Gouvêa Vieira

Vice-Presidente Executivo
Geraldo Benedicto H. Coutinho

Superintendente do SESI-Rio, Diretor Regional do SENAI-Rio e


Diretor Executivo de Operações
Alexandre dos Reis

Diretora de Educação
Andréa Marinho

Gerente de Educação Básica


Hozana Cavalcante Meirelles
FICHA TÉCNICA
Gerência de Educação Básica - GEB
Hozana Cavalcante Meirelles

Coordenação
Helio França Braga

Elaboração
Helio França Braga

Colaboração
Fernanda de Amorim Oliveira
Fernando Sérgio de Almeida Grigorovski
Luiza Maria Martins Chaves
Nelson Magalhães Junior
Vinicius do Nascimento Silva Mano

Projeto Gráfico
Vinicius do Nascimento Silva Mano

Realização
DMATE - Divisão de Matemática do Sistema FIRJAN
FICHA CATALOGRÁFICA

Sistema FIRJAN
Divisão de Normas e Documentação - Biblioteca

Sistema FIRJAN
Av. Graça Aranha, 1 - Centro - Rio de Janeiro
Cep: 20.030-002
PROGRAMA
DE FORMAÇÃO
CONTINUADA
Atividades Extras
2016
CONTEÚDO
Apresentação..................................................... 11

Atividades SESI Matemática..........13


1. Esportes & Equipe....................................... 13

2. Esportes & Saúde ....................................... 21

3. Esportes & Paz ........................................... 29

4. Esportes & Oportunidade.......................... 37

5. Esportes & Recreação................................ 45

6. Esportes & Trabalho..................................... 53

7. Esportes & Economia ................................ 61

8. Esportes & Superação ............................... 69

Encerramento.................................................... 77
APRESENTAÇÃO
Muito tem sido discutido acerca da contextualização e da
interdisplinaridade no processo de ensino e aprendizagem. O SESI
Matemática tem como premissa respeitar ações que colaborem para
esse processo. Nesse sentido, para aproximar os conteúdos do dia a dia
dos estudantes, a Divisão de Matemática do Sistema FIRJAN (DMATE)
considerou a realização do maior evento esportivo do mundo, as
Olimpíadas, que pela primeira vez ocorrerão no Brasil.

Com a RIO 2016, as escolas têm uma grande oportunidade de


concretizar a transposição didática, tão necessária para o alcance
do aprendizado significativo. Com ela, o objeto do saber a ensinar é
transformado em objeto de ensino.

Nesse material, buscou-se, em todo momento, mostrar o quanto é


possível aproximar a matemática e as outras áreas de conhecimento de
situações que sejam do interesse geral das pessoas, ou pelo menos, de
grande parte delas.

As atividades extras desse ano permeiam situações que são


diretamente associadas ao mundo esportivo e também ao ambiente
escolar. O sentido que é dado aos conceitos e conteúdos busca
uma formação integral de todos que estão envolvidos com a área de
educação. Direção, professores e estudantes terão por meio dos textos
a oportunidade de verificar a construção de uma proposta de formação
continuada, que tem seus momentos de reflexão, diálogos, questões
contextualizadas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), trabalho
em equipe, formação em serviço e desafios. Além disso, oferece um canal
de comunicação que dá voz às escolas, para que possam colocar seus
casos de sucesso e dificuldades que sejam relevantes para os envolvidos.

Com o desejo que essas situações de aprendizagem tenham êxito na


propagação da proposta, a DMATE se coloca à disposição para colaborar
e participar desses jogos que ocorrerão nas escolas no decorrer do ano
de 2016.

Bom trabalho e excelentes “jogos”!

Um abraço.
Helio França Braga
Chefe da Divisão de Matemática
S PO R T ES
& Q UIP E

ANO 3 - Número 12
Março de 2016
ANO 3 - Número 14
Junho de 2016

2016

E
m 2015, no último trimestre, uma cada qual enfatizando uma ação ou valor
seguradora veiculou uma campanha [1] que inicia com cada uma das 8 letras da
que dizia: “Porque, afinal, no esporte e na palavra ESPORTES, na mesma ordem em que
vida, a regra é a mesma: preparação”. Com o aparecem.
conceito “Preparação. É melhor ter.” o grupo
destaca a importância da preparação para Para esse mês, destacamos a primeira
a conquista do sucesso nos esportes e para letra “E”, e a palavra que escolhemos para
enfrentar os imprevistos da vida. associar é EQUIPE.
Parafraseando a campanha, podemos
A Divisão de Matemática do Sistema
citar: “No esporte e na vida, a regra é a
FIRJAN (DMATE) gostou da ideia utilizada
mesma: Equipe”. É imprescindível reconhecer
na campanha e, para o ano de 2016,
que fazemos parte de um grupo e que para
ano olímpico, resolveu destacar alguns
alcançar nossos objetivos, todos têm um papel
valores advindos da prática esportiva.
fundamental. O espírito de união presente nos
Para o ano de 2016 foram elaboradas esportes deve ser o mesmo no dia a dia das
e serão desenvolvidas 8 atividades extras, escolas.

13
Sobre o assunto, o professor de matemática Cícero Avelino do Colégio Estadual Matemático
Joaquim Gomes de Souza, destaca a importância da visão de equipe dentro da sala de aula [2]:

“O grande objetivo era criar neles uma parceria. Então, na medida


em que a gente cria um espírito de corpo, um espírito de unidade, dentro
de uma turma, a gente está espalhando esse espírito de unidade para a
comunidade deles. Eu acho que isso ajuda a pensar na vida. Ajuda a fazer
com que eles pensem que daqui a 10 anos, eles têm direito a fazer da vida
deles uma vida melhor.”

A estudante Charlene Moura do Colégio Estadual Maria Pereira das Neves cita que a iniciativa
do Programa SESI Matemática contribui para o alcance desse objetivo:

“A existência da Sala de Matemática tem sido muito, muito importante,


não só em relação à própria Matemática, mas isso ajudou a gente também
a se unir: a turma ficou mais unida.”
Equipe é sinônimo de união. Considerado um dos maiores
esportistas de todos os tempos, Michael Jordan, bicampeão olímpico,
destaca que os vários títulos que ganhou foram frutos do trabalho em
equipe:

““
O talento vence jogos,
mas só o trabalho em equipe

Imagem da Internet
vence campeonatos.””
Michael Jordan

O talento de Jordan foi essencial para as várias conquistas de seu time, mas ele mesmo
reconhece a importância dos demais integrantes. Quando uma equipe dispõe de um talento
como o dele é necessário pensar na melhor forma de explorar. Por isso, é indispensável um
recrutamento criterioso que possibilite a otimização das ações individuais em prol do coletivo. A
questão do ENEM [3] de 2014, da área de Linguagens, Códigos e suas tecnologias tratou desse
assunto. Veja:

Linguagens, Códigos e suas Tecnologias


Para atingir o objetivo de recrutar
talentos, esse texto publicitário

A afirma, com a frase “Queremos seu talento


exatamente como ele é”, que qualquer pessoa
com talento pode fazer parte da equipe.
apresenta como estratégia a formação de um
B
perfil por meio de perguntas direcionadas, o
que dinamiza a interação texto-leitor.
C utiliza a descrição da empresa como
argumento principal, pois atinge diretamente os
interessados em informática.
usa estereótipo negativo de uma figura
D
conhecida, o nerd, pessoa introspectiva e que
gosta de informática.
recorre a imagens tecnológicas ligadas em
E
rede, para simbolizar como a tecnologia é
interligada.
www.sesimatematica.com.br - MARÇO 2016

14
Esportes & Equipe
No meio esportivo, um bom exemplo em que fica nítido o valor do trabalho em equipe é a
troca de pneus de um carro de Fórmula 1. O menor tempo foi obtido pela equipe Mercedes, 1,83
segundos.

Conforme a matéria do UOL [4], desde o fim


do reabastecimento, no final de 2009, os tempos
das paradas vêm diminuindo. O desenvolvimento
de pistolas mais eficientes e macacos que
conseguem levantar o carro ao mesmo tempo
em que permitem que o mecânico fique em um
ângulo diagonal em relação ao carro são alguns
dos fatores que explicam essa queda nos tempos.
O uso da tecnologia de sinais luminosos para avisar
o piloto quando acelerar, substituindo o trabalho
do mecânico que colocava uma placa na frente do
carro, também ajuda na economia de tempo.

De acordo com a imagem anterior, 16 pessoas atuaram na troca dos 4 pneus do carro
de Lewis Hamilton, no GP da China de 2015. Mas, essa conquista envolve outros profissionais.
Toda fase de preparação e análise foi fundamental para obtenção dessa marca. Vários estudos
são feitos para que o resultado final apareça. Nos “bastidores” muitos cálculos e simulações são
realizados. Segundo a questão do ENEM [3] de 2011, da área de Matemática e suas tecnologias:

Matemática e suas Tecnologias


Um mecânico de uma equipe de corrida necessita que as seguintes medidas realizadas
em um carro sejam obtidas em metros:
a) distância a entre os eixos dianteiro e traseiro;
b) altura b entre o solo e o encosto do piloto.

A 0,23 e 0,16.

B 2,3 e 1,6.

C 23 e 16.

D 230 e 160.

E 2300 e 1600.

A Matemática atua nos bastidores e nas conquistas, ou seja, em todo processo. A busca por
melhores resultados e a obtenção deles exige um entendimento que garanta a possibilidade de
determinado evento ocorrer, no caso, a quebra de recordes.
As situações envolvem transformação de unidades de comprimento e significado de uma
unidade de tempo, ambos são assuntos que são tratados na educação básica, percorrendo vários
anos escolares, com graus de dificuldades diversos. Para ilustrar a relevância desse estudo e
a associação com os esportes, segue a questão do ENEM [3] de 2015, da área de Ciências da
Natureza e suas tecnologias.

2016
15
Ciências da Natureza e suas Tecnologias
Uma análise criteriosa do desempenho de Usain Bolt na quebra do recorde mundial dos
100 metros rasos mostrou que, apesar de ser o último dos corredores a reagir ao tiro e
iniciar a corrida, seus primeiros 30 metros foram os mais velozes já feitos em um recorde
mundial, cruzando essa marca em 3,78 segundos. Até se colocar com o corpo reto, foram
13 passadas, mostrando sua potência durante a aceleração, o momento mais importante da
corrida. Ao final desse percurso, Bolt havia atingido a velocidade máxima de 12 m/s.
Disponível em: http://esporte.uol.com.br Acesso em 5 ago. 2012 (adaptado)

Supondo que a massa desse A 5,4 x 10² J.


corredor seja igual a 90 kg, o
trabalho total realizado nas
B 6,5 x 10³ J.
13 primeiras passadas é mais
próximo de:
C 8,6 x 10³ J.

D 1,3 x 104 J.

E 3,2 x 104 J.

O seu recorde olímpico na prova dos 100 metros rasos é de 9,63 segundos. Essa marca é
tão expressiva que fez algumas pessoas pensarem na absurda comparação [5] entre a velocidade
de Bolt e os carros de Fórmula 1.

Usain Bolt x Fórmula 1


As equipes de Fórmula 1 decidiram aproveitar os números de Usain Bolt
para exaltaram os desempenhos de seus carros. Acompanhe a seguir
os comparativos fornecidos por Lotus e McLaren.

A Lotus afirma que seus carros podem percorrer os 100 metros em


4s25. Se Bolt alcançou 44,72 km/h na pista do Estádio Olímpico, o carro
de Fórmula 1 consegue alcançar a velocidade máxima de 150 km/h.

Já a McLaren preferiu mostrar o que seus carros podem fazer os mesmos


9s63 de Bolt. Segundo a equipe inglesa, seus carros percorreriam 909,5
metros e chegariam a 385,2 km/h na reta do circuito de Monza, na Itália
– a pista de maior media de velocidade do calendário da Fórmula 1.

Embora seja um esportista individual, Bolt tem, por trás de sua performance, um grupo
de profissionais que envolve treinador, preparador físico, estatísticos etc. Então, o trabalho em
equipe faz toda diferença quando se quer vitórias maiores.

www.sesimatematica.com.br - MARÇO 2016

16
Esportes & Equipe
Reconhecer que os saberes são diversos e que juntar os conhecimentos é necessário para a
conquista de “campeonatos” contrubui para que no esporte, na vida, nas empresas... consigamos
a melhor entrega de cada participante da equipe. A questão do ENEM [3] de 2015, da área de
Ciências Humanas e suas tecnologias é um exemplo disso. Verifique os vários atores do processo,
cada qual com sua expertise:

Ciências Humanas e suas Tecnologias


Um carro esportivo é financiado pelo Japão, projetado na Itália e montado em Indiana,
México e França, usando os mais avançados componentes eletrônicos,que foram inventados
em Nova Jérsei e fabricados na Coréia. A campanha publicitária é desenvolvida na Inglaterra,
filmada no Canadá, a edição e as cópias, feitas em Nova York para serem veiculadas
no mundo todo. Teias globais disfarçam-se com o uniforme nacional que lhes for mais
conveniente.

A viabilidade do processo A linhas de montagem e formação de estoques


de produção ilustrado pelo
texto pressupõe o uso de:
B empresas burocráticas e mão de obra barata

C controle estatal e infraestrutura consolidada

D organização em rede e tecnologia de informação

E gestão centralizada e protecionismo econômico

A conclusão do processo é a premiação. Depois de passar por todas as etapas é chegada a


hora do pódio. Os atletas (e suas equipes) são reconhecidos pelo grande feito. Ganham medalhas,
flores, prêmios, fama, dinheiro...
Imagem da Internet

O hino olímpico [6] tem um trecho que deixa uma grande lição, que serve de receita para
os jogos e para a nossa vivência:

Traga vida e entusiasmo para estes nobres jogos!


Atire coroas de flores com frescor eterno aos vitoriosos
Da corrida e da luta
E crie em nossos peitos corações de aço!

2016
17
Como vimos, as flores fazem parte do cenário olímpico... Sendo assim, a DMATE propõe o
cultivo delas no jogo Flower Power [7].

O objetivo deste jogo matemático é ganhar a


maior quantidade de dinheiro possível cultivando e
colhendo flores exóticas e valiosas.
Use os seus conhecimentos de ordenação de
frações e decimais para ordenar corretamente os
botões de flores no jardim e, depois, colher os caules
para vendê-los no mercado. Cultive variedades mais
interessantes, que podem ser obtidas cultivando-se
flores comuns e deixando-as ser polinizadas pelas
abelhas para produzir novas sementes.
Novas variedades mais exóticas germinarão a partir
de caules ordenados perfeitamente. Tente atingir um
equilíbrio perfeito entre polinização e colheita para
atingir uma pontuação elevada e demonstrar o seu
domínio de frações e horticultura.

Conforme o desenvolver do jogo, uma quantia de dinheiro é acumulada. Uma relação


entre tempo de jogo e total arrecadado é estabelecida. Repare o desempenho do Fernando
Grigorovski, analista de educação da DMATE, em duas jogadas. A segunda foi mais eficiente, pois
em um intervalo de tempo menor, ele conquistou mais dinheiro.

Precisamos de vida, entusiamo e do frescor vindo das flores para fortalecer nossos corações.
O ano letivo está se iniciando. É hora de montarmos as equipes. De acordo com as 4 questões
do ENEM que foram expostas nesta atividade, precisamos também refletir sobre o que é Equipe.
Para tanto, a DMATE sugere as seguintes questões:

Quais as perguntas que devemos fazer para identificarmos os talentos dos


integrantes de nossas escolas?
Quais os conteúdos que precisamos aprender para conquistarmos resultados
expressivos?
Em que aspecto esses conteúdos podem interferir nos desempenhos?
Como contribuir/garantir que cada um faça o seu melhor?

Na próxima página serão propostas algumas atividades para que a Equipe da escola
desenvolva. A participação de todos possibilitará uma união com o propósito de estabelecer uma
unidade. Cada participante contribuirá da forma que for melhor para o grupo. É uma excelente
oportunidade de conhecer a equipe e buscar o entrosamento necessário para o convívio durante
o ano letivo.

www.sesimatematica.com.br - MARÇO 2016

18
Esportes & Equipe

1
Durante o texto da atividade “Esportes & Equipe”, 4 questões do ENEM foram

ATIVIDADES
apresentadas, uma de cada área de conhecimento. Sendo assim, pede-se que
dentro das condições de cada turma, as questões sejam desenvolvidas com
o auxílio dos professores das respectivas áreas. Para a DMATE, as unidades devem
enviar um relato da experiência.
Observação: Se a escola quiser, pode substituir as questões na totalidade, ou
parcialmente. Nesse caso, a(s) nova(s) questão(ões) deve(m) ser apresentada(s).

2
As questões do ENEM que foram usadas no texto têm, em suas essências,
ideias que são fundamentais na composição de uma Equipe, seja esportiva
ou não. No final da página anterior, 4 perguntas foram apresentadas com o
objetivo de relacioná-las ao dia a dia das escolas. Diante do exposto, pede-se que
as unidades, dentro de suas particularidades, respondam esses questionamentos
visando a construção do espírito de Equipe para o desenvolver do ano letivo.

3
Números decimais e unidades de medidas de tempo e comprimento foram
alguns dos conteúdos de matemática que apareceram nesta atividade extra.
São assuntos que são estudados na educação básica e que estão presentes em
várias séries desse ciclo, sendo seus estudos aprofundados e relacionados a outros
como foi o caso da terceira questão do ENEM aqui exposta. Dada a sua importância,
pede-se que os professores de matemática de cada turma selecionem 5 lições do
Prodigi (questionário adaptativo da Plataforma Mangahigh [7]), que tenham relação
com o texto, para que os estudantes desenvolvam.
Observação: As lições podem variar de uma série para outra, para melhor se adequar
ao perfil dos estudantes de cada série.

4
A gerente setorial do Programa Florescer, da secretaria estadual de Agricultura,
que estimula a produção de flores e plantas ornamentais no estado, Nazaré
Dias, disse que [8] os grandes produtores já estão organizados para poder
atender às demandas em termos de paisagismo e jardinagem na decoração dos
locais onde os atletas ficarão durante a Olimpíada Rio 2016. Nesta atividade, a
DMATE propôs o cultivo virtual das flores por meio do jogo Flower Power. Para que
os estudantes possam relacionar o jogo com o assunto que foi tratado, pede-se que
os professores de matemática de cada turma façam a proposição da fase “Flower
Power – Ordenação de decimais” aos estudantes. Em seguida, que utilizem a tabela
(faça o download em https://goo.gl/SsIok5) para registrar tempo e valor arrecadado
pelos estudantes das turmas. Para cada turma deve-se usar uma tabela. A média
das razões (valor arrecado/tempo transcorrido) é calculada automaticamente e
será o número que representará o desempenho da equipe (turma). A turma que
conseguir maior média das razões representará a escola. A unidade escolar enviará
para a Divisão de Matemática a tabela com os registros dessa turma. Como lema
e fechamento do trabalho, recomenda-se a frase abaixo de Ray Kroc, fundador da
Rede McDonald’s, que inspirou várias empresas com seu trabalho em equipe:

““ Nenhum de nós é tão bom quanto


todos nós juntos. ”
Ray Kroc

2016
+
19
19
REFERÊNCIAS 1
Bradesco Seguros - Preparação Rio 2016
Bradesco Seguros - YouTube. Acesso em 06/01/2016. Disponível em:
https://www.youtube.com/watch?v=ED_CGsNNvdQ

2
Por dentro do SESI Matemática
Sistema FIRJAN - YouTube. Acesso em 06/01/2016. Disponível em:
https://www.youtube.com/watch?v=DwBS67rNZUg

3
ENEM - Provas e Gabaritos
INEP - Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anisio Teixeira.
Acesso em 06/01/2016. Disponível em:
http://portal.inep.gov.br/web/enem/edicoes-anteriores/provas-e-gabaritos

4
Mercedes faz pit stop mais rápido da história da Fórmula 1: menos de 2s
UOL Esporte. Acesso em 06/01/2016. Disponível em:
http://esporte.uol.com.br/f1/ultimas-noticias/2015/04/15/mercedes-faz-pit-stop-
mais-rapido-da-historia-da-formula-1-menos-de-2s.htm#fotoNav=4

5
R7 mostra comparação entre velocidade de Bolt e carros de Fórmula 1
R7 Esportes. Acesso em 06/01/2016. Disponível em:
http://esportes.r7.com/automobilismo/fotos/r7-mostra-comparacao-entre-
velocidade-de-bolt-e-carros-de-formula-1-20120822-10.html#fotos

6
Você conhece o Hino Olímpico?
Acesso em 06/01/2016. Disponível em:
https://www.torcerpeloesporte.com.br/noticias/voce-conhece-o-hino-olimpico

7
Plataforma de Games Mangahigh
Acesso em 06/01/2016. Disponível em:
http://www.mangahigh.com

8
Olimpíada abre oportunidades para floricultores do Rio de Janeiro
EBC Notícias. Acesso em 06/01/2016. Disponível em:
http://www.ebc.com.br/noticias/2015/09/olimpiada-abre-oportunidades-para-
floricultores-do-rio-de-janeiro

Elaboração:
Helio França Braga

Editoração:

+
Vinícius do Nascimento S. Mano

20
E PO R T ES
& AÚ D E

ANO 3 - Número 14
Abril de 2016
2016

S
eguindo o propósito de, em cada de doenças ou sua prevenção, mas sim através
atividade desse ano olímpico, destacar um de qualidade de vida. Em 1946, a Organização
“benefício” advindo da prática esportiva Mundial de Saúde aprovou um conceito que
e que comece com as letras que compõem a visava ampliar a visão do mundo a respeito do
palavra ESPORTES, chegou a vez da segunda que seria estar saudável. Ficou definido então
letra, o “S”. E a palavra associada é SAÚDE. que:
No dia 07 de abril comemora-se o Dia
“A saúde é um estado de completo bem-
Mundial da Saúde. A proposta é conscientizar
estar físico, mental e social e não apenas a
a população a respeito da importância da
ausência de doença ou enfermidade”.
qualidade de vida e dos diferentes fatores que
têm interferência na saúde. Com base no conceito acima, ter saúde
Segundo informações do portal Brasil não é algo simples, uma vez que nem todas
Escola [1], a saúde deve ser vista como as pessoas conseguem, de forma harmoniosa,
uma forma de total bem-estar, que é estabelecer um equilíbrio entre o físico, o
conseguido não só através do tratamento mental e o social.

21
Esse equilíbrio entre corpo e espírito foi tema de uma questão do ENEM [2] de 2015, da área
de Ciência Humanas e suas Tecnologias:

Ciências Humanas e suas Tecnologias


A natureza fez os homens tão iguais, quanto às faculdades do corpo e do espírito, que,
embora por vezes se encontre um homem manifestamente mais forte de corpo, ou
de espírito mais vivo do que outro, mesmo assim, quando se considera tudo isto em
conjunto, a diferença entre um e outro homem não é suficientemente considerável para
que um deles possa com base nela reclamar algum benefício a que outro não possa
igualmente aspirar.
HOBBES, T. Leviatã. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

Para Hobbes, antes da constituição da sociedade civil, quando dois homens


desejavam o mesmo objeto, eles

A entravam em conflito.

B recorriam aos clérigos.

C consultavam os anciãos.

D apelavam aos governantes.

E exerciam a solidariedade.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e o matemático e cientista político Thomas Hobbes


pensaram na relação do corpo e do espírito, cada qual no âmbito de seus estudos.
Para Hobbes, a igualdade de condições existente na natureza humana permite que os
homens aspirem por coisas (ou situações) que possam ser alcançadas por um ou por outros. Essa
disputa é vista de forma saudável nas competições esportivas. Em alguns casos, os atletas buscam
alcançar diferenças mínimas em suas marcas para poder superar o que seriam seus limites. Como
exemplo, podemos citar a atividade esportiva do salto com vara, em que 1 centímetro a mais
pode virar novo recorde mundial [3].

Salto com Vara - Melhores Marcas Mundiais


Masculino Feminino
6,16 m, em 2014, por Renaud Laviellenie 5,06 m, em 2009, por Yelena Isinbayeva
6,15 m, em 1993, por Sergei Bubka 5,05 m, em 2008, por Yelena Isinbayeva
6,14 m, em 1993, por Sergei Bubka 5,04 m, em 2008, por Yelena Isinbayeva

Esse esporte é considerado uma das modalidades mais completas, pois suas etapas
envolvem: corrida, impulsão, salto e queda. Não o bastante, exige: velocidade, flexibilidade,
coordenação, força e concentração.
Pensando no estado completo de bem-estar que é recomendado pela OMS, os benefícios
para a saúde física e mental são diversos, afinal, o grande esforço exigido durante o salto ajuda
a desenvolver o controle corporal e mental, aliviando a ansiedade e a tensão oriundos de sua
prática.

22
www.sesimatematica.com.br - ABRIL 2016
Esportes & Saúde
O salto com vara é, sem dúvida, uma das modalidades mais exigentes do atletismo. Em
um único salto, o atleta executa cerca de 23 movimentos, em menos de 2 segundos. Uma
representação desse salto pode ser vista na questão do ENEM [2] de 2011 da área de Ciências da
Natureza e suas Tecnologias:

Ciências da Natureza e suas Tecnologias


Uma das modalidades presentes nas olimpíadas é o salto com vara. As etapas de um dos
saltos de um atleta estão representadas na figura:

Atleta corre com a vara Atleta apoia a vara no chão Atleta atinge certa altura Atleta cai em um colchão

Desprezando-se as forças dissipativas (resistência do ar e atrito), para que o salto atinja a


maior altura possível, ou seja, o máximo de energia seja conservada, é necessário que:

A a energia cinética, representada na etapa I, seja totalmente convertida em energia potencial elástica
representada na etapa IV.
B a energia cinetica, representada na etapa II, seja totalmente convertida em energia potencial
gravitacional, representada na etapa IV.
C a energia cinética, representada na etapa I, seja totalmente convertida em energia potencial
gravitacional, representada na etapa III.
D a energia potencial gravitacional, representada na etapa II, seja totalmente convertida em energia
potencial elástica, representada na etapa IV.
E a energia potencial gravitacional, representada na etapa I, seja totalmente convertida em energia
potencial elástica, representada na etapa III.

A ciência do esporte vem desenvolvendo estudos e demonstrando que para uma estimativa
da altura alcançada nesses saltos é possível considerar que a vara serve para converter o
movimento horizontal do atleta (corrida) em movimento vertical, sem perdas ou acréscimos de
energia.
Mas, além dos estudos que auxiliam os atletas, outros têm sido feitos para mostrar a
importância que a prática constante de uma atividade física (bem planejada) tem para que as
pessoas possam ter uma vida mais saudável. O homem moderno, muitas vezes, deixa de lado a
prática esportiva, o que acarreta em um estilo de vida sedentário, provocando distúrbios como:
alimentação inadequada, obesidade, estresse, doenças coronarianas etc.
Dentre os distúrbios citados acima, alimentar-se adequadamente tem sido uma grande
dificuldade. A recomendação [4] da OMS é a de que, para uma alimentação saudável, deva-se
ingerir, em relação ao total de calorias diárias, 55% de carboidratos, 15% de proteínas e 30% de
gorduras. Porém, o homem moderno tem buscado alternativas que, nem sempre, são as ideais.
O medo da obesidade e a busca pelo corpo ideal, divulgado pela grande mídia, têm feito com
que as pessoas queiram ganhar tempo no processo de se alimentar bem, deixando de seguir seu
curso natural.
Esse foi o tema da questão do ENEM [2] de 2014 da área de Linguagens, Códigos e suas
Tecnologias:

2016
23
Linguagens, Códigos e suas Tecnologias
Uso de suplementos alimentares por adolescentes
Evidências médicas sugerem que a suplementação alimentar pode ser benéfica para um
pequeno grupo de pessoas, aí incluídos atletas competitivos, cuja dieta não seja balanceada.
Tem-se observado que adolescentes envolvidos em atividade física ou atlética estão usando
cada vez mais tais suplementos. A prevalência desse uso varia entre os tipos de esportes,
aspectos culturais, faixas etárias (mais comum em adolescentes) e sexo (maior
prevalência em homens). Poucos estudos se referem a frequência, tipo e quantidade
de suplementos usados, mas parece ser comum que as doses recomendadas sejam
excedidas.
A mídia é um dos importantes estímulos ao uso de suplementos alimentares ao
veicular, por exemplo, o mito do corpo ideal. Em 2001, a indústria de suplementos
alimentares investiu globalmente US$ 46 bilhões em propaganda, como meio de persuadir
potenciais consumidores a adquirir seus produtos. Na adolescência, periodo de autoafirmação,
muitos deles não medem esforços para atingir tal objetivo.
ALVES, C.; LIMA, R. J. Pediatr. v.85, n.4, 2009 (fragmento).
Sobre a associação entre a prática de atividades físicas e o uso de suplementos alimentares,
o texto informa que a ingestão desses suplementos
A é indispensável para as pessoas que fazem atividades físicas regularmente.

B é estimulada pela indústria voltada para adolescentes que buscam um corpo ideal.

C é indicada para atividades físicas como a musculação com fins de promoção da saúde.

D direciona-se para adolescentes com distúrbios metabólicos e praticam atividades físicas.

E melhora a saúde do indivíduo que não tem uma dieta balanceada e nem pratica atividades
físicas.

Diante do exposto, o uso dos suplementos exige bastante cautela. Segundo o nutricionista
clínico Gabriel Cairo Nunes [5]:
Uma dieta com suplementos deve ser absolutamente personalizada,
montada a partir de exames feitos por um profissional. Desde que a dieta
esteja adaptada ao paciente, todos podem fazer uso de suplementos. O
que se discute é que o consumo em excesso desses produtos pode trazer
prejuízo à saúde, porém, essa quantidade ainda não é tão bem definida.
De qualquer forma, os suplementos são seguros quando indicados por um
especialista.
É comum as pessoas pensarem que o uso de suplementos está associado ao uso de
anabolizantes. Mas, de acordo com o personal trainer Renato Santiago [5]:
Os suplementos alimentares são compostos naturais encontrados
em alimentos, porém em uma alta concentração. Eles podem suprir
uma substância em falta no organismo ou, em alguns casos, estimular o
metabolismo, a exemplo da cafeína nos termogênicos. Já os anabolizantes
são hormônios, que são os principais reguladores metabólicos no organismo.
Eles são responsáveis pelo aumento mais rápido da massa magra e pelo
consumo de gordura, por exemplo. Entretanto, nosso organismo já produz
todos esses hormônios, o que pode provocar desequilíbrios metabólicos
- diferente dos suplementos, dos quais tiramos os nutrientes que nosso
corpo não é capaz de produzir.
No meio esportivo, o uso de anabolizantes é proibido, justamente por interferir na questão
da igualdade da natureza humana colocada por Hobbes no início dessa atividade.

24
www.sesimatematica.com.br - ABRIL 2016
Esportes & Saúde
O atleta que faz uso pode tirar vantagens em relação aos demais competidores, por isso,
exames antidopings fazem parte da rotina das competições. Em geral, uma amostra de atletas é
selecionada pela organização para realizar os exames.
Esse processo foi ilustrado na questão do ENEM [2] de 2015 da área de Matemática e suas
Tecnologias:

Matemática e suas Tecnologias


Uma competição esportiva envolveu 20 equipes com 10 atletas cada. Uma denúncia
à organização dizia que um dos atletas havia utilizado substância proibida. Os
organizadores, então, decidiram fazer um exame antidoping. Foram propostos três
modos diferentes para escolher os atletas que irão realizá-lo:

Modo I: sortear três atletas dentre todos os participantes;


Modo II: sortear primeiro uma das equipes e, desta, sortear três atletas;
Modo III: sortear primeiro três equipes e, então, sortear um atleta de cada
uma dessas três equipes.

Considere que todos os atletas têm igual A P(I) < P(III) < P(II)
probabilidade de serem sorteados e que
P(I), P(II) e P(III) sejam as probabilidades
de o atleta que utilizou a substância B P(II) < P(I) < P(III)
proibida seja um dos escolhidos para o
exame no caso do sorteio ser feito pelo C P(I) < P(II) = P(III)
modo I, II ou III.

D P(I) = P(II) <P(III)

E P(I) = P(II) = P(III)

Como há um número finito de casos possíveis e as chances dos atletas serem escolhidos
são iguais, então, a probabilidade é dada pela razão entre o número de casos favoráveis e o
número de casos possíveis. O livro Problema Resolvido [6] coloca:

De modo geral, resolver um problema de probabilidades, cujo


experimento aleatório não tenha um espaço amostral de fácil exposição,
consiste em resolver dois problemas de contagem: o primeiro, sem
restrições, para determinar o número de casos possíveis e, o segundo, com
as restrições devidas, para determinar o número de casos favoráveis.

O resultado que expressa a chance comumente é expresso na forma de fração ou


porcentagem. Esses assuntos são estudados na Educação Básica e percorrem todas as séries
com níveis de aprofundamento que envolvem outros temas, assim como foi visto na questão
acima que abordava a probabilidade.

A Matemática presente no cálculo da probabilidade pode ser vista de forma saudável, pois
respeita a igualdade de condições (todos têm a mesma chance) e garante que haja “justiça” no
processo de escolha (a aleatoriedade produz, geralmente, resultados diferentes).
Na busca por resultados melhores, seja na vida esportiva, acadêmica ou social, precisamos
recorrer a hábitos saudáveis (sem anabolizantes) e equilibrados, em que o bem-estar físico,
mental e social estejam igualmente presentes para garantir a verdadeira SAÚDE.

2016
25
Diante do que foi visto, o salto com vara é reconhecidamente um esporte completo. Sua
boa execução traz benefícios para a saúde física e mental. Outras modalidades de saltos fazem
parte do atletismo, a saber: salto em altura, salto em distância e salto triplo. Para praticar qualquer
modalidade de saltos é preciso muita preparação. Com o intuito de praticar e preparar para
os “saltos” que precisamos dar durante o ano letivo, a DMATE sugere a modalidade salto de
“piguimpulta” do jogo Ice Ice Maybe [7].
Neste jogo matemático, seu objetivo é ajudar
quatro bandos de pinguins a alcançar seu
paraíso de férias na Ilha Ensolarada.
Os pinguins começam na margem esquerda,
onde eles construíram uma “pinguimpulta”.
Infelizmente, esse apetrecho não tem alcance
suficiente para lançar os pinguins diretamente
até a outra margem com segurança.
Use os seus conhecimentos matemáticos
de estimação e aproximação para posicionar
os icebergs flutuantes, para que os pinguins
possam pular com segurança de uma geleira
para outra.

Conforme o desenvolver do jogo, uma rota é seguida em direção à Ilha Ensolarada. Antes
de chegar à Ilha, o grupo deve passar por 6 geleiras, registrando as respectivas pontuações
conforme o exemplo abaixo:

Para alcançar o sucesso em nossas ações, precisamos de SAÚDE no sentido amplo da


palavra, por isso, a DMATE propõe para reflexão as seguintes perguntas, que são relacionadas às
4 questões do ENEM que foram utilizadas no texto e que associam saúde com educação:
Quais as contribuições que a escola pode dar para garantir o equilíbrio físico,
mental e social de toda a comunidade escolar?
Quais as etapas que os estudantes devem definir para conquistar um bom “salto”
acadêmico?
Se o desempenho não for o esperado, quais os suplementos que podem ser
utilizados?
Como contribuir/garantir que haja um ambiente saudável nas escolas, sem a
interferência de ações indesejáveis?
Na próxima página serão propostas algumas atividades em busca da SAÚDE em nossas
escolas. A ideia é alcançar o aprendizado da mensagem do médico cardiologista Lair Ribeiro, que
tem vasta experiência no campos da educação e empresarial:

““ Aquele que não tem tempo para cuidar da saúde vai ter que arrumar
tempo para cuidar da doença. ” Lair Ribeiro
E lembre-se: um ambiente saudável é direito e dever de todos. Colabore
para que esta proposta alcance seus objetivos, participe!

26
www.sesimatematica.com.br - ABRIL 2016
Esportes & Saúde

1
Durante o texto da atividade “Esportes & Saúde”, 4 questões do ENEM foram

ATIVIDADES
apresentadas, uma de cada área de conhecimento. Sendo assim, pede-se que
dentro das condições de cada turma, as questões sejam desenvolvidas com
o auxílio dos professores das respectivas áreas. Para a DMATE, as unidades devem
enviar um relato da experiência.
Observação: Se a escola quiser, pode substituir as questões na totalidade, ou
parcialmente. Nesse caso, a(s) nova(s) questão(ões) deve(m) ser apresentada(s).

2
As questões do ENEM que foram usadas no texto têm, em suas essências,
ideias que são fundamentais na manutenção da Saúde, em seu sentido amplo.
No final da página anterior, 4 perguntas foram apresentadas com o objetivo de
relacioná-las ao dia a dia das escolas. Diante do exposto, pede-se que as unidades,
dentro de suas particularidades, respondam esses questionamentos visando a
construção de um ambiente saudável no decorrer do ano letivo.

3
Frações e porcentagens foram alguns dos conteúdos de matemática que
apareceram nesta atividade extra. São assuntos que são estudados na
educação básica e que estão presentes em várias séries desse ciclo, sendo seus
estudos aprofundados e relacionados a outros como foi o caso da quarta questão
do ENEM aqui exposta. Dada a sua importância, pede-se que os professores de
matemática de cada turma selecionem 5 lições do Prodigi (questionário adaptativo
da Plataforma Mangahigh [7]), que tenham relação com o texto, para que os
estudantes desenvolvam.
Observação: As lições podem variar de uma série para outra, para melhor se adequar
ao perfil dos estudantes de cada série.

4
Segundo o portal Educacional [8], a competição saudável traz benefícios, pois,
desde os tempos mais primitivos, o homem traz consigo a necessidade de
competir. O próprio instinto de sobrevivência fez com que ele se habituasse
a enfrentar desafios. Sem isso a espécie humana poderia até ter desaparecido.
A competição, quando assume uma forma mais lúdica e educativa, traz vários
benefícios: há mais sociabilização entre os alunos, eles aprendem a lidar com
diversas situações e vivem diferentes papéis. Nesta atividade, para incentivar a
competição saudável, a DMATE sugere que os professores proponham aos seus
estudantes a fase do jogo “Ice Ice Maybe - Estimativa de uma fração de um
número”. Em seguida, que utilizem a tabela (faça o download do arquivo no link
https://goo.gl/RHuz7v) para registrar o somatório dos pontos obtidos pelos
estudantes das turmas. Para cada turma deve-se usar uma tabela. A média dos
pontos será o número que representará o desempenho da equipe (turma). A turma
que conseguir maior média dos pontos representará a escola. A unidade escolar
enviará para a Divisão de Matemática a tabela com os registros dessa turma. Como
lema e fechamento do trabalho, recomenda-se a frase abaixo de John Locke,
filósofo britânico:

““ Mente sã em um corpo são, é uma descrição


curta, mas completa, de uma condição feliz neste
mundo. Aquele que tem ambos, tem muito pouco
mais a desejar; e aquele que deseja ambos, será
um pouco melhor em tudo. ”

John A. Locke

2016
+
27
27
REFERÊNCIAS 1
07 DE ABRIL — DIA MUNDIAL DA SAÚDE
Brasil Escola. Acesso em 07/01/2016. Disponível em:
http://brasilescola.uol.com.br/datas-comemorativas/dia-mundial-da-saude.htm

2
ENEM - Provas e Gabaritos
INEP - Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anisio Teixeira.
Acesso em 06/01/2016. Disponível em:
http://portal.inep.gov.br/web/enem/edicoes-anteriores/provas-e-gabaritos

3
Salto com vara
Wikipedia, a enciclopedia livre. Acesso em 07/01/2016. Disponível em:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Salto_com_vara

4
Proporção inteligente de macronutrientes
Equilibrium Consultoria. Acesso em 08/01/2016. Disponível em:
http://www.equilibriumonline.com.br/consultoria/noticia/proporcao_inteligente_
de_macronutrientes

5
O uso de suplementos alimentares na busca pelo corpo ideal
Personare. Acesso em 08/01/2016. Disponível em:
http://www.personare.com.br/o-uso-de-suplementos-alimentares-na-busca-pelo-
corpo-ideal-m5673

6
Problema Resolvido
CHAVES, A. SOUZA, F.
Série SESIeduca. SESI Rio. Rio de Janeiro. 2010.

7
Plataforma de Games Mangahigh
Acesso em 06/01/2016. Disponível em:
http://www.mangahigh.com

8
Os benefícios de uma competição saudável
Portal Educional. Acesso em 12/01/2016. Disponível em:
http://www.educacional.com.br/educacao_fisica/educadores/educadores04.asp

Elaboração:
Helio França Braga

Editoração:

+
Vinícius do Nascimento S. Mano

28
ES ORTES
& AZ

ANO 3 - Número 15
Maio de 2016
2016

P
ara representar a união de povos e bandeira na cerimônia de abertura dos jogos
raças, a bandeira olímpica é formada olímpicos de Sydney. Em 2004, a seleção
por cinco anéis entrelaçados, cada qual brasileira de futebol jogou um amistoso no Haiti
representando um continente com a sua cor. para promover a paz no país, interrompendo a
Com a terceira letra da palavra ESPORTES guerra civil.
podemos escrever uma palavra que resume o
princípio dos jogos olímpicos: a PAZ. Considerando a paz como ausência de
violência ou guerra, exercê-la é valorizar o
Os esportes são ferramentas poderosas amor e diminuir a busca pelo poder. A junção
contra a desunião entre os povos. São vários dessas três palavras foi muito bem feita pelo
os exemplos em que o espírito esportivo uniu cantor norte-americano Jimi Hendrix, em uma
nações e provou ser o melhor aliado da paz frase que deixou claro o nível de importância de
mundial [1]. cada termo:

Em 2000, atletas da Coreia do Norte “Quando o poder do amor superar o


e Coreia do Sul desfilaram sob a mesma amor ao poder, o mundo conhecerá a paz.”

29
Na prova do ENEM [2] de 2012 da área de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias esse
texto foi utilizado na questão que segue:

Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

Aproveitando-se de seu status social e da possível influência sobre seus fãs, o famoso
músico Jimi Hendrix associa, em seu texto, os termos love, power e peace para justificar
sua opinião de que
A a paz tem o poder de aumentar o amor entre os homens.

B o amor pelo poder deve ser menor do que o poder do amor.

C o poder deve ser compartilhado entre aqueles que se amam.

D o amor pelo poder é capaz de desunir cada vez mais as pessoas.

E a paz será alcançada quando a busca pelo poder deixar de existir.

Quando o amor pelo poder for menor que o poder pelo amor a paz será estabelecida.
Infelizmente, essa não é uma realidade para todos e os jogos olímpicos têm exercido um papel
de suma importância para o atingimento da harmonia entre as nações.
Em 1936, as olimpíadas foram usadas para mostrar algumas manifestações políticas, o que
causou grande descontentamento aos organizadores, visto que o intuito era promover a paz.
Desde então, vários obstáculos tentaram bloquear a realização das olimpíadas. Já em 1964, o
atleta Yoshinori Sakai (fotos), nascido no dia em que foi lançada a bomba atômica em Hiroshima,
foi escolhido para carregar a tocha olímpica, sendo uma homenagem às vitimas do holocausto
nuclear e um apelo à paz mundial.

30
www.sesimatematica.com.br - MAIO 2016
Esportes & Paz
Esses episódios foram retratados na questão do ENEM [2] de 2004 da área de Ciências
Humanas e suas tecnologias:

Ciências Humanas e suas Tecnologias


Os Jogos Olímpicos tiveram início na Grécia, em 776 a.C., para celebrar uma declaração
de paz. Na sociedade contemporânea, embora mantenham como ideal o congraçamento
entre os povos, os Jogos Olímpicos têm sido palco de manifestações de conflitos
políticos. Dentre os acontecimentos apresentados abaixo, o único que evoca um conflito
armado e sugere sua superação, reafirmando o ideal olímpico, ocorreu

A em 1980,em Moscou,quando os norte-americanos deixaram de comparecer aos


Jogos Olímpicos.

B em 1964,em Tóquio,quando um atleta nascido em Hiroshima foi escolhido para


carregar a tocha olímpica.
C em 1956,em Melbourne,quando a China abandonou os Jogos porque a
representação de Formosa também havia sido convidada para participar.

D em 1948,em Londres,quando os alemães e os japoneses não foram convidados a


participar.
E em 1936,em Berlim,quando Hitler abandonou o estádio ao serem anunciadas as
vitórias do universitário negro,Jesse Owens,que recebeu quatro medalhas.

O idealismo pregado pelos jogos olímpicos é o congraçamento dos povos, deixando de


lado os conflitos e discriminações que não contribuem para a paz mundial. Foi isso que os atletas
das Coreias do Sul e do Norte fizeram nos jogos olímpicos de Sydney (foto abaixo).

A relação entre as duas Coreias [3] está


em crise desde que um submarino
norte-coreano bombardeou um navio
sul-coreano. A relação permanece frágil
com os testes nucleares por parte da
Coreia do Norte.
Coreia do Sul e Norte desfilaram com
uma bandeira só, mas competiram
separadamente. Em Sidney, a Coreia
do Sul ficou em 12º lugar, com oito
medalhas de ouro, dez de prata e dez de
bronze. Já a Coreia do Norte ficou em
60º lugar, com uma medalha de prata e
três de bronze.
Os dois países desfilaram sob a mesma bandeira na abertura dos
Jogos Olímpicos de Sidney, em 2000.

Outra preocupação das olimpíadas é oportunizar momentos em que as características


culturais, socioeconômicas e étnicas das nações sejam refletidas. Desse modo, todos poderão
ser valorizados, de acordo com suas capacidades. A melhor forma de garantir que isso ocorra
é por meio da variação das atividades que privilegiam as diversas competências. Nas olimpíadas
a diversidade de modalidades esportivas e a participação das múltiplas nações retratam esse
cuidado.
Mas, nem sempre se consegue. Em Sydney, verificou-se que um grande número das
medalhas de ouro conquistadas pertencia a um pequeno grupo de países, como pode ser
observado na questão do ENEM [2], do ano de 2004, da área de Matemática e suas tecnologias:

2016
31
Matemática e suas Tecnologias
As Olimpíadas são uma oportunidade para o congraçamento de um grande número de
países, sem discriminação política ou racial, ainda que seus resultados possam refletir
características culturais, socioeconômicas e étnicas. Em 2000, nos Jogos Olímpicos de
Sydney, o total de 300 medalhas de ouro conquistadas apresentou a seguinte distribuição
entre os 196 países participantes como mostra o gráfico.

Esses resultados mostram que, na distribuição das medalhas de ouro em 2000,

A cada país participante conquistou pelo menos uma.

B cerca de um terço foi conquistado por apenas três países.

C os cinco países mais populosos obtiveram os melhores resultados.

D os cinco países mais desenvolvidos obtiveram os melhores resultados.

E cerca de um quarto foi conquistado pelos Estados Unidos.

Ao comparar [4]
com a distribuição dos
jogos olímpicos de
Londres 2012 (gráfico
ao lado), verifica-se que
pouca coisa mudou.
Ainda temos a maior
parte das medalhas de
ouro sendo conquistadas
por um pequeno grupo
de países.

Se focarmos nossa atenção no desempenho do Brasil nessas duas olimpíadas, teremos:

32
www.sesimatematica.com.br - MAIO 2016
Esportes & Paz
Uma medalha, em especial, mereceu destaque nos jogos de 2012, a medalha de prata
conquistada pela Seleção Brasileira de Futebol. A grande nação contava que o esporte preferido
da população conquistasse a tão sonhada e inédita medalha de ouro. Embora isso não tenha
ocorrido, o futebol brasileiro é capaz de levar a paz a povos que estão em plena guerra civil,
como foi o caso do Haiti em 2004 [5].

Quando existe paz nos estádios, e nos esportes em geral, uma onda de energias positivas
faz com que o sentimento de alegria una as torcidas (povos) e se propague, levando essa emoção
para fora do ambiente esportivo. Esse efeito foi tema da questão do ENEM [2] de 2013, da área de
Ciências da Natureza e suas Tecnologias:

Ciências da Natureza e suas Tecnologias


Uma manifestação comum das torcidas em estádios de futebol é a ola mexicana. Os
espectadores de uma linha, sem sair do lugar e sem se deslocarem lateralmente, ficam de
pé e se sentam, sincronizados com os da linha adjacente. O efeito coletivo se propaga pelos
espectadores do estádio, formando uma onda progressiva, conforme ilustração.

Calcula-se que a velocidade de propagação dessa “onda humana” é 45 km/h e que cada período
de oscilação contém 16 pessoas, que se levantam e sentam organizadamente distanciadas
entre si por 80 cm.
Disponível em: www.ufsm.br. Acesso em 7 dez. 2012 (adaptado)

Nessa ola mexicana, a frequência da onda, em hertz, é um valor mais próximo de


A 0,3. B 0,5. C 1,0. D 1,9. E 3,7.

Nesta atividade os recursos visuais foram essenciais para mostrar a intensidade dos
momentos que foram retratados. Na matemática, a utilização de gráficos e tabelas também têm
esse apelo, por meio dessa linguagem (visual) a capacidade de ler e interpretar informações são
amplamente trabalhadas para a construção de argumentos e tomadas de decisão. Relacionar
informações apresentadas em diferentes formas de linguagem é uma competência que precisa
ser desenvolvida para a construção de um ambiente harmonioso.

2016
33
A “ola” [6] ficou famosa a partir da Copa do Mundo de Futebol de 1986, realizada no México.
Uma outra festa típica desse país (a Piñata) pode ser vivenciada por meio do jogo Piñata Fever. [7].

Nesse jogo matemático, você é o anfitrião de


uma grande festa de quebra de potes. Para agitar
a festa, você precisa manter a jarra de doces
sempre cheia e a única maneira de conseguir
mais doces é quebrando os potes!
Esses potes coloridos e enfeitados estão cheios
de doces e brinquedos e descem lentamente
do topo do pátio da festa. Você deve se mover
rapidamente para interceptá-los, somando
e subtraindo números positivos e negativos.
Quando estiver no lugar certo, quebre os potes
para liberar as deliciosas guloseimas!
Pense rápido, pois se acabar os doces, é o fim da
festa!

Conforme o desenvolver do jogo, uma quantidade de pontos é acumulada quando os potes


são quebrados. Além disso, existe uma bonificação (caixa de presente) relacionada à potência da
batida.

A PAZ contribui para o avanço da educação. Nesse sentido, a DMATE sugere, para reflexão,
as perguntas abaixo que são relacionadas às 4 questões do ENEM que foram utilizadas no texto
e que associam paz e educação:

Quais os termos que precisamos relacionar para a construção de um ambiente


pacífico em nossas escolas?
Como que o ideal olímpico pode ser utilizado, nas escolas, para resolução de
conflitos?
Quais os benefícios que a comunidade escolar obtem com o desenvolvimento da
matemática, em especial, com a parte de tratamento de informações?
Como fazer com que a onda de energias positivas seja propagada para fora da
escola?

Na próxima página serão propostas algumas atividades que colaboram para a conquista de
um ambiente de PAZ em nossas escolas. E, de acordo com Albert Einstein:

““ A paz é a única forma de nos sentirmos


realmente humanos. ”
Albert Einstein
Para que essa proposta alcance seus objetivos é fundamental a
participação de todos. Não fique de fora! Exerça o seu papel!

34
www.sesimatematica.com.br - MAIO 2016
Esportes & Paz

1
Durante o texto da atividade “Esportes & Paz”, 4 questões do ENEM foram

ATIVIDADES
apresentadas, uma de cada área de conhecimento. Sendo assim, pede-se que
dentro das condições de cada turma, as questões sejam desenvolvidas com
o auxílio dos professores das respectivas áreas. Para a DMATE, as unidades devem
enviar um relato da experiência.
Observação: Se a escola quiser, pode substituir as questões na totalidade, ou
parcialmente. Nesse caso, a(s) nova(s) questão(ões) deve(m) ser apresentada(s).

2
As questões do ENEM que foram usadas no texto têm, em suas essências,
ideias que são fundamentais na construção de um ambiente de Paz. No final da
página anterior, 4 perguntas foram apresentadas com o objetivo de relacioná-
las ao dia a dia das escolas. Diante do exposto, pede-se que as unidades, dentro de
suas particularidades, respondam esses questionamentos visando a construção do
espírito harmonioso para o desenvolver do ano letivo.

3
Representações gráficas e a organização de dados em tabelas foram alguns
dos conteúdos de matemática que apareceram nesta atividade extra. São
assuntos que são estudados na educação básica e que estão presentes em
várias séries desse ciclo, sendo seus estudos aprofundados e relacionados a outros
como foi o caso da terceira questão do ENEM aqui exposta. Dada a sua importância,
pede-se que os professores de matemática de cada turma selecionem 5 lições do
Prodigi (questionário adaptativo da Plataforma Mangahigh [7]), que tenham relação
com o texto, para que os estudantes desenvolvam.
Observação: As lições podem variar de uma série para outra, para melhor se adequar
ao perfil dos estudantes de cada série.

4
De acordo com o senador Cristovam Buarque [8]: “É suicídio esperar o fim da
violência urbana para só então termos escolas pacíficas, mas a valorização da
escola vai colaborar para pacificar a sociedade. O Brasil dispõe dos recursos
para mudar esta maldita realidade da violência nas escolas e, como uma escola
pacificada, construirmos a paz na sociedade ao redor”. Nesta atividade, a DMATE
propôs a valorização da escola por meio do jogo Piñata Fever. Para que os estudantes
possam relacionar o jogo com o assunto que foi tratado, pede-se que os professores
de matemática façam a proposição da fase “Piñata Fever - Estendendo a reta
numérica” aos estudantes. Em seguida, que utilizem a tabela (faça o download
em https://goo.gl/aaPrdQ) para registrar a medalha conquistada por cada aluno.
Para cada turma deve-se usar uma tabela. A média dos pontos correspondentes às
medalhas obtidas é calculada automaticamente, e será o número que representará
o desempenho da equipe (turma). Um gráfico também é gerado automaricamente.
A turma que conseguir maior média representará a escola. Em caso de empate, a
média do totais de pontos de cada aluno será usada como critério de desempate.
A unidade escolar enviará para a Divisão de Matemática a tabela com os registros
dessa turma. Como lema e fechamento do trabalho, recomenda-se o trecho da
música “A Paz”, versão feita pelo grupo Roupa Nova, para a música “Heal the World”,
de Michael Jackson.

““ Só o amor, muda o que já se fez;


e a força da paz junta todos outra vez.”
Trecho da Música A Paz, do grupo
Roupa Nova

+
(versão de Heal the World, Michael Jackson)

2016 35
35
REFERÊNCIAS 1
18 vezes em que o esporte provou ser o melhor aliado da paz
Rio 2016. Acesso em 12/01/2016. Disponível em:
http://www.rio2016.com/noticias/18-vezes-em-que-o-esporte-provou-ser-o-melhor-aliado-
da-paz

2
ENEM - Provas e Gabaritos
INEP - Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anisio Teixeira.
Acesso em 06/01/2016. Disponível em:
http://portal.inep.gov.br/web/enem/edicoes-anteriores/provas-e-gabaritos

3
Guia do Estudante - Coreia
Acesso em 13/01/2016. Disponível em:
http://guiadoestudante.abril.com.br/estudar/simulados/quiz-coreia-565100.shtml?r-
s=p0uA1NvrPp1uA2NvrPp2uA4NvrPp3uA3NvrPp4uA1NvrPp5uA2NvrPp6uA1NvrPp7uA5Nvr-
Pp8uA2NvrPp9uA3NvrP&pn=Lstp

4
Compare o desempenho de um país em duas edições
UOL. Acesso em 13/01/2016. Disponível em:
http://olimpiadas.uol.com.br/2012/quadro-de-medalhas/comparativo/paises.
htm?pais=Brasil&ano1=2012&ano2=2000

5
Seleçao Brasileira faz o Jogo da Paz no Haiti
Confederação Brasileira de Futebol - CBF. Acesso em 13/01/2016. Disponível em:
http://www.cbf.com.br/noticias/jogos-inesqueciveis/em-porto-principe#.
VpZwlJMrLOQ

6
Ola
Wikipedia, a enciclopedia livre. Acesso em 13/01/2016. Disponível em:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Ola

7
Plataforma de Games Mangahigh
Acesso em 06/01/2016. Disponível em:
http://www.mangahigh.com

8
Paz nas Escolas
Cristovam Buarque. O Globo. Acesso em 13/01/2016. Disponível em:
http://oglobo.globo.com/opiniao/paz-nas-escolas-13848359

Elaboração:
Helio França Braga

Editoração:

+
Vinícius do Nascimento S. Mano

36
ESP
& 0 R T ES
PORTUNIDADE

ANO 3 - Número 15
Junho de 2016
2016

O
s benefícios oriundos da prática para exercer os seus direitos e compreender
esportiva são vários. Seguindo a os seus deveres com muita disciplina e
sequência de mostrar alguns deles, esse determinação.
é o mês de destacar a OPORTUNIDADE, que é
um valor que inicia com a quarta letra da palavra No esporte brasileiro são inúmeros os
ESPORTES. exemplos de superação, inclusão social e
sucesso por meio do esporte. Se falarmos
De acordo com o Portal EAB – Eu Amo o sobre futebol, logo lembramos do jogador
Brasil [1]: A prática do esporte pode transformar Ronaldo “Fenômeno”. Nascido na periferia do
as vidas de muitas crianças e adolescentes, Rio de Janeiro numa família muito humilde,
estimulando a superação de barreiras e limitações Ronaldo foi descoberto muito cedo e aos 17
e o crescimento das noções de solidariedade e anos já disputava sua primeira Copa do Mundo.
respeito às diferenças. Quem pratica esportes No total foram quatro torneios mundiais pela
tem a oportunidade de se tornar um cidadão seleção brasileira – vencendo dois – e três
melhor, porque treina também para a vida, títulos de melhor jogador do mundo.

37
Por conta desse e de outros exemplos, o Futebol é tido como o esporte preferido dos
brasileiros, conforme colocado na questão do ENEM [2] de 2012 da área de Linguagens, Códigos
e suas Tecnologias esse texto foi utilizado na questão que segue:

Linguagens, Códigos e suas Tecnologias


Aqui é o país do futebol Na letra da canção Aqui é o país do
Brasil está vazio na tarde de domingo, né?
futebol, de Wilson Simonal, o futebol,
Olha o sambão, aqui é o país do futebol
[...]
como elemento da cultura corporal de
No fundo desse país movimento e expressão da tradição
Ao longo das avenidas nacional, é apresentado de forma
Nos campos de terra e grama crítica e emancipada devido ao fato de
Brasil só é futebol
reforçar a relação entre o esporte
Nesses noventa minutos A
futebol e o samba.
De emoção e alegria
Esqueço a casa e o trabalho ser apresentado como uma
B
A vida fica lá fora atividade de lazer.
Dinheiro fica lá fora ser identificado com a alegria da
C
A cama fica lá fora população brasileira.
A mesa fica lá fora promover a reflexão sobre a
Salário fica lá fora D
alienação provocada pelo futebol.
A fome fica lá fora
E
ser associado ao desenvolvimento
A comida fica lá fora
do país.
A vida fica lá fora
E tudo fica lá fora
SIMONAL, W. Aqui é o país do futebol. Disponível em: www.vagalume.com.br.
Acesso em: 27 out. 2011 (fragmento)

A análise da questão anterior remete ao cuidado que a população precisa ter para que o
excesso ao “patriotismo” não acarrete em malefícios. O esporte deve ser encarado como uma
grande oportunidade para os cidadãos exercerem seus direitos e deveres. Assim sendo, a busca
é pelos benefícios da vida em sociedade, combatendo qualquer tipo de exclusão ou alienação.
Uma vez escolhida a modalidade esportiva, algumas precauções precisam ser tomadas para
estabelecer condições iguais a todos, que é um princípio da inclusão social. A matemática atua
também nesse sentido. Como exemplo, podemos citar a prova dos 400 m do atletismo. Você já
parou para pensar no motivo dos atletas não largarem alinhados?

O que aconteceria se a prova fosse de 1 (ou mais) volta(s) completa(s)? A questão do ENEM [2] de
2011, da área de Matemática e suas Tecnologias aborda esse assunto:

38 www.sesimatematica.com.br - JUNHO 2016


Esportes & Oportunidade

Matemática e suas Tecnologias


O atletismo é um dos esportes que mais se identificam com o espírito olímpico. A figura ilustra
uma pista de atletismo. A pista é composta por oito raias e tem largura de 9,76 m. As raias são
numeradas do centro da pista para a extremidade e são construídas do centro da pista para a
extremidade e são construídas de segmentos de retas paralelas e arcos de circunferência. Os
dois semicírculos da pista são iguais.

BIEMBENGUT, M. S. Modelação Matemática como método de ensino-aprendizagem de Matemática em cursos


de 1o e 2o graus. 1990. Dissertação de Mestrado. IGCE/UNESP, Rio Claro, 1990 (adaptado).
Se os atletas partissem do mesmo ponto, dando uma volta completa, em qual das raias
o corredor estaria sendo beneficiado?
A 1 B 4 C 5 D 7 E 8

Não apenas no futebol e no atletismo, mas em muitas modalidades temos casos em que o
esporte oportunizou uma grande guinada nas vidas das pessoas.
Um ótimo exemplo [1] é a pivô da seleção brasileira de basquete feminino, Bianca Araújo.
A jovem de 18 anos era catadora de lixo nas ruas de Santo André, no ABC Paulista, desde os sete
anos de idade, ao lado da mãe e do irmão. Aos 13 anos foi descoberta por acaso e viu sua vida
mudar totalmente de rumo. Hoje, a menina de 1,91 m de altura é uma das promessas do basquete
brasileiro.
Outro que teve o rumo de sua vida mudado com a oportunidade que o esporte deu foi
Fernando Fernandes, modelo e atleta paralímpico que, após um grave acidente de carro, ficou
paraplégico e reencontrou um sentido para a vida com a prática esportiva [3].
“Eu nasci para o esporte. Sempre pratiquei
todos os que pude. Após o acidente, me envolvi com
diversos esportes paralímpicos até que me encontrei
na canoagem. Quando sentei no caiaque, reencontrei
minha liberdade e tive uma sensação de capacidade
que achei que tinha perdido. Vi que estava de igual
para igual com todas as pessoas e percebi que tinha
uma responsabilidade enorme de fazer transmitir essa
mensagem e contribuir com o crescimento do esporte”.
“Quero ser uma imagem de força para o meu país
e representar todas as pessoas que foram excluídas da
sociedade porque tem uma deficiência. Quero passar
essa força para todos aqueles que não conseguiram
voltar à vida e mostrar que a gente pode ser e fazer o que
quiser”

2016
39
Quando o Fernando diz que “Vi que estava de igual para igual com todas as pessoas...”,
infelizmente, essa visão não é uma regra geral, pois a oportunidade que o esporte lhe proporcionou
- de se sentir incluído - ainda precisa ser expandida para outros setores. Na questão do ENEM
PPL [2] de 2015 da área de Ciências Humanas e suas tecnologias essa necessidade foi abordada:

Ciências Humanas e suas Tecnologias

GILMAR. Disponível em: www.deficientefisico.com. Acesso em 6 dez 2012.


O cartum evidencia um desafio que o tema da inclusão social impõe às democracias
contemporâneas. Esse sesafio exige a combinação entre
A participação política e formação profissional diferenciada

B exercício da cidadania e políticas de transferência de renda.

C modernização das leis e ampliação do mercado de trabalho.

D universalização de direitos e reconhecimento das diferenças.

E crescimento econômico e flexibilização dos processos seletivos.

Para subir as “escadas da vida” muitos investimentos precisam ser feitos, seja na área
esportiva ou não. De acordo com Agência Iberoamericana para la difusión da la Ciencia y la
Tecnologia, a tecnologia é uma grande aliada nesse processo [4]:
O esporte paralímpico brasileiro aposta cada vez mais na tecnologia
para superar os limites dos atletas com deficiência e isso significa investir
na formação e preparação de atletas, no estudo da dinâmica e dos limites
corporais essenciais para a performance e para melhoria máxima (aspectos
físicos, fisiológicos e psicológicos, dentre outros), como também no
desenvolvimento e aprimoramento de equipamentos esportivos de ponta.
Essa simbiose do esporte aliada à ciência e tecnologia requer um diálogo
intenso e que envolve o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), por meio da
Academia Paralímpica Brasileira, e as universidades.
Falar desse assunto não é algo recente, pois desde o surgimento
do esporte adaptado na década de 1940 percebe-se o enorme contraste
da evolução científica e tecnológica que alicerça o paradesporto. Regras
esportivas, o desenvolvimento do sistema de classificação funcional
específico para cada modalidade, os avanços nos equipamentos como
cadeira de rodas, próteses e outros materiais utilizados em treinamentos
e competições esportivas são alguns exemplos da evolução tecnológica
e científica. É importante enfatizar que grande parte das inovações iniciais
ocorridas nas modalidades paralímpicas foi oriunda das experiências vividas
no contexto olímpico.
Um exemplo dessa experiência é o músculo artificial, tema da questão do ENEM [2] de 2013
da área de Ciências da Natureza e suas tecnologias:

40 www.sesimatematica.com.br - JUNHO 2016


Esportes & Oportunidade

Ciências da Natureza e suas Tecnologias


Músculos artificiais são dispositivos feitos com plásticos inteligentes que respondem a uma
corrente elétrica com um movimento mecânico. A oxidação e redução de um polímero
condutor criam cargas positivas e/ou ne gativas no material, que são compensadas com a
inserção ou expulsão de cátions ou ânions. Por exemplo,
na figura os filmes escuros são de polipirrol e o filme branco é de um eletrólito
polimérico contendo um sal inorgânico.
Quando o polipirrol sofre oxidação, há a inserção de ânions para compensar a carga
positiva no polímero e o filme se expande. Na outra face do dispositivo o filme de
polipirrol sofre redução, expulsando ânions, e o filme se contrai. Pela montagem, em
sanduíche, o sistema todo se movimenta de forma harmônica, conforme mostrado
na figura.

A camada central de eletrólito polimérico é


importante porque
A absorve a irradiação de partículas carregadas, emitidas
pelo aquecimento elétrico dos filmes de polipirrol.

B permite a difusão dos íons promovida pela aplicação


de diferença de potencial, fechando o circuito elétrico.
C mantém um gradiente térmico no material para promover a
dilatação/contração térmica de cada filme de polipirrol.
D permite a condução de elétrons livres, promovida pela apli-
cação de diferença de potencial, gerando corrente elétrica.
E promove a polarização das moléculas poliméricas, o que
DE PAOLI, M.A. Cadernos Temáticos de Química Nova na resulta no movimento gerado pela aplicação de diferença de
Escola, São Paulo, maio 2001 (adaptado).
potencial.

O nadador Daniel Dias, maior atleta


paraolímpico brasileiro, nasceu no dia 24 de
maio de 1988, em Campinas, com má-formação
congênita nos membros superiores e na perna
direita. Na infância chegou a apanhar por causa
da quantidade de próteses que quebrava. Como
“castigo”, sua mãe dizia [5]:
“Hoje você não vai jogar porque sua
prótese não aguenta”.

Muito já se evoluiu com a tecnologia dos músculos artificiais. Hoje, em vez de quebrar
próteses, Daniel quebra recordes [1]:
Atualmente ele é o maior medalhista do Brasil em Paralimpíadas com 15 medalhas, sendo
10 de ouro (Pequim/2008 e Londres/2012). Além disso, é dono de 14 títulos mundiais e de seis
recordes mundiais.
Apaixonado por esportes, descobriu o paradesporto ao ver pela TV o nadador Clodoaldo
Silva nos Jogos Paralímpicos de Atenas/2004. Destaque na natação internacional desde 2006,
nenhum atleta brasileiro já subiu tantas vezes ao topo do pódio em Jogos Paralímpicos quanto
Daniel.

““ Na adversidade, uns desistem, enquanto


outros batem recordes.”
Ayrton Senna

2016
41
O propósito de escapar de uma situação difícil, vencendo as situações adversas e
aproveitando as oportunidades, foi tratado nesta atividade extra. Para ilustrar algumas dessas
condições, a DMATE sugere o jogo Pyramid Panic [6]:
Neste jogo de geometria, que se passa no Egito
Antigo, você foi prematuramente mumificado e
enterrado dentro de uma pirâmide. O objetivo desse
jogo matemático é ajudar a sua múmia a escapar
da pirâmide, resolvendo enigmas geométricos e
construindo trajetos para atravessar as câmaras de
sepultamento dentro da pirâmide.
Infelizmente, há muitas criaturas malignas dentro da
pirâmide, como os morcegos caveira, os esqueletos
e a mística deusa, Ammit. Todos eles farão de tudo
para impedir a sua fuga.
Mantenha-se um passo à frente da Ammit e destrua
seus inimigos com sua Cruz Ansata enquanto você
escolhe as figuras e constrói o caminho para fora da
tumba.

Conforme o desenvolver do jogo, uma quantidade de pontos é acumulada de acordo com


os itens obtidos e com rapidez das respostas. Ao final, a quantidade total de pontos é informada.

Os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, serão uma grande


oportunidade para o esporte brasileiro ratificar seu papel social. Que a herança seja repleta de
histórias de sucesso como as citadas neste texto.
A educação também é uma geradora de OPORTUNIDADES. Nesse sentido, a DMATE
sugere, para reflexão, as perguntas abaixo que são relacionadas às 4 questões do ENEM que
foram utilizadas no texto e que associam oportunidade e educação:

Na visão da comunidade escolar, como promover a reflexão sobre a alienação


provocada pelas oportunidades que estão “fora da escola”?
Como que a escola enxerga o poder que a matemática tem de buscar um cenário
isento, com vistas à igualdade de condições?
Como que a escola pode trabalhar para oportunizar situações que estabeleçam a
equidade nas diversas áreas da sociedade?
Quais os mecanismos tecnológicos que podem ser inseridos em nossa prática para
melhorar as oportunidades de atuação?

Na próxima página serão propostas algumas atividades que colaboram para o alcance de
diferentes oportunidades em nossas escolas.

42 www.sesimatematica.com.br - JUNHO 2016


Esportes & Oportunidade

1
Durante o texto da atividade “Esportes & Oportunidade”, 4 questões do ENEM

ATIVIDADES
foram apresentadas, uma de cada área de conhecimento. Sendo assim, pede-
se que dentro das condições de cada turma, as questões sejam desenvolvidas
com o auxílio dos professores das respectivas áreas. Para a DMATE, as unidades
devem enviar um relato da experiência.
Observação: Se a escola quiser, pode substituir as questões na totalidade, ou
parcialmente. Nesse caso, a(s) nova(s) questão(ões) deve(m) ser apresentada(s).

2
As questões do ENEM que foram usadas no texto têm, em suas essências, ideias
que são fundamentais na busca por diferentes Oportunidades. No final da
página anterior, 4 perguntas foram apresentadas com o objetivo de relacioná-
las ao dia a dia das escolas. Diante do exposto, pede-se que as unidades, dentro
de suas particularidades, respondam esses questionamentos visando oportunizar
diferentes práticas para o desenvolver do ano letivo.

3
A relação entre raio e comprimento da circunferência foi um conteúdo de
matemática que apareceu nesta atividade extra. É um assunto que é estudado
na educação básica e que está presente em várias séries desse ciclo, sendo seus
estudos aprofundados e relacionados a outros como foi o caso da segunda questão
do ENEM aqui exposta. Dada a sua importância, pede-se que os professores de
matemática de cada turma selecionem 5 lições do Prodigi (questionário adaptativo
da Plataforma Mangahigh [6]), que tenham relação com o texto, para que os
estudantes desenvolvam.
Observação: As lições podem variar de uma série para outra, para melhor se adequar
ao perfil dos estudantes de cada série.

4
De acordo com a matéria exposta na reportagem do Jornal do Brasil [7]: “O
esporte tem a capacidade de integrar crianças e jovens das comunidades na
sociedade, transformar suas vidas e reduzir os preconceitos e estereótipos. A
prática esportiva faz com que tenham uma melhor autoestima e se sintam capazes
e integrados socialmente. Quando um jovem sente-se fracassado na busca por um
emprego, ou no aprendizado escolar, representa uma porta aberta para os caminhos
errados, e o esporte, juntamente com a educação, evita que esse jovem tenha sua
vida aliciada pelas vias do crime, oferecendo um futuro mais digno e humano.”
Nesta atividade, a DMATE propôs a superação das adversidades por meio do jogo
Pyramid Panic. Para que os estudantes possam relacionar o jogo com o assunto que
foi tratado, pede-se que os professores de matemática façam a proposição da fase
“Pyramid Panic Lite - Comprimentos em Circunferências” aos estudantes. Em
seguida, que utilizem a tabela (faça o download em https://goo.gl/UZMbnO) para
registrar o total de pontos conquistados por cada aluno. Para cada turma deve-se
usar uma tabela. A média dos pontos obtidas é calculada automaticamente, e será o
número que representará o desempenho da equipe (turma). A turma que conseguir
maior média representará a escola. A unidade escolar enviará para a Divisão de
Matemática a tabela com os registros dessa turma. Como lema e fechamento do
trabalho, recomenda-se a frase de Clarice Lispector:

““
As pessoas mais felizes,
não têm as melhores coisas...
Elas sabem fazer o melhor das oportunidades
que aparecem em seus caminhos...”

+
Clarice Lispector

2016 43
43
REFERÊNCIAS 1
O esporte como ferramenta de inclusão social
EAB - Eu amo o Brasil. Acesso em 13/01/2016. Disponível em:
http://www.euamoobrasil.org.br/noticia/o-esporte-como-ferramenta-de-inclusao-social

2
ENEM - Provas e Gabaritos
INEP - Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anisio Teixeira.
Acesso em 06/01/2016. Disponível em:
http://portal.inep.gov.br/web/enem/edicoes-anteriores/provas-e-gabaritos

3
’Reencontrei a liberdade na paracanoagem’, diz o atleta Paralímpico
Fernando Fernandes
Rio 2016, Notícias. Acesso em 15/01/2016. Disponível em:
http://www.rio2016.com/noticias/reencontrei-a-liberdade-na-paracanoagem-diz-o-atleta-paralim-
pico-fernando-fernandes

4
Esporte paralímpico: simbiose entre ciência e tecnologia?
Dicyt. Acesso em 15/01/2016. Disponível em:
http://www.dicyt.com/noticia/esporte-paralimpico-simbiose-entre-ciencia-e-
tecnologia

5
De próteses a recordes, Daniel Dias destrói barreiras: ‘Escolhi ser feliz’
Globo Esporte. Acesso em 15/01/2016. Disponível em:
http://globoesporte.globo.com/paralimpiadas/noticia/2012/09/de-proteses-
recordes-daniel-dias-destroi-barreiras-escolhi-ser-feliz.html

6
Plataforma de Games Mangahigh
Acesso em 06/01/2016. Disponível em:
http://www.mangahigh.com

7
Esporte e educação: caminhos para transformação e inclusão social
Jornal do Brasil. Acesso em 15/01/2016. Disponível em:
http://www.jb.com.br/comunidade-em-pauta/noticias/2014/06/19/esporte-e-
educacao-caminhos-para-transformacao-e-inclusao-social/

Elaboração:
Helio França Braga

Editoração:

+
Vinícius do Nascimento S. Mano

44
E S PO TES
& ECREAÇÃO

ANO 3 - Número 16
Julho de 2016
2016

R
elacionar atividades físicas com os um conjunto que visa assegurar aos indivíduos
esportes é algo comum para a grande o exercício e o usufruto de garantias
maioria das pessoas. Por isso, nesse mês, fundamentais, em condições de igualdade,
destacamos como ação que também está para que tenham uma vida digna, por meio
associada a essas práticas e que começa com a da proteção e garantias dadas pelo Estado
letra “R” - quinta letra da palavra ESPORTES - a Democrático de Direito.
RECREAÇÃO.
Constituição Federal de 1988
Sob determinada ótica, a recreação pode
ser ligada ao lazer. Isso ocorre, possivelmente, Art. 6º São direitos sociais a
por ambas terem características comuns, como: educação, a saúde, a alimentação, o
o componente lúdico, a busca pelo bem-estar trabalho, a moradia, o transporte, o lazer, a
e pela satisfação pessoal e a flexibilidade nas segurança, a previdência social, a proteção
regras. à maternidade e à infância, a assistência
aos desamparados, na forma desta
Encarado como um direito social, segundo
Constituição. (Redação dada pela Emenda
o artigo 6 da Constituição de 1988 [1], o lazer
Constitucional nº 90, de 2015)
juntamente com outros direitos compõem

45
Esse tema foi abordado na questão do ENEM [2] de 2014 da área de Ciências Humanas e
suas Tecnologias:

Ciências Humanas e suas Tecnologias

PAIVA, M. Disponível em: www.redes.unb.br.


Acesso em: 25 maio 2014
A discussão levantada na charge, publicada logo após a promulgação da Constituição de 1988, faz
referência ao seguinte conjunto de direitos:
A Civis, como o direito à vida, à liberdade de expressão e à propriedade.

B Sociais, como direito à educação, ao trabalho e à proteção à maternidade e à infância.

C Difusos, como direito à paz, ao desenvolvimento sustentável e ao meio ambiente saudável.

D Coletivos, como direito à organização sindical, à participação partidária e à expressão religiosa.

E Políticos, como o direito de votar e ser votado, à soberania popular e à participação democrática.

Uma vez entendida como um direito, oportunizar momentos de lazer, em que o aspecto
de recreação se faça presente, é uma condição para assegurar o exercício dos direitos sociais.
Sendo assim, pensar nas diferentes formas de fazê-lo é essencial.
Para Sarah Menezes [3], a primeira mulher brasileira a conquistar o ouro Olímpico no judô,
as aulas de educação física serviram como oportunidade para desenvolvimento do esporte e,
consequentemente, para o exercício constitucional:

“Assisti a uma apresentação do judô na minha escola, pois eles iam


introduzir as aulas para os alunos. Lembro que gostei de cara e entrei
logo para a primeira turma. Tudo começou como uma brincadeira, mas
rapidamente comecei a treinar também no clube e, no mesmo ano, já
estava competindo em campeonatos estaduais.”

Mesmo iniciando como uma brincadeira, Sarah reconhece o valor que o esporte tem em
sua vida e nas vidas das pessoas que não se tornam atletas:

“O esporte faz mais do que estimular a atividade física, ele ajuda a


criança a se tornar um grande cidadão, ensina honestidade, respeito ao
próximo, dedicação dentro e fora da sala de aula. Mesmo quem não se
tornar atleta pode compreender que a vida é feita de sacrifícios, de escolhas
e a gente tem que lutar para conseguir o que deseja.”

Tal como no esporte e na atividade física, a brincadeira também representa um escopo da


recreação, devido ao seu contexto lúdico e divertido.
Essa abordagem aparece na questão da prova de Ciências da Natureza e suas Tecnologias,
do ENEM de 2012 [2]:

46 www.sesimatematica.com.br - JULHO 2016


Esportes & Recreação
Ciências da Natureza e suas Tecnologias
Os carrinhos de brinquedo podem ser de vários tipos. Dentre eles, há os movidos a corda, em que uma
mola em seu interior é comprimida quando a criança puxa o carrinho para trás. Ao ser solto, o carrinho
entra em movimento enquanto a mola volta à sua forma inicial.
O processo de conversão de energia que ocorre no carrinho descrito também é verificado

A um dínamo.

B um freio de automóvel.

C um motor a combustão.

D uma usina hidroelétrica.

E uma atiradeira (estilingue).

As variadas brincadeiras carregam princípios físicos e recreativos que são equivalentes


nas modalidades esportivas. Usando o exemplo da questão anterior, o carrinho de brinquedo é
associado à outra brincadeira, que por sua vez, pode ser associada a um esporte olímpico, o tiro
com arco.
Esse esporte tem a sua importância na formação da humanidade [4]:
Na classificação das grandes invenções da humanidade, o arco e
flecha ocupa posição de destaque. Com registros que remontam à Pré-
História, essa ferramenta permitiu ao homem ampliar a capacidade de caça
e, posteriormente, mudou a forma dos combates nas guerras, passando a
ser utilizada como uma das principais armas durante séculos.

Além do aspecto histórico vale


salientar que a profissionalização dos
atletas tem ocorrido cada vez mais
cedo, pois a vivência com os esportes,
seja no lazer, na recreação ou como
atividade oficial, tem feito com que os
jovens se destaquem antes mesmo da
idade adulta. Como exemplo, temos o
carioca Marcus Vinícius D’Almeida [5],
conhecido como “Neymar do tiro com
arco”:

Um talento raro com o arco aliado a um poder de concentração


invejável: essa combinação conquistou o treinador e fez com que
“Marquinhos”, como é chamado até pelos dirigentes, fosse o único
escolhido da seletiva, apesar da pouca idade.
Fazia apenas dois anos que o menino havia aprendido a modalidade.
O técnico coreano não está mais na seleção brasileira, mas a aposta dele
mostrou-se justificada. Marcus Vinícius conquistou a medalha de prata na
Olimpíada da Juventude em 2014, foi vice-campeão da Copa do Mundo
também no mesmo ano e, atualmente, aos 17 anos, já é o sexto melhor
arqueiro do mundo no ranking.
Quanto maior for a propagação das práticas esportivas, maiores serão as chances de con-
quistas como essa aparecerem. Em esportes que já foram amplamente divulgados, a população
já tem expectativas e conhecimentos avançados da modalidade.
Para exemplificar, segue a questão da prova do ENEM de 2010 da área de Linguagens, Có-
digos e suas Tecnologias:

2016
47
Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

O voleibol é um dos esportes mais praticados na atualidade. Está presente nas competições
esportivas, nos jogos escolares e na recreação. Nesse esporte, os praticantes utilizam alguns
movimentos específicos como: saque, manchete, bloqueio, levantamento, toque entre outros. Na
sequência de imagens, identificam-se os movimentos de

A sacar e colocar a bola em jogo, defender a bola e realizar a cortada como forma de ataque.

B arremessar a bola, tocar para passar a bola ao levantador e bloquear como forma de ataque.

C tocar e colocar a bola em jogo, cortar para defender e levantar a bola para atacar.

D passar a bola e iniciar a partida, lançar a bola ao levantador e realizar a manchete para defender.

E cortar como forma de ataque, passar a bola para defender e bloquear como forma de ataque.

Em relação à competição esportiva, o voleibol brasileiro tem resultados bastante expressivos


nos jogos olímpicos, ocupando a segunda posição no quadro geral de medalhas, que envolve as
modalidades masculino e feminino [6]:

Quadro Geral de Medalhas


Ordem País Ouro Prata Bronze Total
1 U. Soviética 7 4 1 12

2 Brasil 4 3 2 9

3 Japão 3 3 3 9

4 EUA 3 3 2 8

Do ponto de vista da recreação, recreativo é algo que dá prazer ou diverte. No âmbito da


educação física, as atividades recreativas têm uma importância na formação de todo ser humano,
compreendendo seu desenvolvimento integral (motor, social e cognitivo).
Assim colocou o preparador físico e o mestre em educação, João Paulo Medina:

““Educação Física é a arte e a ciência do movimento


humano que, por meio de atividades específicas, auxiliam
no desenvolvimento integral dos seres humanos,
renovando-os e transformando-os no sentido de sua
autorrealização e em conformidade com a própria
realização de uma sociedade justa e livre. ”
João Paulo Medina
Além da educação física, outras disciplinas da escola podem ser
trabalhadas no contexto da recreação. A saber, a questão do ENEM [2] 2015 da
área de Matemática e suas tecnologias:

48 www.sesimatematica.com.br - JULHO 2016


Esportes & Recreação

Matemática e suas Tecnologias


No contexto da matemática recreativa, utilizando diversos materiais didáticos para motivar seus alunos,
uma professora organizou um jogo com um tipo de baralho modificado, No início do jogo, vira-se
uma carta do baralho na mesa e cada jogador recebe em mãos nove cartas. Deseja-se formar pares de
cartas, sendo a primeira carta a da mesa e a segunda, uma carta na mão do jogador, que tenha um valor
equivalente àquele descrito na carta da mesa. O objetivo do jogo é verificar qual jogador consegue
o maior número de pares. Iniciado o jogo, a carta virada na mesa e as cartas da mão de um
jogador são como no esquema:

Segundo as regras do jogo, quantas cartas da mão desse jogador podem formar um par com a
carta da mesa?

A 9 B 7 C 5 D 4 E 3

A matemática recreativa pode ser apresentada como alternativa para trabalhar a ludicidade
e dar sentido a alguns aspectos da matemática que faz uso de diferentes recursos – materiais
concretos, desenhos no papel, registros em linguagem matemática etc.
A diversão é um componente necessário dessa abordagem e visa uma “educação
saudável”. Quando essa etapa é considerada no processo de formação, resultados grandiosos
são alcançados. Sobre isso, o estudante baiano Leonardo Rigo, de 17 anos, que acertou a questão
acima e as outras 44 questões da prova de matemática do último ENEM, além de ter conseguido
980 pontos na prova de redação, afirmou [7]:

“Sempre me dei bem em matemática, é minha matéria preferida.


Cada dia eu estudava o que dava e tentava descansar. Também não abri
mão de sair e me divertir.”

Para reforçar essa perspectiva, retiramos do livro [7] “Material Concreto”, da coleção
“Conceitos e Práticas” do Programa SESI Matemática, o seguinte trecho:

“De modo geral, tanto pesquisas acadêmicas como nossa experiência


cotidiana têm verificado que, para um número expressivo de alunos, a
Matemática é considerada uma disciplina difícil e sem aplicabilidade. Tem-
se aí um típico contraexemplo do que se chama aprendizagem significativa,
entendida como a conjugação perfeita entre o conhecimento construído
e o ‘algo’ real.
[...] Segundo Marco Antônio Moreira, os ‘os materiais introdutórios que
explicam e que relacionam um novo conhecimento àquele já existente na
estrutura cognitiva do aluno são muito úteis para facilitar a aprendizagem
significativa’. Dessa forma, torna-se bastante razoável fazer uso de mateirais
concretos como recurso no ensino dos conceitos matemáticos.

Sendo assim, por meio de quebra-cabeças, jogos, truques, brincadeiras e desafios, a


matemática recreativa pode se fazer presente para tornar o aprendizado ainda mais significativo
e interessante.

2016
49
Como visto ao longo dessa atividade, a matemática, assim como a prática esportiva, pode
ser utilizada como elemento de recreação. Para ilustrar, a DMATE recomenda o experimento
“Baralho Mágico”, desenvolvido pelo grupo Matemática Multimídia [8], da Universidade Estadual
de Campinas (UNICAMP), disponível em http://m3.ime.unicamp.br/recursos/998.

Muitas vezes ouvimos dizer que a Matemática


está em todos os lugares. O que
seria espantoso é saber que ela é usada
como base até mesmo em diversos truques
mágicos, aqueles que são feitos por pessoas
que achamos ter poderes sobrenaturais.
Este experimento vai mostrar que alguns
desses poderes podem ser um conhecimento
matemático específico, no caso sobre
funções logarítmicas e podemos tirar muitas
outras coisas dessa cartola, vamos a elas!

Nesse experimento, são os poderes da matemática que permitem que a mágica aconteça,
e garantem a diversão. A atividade consiste em fazer um aluno, aleatoriamente, escolher uma
carta de baralho que será embaralhada seguindo uma sequência de passos. O ponto principal é
analisar os resultados desse procedimento.

As olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro serão uma grande oportunidade para que o
esporte seja ainda mais difundido enquanto prática recreativa. Que essa perspectiva se estenda
também à matemática, para que mais casos de sucesso, como o do estudante Leonardo Rigo,
possam surgir.
A educação também pode fazer uso da RECREAÇÃO. Nesse sentido, a DMATE sugere, para
reflexão, as perguntas abaixo que são relacionadas às 4 questões do ENEM que foram utilizadas
no texto e que associam recreação e educação:

Quais as iniciativas que a escola propõe para contribuir com a aquisição dos
direitos sociais previstos na Constituição?
Como que as brincadeiras do dia a dia podem ser transformadas em conhecimento
acadêmico, e vice-versa?
Quais estratégias a escola sugere para a difusão da prática esportiva, dentro e fora
do ambiente escolar?
Como que a matemática pode ser trabalhada no âmbito recreativo para tornar o
processo de ensino e aprendizagem significativos?

Na próxima página serão propostas algumas atividades que colaboram para o alcance de
um ambiente alegre, em que a recreação faça parte do processo de formação.

50 www.sesimatematica.com.br - JULHO 2016


Esportes & Recreação

1
Durante o texto da atividade “Esportes & Recreação”, 4 questões do ENEM

ATIVIDADES
foram apresentadas, uma de cada área de conhecimento. Sendo assim, pede-
se que dentro das condições de cada turma, as questões sejam desenvolvidas
com o auxílio dos professores das respectivas áreas. Para a DMATE, as unidades
devem enviar um relato da experiência.
Observação: Se a escola quiser, pode substituir as questões na totalidade, ou
parcialmente. Nesse caso, a(s) nova(s) questão(ões) deve(m) ser apresentada(s).

2
As questões do ENEM que foram usadas no texto têm, em suas essências, ideias
que são fundamentais na busca de um ambiente alegre, em que a recreação
faça parte do processo de formação. No final da página anterior, 4 perguntas
foram apresentadas com o objetivo de relacioná-las ao dia a dia das escolas. Diante
do exposto, pede-se que as unidades, dentro de suas particularidades, respondam
esses questionamentos usando a aprendizagem recreativa para o desenvolver do
ano letivo.

3
A relação entre educação e recreação foi o tema principal desta atividade extra.
É um assunto que contribui para o processo de ensino e aprendizagem na
educação básica e que pode estar presente em várias séries desse ciclo, sendo
sua prática aprofundada e relacionada às disciplinas, como foi o caso das questões
do ENEM aqui expostas. Dada a sua importância, pede-se que os professores de
matemática de cada turma selecionem 5 lições do Prodigi (questionário adaptativo
da Plataforma Mangahigh [9]), que tenham relação com o texto, para que os
estudantes desenvolvam.
Observação: As lições podem variar de uma série para outra, para melhor se adequar
ao perfil dos estudantes de cada série.

4
De acordo com a quarta questão do ENEM que foi utilizada nesta atividade
extra, o baralho pode ser um excelente recurso para recreação e o aprendizado
da Matemática. Jogar baralho é uma atividade que estimula o raciocínio. O
jogo “Baralho Mágico” explora um truque que consiste em adivinhar uma carta de
baralho escolhida por uma pessoa. O objetivo final é mostrar que a técnica usada na
execução da mágica está relacionada aos conteúdos de matemática ensinados na
educação básica. O experimento é motivacional e lúdico, transfigurando de certa
forma o (pré)conceito que os alunos fazem desta disciplina. A partir desta atividade,
o professor pode aprofundar os estudos relacionados, retomando inclusive
propriedades e aplicações do tema. Para que os estudantes possam relacionar o
jogo com o assunto que foi tratado, pede-se que os professores de matemática
apliquem o experimento em suas turmas. Em seguida, que registrem, por meio de
um relatório, a experiência vivenciada pelo jogo. o total de pontos conquistados por
cada aluno. Para cada turma deve-se usar uma tabela. A unidade escolar enviará para
a Divisão de Matemática um relatório com os registros dessa atividade. Como lema
e fechamento do trabalho, recomenda-se a frase de Donald Winnicott, pediatra e
psicanalista inglês:

““ É no brincar, e somente no brincar que o indivíduo,


criança ou o adulto, pode ser criativo e utilizar sua
personalidade integral: e é somente sendo criativo que o
indivíduo descobre o eu.”
Donald Winnicott

2016
+
51
51
REFERÊNCIAS 1
Art. 6 da Constituição Federal de 88
Jusbrasil. Acesso em 18/01/2016. Disponível em:
http://www.jusbrasil.com.br/topicos/10641309/artigo-6-da-constituicao-federal-de-1988

2
ENEM - Provas e Gabaritos
INEP - Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anisio Teixeira.
Acesso em 06/01/2016. Disponível em:
http://portal.inep.gov.br/web/enem/edicoes-anteriores/provas-e-gabaritos

3
Lição de valores
Rio 2016, Notícias. Acesso em 18/01/2016. Disponível em:
http://www.rio2016.com/educacao/noticias/licao-de-valores

4
Tiro com arco
Brasil 2016. Acesso em 18/01/2016. Disponível em:
http://www.brasil2016.gov.br/pt-br/olimpiadas/modalidades/tiro-com-arco

5
O garoto do Rio que pode trazer uma das medalhas mais inesperadas
em 2016
BBC Brasil. Acesso em 18/01/2016. Disponível em:
http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/08/150805_rio2016_promessa_tirocomarco_rm

6
Voleibol nos Jogos Olímpicos
Wikipédia, a enciclopédia livre. Acesso em 19/01/2016. Disponível em:
http://www.mangahigh.com

7
Conceitos e Práticas: Material Concreto
SESI, Departamento Regional do Estado do Rio de Janeiro. Progama SESI Matemática
Rio de Janeiro. 2013. Versão digital disponível em:
http://www.jb.com.br/comunidade-em-pauta/noticias/2014/06/19/esporte-e-educacao-caminhos-
para-transformacao-e-inclusao-social/

8
Matemática Multimídia - M³
Acesso em 19/01/2016. Disponível em:
http://m3.ime.unicamp.br/

9
Plataforma de Games Mangahigh
Acesso em 06/01/2016. Disponível em:
http://www.mangahigh.com

Elaboração:
Helio França Braga

Editoração:

+
Vinícius do Nascimento S. Mano

52
ESPOR ES
& RABALHO

ANO 3 - Número 17
Setembro de 2016
2016

T
antas são as alternativas para atuar O trabalho na área esportiva, além
na área esportiva que, nesse mês, a de possibilitar que as pessoas que gostam
palavra escolhida para ser associada aos de praticar esportes, trabalhem com eles,
ESPORTES e que inicia com a sexta letra - o surge para oportunizar um vasto campo de
“T” - é TRABALHO. possibilidades.
Em uma visão mais restrita, quem escolhe Vivemos em uma época que as altas
como profissão a área esportiva é um atleta. taxas de desemprego se tornaram grande
Já numa perspectiva mais ampla, muitas áreas preocupação da população brasileira. Como
do conhecimento podem ser relacionadas aos alternativa é extremamente necessário pensar
esportes, fato que deveria ser considerado em uma direção contrária a essa tendência.
na hora de escolher a profissão. Pois, por Esse fator tem contribuído muito para
exemplo, quem gosta de futebol, mas não ao a descentralização das tarefas e para uma
ponto de se tornar um jogador profissional, abordagem de comunicação coordenada em
pode atuar como: preparador físico, fisiologista, rede interativa, como mostra a questão do
comentarista, jornalista, médico, estatístico, ENEM [1] de 2011 da área de Humanas e suas
fisioterapeuta, psicólogo, nutricionista etc. tecnologias:

53
Ciências Humanas e suas Tecnologias
Estamos testemunhando o reverso da tendência histórica da assalariação do trabalho e socialização
da produção, que foi característica predominante na era industrial. A nova organização social e
econômica baseada nas tecnologias da informação visa à administração descentralizadora, ao
trabalho individualizante e aos mercados personalizados. As novas tecnologias da informação
possibilitam, ao mesmo tempo, a descentralização das tarefas e sua coordenação em uma rede
interativa de comunicação em tempo real, seja entre continentes, seja entre os andares de um
mesmo edifício. CASTELLS, M. A sociedade em rede. São Paulo:
Paz e Terra, 2006 (adaptado).
No contexto descrito, as sociedades vivenciam mudanças constantes nas ferramentas de
comunicação que afetam os processos produtivos nas empresas. Na esfera do trabalho, tais
mudanças têm provocado

A o aprofundamento dos vínculos dos operários com as linhas de montagens sob influência dos
modelos orientais de gestão.
B o aumento das formas de teletrabalho como solução de larga escala para o problema do
desemprego crônico.
C o avanço do trabalho flexível e da terceirização como respostas às demandas por inovação e
com vistas à mobilidade dos investimentos.
D a autonomização crescente das máquinas e computadores em substituição ao trabalho dos
especialistas técnicos e gestores.
E o fortalecimento do diálogo entre operários, gerentes, executivos e clientes com a garantia de
harmonização das relações de trabalho.

Essas mudanças nas ferramentas de comunicação afetam os processos produtivos.


Com a Revolução técnica-científica, a automação foi apontada como a grande causadora do
desemprego estrutural e a terceirização flexibilizou o mercado de trabalho, pois os trabalhadores
devem saber conduzir as várias partes do processo.
O trabalho com a área dos esportes pode ser entendido como uma flexibilização ou
especialização das mais diversas formações profissionais.
O caderno Boa Chance [2] do jornal O Globo, de junho de 2014, trouxe algumas dicas de
como conseguir um emprego na área dos esportes em função dos jogos olímpicos de 2016.
Seguem algumas delas:
Desenvolva uma mentalidade vencedora. A ideia é transferir a
mentalidade esportiva para sua carreira, aprendendo a batalhar por uma
vaga pretendida e a não desistir após ouvir um não. Três coisas ajudam nesse
processo: cercar-se de gente positiva e interessante; estabelecer metas tanto
profissionais como pessoais; e saber aprender com os erros.
Desenvolva habilidades comerciais. Times, clubes e confederações
gostam de contratar pessoas que trazem resultados e geram retorno
financeiro e de marketing. Quem tem habilidades comerciais aumenta suas
chances de conseguir deslanchar trabalhando com esportes — e quem não
tem pode fazer cursos na área. Aumentar a base de torcedores, desenvolver
parcerias comerciais, buscar patrocínio, negociar com fornecedores, atrair
novos clientes são alguns atributos muito bem-vindos. Segundo o site Work in
Sports, cerca de 53% das oportunidades na área requer habilidades comerciais
e de vendas.
Pense fora da caixa. Agente esportivo, narrador e técnico são alguns
dos cargos almejados por quem deseja ingressar na área. Porém, o mercado
esportivo tem um verdadeiro leque de possibilidades de atuação. Vale a pena
“pensar fora da caixa” e buscar carreiras menos concorridas — mas nem por
isso menos interessantes e bem remuneradas. Isso inclui também procurar
emprego em empresas que não são diretamente ligadas ao esporte, mas
que também atuam nesse mercado, como agências de marketing, firmas de
consultoria ou até mesmo ONGs.

54 www.sesimatematica.com.br - SETEMBRO 2016


Esportes & Trabalho
Para exemplificar, a questão do ENEM [1] de 2011 da área de Linguagens e suas tecnologias
mostrou a importância do professor de educação física e do nutricionista na prática esportiva e
na busca pelo corpo perfeito:

Linguagens, Códigos e suas Tecnologias


Na modernidade, o corpo foi descoberto, despido e modelado pelos exercícios físicos da moda. Novos
espaços e práticas esportivas e de ginástica passaram a convocar as pessoas a modelarem seus corpos.
Multiplicaram-se as academias de ginástica, as salas de musculação e o número de pessoas correndo
pelas ruas.
SECRETARIA DA EDUCAÇÃO. Cadernos do Professor:
educação física. São Paulo, 2008.

Diante do exposto, é possível perceber que houve um aumento da procura por

exercícios físicos aquáticos (natação/hidroginástica), que são exercícios de baixo impacto,


A
evitando o atrito (não prejudicando as articulações), e que previnem o envelhecimento
precoce e melhoram a qualidade de vida.

B mecanismos que permitem combinar alimentação e exercício físico, que permitem a aquisição
e manutenção de níveis adequados de saúde, sem a preocupação com padrões de beleza
instituídos socialmente.
C programas saudáveis de emagrecimento, que evitam os prejuízos causados na regulação
metabólica, função imunológica, integridade óssea e manutenção da capacidade funcional ao
longo do envelhecimento.
D exercícios de relaxamento , reeducação postural e alongamentos, que permitem um melhor
funcionamento do organismo como um todo, bem como uma dieta alimentar e hábitos
saudáveis com base em produtos naturais.
E dietas que preconizam a ingestão excessiva ou restrita de um ou mais macronutrientes
(carboidratos, gorduras ou proteínas), bem como exercícios que permitem um aumento de massa
muscular e/ou modelar o corpo.

Praticar esportes com sabedoria, isto é, com conhecimento dos potenciais relacionados às
áreas envolvidas, traz resultados para além do ambiente esportivo. Sobre isso, o ex-presidente
americano, John F. Kennedy, disse:

““ Atividade física não é apenas


uma das mais importantes chaves
para um corpo saudável - ela é a base
da atividade intelectual criativa e
dinâmica. ”
John F. Kennedy

A criatividade e o dinamismo provenientes das atividades físicas contribuem para o bem-


estar estético e saudável.
Nesse sentido, a procura por dietas e por exercícios que permitem o aumento da massa
muscular têm ganhado cada vez mais adeptos. Os nutricionistas combatem com veemência o
uso abusivo de substâncias que alteram o processo normal da obtenção do corpo ideal e dos
resultados esperados.
Esse tema fez parte da questão do ENEM [1], da área de Ciências da Natureza e suas
tecnologias do ano de 1998:

2016
55
Ciências da Natureza e suas Tecnologias
Matéria publicada em jornal diário discute o uso de anabolizantes (apelidados de “bombas”) por
praticantes de musculação. Segundo o jornal, “ os anabolizantes são hormônios que dão uma força
extra aos músculos. Quem toma consegue ganhar massa muscular mais rápido que normalmente.
Isso porque uma pessoa pode crescer até certo ponto, segundo sua herança genética e
independentemente do quanto ela se exercite”. Um professor de musculação, diz: “Comecei a tomar
bomba por conta própria. Ficava nervoso e tremia. Fiquei impotente durante uns seis meses. Mas
como sou lutador de vale tudo, tenho que tomar”
A respeito desta matéria, dois amigos fizeram os seguintes comentários:

I. o maior perigo da auto-medicação é seu fator anabolizante, que leva à impotência sexual.
II. o crescimento corporal depende tanto dos fatores hereditários quanto do tipo de
alimentação da pessoa, se pratica ou não esportes, se dorme as 8 horas diárias.
III. os anabolizantes devem ter mexido com o sistema circulatório do professor de
musculação, pois ele até ficou impotente.
IV. os anabolizantes são mais perigosos para os homens, pois as mulheres, além de não
correrem o risco da impotência, são protegidas pelos hormônios femininos.

Tomando como referência as informações da matéria do jornal e o que se conhece da fisiologia


humana, pode-se considerar que estão corretos os comentários:

A I, II, III e IV B I, II e IV, apenas. C III e IV, apenas. D II e III, apenas. E I, II e III, apenas.

De acordo com o portal Guia da Carreira [3], que selecionou 7 carreiras pra quem ama os
esportes:
A fisiologia é o ramo das ciências biológicas que estuda as funções
mecânicas, físicas e bioquímicas dos seres vivos. O especialista em fisiologia
esportiva é um profissional que ajuda o atleta a melhorar seu desempenho por
meio do estudo do funcionamento do organismo humano em geral e daquele
indivíduo especificamente.
Por meio de avaliações físicas, e considerando as características genéticas
e as exigências da modalidade esportiva, o fisiologista identifica a composição
corporal do atleta, determinando a massa muscular e a quantidade de gordura e o
peso considerado ótimo para que ele tenha o mais alto desempenho. O fisiologista
também avalia outros aspectos do organismo do esportista, como por exemplo:
potência, agilidade, resistência aeróbia e anaeróbia, metabolismo e força.
Em times de futebol, esse profissional pode atuar também com as
categorias de base, ajudando a formar os futuros atletas do clube por meio do
desenvolvimento de resistência, velocidade e massa muscular.
O Guia do Estudante [4] selecionou 10 carreiras para quem quer trabalhar com esportes.
Segue a descrição para a área de Rádio/TV e Jornalismo:
Saindo da área da Saúde e indo para a Comunicação, quem se forma
em Rádio e TV pode trabalhar criando e editando programas radiofônicos ou
televisivos. A carreira também possibilita seguir como locutor ou comentarista
esportivo.
O jornalista esportivo pode trabalhar na cobertura de eventos e também
em veículos midiáticos voltados para esse setor. Ele pode se especializar em uma
modalidade e até virar comentarista em partidas.
Em várias situações, esses profissionais utilizam da matemática como ferramenta de
trabalho, como pode ser verificado na questão do ENEM [1] PPL de 2015, da área de Matemática
e suas tecnologias:

56 www.sesimatematica.com.br - SETEMBRO 2016


Esportes & Trabalho

Matemática e suas Tecnologias


Durante um jogo de futebol foram anunciados os totais do público presente e do público pagante.
Diante da diferença entre os dois totais apresentados, um dos comentaristas esportivos presentes
afirmou que apenas 75% das pessoas que assistiam àquele jogo no estádio pagaram ingresso.

Considerando que a afirmativa do comentarista está correta, a razão entre o público não
pagante e o público pagante naquele jogo foi

A B C D E

Aqui, o comentarista fez uso da matemática para comparar a parte (público pagante) com
o todo (público presente). Essa informação serviu para que os telespectadores tivessem maior
discernimento sobre a informação passada. Esse processo de trabalhar com os dados também
é uma atribuição do estatístico, profissional que coleta, analisa e interpreta as informações. O
resultado desse trabalho auxilia no processo de tomada de decisões do mundo esportivo. O
desempenho de cada atleta é analisado em detalhes para que a sua atuação seja otimizada em
benefício do coletivo.
Como exemplo, a revista Época [5] fez uma matéria que mostra como o esporte mais
popular do planeta descobriu que intuição e improviso não são suficientes. Os times estão usando
matemática para comprar jogadores, escalar equipes e trocar atletas durante as partidas, o que
chamou de futebol científico.

Os conhecimentos diversos de cada profissional enriquecem o espetáculo e oportunizam


situações de trabalho que valorizam esses saberes. Então, de fato, o ambiente esportivo é uma
grande área de atuação, não só para os atletas, mas também para muitas outras profissões.

2016
57
Essa atividade mostrou a associação dos esportes com diferentes áreas profissionais. Em
continuidade a proposta de trabalhar com as profissões, a DMATE sugere o jogo [6] Algebra
Meltdown:

Neste jogo matemático, você foi recrutado pela Rio Verde


Tecnologias para ajudar em um projeto supersecreto e
perigoso.
Como operador novato do poderoso Gerador Nuclear,
sua tarefa será atender aos cientistas que esperam nas
saídas do Gerador. Cada cientista precisa de determinados
átomos, que você criará resolvendo as equações lineares
e depois guiará átomos “brutos” através do labirinto de
máquinas e tubulações do Gerador.
Trabalhe rápido, pois os cientistas estão impacientes
para continuar com o seu trabalho. Se você levar muito
tempo para atendê-los, eles ficarão furiosos e irão embora
eventualmente. Se isso acontecer muitas vezes, você será
demitido!

Nesse jogo, dentro de um ambiente industrial, a Matemática é parte do trabalho a ser


realizado. Ele simboliza o quanto essa ciência pode estar presente nas tarefas das mais diversas
profissões. A meta será trabalhar com eficiência, buscando um resultado de excelência.

Os Jogos Olímpicos e Paralímpicos são uma grande oportunidade para que possamos
conhecer ainda mais as profissões que cercam o mundo esportivo. Que essa perspectiva se
estenda também à matemática, para que cada vez mais tenhamos uma educação repleta de
significado.

A educação, preocupada com a formação integral do cidadão, também deve estar voltada
para o mundo do TRABALHO. Nesse sentido, a DMATE sugere, para reflexão, as perguntas abaixo
que são relacionadas às 4 questões do ENEM que foram utilizadas no texto e que associam
trabalho e educação:

Que experiências a escola propõe para que os estudantes conheçam as diferentes


possibilidades de atuação no mercado de trabalho?
Quais as estratégias da escola para o aumento das oportunidades, dentro e fora do
ambiente esportivo?
Como a escola trabalha a base conteudista para que os estudantes tenham
condições de inferir sobre situações diversas?
Que mecanismos a escola propõe para evidenciar a matemática presente no
cotidiano dos diversos profissionais, inclusive os envolvidos com os esportes?

Na próxima página serão propostas algumas atividades que colaboram para o alcance de
um ambiente em que vivências do mundo do trabalho façam parte do processo de formação.

58 www.sesimatematica.com.br - SETEMBRO 2016


Esportes & Trabalho

1
Durante o texto da atividade “Esportes & Trabalho”, 4 questões do ENEM

ATIVIDADES
foram apresentadas, uma de cada área de conhecimento. Sendo assim, pede-
se que dentro das condições de cada turma, as questões sejam desenvolvidas
com o auxílio dos professores das respectivas áreas. Para a DMATE, as unidades
devem enviar um relato da experiência.
Observação: Se a escola quiser, pode substituir as questões na totalidade, ou
parcialmente. Nesse caso, a(s) nova(s) questão(ões) deve(m) ser apresentada(s).

2
As questões do ENEM que foram usadas no texto têm, em suas essências,
ideias que são fundamentais na busca de um ambiente em que vivências
do mundo do trabalho façam parte do processo de formação. No final da
página anterior, 4 perguntas foram apresentadas com o objetivo de relacioná-las
ao dia a dia das escolas. Diante do exposto, pede-se que as unidades, dentro de
suas particularidades, respondam esses questionamentos usando a aprendizagem
significativa para o desenvolver do ano letivo.

3
A relação entre educação e trabalho foi o tema principal desta atividade extra.
A matemática está presente na linguagem de diversas pessoas e profissões.
Desde a educação básica, a sua prática deve ser aprofundada e relacionada às
disciplinas, como foi o caso da quarta questão do ENEM aqui exposta. Dada a sua
importância, pede-se que os professores de matemática de cada turma selecionem
5 lições do Prodigi (questionário adaptativo da Plataforma Mangahigh [6]), que
tenham relação com o texto, para que os estudantes desenvolvam.
Observação: As lições podem variar de uma série para outra, para melhor se adequar
ao perfil dos estudantes de cada série.

4
De acordo com pesquisa “Retratos da Sociedade Brasileira: educação básica”,
realizada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) [7]: “Quase oito em
cada dez brasileiros acreditam que a renda de uma pessoa será maior quanto
mais anos de educação ela tiver.” Ou seja, para a maioria da população, quanto melhor
for sua preparação, melhores serão suas conquistas no mercado de trabalho. Nesta
atividade, a DMATE trouxe a educação para o mundo do trabalho sob a perspectiva
da prática esportiva, buscando expandir as possibilidades de formação. Para associar
com a proposta curricular da educação para o mundo do trabalho, exploramos o
jogo Algebra Meltdown. Pede-se, então, que os professores de matemática façam
a proposição da fase “Algebra Meltdown - Apresentando máquinas de equações
e funções” aos estudantes. Em seguida, que utilizem a tabela (faça o download em
https://goo.gl/wf319C) para registrar a medalha e o total de pontos conquistados
por cada aluno, ao completar a fase. Para cada turma deve-se usar uma tabela.
A média dos pontos obtidos é calculada automaticamente, e será o número que
representará o desempenho da classe. Um gráfico de setores também é construído
automáticamente, com a relação entre os numeros de medalhas conquistadas. A
turma que conseguir maior média representará a escola. A unidade escolar enviará
para a Divisão de Matemática a tabela com os registros dessa turma. Como lema e
fechamento do trabalho, recomenda-se a frase do Técnico da Seleção Brasileira de
Voleibol, Bernardinho:

““ A vontade de se preparar tem que ser maior do que


a vontade de vencer. Vencer será conseqüência da boa
preparação. ”
Bernardinho

2016
+
59
59
REFERÊNCIAS 1
ENEM - Provas e Gabaritos
INEP - Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anisio Teixeira.
Acesso em 06/01/2016. Disponível em:
http://portal.inep.gov.br/web/enem/edicoes-anteriores/provas-e-gabaritos

2
Como conseguir um emprego na área esportiva
O globo. Acesso em 26/01/2016. Disponível em:
http://oglobo.globo.com/economia/emprego/como-conseguir-um-emprego-na-area-de-
esportes-13023630

3
7 carreiras para quem ama os esportes
Portal Guia da Carreira. Acesso em 26/01/2016. Disponível em:
http://www.guiadacarreira.com.br/carreira/7-carreiras-para-quem-ama-os-esportes/

4
10 carreiras para quem quer trabalhar com esporte
Guia dos Estudante. Acesso em 26/01/2016. Disponível em:
http://guiadoestudante.abril.com.br/blogs/pordentrodasprofissoes/10-carreiras-
para-quem-quer-trabalhar-com-esporte/

5
Futebol com estatísticas
Revista Época. Acesso em 26/01/2016. Disponível em:
http://revistaepoca.globo.com/ideias/noticia/2012/02/futebol-com-estatisticas.html

6
Plataforma de Games Mangahigh
Acesso em 06/01/2016. Disponível em:
http://www.mangahigh.com

7
Retratos da Sociedade Brasileira: educação básica
CNI - Confederação Nacional da Indústria. Dezembro de 2014.
Versão digital disponível em:
http://arquivos.portaldaindustria.com.br/app/conteudo_18/2013/07/24/8629/0601-
educacaobasica-150106105949-conversion-gate02.pdf?r=0.326182748171

Elaboração:
Helio França Braga

Editoração:

+
Vinícius do Nascimento S. Mano

60
ESPORT S
& CONOMIA

ANO 3 - Número 18
Outubro de 2016
$$$$
2016

E
m um ano em que o esporte foi colocado ano das Olimpíadas.
como o grande reforço na autoestima do
Está incluído nesse número desde roupas,
país e no seu projeto de desenvolvimento,
equipamentos e locais necessários para as
enfatizamos o termo que está diretamente
práticas até serviços que dependem do esporte
relacionado e que começa com a sétima letra
para sobreviver, como treinamento, apostas e
“E” da palavra ESPORTES: a ECONOMIA.
transmissões.
De acordo com a Pluri Consultoria [1]:
Na última década, o Brasil fez parte de
O PIB do esporte no país cresceu a taxas um grupo que apresentou um crescimento
anuais de 7,1 % entre os anos de 2007 e 2011, econômico acima dos demais na economia
muito acima dos 4,2 % da economia como um mundial, os chamados BRIC. Esse fato colaborou
todo. para que a população olhasse para a década
seguinte com expectativas esperançosas.
A estimativa é que o esporte respondia,
em 2012, por cerca de 1,6 % do PIB do país – Essa situação foi explorada na questão do ENEM
o equivalente a R$ 67 bilhões – e a expectativa [2] de 2010 da área de Ciências Humanas e suas
é que essa taxa chegue a 1,9 % até 2016, o tecnologias:

61
Ciências Humanas e suas Tecnologias
O G-20 é o grupo que reúne os países do G-7, os mais industrializados do mundo (EUA, Japão,
Alemanha, França, Reino Unido, Itália e Canadá), a União Europeia e os principais emergentes (Brasil,
Rússia, Índia, China, África do Sul, Arábia Saudita, Argentina, Austrália, Coreia do Sul, Indonésia, México
e Turquia). Esse grupo de países vem ganhando força nos fóruns internacionais de decisão e consulta.
ALLAN. R. Crise global. Dísponivel em:
http://conteudoclippingmp.planejamento.gov.br.
Acesso em: 31 jul. 2010.
Entre os países emergentes que formam o G-20, estão os chamados BRIC (Brasil, Rússia,
Índia e China), termo criado em 2001 para referir-se aos países que

A apresentam características econômicas promissoras para as próximas décadas.

B possuem base tecnológica mais elevada.

C apresentam índices de igualdade social e econômica mais acentuados.

D apresentam diversidade ambiental suficiente para impulsionar a economia global.

E possuem similaridades culturais capazes de alavancar a economia mundial.

O crescimento do Brasil se deu pelo acelerado processo de industrialização e inserção no


mercado internacional, o que gerou altas expectativas para a década atual. Os eventos esportivos
recentes: Copa das Confederações em 2013, Copa do Mundo em 2014, Jogos Olímpicos em
2016 e Jogos Paralímpicos em 2016 contribuíram, e muito, para essa visão.
Segundo Amir Somoggi da Revista América Economia [3], o PIB do esporte brasileiro é
formado como sugere a tabela abaixo:

Como é formado o PIB do esporte brasileiro

Um exemplo de como o varejo esportivo participa desse processo foi visto na questão do
ENEM [2] da área de Linguagens, Códigos e suas tecnologias do ano de 2010:

62 www.sesimatematica.com.br - OUTUBRO 2016


Esportes & Economia

Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

O texto publicitário utiliza diversas estratégias


para enfatizar as características do produto que
pretende vender. Assim, no texto, o uso de vários
termos de outras línguas, que não a espanhola, tem
a intenção de

A atrair a atenção do público alvo dessa propaganda.

B popularizar a prática de exercícios esportivos.

C agradar aos compradores ingleses desse tênis.

D incentivar os espanhóis a falarem outras línguas.


E enfatizar o conhecimento de mundo do autor do texto.

Revista Glamour Latinoamérica. México, mar. 2010.

No Brasil, o setor que experimentou mais ganhos de participação no PIB foi o de Artigos
Esportivos. Mas, os autores do livro [4] “A Indústria do Esporte no Brasil, Economia, PIB, Emprego
e Evolução Dinâmica”, o advogado Ary Graça e o economista Istvan Kasznar, consideram que os
impactos de crescimento se refletem ainda em outras atividades.

““O esporte brasileiro há muito


tempo deixou de ser uma atividade
lúdica e passou a ser uma indústria.”
Istvan Kasznar

Serviços indiretos ligados ao esporte impulsionam outros setores, Ary Graça afirma: cada
R$ 1 investido em infraestrutura esportiva mobiliza R$ 6,50 para atividades que não são ligadas ao
esporte, como o varejo e o marketing.
O grau de aproveitamento da infraestrutura dos eventos ainda não está bem definido, pois
ainda faltam acordos entre o Governo Federal e a Prefeitura do Rio.
Uma matéria do Brasil Econômico [5] cita:
O Ministério dos Esportes não comenta sobre o impacto econômico
da Olimpíada, mas ressalta que o evento deixará um legado importante no
campo social e esportivo que beneficiará todos os Estados da federação,
ao contribuir para colocar o Brasil no caminho de se tornar “uma potência
esportiva”.
Desde que o Brasil conquistou o direito de sediar os Jogos Olím-
picos e Paralímpicos de 2016, o governo federal tem atuado para que o
legado do maior evento esportivo do planeta contemple todos os Estados
e o Distrito Federal”, diz uma nota do Ministério.
Durante o acompanhamento da construção os trabalhadores se deparam com várias situ-
ações em que a lógica e conhecimentos técnicos específicos auxiliam na execução do trabalho.
A questão do ENEM [2] da área de Ciências da Natureza e suas tecnologias, do ano de 2010,
faz referência a um episódio que ilustra um caso possível de ocorrer:

2016
63
Ciências da Natureza e suas Tecnologias
Durante uma obra em um clube, um grupo de trabalhadores teve de remover uma escultura de ferro
maciço colocada no fundo de uma piscina vazia. Cinco trabalhadores amarraram cordas à escultura e
tentaram puxá-la para cima, sem sucesso.
Se a piscina for preenchida com água, ficará mais fácil para os trabalhadores removerem a
escultura, pois a

escultura flutuará, desta forma, os homens não precisarão fazer força para remover a
A escultura do fundo.

B escultura ficará como peso menor. Desta forma, a intensidade da força necessária para
elevar a escultura será menor.

C água exercerá uma força na escultura proporcional a sua massa, e para cima. Esta força
se somará à força que os trabalhadores fazem para anular a ação da força peso da
escultura.
D água exercerá uma força na escultura para baixo, e esta passará a receber uma força
ascendente do piso da piscina. Esta força ajudará a anular a ação da força peso na
escultura.
E água exercerá uma força na escultura proporcional ao seu volume, e para cima. Esta
força se somará à força que os trabalhadores fazem, podendo resultar em uma força
ascendente maior que o peso da escultura.

Com a piscina preenchida de água, a água realiza uma força vertical para cima, chamada
empuxo. Essa estratégia que visa diminuir o esforço dos trabalhadores para facilitar a remoção
da escultura pode ser, de forma análoga, incorporada em outras situações. Por exemplo: nas
competições aquáticas dos jogos olímpicos.
De acordo com o Portal Matemática na Real [6]:
Como um barco não afunda na água? Imagine você entrando no metrô ou
num elevador lotado. Você empurra as pessoas e elas te empurram de volta. É
assim que acontece com a água. Quando você empurra um objeto para dentro
d’água ela o empurra para fora. O nome dessa força que a água faz é empuxo
e essa força é igual ao peso da quantidade de água deslocada. Com isso temos
3 situações:
o objeto afunda: o empuxo da água é menor que o peso do objeto (E < P);
o objeto fica no mesmo lugar: o empuxo da água é igual ao peso do
objeto (E = P);
o objeto flutua: o empuxo da água é maior que o peso do objeto (E > P).
Sendo assim, tanto na etapa de construção, quanto nas provas aquáticas, o princípio físico
pode ser observado. Esse e muitos outros conceitos que são ensinados na Educação Básica
também são utilizados em situações do nosso dia a dia.
O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, em dezembro, defendeu numa audiência
pública que a Olimpíada seria marcada pela economia de recursos públicos, obras finalizadas no
prazo e um legado econômico e social significativo, ele citou que [5]:

“(A Olimpíada) é uma oportunidade de mostrar um Brasil diferente do país


que atrasa licitações e superfatura preços. (...) É uma enorme oportunidade de
transformação”, completou, mencionando, em seguida, a expansão da rede
hoteleira do Rio de Janeiro.
O exemplo do processo de licitação citado pelo prefeito, em geral, e há muito tempo, tem
sido alvo de críticas, pois é demorado e normalmente conduzido de forma não econômica,
extrapolando os orçamentos que são previstos para a realização das obras.
Nos devidos cuidados do processo licitatório, a matemática mais uma vez se faz presente,
como pode ser observado na questão do ENEM [2] de 2011 da área de Matemática e suas
tecnologias, que ilustra um dos itens de legado que os jogos olímpicos deixaram para o Rio de
Janeiro:

64 www.sesimatematica.com.br - OUTUBRO 2016


Esportes & Economia
Matemática e suas Tecnologias
O prefeito de uma cidade deseja construir uma rodovia para dar acesso a outro município. Para isso,
foi aberta uma licitação na qual concorreram duas empresas. A primeira cobrou R$ 100 000,00 por
km construído (n), acrescidos de um valor fixo de R$ 350 000,00, enquanto a segunda cobrou R$
120 000,00 por km construído (n), acrescidos de um valor fixo de R$ 150 000,00. As duas empresas
apresentam o mesmo padrão de qualidade dos serviços prestados, mas apenas uma delas poderá
ser contratada.

Do ponto de vista econômico, qual equação possibilitaria encontrar a extensão da


rodovia que tornaria indiferente para a prefeitura escolher qualquer uma das propostas
apresentadas?

A 100n + 350= 120n + 150

B 100n + 150= 120n + 350

C 100(n + 350)= 120(n + 150)

D 100(n + 350000)= 120(n + 150000)

E 350(n + 100000)= 150(n + 120000)

Nesse processo, a tomada de decisão tem viés econômico e a análise das condições
fornecidas permite avaliar a situação com o propósito de encontrar a empresa que melhor
atende, e em quais naturezas.
A álgebra permite transformar a situação-problema em uma equação, passando assim da
linguagem materna para a linguagem matemática. Chamamos isso de modelagem matemática
(a arte (ou tentativa) de se descrever matematicamente um fenômeno). A lei de formação de
cada empresa é montada respeitando as premissas, e a igualdade é uma condição da pergunta.
A resolução da equação envolve procedimentos que são ensinados no ensino fundamental II e
evoluídos em várias séries, sendo também aplicados em outras áreas do conhecimento, como foi
o caso da questão de ciências da natureza dessa atividade.
De acordo com o artigo da enciclopédia Wikipédia [7], a matemática junto à economia
torna as aplicações bem abrangentes:
A economia matemática é a aplicação de métodos matemáticos para
representar teorias econômicas e analisar problemas propostos pela economia.
Ela permite a formulação e derivação de relações chave em uma teoria com
clareza, generalidade, rigor e simplicidade.
A matemática permite aos economistas formular proposições significativas
e testáveis sobre muitos assuntos complexos e abrangentes que não poderiam
ser adequadamente expressas informalmente. Além disso, a linguagem da
matemática permite aos economistas fazer afirmações claras, específicas e
positivas sobre assuntos controversos ou contenciosos que seriam impossíveis
sem a matemática.
Grande parte da teoria econômica é atualmente apresentada em termos
de modelos econômicos matemáticos, um conjunto de relações matemáticas
estilizadas e simplificadas que clareiam suposições e implicações.
Diante do exposto, podemos concluir que os mercados esportivos mundial e brasileiro
são muito significativos e estão em projeção. Além disso, no Brasil, há ainda muito espaço para
crescimento.
Para aproveitar as oportunidades do mercado esportivo é imprescindível se preparar. Nessa
hora, não pode haver economia.

2016
65
Essa atividade mostrou como o mundo dos esportes tem forte peso na economia do
nosso país. Vimos também como a álgebra é importante para modelar diversas situações. Nessa
perspectiva, a DMATE sugere o jogo [6] Jabara:

A álgebra é um dos conceitos científicos mais


poderosos jamais concebidos pelo homem, cuja
existência é ameaçada pelos cruéis mongóis.
Viaje no tempo para a Bagdá do Século IX e
aprenda conceitos da álgebra e salve-os para a
humanidade.
Jabara introduz conceitos algébricos
gradualmente, em mais de 180 níveis lúdicos
e desafiadores, seguindo uma progressão dos
níveis de dificuldade otimizada pedagogicamente.
O suporte de aprendizagem utiliza vocabulário
matemático claro e de fácil compreensão.

Na Bagdá do século IX, Jabara mergulha em uma das ferramentas mais poderosas da
Matematica: a álgebra. Ele sedimenta conceitos fundamentais para a matemática utilizada na
economia, e ilustra o quanto essa ciência pode estar presente em tudo. A meta é atingir o nível
mais alto.

Os Jogos Olímpicos e Paralímpicos aqueceram a economia e mostraram o poder dos


esportes e da Matemática. Que essa perspectiva se estenda também às nossas escolas, para que
cada vez mais tenhamos uma educação repleta de valores.
A educação, com vistas à formação integral do cidadão, também deve preocupar-se em
mostrar o desenvolver da ECONOMIA do país. Nesse sentido, a DMATE sugere, para reflexão, as
perguntas abaixo que são relacionadas às 4 questões do ENEM que foram utilizadas no texto e
que associam economia e educação:

Que experiências a escola propõe para que os potenciais dos estudantes sejam
reconhecidos e multiplicados?
Quais estratégias a escola sugere para que os estudantes conheçam as diversas
faces de um mesmo tema, e assim tenham vivências mais completas?
Como o “Aprender Fazendo” é desenvolvido no processo de ensino e
aprendizagem?
Qual a importância de evidenciar o processo de Modelagem Matemática no dia a
dia dos estudantes?

Na próxima página serão propostas algumas atividades que colaboram para o alcance de
um ambiente em que aspectos econômicos sejam considerados no processo de formação.

66 www.sesimatematica.com.br - OUTUBRO 2016


Esportes & Economia

1
Durante o texto da atividade “Esportes & Economia”, 4 questões do ENEM

ATIVIDADES
foram apresentadas, uma de cada área de conhecimento. Sendo assim, pede-
se que dentro das condições de cada turma, as questões sejam desenvolvidas
com o auxílio dos professores das respectivas áreas. Para a DMATE, as unidades
devem enviar um relato da experiência.
Observação: Se a escola quiser, pode substituir as questões na totalidade, ou
parcialmente. Nesse caso, a(s) nova(s) questão(ões) deve(m) ser apresentada(s).

2
As questões do ENEM que foram usadas no texto têm, em suas essências,
ideias que são fundamentais na busca de um ambiente em que aspectos
econômicos sejam considerados no processo de formação. No final da página
anterior, 4 perguntas foram apresentadas com o objetivo de relacioná-las ao dia
a dia das escolas. Diante do exposto, pede-se que as unidades, dentro de suas
particularidades, respondam esses questionamentos considerando esses aspectos
no desenvolver do ano letivo.

3
A relação entre esportes e economia foi o tema principal desta atividade extra.
A álgebra é um assunto que faz parte do processo de ensino e aprendizagem
na educação básica e que pode estar presente em várias séries desse ciclo,
sendo sua abordagem aprofundada e relacionada às disciplinas, como foi o caso
da quarta questão do ENEM aqui exposta. Em particular, vimos como a álgebra
é fundamental na modelagem das situações. Dada a sua importância, pede-se
que os professores de matemática de cada turma selecionem 5 lições do Prodigi
(questionário adaptativo da Plataforma Mangahigh [6]), que tenham relação com o
texto, para que os estudantes desenvolvam.
Observação: As lições podem variar de uma série para outra, para melhor se adequar
ao perfil dos estudantes de cada série.

4
De acordo com a matéria “Principais Legados dos jogos de 2016 para a
cidade do Rio” [7], realizada pelo portal G1, dos 38,2 bilhões de reais gastos
nas olimpidas, 24,6 bilhões são legados deixados para a cidade. Ou seja, a
maior parte do dinheiro investido nos jogos fica convertida em infraestrutura
para beneficiar a população do Rio. Nesta atividade, a DMATE trouxe exemplos
de como a matemática modela todo esse impacto econômico, e como ela pode
ajudar a potencializar a herança, especialmente aquelas deixadas para a educação.
Para ilustrar ainda mais, exploramos o jogo Jabara. Pede-se, então, que os alunos
acesssem a aba “jogos” da plataforma, e joguem “Jabara”. Em seguida, os
professores devem utilizar a tabela (faça o download em https://goo.gl/56qdWG)
para registrar o nível atingido por cada aluno. Esse nível pode ser verificado na tela
do jogo que foi exibida na página anterior, observando o ultimo nível que aparece
acima da “seta” JOGAR. Para cada turma deve-se usar uma tabela. A média dos
níveis atingidos é calculada automaticamente, e será o número que representará o
desempenho da classe. A turma que conseguir maior média representará a escola.
A unidade escolar enviará para a Divisão de Matemática a tabela com os registros
dessa turma. Como lema e fechamento do trabalho, recomenda-se a frase de
George Bernard Shaw, escritor e jornalista irlandês:

““Não há progresso sem mudança. E quem não


consegue mudar a si mesmo, acaba não mudando coisa
alguma. ”
George Bernard Shaw

2016
+
67
67
REFERÊNCIAS 1
O PIB do Esporte Brasileiro
Pluri Consultoria. Acesso em 01/02/2016. Disponível em:
http://www.pluriconsultoria.com.br/uploads/relatorios/PIB%20Esporte.pdf

2
ENEM - Provas e Gabaritos
INEP - Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anisio Teixeira.
Acesso em 06/01/2016. Disponível em:
http://portal.inep.gov.br/web/enem/edicoes-anteriores/provas-e-gabaritos

3 O Mercado Esportivo e a Importancia do Administrador: Cenário e Perspectivas


Claro, M. 2012. Acesso em 01/02/2016. Disponível em:
http://www.crasp.gov.br/encoad/2012/pdfs/O%20Mercado%20Esportivo%20e%20a%20Impor-
t%C3%A2ncia%20do%20Administrador%20Cen%C3%A1rio%20e%20Perspectivas%20-%20GEAE.pdf

4
PIB do esporte cresce mais do que o do país
Guia dos Estudante. Acesso em 26/01/2016. Disponível em:
http://guiadoestudante.abril.com.br/blogs/pordentrodasprofissoes/10-carreiras-
para-quem-quer-trabalhar-com-esporte/

5
Rio 2016: Olimpíada atrapalha ou ajuda o Brasil em recessão?
Brasil Econômico, Portal IG. Acesso em 01/02/2016. Disponível em:
http://www.economia.ig.com.br/2015-08-04/rio-2016-olimpiada-atrapalha-ou-ajuda-o-brasil-
em-recessao.html

6
Plataforma de Games Mangahigh
Acesso em 06/01/2016. Disponível em:
http://www.mangahigh.com

7
Principais legados dos Jogos 2016 para a cidade do Rio
G1. Dezembro de 2014. Acesso em 03/02/2016.
http://especiais.g1.globo.com/rio-de-janeiro/olimpiadas-rio-2016/principais-
legados-dos-jogos-2016-para-a-cidade-do-rio/

Elaboração:
Helio França Braga

Editoração:

+
Vinícius do Nascimento S. Mano

68
ESPORTE
& UPERAÇÃO

ANO 3 - Número 19
Novembro de 2016
2016

S
e a proposta é evidenciar os valores e Então, de fato, os esportes são oportunos
ações que os esportes têm. Não podemos para evidenciar momentos de superação.
deixar de fora a ação super. Começando Recordes e mais recordes são quebrados,
com a oitava letra da palavra ESPORTES, o “S”, competição após competição. Aquilo que
chegou a vez da SUPERAÇÃO. pensamos ser o limite, em questão de tempo
Segundo o dicionário informal [1], é ultrapassado e nova marca fica para ser
superação é: mudança de uma situação ruim superada. Esse espírito de buscar algo que para
para uma situação boa; ultrapassar um limite; muitos é difícil e improvável é necessário para
recuperação; ato de progredir. Sendo assim, alcançarmos nossos objetivos, seja na área
fica evidente a relação com os esportes. Os esportiva, profissional ou em qualquer outra.
próprios exemplos do dicionário confirmam O povo brasileiro, historicamente, supera
isso: as mais variadas adversidades e acredita
1. O meu time está em fase de superação que momentos e dias melhores virão. Para
após anos de derrotas. entendermos um pouco dessa relação da
formação brasileira com o processo de vencer
2. O atleta de ciclismo mesmo perdendo os obstáculos, a questão do ENEM [2] de 2009,
um dos membros inferiores se supera a de Ciências Humanas e suas tecnologias trouxe:
cada nova prova.

69
Ciências Humanas e suas Tecnologias
Para Caio Prado Jr., a formação brasileira se completaria no momento em que fosse superada a
nossa herança de inorganicidade social - o oposto da interligação com objetivos internos - trazida da
colônia. Este momento alto estaria, ou esteve, no futuro. Se passarmos a Sérgio Buarque de Holanda,
encontraremos algo análogo. O país será moderno e estará formado quando superar a sua herança
portuguesa, rural e autoritária, quando então teríamos um país democrático. Também aqui o ponto
de chegada está mais adiante, na dependência das decisões do presente. Celso Furtado, por seu
turno, dirá que a nação não se completa enquanto as alavancas do comando, principalmente
do econômico, não passarem para dentro do país. Como para os outros dois, a conclusão do
processo encontra-se no futuro, que agora parece remoto.
SCHWARZ, R. Os sete fôlegos de um livro. Sequências
brasileiras. São Paulo: Cia. das Letras,1999 (adaptado).
Acerca das expectativas quanto à formação do Brasil, a sentença que sintetiza os pontos de
vista apresentados no texto é:
A Brasil, um país que vai pra frente.

B Brasil, a eterna esperança.

C Brasil, glória no passado, grandeza no presente.

D Brasil, terra bela, pátria grande.

E Brasil, gigante pela própria natureza.

Esse conhecimento do processo histórico ajuda no entendimento da formação da nação


brasileira, bem como das dificuldades e potenciais de superação. Dentre eles, a crença em
resolver os problemas do futuro.
Essa mensagem também foi propagada pelo ativista político estadunidense Martin Luther
King Jr.

““ A verdadeira medida de um homem não é como ele


se comporta em momentos de conforto e conveniência,
mas como ele se mantém em tempos de controvérsia e
desafio. ” Martin Luther King Jr.

Quando o movimento de superação é levado para o mundo esportivo, é necessário pensar


no que seriam os limites que demarcam o alvo.
A descrição do livro ‘Esporte, caminho de Superação’ [3], de Denise Pellegrini, traz o seguinte
trecho:
Ao longo da história, o esporte tem sido uma possibilidade de
desenvolvimento para o ser humano. Recordes, adrenalina, muito suor e emoção.
As diversas modalidades esportivas têm mostrado que sempre é possível superar
desafios e se superar! Mas, será que o esporte é mesmo para todos? Será que
qualquer um pode se desafiar e vencer os seus limites? Esporte, caminho de
superação discute essas e outras questões que nos fazem pensar sobre o papel
do esporte na história da humanidade. Com texto leve, recheado de números
e infográficos, o livro conduz você, leitor, a uma viagem pelas curiosidades do
mundo esportivo, incluindo os esportes paralímpicos, colocando em pauta outra
questão fundamental em nossa sociedade: a inclusão social por meio de práticas
esportivas. Você também vai encontrar sugestões de links, livros, filmes e vídeos
para ir além e se aprofundar nesse assunto. E aí, vamos começar a jogar?
Antes de começar a jogar, a definição das regras passa a ser uma etapa indispensável, como
foi colocado na questão do ENEM [2] de 2013 da área de Linguagens, Códigos e suas tecnologias:

70 www.sesimatematica.com.br - NOVEMBRO 2016


Esportes & Superação

Linguagens, Códigos e suas Tecnologias


O jogo é uma atividade ou ocupação voluntária, exercida dentro de certos e determinados limites
de tempo e de espaço, segundo regras livremente consentidas, mas absolutamente obrigatórias,
dotado de um fim em si mesmo, acompanhado de um sentimento de tensão e de alegria e de uma
consciência de ser diferente da “vida quotidiana”.
HUIZINGA, J. Homo ludens: o jogo como elemento da cultura. São Paulo: Perspectiva, 2004.

Segundo o texto, o jogo comporta a possibilidade de fruição. Do ponto de vista das


práticas corporais, essa fruição se estabelece por meio do(a)

A fixação de táticas, que define a padronização para maior alcance popular.

B competitividade, que impulsiona o interesse pelo sucesso.

C refinamento técnico, que gera resultados satisfatórios.

D caráter lúdico, que permite experiências inusitadas.


E uso tecnológico, que amplia as opções de lazer.

As atividades físicas permitem a fruição com alegria e prazer, promovendo situações


inusitadas. Uma dessas situações é a possibilidade de se superar.
O livro de Denise Pellegrini [3] cita que, junto com o condicionamento físico, vem a técnica
de cada esporte, assim como a habilidade motora e a preparação física, fatores que permitem ao
atleta adotar as estratégias mais adequadas para atingir o melhor resultado. Em seguida, deve-
se lembrar do preparo psicológico e do controle de emoção. Dessa forma, é possível ao atleta
moldar o organismo para atingir seus objetivos, superar metas e bater recordes.
A seguir, algumas dicas retiradas do livro ‘Esporte, caminho de Superação’ de como os
atletas podem adquirir habilidades básicas diretamente relacionadas à prática esportiva que
aparece na questão do ENEM [2] de 2012 da área de Matemática e suas tecnologias:

2016
71
Matemática e suas Tecnologias
O esporte de alta competição da atualidade produziu uma questão ainda sem resposta: Qual é o
limite do corpo humano? O maratonista original, o grego da lenda, morreu de fadiga por ter corrido
42 quilômetros. O americano Dean Karnazes, cruzando sozinho as planícies da Califórnia, conseguiu
correr dez vezes mais em 75 horas. Um professor de Educação Física, ao discutir com a turma o texto
sobre a capacidade do maratonista americano, desenhou na lousa uma pista reta de 60 centímetros,
que representaria o percurso referido.
Disponível em: http://veja.abril.com.br. Acesso em: 25 jun. 2011 (adaptado).

Se o percurso de Dean Karnazes fosse também em uma pista reta, qual seria a escala entre a
pista feita pelo professor e a percorrida pelo atleta?

A 1:700

B 1:7000

C 1:70000

D 1:700000

E 1:7000000

Para responder a pergunta ‘Qual é o limite do corpo humano?’, a revista Galileu [4] escreveu
uma matéria inspirada no americano Dean Karnazes. Abaixo, alguns comentários acerca do texto
que mostram o quanto o esporte está envolvido na quebra dos limites:
O limite do corpo é uma combinação entre a resistência psicológica,
dos tecidos, das articulações e o fornecimento de energia. “Atletas recordistas
têm corpo e mente eficientes”, diz Renato Romani, especialista em medicina
do esporte da Unifesp. Alguém com esse nível de perfeição correrá 100 m em
9s29, como previsto por pesquisadores holandeses com base na velocidade do
corredor jamaicano Usain Bolt. “Quando chegou à marca de 9s58, ele antecipou
o recorde em, pelo menos, quatro anos”, diz. “Só super-homens chegam a esse
nível”.

O ser humano foi feito para andar. O design retilíneo das pernas é mais
útil para os passos rápidos que para a corrida. “Atletas de alto rendimento têm
a carreira curta porque acabam lesionando músculos e articulações”, afirma o
ortopedista Ricardo Cury, professor da Santa Casa de São Paulo.
“O corpo está além do entendimento dos cientistas”, diz Dean. “A maioria
dos médicos proíbe a corrida: ‘Ela faz mal para os joelhos’. Mas estudos com
corredores mostram que eles são mais saudáveis que quem não corre. Eu
simplesmente não acredito nessa ciência que estabelece limites para o homem”.
A genética é determinante para atletas acima do comum. “A primeira
providência para quem quer ser campeão olímpico é escolher os pais”, diz
José Lazzoli, presidente da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do
Esporte.
César Cielo nadou 100 m em 46s91. O atleta provavelmente não respirou e
o coração precisou se virar. Depois de cinco minutos sem ar, as células começam
a morrer. Mas o recorde de mergulho em apneia desafia o limite e já vai para a
marca dos 11min35.
Esse espírito de quebra de marcas tem ganhado abrangência para áreas que não estão
relacionadas aos esportes. Por exemplo, a questão do ENEM [2] da prova de Ciências da Natureza
e suas tecnologias, do ano de 2012, mostrou um pouco dessa disposição, pois as empresas
buscam otimizar tempo e recursos, estabelecendo metas que, em alguns casos, são difíceis de
serem alcançadas.

72 www.sesimatematica.com.br - NOVEMBRO 2016


Esportes & Superação
Ciências da Natureza e suas Tecnologias
Uma empresa de transportes precisa efetuar a entrega de uma encomenda o mais breve possível. Para
tanto, a equipe de logística analisa o trajeto desde a empresa até o local da entrega. Ela verifica que o
trajeto apresenta dois trechos de distâncias diferentes e velocidades máximas permitidas diferentes. No
primeiro trecho, a velocidade máxima permitida é de 80 km/h e a distância a ser percorrida é de 80 km.
No segundo trecho, cujo comprimento vale 60 km, a velocidade máxima permitida é 120 km/h.

Supondo que as condições de trânsito sejam favoráveis para que o veículo da empresa
ande continuamente na velocidade máxima permitida, qual será o tempo necessário, em
horas, para a realização da entrega?

A 0,7

B 1,4

C 1,5

D 2,0

E 3,0

A corrida contra o tempo é uma grande prova e tem obstáculos que precisam, dia a dia,
serem superados. Na questão acima, a razão entre o deslocamento e o tempo definem uma
grandeza essencial para vencer esses empecilhos, a velocidade média. Na anterior, outra razão
foi trabalhada: a comparação entre a projeção de uma determinada distância em um desenho
com a distância real, conhecida como escala.
Razão, de acordo com o dicionário informal [1] é faculdade de raciocinar, de compreender,
de estabelecer relações lógicas; raciocínio. Em matemática, quociente entre duas quantidades.
Mais uma vez, a matemática surge de forma indispensável. Números, operações básicas
e infográficos são alguns dos recursos que auxiliam as pessoas na conquista de melhores
desempenhos, possibilitando raciocinar melhor e estabelecer relações lógicas que favoreçam a
superação.
Seja no mundo esportivo, no profissional ou na vida, a superação é algo pessoal e precisa
ser entendido dessa forma. Cada um tem seu limite e respeita-lo é fundamental para o alcance
das vitórias.

A capacidade de realizar várias atividades que envolvem habilidades motoras diferentes,


independente da especialização, é a coordenação. Para desenvolvê-la é válido se aventurar em
situações que não fazem parte da rotina. Sempre com muita responsabilidade e consciência dos
pontos de partida e chegada.

2016
73
Diante do que foi visto, a DMATE sugere uma aventura por meio de um passeio de balão
que utiliza os conceitos físicos e as operações básicas de matemática para percorrer determinada
distância em certo intervalo de tempo. Trata-se do jogo Jetstream Riders [5].

Você quer se tornar um balonista competitivo? Bem, seus


conhecimentos das operações fundamentais terão de ser
bons. Responda os problemas matemáticos para fazer o
seu balão subir e navegue evitando os obstáculos neste
envolvente game matemático multi-jogadores.
Use os seus conhecimentos aritméticos para fazer o seu
balão subir, respondendo no momento certo para manter
o seu balão na corrente de jato, onde o vento é mais forte.
Fazer o seu balão subir ou descer de acordo com a trajetória
da corrente de jato fará com que o seu progresso seja
mais rápido. Você precisará aprender adição, subtração,
multiplicação e divisão para completar todos os 5 níveis e
se tornar um mestre em balonismo.

Nesse jogo, em um ambiente aventureiro, a Matemática é a ferramenta que possibilita a


superação em busca das melhores marcas. Além dela, a estratégia que considera a corrente de ar
permite que a razão ‘velocidade’ aumente, diminuindo o tempo do percurso. A meta é superar-
se, sempre.

A SUPERAÇÃO está associada às metas que são determinadas. Para esse período do ano
letivo, é hora de verificar o quão perto estamos do propósito que foi estipulado no começo do
ano. Nesse sentido, a DMATE sugere, para reflexão, as perguntas abaixo que são relacionadas às
4 questões do ENEM que foram utilizadas no decorrer do texto e que associam superação com
educação:

Acerca das expectativas quanto à formação dos estudantes, o que sintetiza a ação
pela busca da superação?
Sobre as “regras” de condução da escola, na visão dos estudantes, quais são as
observações a respeito do processo de avaliação?
Quais são as ações que são desenvolvidas com os estudantes que se destacam em
um nível bem maior do que o esperado?
Qual é o papel que a escola desenvolve para que as habilidades básicas que são
trabalhadas na escola sejam relacionadas às atividades cotidianas?

Na próxima página serão propostas algumas atividades que contribuem para que a busca
pela superação faça parte do processo de formação cidadã.

74 www.sesimatematica.com.br - NOVEMBRO 2016


Esportes & Superação

1
Durante o texto da atividade “Esportes & Superação”, 4 questões do ENEM

ATIVIDADES
foram apresentadas, uma de cada área de conhecimento. Sendo assim, pede-
se que dentro das condições de cada turma, as questões sejam desenvolvidas
com o auxílio dos professores das respectivas áreas. Para a DMATE, as unidades
devem enviar um relato da experiência.
Observação: Se a escola quiser, pode substituir as questões na totalidade, ou
parcialmente. Nesse caso, a(s) nova(s) questão(ões) deve(m) ser apresentada(s).

2
As questões do ENEM que foram usadas no texto têm, em suas essências,
ideias que são fundamentais na busca de um ambiente de superação, e que
respeita os limites individuais dentro do processo de formação. No final da
página anterior, 4 perguntas foram apresentadas com o objetivo de relacioná-las
ao dia a dia das escolas. Diante do exposto, pede-se que as unidades, dentro de
suas particularidades, respondam esses questionamentos avaliando o processo
realizado no decorrer do ano letivo.

3
A relação entre educação e superação foi o tema principal desta atividade extra.
A razão é um assunto que faz parte do processo de ensino e aprendizagem
na educação básica e que pode estar presente em várias séries desse ciclo,
sendo sua prática aprofundada e relacionada às disciplinas, como foi o caso das
duas últimas questões do ENEM aqui expostas. Dada a sua importância, pede-se
que os professores de matemática de cada turma selecionem 5 lições do Prodigi
(questionário adaptativo da Plataforma Mangahigh [5]), que tenham relação com o
texto, para que os estudantes desenvolvam.
Observação: As lições podem variar de uma série para outra, para melhor se adequar
ao perfil dos estudantes de cada série.

4
Paulo Freire explica [6] em Pedagogia da Esperança, um reencontro com a
Pedagogia do Oprimido, o grande drama das maiorias que não acreditam na
possibilidade de um “inédito viável”: o medo do oprimido, como indivíduo
ou como classe, o inibe de lutar. Para o educador, as mulheres e os homens
como corpos conscientes sabem bem ou mal de seus condicionamentos e de sua
liberdade. Assim, encontram em suas vidas pessoal e social, obstáculos, barreiras
que precisam ser vencidas. A essas barreiras ele chama de “situações limite”.
Nesta atividade, a DMATE trouxe essa visão de Paulo Freire para a educação sob
a perspectiva da superação. Para levar esse olhar para a matemática, exploramos
o jogo Jetstream Riders. Pede-se, então, que os alunos acesssem a aba “jogos”
da plataforma, e joguem “Jetstream Riders”, na fase “Tennessee” . Em seguida,
os professores devem utilizar a tabela (faça o download em https://goo.gl/VVl0vv)
para registrar o tempo obtido por cada aluno. Para cada turma deve-se usar uma
tabela. A média dos tempos obtidos é calculada automaticamente, e será o número
que representará o desempenho da classe. A turma que conseguir menor média
representará a escola. A unidade escolar enviará para a Divisão de Matemática a
tabela com os registros dessa turma. Como lema e fechamento do trabalho,
recomenda-se a frase do educador Paulo Freire:

““Quando o homem compreende a sua realidade,


pode levantar hipóteses sobre o desafio dessa realidade
e procurar soluções. Assim, pode transformá-la e o seu
trabalho pode criar um mundo próprio, seu Eu e suas
circunstâncias. ”
Paulo Freire

2016
75
REFERÊNCIAS 1
Dicionário Informal
Acesso em 03/02/2016. Disponível em:
http://www.dicionarioinformal.com.br/

2
ENEM - Provas e Gabaritos
INEP - Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anisio Teixeira.
Acesso em 06/01/2016. Disponível em:
http://portal.inep.gov.br/web/enem/edicoes-anteriores/provas-e-gabaritos

3 Esporte, Caminho e Superação


Pellegrini, Denise. 2013.
Ed. Moderna.

4
Dean Karnazes vive de desafiar o corpo e a ciência
Galileu. Acesso em 03/02/2016. Disponível em:
http://revistagalileu.globo.com/Revista/Common/0,,EMI110522-17773,00-DEAN+K
ARNAZES+VIVE+DE+DESAFIAR+O+CORPO+E+A+CIENCIA.html

5
Plataforma de Games Mangahigh
Acesso em 06/01/2016. Disponível em:
http://www.mangahigh.com

6
Pedagogia, Educação e Superação pela esperança
Exame. Acesso em 04/02/2016.
http://exame.abril.com.br/rede-de-blogs/cabeca-de-lider/2015/01/30/pedagogia-
educacao-e-superacao-pela-esperanca/

Elaboração:
Helio França Braga

Editoração:

+
Vinícius do Nascimento S. Mano

76
ENCERRAMENTO
Esperamos que os valores advindos da prática esportiva que foram
citados nesse livro gerem excelentes oportunidades de trabalho, mediando
situações de aprendizagem e contribuindo para a formação cidadã que
tanto almejamos.

Para estreitar a comunicação, disponibilizamos nossos canais:

Site:
www.sesimatematica.com.br

E-mail:
sesimatematica@firjan.org.br

Grupo no facebook:
https://www.facebook.com/groups/sesimatematica/

WhatsApp:
(21) 995 392 916

Atenciosamente,

Equipe da DMATE
Da direita para a esquerda: Vinícius, Hozana, Nelson, Helio, Luiza, Fernando e Fernanda.