Você está na página 1de 5

Escala Menor Harmônica

Nesta lição vamos ampliar nossas possibilidades de “frasear” com as baixarias, através do
conhecimento das digitações da escala menor harmônica. Essa escala tem uma importância muito grande no
sistema tonal, pois gera o acorde de preparação (dominante) para os acordes menores, além de gerar acordes
muito comuns na música tonal:

- Xm(7M) – menor com sétima maior


- Xm7(b5) – menor com sétima menor e quinta diminuta (meio-diminuto)
- X7M(#5) – maior com sétima maior e quinta aumentada
- Xm7 – menor com sétima
- X7– maior com sétima menor
- X7M – maior com sétima maior
- X° - diminuto

Procurem transpor as digitações da escala menor harmônica para outras tonalidades. E como um
“macete” prático, lembrem-se de que uma das principais aplicações dessa escala é tocá-la sobre um acorde
X7 (dominante) que prepara para um acorde Xm (menor), sendo que ela gerar as tensões de nona menor (b9)
e décima terceira menor (b13) sobre o acorde dominante, que acrescentam uma sonoridade muito
interessante ao fraseado. Nessa situação, sobre o acorde dominante, aplicamos a escala menor harmônica
que coincide com a fundamental do acorde de resolução, pensando no dominante como V grau da mesma.
Por exemplo:

Cleber Assumpcão
Estrutura e Digitações da escala Menor Harmônica

Tendo como foco a aplicação prática, podemos pensar na escala menor harmônica como uma escala
menor natural com o sétimo grau elevado em meio tom.

Obs.: Na teoria musical, estudamos a escala menor harmônica com o sétimo grau elevado apenas na sua forma
ascendente. Mas para a aplicação prática na criação de frases, aplicamos tal alteração tanto de forma ascendente quanto
descendente.

Vejamos abaixo a estrutura das escalas de Lá menor natural e Lá menor harmônica:

Agora vamos verificar algumas sugestões de digitação da escala de Lá menor harmônica nas cinco
regiões do braço do violão. Assim como fizemos com a escala diatônica, a intenção é “mapear” o braço do
instrumento, assimilando todas as notas que fazem parte da escala em cada uma das regiões, buscando
memorizar a localização das tônicas!

Observações

• as “bolinhas” pretas indicam as casas onde as notas devem ser pressionadas;

• as “bolinhas” brancas indicam as notas que estão em cordas soltas no primeiro diagrama;

• as tônicas, indicadas com a letra “T”, referem-se à nota Lá;

• os algarismos romanos, à esquerda dos diagramas, indicam as casas na escala do instrumento;

Cleber Assumpcão
Exercícios de aplicação

Exercício 1: Lá menor

Cleber Assumpcão
Exercício 2: Lá menor

Exercício 3: Ré menor

Exercício 4: Ré menor

Exercício 5: Sol menor

Cleber Assumpcão
Exercício 6: Sol menor

Exercício 7: Dó menor

Exercício 8: Dó menor

Cleber Assumpcão