Você está na página 1de 7

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA – UFSC

CENTRO DE COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO – CCE


CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO – CED
COORDENAÇÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM
LETRAS/LIBRAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA


CENTRO DE COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO
CURSO DE LICENCIATURA EM LETRAS-LIBRAS
MODALIDADE A DISTÂNCIA

PLANO DE ENSINO

DISCIPLINA: Estágio Supervisionado


CARGA HORÁRIA: 420 horas/aula
PROFESSORES: Fabiano Souto Rosa, Sandra Patrícia Faria Nascimento e
Silvana Nicoloso

APRESENTAÇÃO

Chegamos à etapa final do curso de Letras/Libras e agora é o momento de


recapitular todo o conhecimento que adquirimos durante estes anos de estudo
e registrar nossas reflexões para um ensino de língua de sinais realmente
significativo. A disciplina Estágio Supervisionado envolve três áreas de ensino
- ensino de Literatura Surda (LS), ensino de Língua de Sinais Brasileira como
primeira língua (L1), ensino de Língua de Sinais Brasileira como segunda
língua (L2) – totalizando um período de 420 horas.

I. EMENTA: Nesta disciplina serão trabalhadas situações que auxiliem na


construção de conhecimento através da reflexão, análise e problematização da
prática pedagógica. Iniciação a docência através da pesquisa com utilização de
projetos de trabalho.

II. OBJETIVOS:
Oportunizar vivências a partir dos conhecimentos adquiridos durante a
formação acadêmica;
Possibilitar ao futuro professor propor novos conhecimentos no ensino de LS,
L1 e L2 a partir do estágio em forma de pesquisa.

III. CONTEÚDO:

Capítulo I. A Formação de professores do curso de licenciatura em


Letras/Libras: o estágio como campo de produção de conhecimento
Capítulo II. Projetos de trabalho: uma forma de organização da prática de
ensino
Capítulo III. A leitura crítica do campo de estágio
Capítulo IV. Construindo projetos de trabalho
Capítulo V. Orientações gerais para organização, desenvolvimento e avaliação
do estágio curricular supervisionado

No texto-base você encontrará os conteúdos em forma de capítulos. Na


hipermídia eles são chamados de unidades e, em alguns casos, foram
subdivididos, mantendo a correlação a seguir:

TEXTO-BASE HIPERMÍDIA

Capítulo I Unidade 1

Capítulo II Unidade 2

Capítulo III Unidade 3

Capítulo IV Unidades 4, 5 e 6

Capítulo V Unidade 7
IV. METODOLOGIA:
Durante o Estágio Supervisionado nós teremos encontros presenciais com
atividades práticas com os tutores, e 5 encontros via videoconferências com o
professor da disciplina. Uma novidade nesta disciplina são os 3 “plantões” (ver
planejamento) por meio de fórum/msn/chats contando com a participação do
tutor, monitor e professor, em que os alunos não precisam se deslocar até o
pólo visto que estarão envolvidos como o estágio (observação, elaboração de
projetos e docência). Para uma melhor interação com os alunos, cada um de
nós professores ficaremos responsáveis por 5 pólos (conforme estabelecido no
cronograma). As atividades apresentadas têm o objetivo de oportunizar
momentos para você trazer suas dúvidas para o debate. Portanto, elas deverão
ser feitas à medida que as temáticas são abordadas. Além disso, elas também
contarão com a avaliação dos tutores no parecer descritivo de cada aluno. Leia
com atenção os passos para a realização do estágio no AVEA e também este
Plano de Ensino para não acumular atividades.

V. PLANEJAMENTO:

Período Roteiro das Atividades Avaliação das


Atividades

Aluno:
Antes do
primeiro - Ler as unidades 1 e 2
Encontro
Presencial

Com o tutor: Como enviar:


Primeiro
encontro - Realizar as atividades de apoio Apoio à aprendizagem a
presencial à ser realizado no pólo
Aprendizagem com o tutor (Parecer
- Orientações gerais sobre o Descritivo)
estágio

Com o professor da disciplina:

- VC das unidades 1 e 2
Aluno:
Antes do
segundo - Ler a unidade 3
Encontro
Presencial

Com o tutor:
Segundo
encontro - Orientações gerais sobre o
presencial: estágio
(definição da escola, turmas,
etc.)

Com o professor da disciplina:

- VC da unidade 3

Aluno:
Antes do
terceiro - Ler a unidade 4, 5 e 6
Encontro - Iniciar a leitura crítica do
presencial campo
(a escola já deve estar definida)

Com o tutor:
Terceiro
encontro - Orientar o estagiário sobre a
presencial leitura
crítica, elaboração dos projetos
e realização dos estágios (L1,
L2 e LS).

Com o professor da disciplina:

- VC da unidade 4, 5 e 6

Aluno: Como enviar:


Antes do 1º dia
de orientação - Prosseguir com a leitura Atividade 1 – Tarefa em
crítica do Libras e/ou Português
campo, elaboração dos projetos (Avaliação Parcial)
e
realização dos estágios (L1, L2
e LS)

Com o tutor, monitor e


1º dia de professor:
orientação via
fórum/msn/ch - Plantão para tirar dúvidas e
at orientar
o estagiário sobre a leitura
crítica,
elaboração dos projetos e
realização
dos estágios (L1, L2 e LS)

Aluno:
Antes do
2º dia de - Ler a unidade 7
orientação - Prosseguir com a leitura
crítica do campo, elaboração
dos projetos e realização dos
estágios (L1, L2 e LS)

Com o tutor, monitor e Como enviar:


2º dia de professor: Atividade 2 – Tarefa em
orientação via Libras e/ou Português
fórum/msn/ch - Plantão para tirar dúvidas e (Avaliação Parcial)
at orientar
o estagiário sobre a leitura
crítica,
projetos e realização dos
estágios
(L1, L2 e LS)

Aluno:
Antes do
3º dia de - Reler a unidade 7
orientação - Prosseguir com a leitura
crítica do
campo, elaboração dos projetos
e
realização dos estágios (L1, L2
e LS)

Com o tutor, monitor e


3º dia de professor:
orientação via
fórum/msn/ch - Plantão para tirar dúvidas e
at orientar
o estagiário sobre a leitura
crítica,
projetos e realização dos
estágios
(L1, L2 e LS)

Aluno:
Antes do - Analisar e sistematizar os
quarto dados do
encontro estágio, retomando as
presencial orientações
postas em todas as unidades,
especialmente da unidade 7
Com o tutor: Como enviar:
Quarto
encontro - Orientar os alunos quanto à Atividade 3 – Tarefa em
presencial sistematização dos dados e Libras e/ou Português
últimos (Avaliação Parcial)
detalhes do relatório final

Com o professor da disciplina:

- VC tira-dúvidas específicas

Aluno: Como enviar:


Antes do
quinto - Preparar o seminário Atividade 4 – Tarefa em
encontro Libras e/ou Português
presencial (Relatório Final)

Com o tutor: Como enviar:


Quinto
encontro - Apresentação de seminários Atividade 5 – Seminário
presencial no pólo em Libras
Com a professora da disciplina: (Avaliação Presencial)

- VC para apresentação do
SEMINÁRIO (3 alunos por pólo)

VI. AVALIAÇÃO

A avaliação será realizada por meio de algumas atividades de apoio à


aprendizagem (parecer descritivo do tutor), três atividades parciais (escrita do
primeiro, segundo e terceiro capítulo do relatório), uma atividade presencial
(relato de experiência sobre o estágio em forma de seminário), que é o relatório
final de estágio:

ATIVIDADE PONTOS AVALIAÇÃO

Atividades de Avaliação Parcial 29% Atividades avaliadas pelos


tutores.
Atividade Presencial 20% Atividade avaliada pelos tutores.

Relatório de Estágio (Final) 31% Atividade avaliada pelos tutores

Parecer Descritivo 20% Realizado pelos tutores sobre o


desempenho individual do aluno
na disciplina.

TOTAL 100%
VII. BIBLIOGRAFIA

BARROS, M. E. Barros. Formação de professores/as e os desafios para a (re)invenção da


escola. In: FERRAÇO, C. Eduardo (Org.). Cotidiano escolar, formação de professores(as) e
currículo. São Paulo: Cortez, 2005.

BIANCHI, A. C. M. Manual de orientação: estágio supervisionado. São Paulo: Pioneira, 1998.

DIAS, R. Evangelista & LOPES, A. Casimiro. Competências na formação de professores: o que


(não) há de novo. Revista Educação & Sociedade. v. 24, n° 85. Campinas, dez. 2003.

DUARTE, Newton. Conhecimento tácito e conhecimento escolar na formação do professor (por


que Donald Schön não entendeu Luria). Revista Educação &
Sociedade. v. 24, n° 85. Campinas, ago. 2003.

FREITAS, H. C. Lopes. Formação de professores no Brasil: 10 anos de embate


entre projetos de formação. Revista Educação & Sociedade. v. 23, n° 80. Campinas, set. 2002.

FERRAÇO, C. Eduardo (Org.). Cotidiano escolar, formação de professores(as) e currículo. São


Paulo: Cortez, 2005.

_________. Currículo real, formação continuada e cotidiano escolar: questões para debate.
PPGE-UFES-CNPq, Caderno de texto do projeto Programa de Formação em Saúde e
Trabalho, 2002.

GATTI, A. Bernadette. A Formação de Professores no Brasil: Problemas, propostas e


perspectivas. PUC-SP-FCC, 2000. (mimeo)

HERNÁNDEZ, Fernando & VENTURA, Montserrat. A organização do currículo por projetos de


trabalho: o conhecimento é um caleidoscópio. [Tradução de Jussara Haubert Rodrigues]. 5ª ed.
Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.

MACIEL, A. S. Neto & BOMURA, L. Shizue. Formação de professores: presente, passado e


futuro. São Paulo: Cortez, 2004.

PERRENOUD, Fhilippe. Construir as competências desde a escola. Porto Alegre: Artes


Médicas, 1999.

PERRENOUD, Fhilipe e outros. As competências para ensinar no século XXI. A formação dos
professores e o desafio da avaliação. Porto Alegre: Artes Médicas, 2002.

PIMENTA, S. Garrido. O estágio na formação de professores: unidade teoria e prática. 5ª ed.


São Paulo: Cotez, 2002.

PIMENTA, S. Garrido & LIMA, M. S. Lucema. Estágio e Docência. São Paulo, 2004.

SERRANO, M. G. P. Investigación-accion: aplicaciones al campo social y educativo. Madrid:


Dykinson, 1990.

SOUZA, A. R. Battisti e outros. Prática pedagógica/prática de ensino. Florianópolis:


UDESC/CEAD, 2002.

VASCONCELLOS, C. dos Santos. Coordenação do trabalho pedagógico: do projeto político-


pedagógico ao cotidiano da sala de aula. São Paulo: Libertad Editora, 2006.