Você está na página 1de 36

PEA3399 – Conversão de Energia

• Horário das aulas: Terça (16‐17:40) e Quinta (14:00‐15:40)
• Prof.: Maurício B. C. Salles (Sala: A2‐17)
• E‐mail: mausalles@usp.br
• Fone: (11) 3091‐5533

• Monitor:  Luís Felipe Normandia Lourenço (Sala: A2‐17)
lfnlourenco@usp.br
Resumo - Aula 9
CH – Princípio de funcionamento (genérico)

Fonte: http://ciencia.hsw.uol.com.br/usinas-hidreletricas1.htm
CH – Princípio de funcionamento (Itaipu)
Itaipu

Fonte: http://jie.itaipu.gov.br/node/31501
CH – Principais Tipos de turbinas

Potência em turbinas de eixo vertical

P  ghq
P = Potência (Watts)
η = eficiência da turbina
ρ = densidade da água (kg/m³)
g = aceleração da gravidade (9.81 m/s²)
h = altura líquida – queda (m). For still water, this is the difference
in height between the inlet and outlet surfaces. Moving water has an
additional component added to account for the kinetic energy of the
flow. The total head equals the pressure head plus velocity head.
q = fluxo (m³/s)
Geradores síncronos (GS)
Uso de máquinas de síncrona

Nonsalient Salient
polo rotor polo rotor
Uso de máquinas de síncrona
Uso de máquinas de síncrona (turbogerador)
Uso de máquinas de síncrona (turbogerador a vapor)

http://scabv.com/projects/powerprojects.html
Uso de máquinas de síncrona (gerador diesel)
Uso de máquinas de síncrona (aerogerador)
“The Enercon E-126 is a wind turbine model manufactured by the German company Enercon.
With a hub height of 135 m (443 ft), rotor diameter of 126 m (413 ft) and a total height of 198 m
(650 ft), this large model can generate up to 7,58 MW of power per turbine, making it the wind
turbine with the second highest nameplate capacity after the Vestas V164.”

Fonte: https://en.wikipedia.org/wiki/Enercon_E-126
Uso de máquinas de síncrona (aerogerador)

Fonte: http://www.solaripedia.com/13/201/2018/enercon_e126_nose_interior.html
Uso de máquinas de síncrona (aerogerador)

Direct drive: sem multiplicador de velocidade

Fontes:
1) http://www.sunwindenergy.com/wind-energy/enercon-presents-new-4-mw-turbine
2) http://www.wwindea.org/technology/ch01/en/1_2_3_2.html
Uso de máquinas de síncrona (aerogerador)

Rotor do gerador

Fonte: Chapter 8 – “Wind Turbine Gearbox Technologies” By Adam M. Ragheb and Magdi Ragheb
Fundamental and Advanced Topics in Wind Power", book edited by Rupp Carriveau, 2011.
http://www.intechopen.com/books/fundamental-and-advanced-topics-in-wind-power/wind-turbine-gearbox-technologies
Uso de máquinas de síncrona (aerogerador)

Estator do gerador

Fonte: http://www.wwindea.org/technology/ch01/en/1_2_3_2.html
Gerador síncrono (hidrogerador)

Estator de um hidrogerador
Gerador síncrono (hidrogerador)

Rotor de um hidrogerador
Geradores síncronos (GS):
Princípio de funcionamento
Máquinas de síncrona

Princípio de funcionamento

Fonte: http://xn--drmstrre-64ad.dk/wp-content/wind/miller/windpower%20web/en/tour/wtrb/syncgen.htm
Gerador síncrono (hidrogerador)

Enrolamento do Estator de um hidrogerador


Fonte: http://www.infordiss.com/Pages/Marthinusen-Coutts-DRC-hydroelectric-power-station.aspx
Gerador síncrono (hidrogerador)

Polo de uma máquina síncrona


Fonte: http://www.power-technology.com/contractors/powerplantequip/tes-vsetin/tes-vsetin5.html
Gerador síncrono (hidrogerador)

Enrolamento do Polo de uma máquina síncrona


Fonte: http://www.mitanigoukin.co.jp/en/coil/quality.html
Características básicas de máquinas síncronas - estator

 O enrolamento do estator (armadura) é trifásico e


distribuído (igual ao da máquina de indução) e é
ligado diretamente a uma fonte CA ou à carga;
 Os enrolamentos da armadura são posicionados
com diferença angular de 120o, de forma que as
tensões induzidas nos três enrolamentos serão
defasadas de 120o;
 O enrolamento do estator pode ser conectado em
Y ou em D.
Características básicas de máquinas síncronas - rotor

 O enrolamento de campo é posicionado no rotor e é


alimentado por uma fonte CC através de escovas
deslizantes sobre anéis coletores, que giram com o
rotor;
 A corrente CC (If) de campo produz campo
magnético no entreferro. Quando o rotor gira,
acionado por uma turbina, o enrolamento de
armadura é concatenado por um campo girante, o
qual induz uma tensão variável trifásica nos seus
terminais.
Gerador Síncrono

Gerador Síncrono:
• Tensão induzida
• Forma de onda senoidal
• Número de polos
• Controle da tensão induzida
• Fases de um gerador síncrono
• Fasores das tensões
• Circuito elétrico equivalente
Gerador Síncrono

 O campo girante no entreferro e o rotor giram na


mesma velocidade (síncrona);

 Usado em situações que demandem velocidade


constante com carga variável (95% dos geradores
elétricos);

 Usado com diferentes fontes primárias.


Características básicas de máquinas síncronas
Características básicas de máquinas síncronas - estator

Tensão induzida no estator:

http://www.ece.umn.edu/users/riaz/ani
mations
Características básicas de máquinas síncronas - estator

Tensão induzida no estator:

http://www.ece.umn.edu/users/riaz/ani
mations
Características básicas de máquinas síncronas

 Máquinas com muitos pólos e baixa velocidade, em geral tem o


rotor de pólos salientes;
- diâmetro grande
- comprimento pequeno
- eixo vertical
 Máquinas com poucos pólos e alta velocidade, em geral tem o rotor
cilíndrico;
- diâmetro pequeno
- comprimento grande
- eixo horizontal
Máquina síncrona trifásica – característica de magnetização

O campo girante no entreferro, produzido pelo


rotor, induz tensão trifásica senoidal nos
enrolamentos do estator;
A velocidade do rotor e a frequência das tensões
induzidas são relacionadas por:

120 f
n [rpm]
p
- p = número de polos
- f = frequência elétrica
Máquina síncrona trifásica – característica de magnetização
A tensão eficaz induzida por fase Ef é dada por:

E rms
 4, 44. f .N .max .kw
onde,
max é o fluxo por pólo
devido a corrente de campo I f
kw é o fator de enrolamento,
devido à disposição do enrolamento
N é o número de espiras por fase
Máquina síncrona trifásica – característica de magnetização
Campo magnético rotacional do rotor no
enrolamento estacionário do estator
Operação do gerador síncrono em uma rede interligada
 Geradores síncronos operando em paralelo.
Operação do gerador síncrono em uma rede interligada
 Geradores síncronos operando em paralelo
(sincronização com a rede).