Você está na página 1de 1

PORTARIA N. 15/PRES.

/16

Estabelece critérios e procedimentos para a


emissão de certidões relativas ao exercício de
2015, solicitadas pelos responsáveis por órgão ou
entidade municipais submetidos à jurisdição do
Tribunal de Contas.

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE MINAS GERAIS, no uso da


atribuição que lhe confere o inciso I do art. 19 da Lei Complementar Estadual n. 102, de 17 de
janeiro de 2008,
Considerando a necessidade de se estabelecer os critérios e procedimentos a serem adotados
pelo Tribunal para emissão de certidões de sua competência relativas ao exercício de 2015,
até que seja concluída a implantação da certidão eletrônica, atualmente em curso,
RESOLVE:
Art. 1º As certidões, relativas ao exercício de 2015, referentes à aplicação de recursos na
manutenção e desenvolvimento do ensino; do FUNDEB destinados ao pagamento da
remuneração dos profissionais do magistério da educação básica; nas ações e serviços
públicos de saúde; na despesa total com pessoal em relação à receita corrente líquida, serão
emitidas, exclusivamente, com base nos dados:
I – contidos nos documentos especificados nos Anexos II, III, IV, V, VII e VIII da Instrução
Normativa 02/2015, que estabelece diretrizes para a prestação das contas anuais do Chefe do
Poder Executivo Municipal referente ao exercício de 2015 e dá outras providências;
II – apurados no processo de prestação de contas anual do Prefeito Municipal, caso a análise
da defesa tenha sido realizada;
III – deliberados quando da emissão de parecer prévio.
§ 1º As certidões conterão a fase em que o processo se encontra bem como a ressalva quanto
à possibilidade de alteração das informações certificadas em virtude de inspeção ou auditoria
que venha a ser realizada no Município ou de qualquer outro processo que venha a ser
apreciado por este Tribunal.
§ 2º As certidões emitidas com base nos incisos I e II terão prazo de 90 dias.
§ 3º As certidões estabelecidas no caput serão emitidas somente se tiverem sido enviados os
Anexos II, III, IV, V, VII e VIII da Instrução Normativa 02/2015 e as informações pertinentes à
execução orçamentária e financeira do exercício de 2015 por meio do SICOM.
Art. 2º As certidões relativas ao pleno exercício da competência tributária municipal será
emitida com base no relatório de receitas de 2015 do SICOM.
Art. 3º As certidões relativas ao cumprimento dos limites impostos pela Lei de
Responsabilidade Fiscal – Lei Complementar nº 101/2000, e para fins de celebração de
operação de crédito serão emitidas com base nas informações extraídas do SIACE/LRF,
SIACE/PCA e SICOM.
Art. 4º Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação.

Interesses relacionados