Você está na página 1de 3

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO

1 – IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA

Nome do produto: Chapa de Polipropileno

Código do produto :
PPZ – polipropileno cinza
PPP – polipropileno preto
PPN – polipropileno natural

Dados da Empresa:
Tecnoplástico Belfano Ltda
Estrada Samuel Aizemberg, 1010
Cooperativa – São Bernardo do Campo – SP- Brasil
belfano@belfano.com.br
Telefone: (11) 2162-5000 Fax: (11) 2162-5010
www.belfano.com.br

2 – COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÃO SOBRE OS INGREDIENTES

Nome químico :
Poliolefina (PP)
Pigmentos orgânicos e inorgânicos (Masterbatch)

3 – IDENTIFICAÇÃO DE PERIGOS

Efeitos adversos à saúde humana:


A chapa de polipropileno é um produto inofensivo ao contato humano e não apresenta nenhum
risco à saúde humana. É composta de substâncias inertes.

Efeitos ambientais :
A chapa de polipropileno não causa qualquer efeito sobre o meio ambiente.
O polipropileno é reciclável e, dependendo do tipo de aplicação, pode ser reprocessado diversas
vezes. Produto não biodegradável.

Perigos físicos e químicos :


O produto fundido em contato com a pele causa queimaduras.
Quando submetido às temperaturas típicas de solda de topo (190 a 210ºC) há emanação de
vapores de hidrocarbonetos de baixo peso molecular e seus produtos de oxidação, que podem
causar irritação nos olhos e trato respiratório em casos de exposição prolongada. Recomenda-se
que a soldagem seja feita em local ventilado (ventilação natural ou mecânica).
O atrito ao qual a chapa de polipropileno é submetida durante o processamento favorece a
geração e acúmulo de cargas eletrostáticas. Eventuais descargas elétricas podem gerar ignição.
Portanto, é recomendado utilizar equipamentos aterrados e evitar ambientes de atmosfera
explosiva ou inflamável.

4 – MEDIDAS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL E PRIMEIROS SOCORROS

Respiratória:
Não há necessidade de proteção pois não há riscos de inalação.
É recomendável o uso de máscaras em operações de manuseio do produto em locais onde haja
acúmulo de poeira.

Contato com a pele e do corpo:


À temperatura ambiente não existe risco à saúde por isso não há necessidade de proteção.

Data / Revisão : 27/04/08 – 01 1/3


FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO

Em caso de contato do material fundido com a pele, resfriar a parte atingida aplicando água fria
ou gelada em abundância, não remover o material aderido à pele e procurar assistência médica.
È recomendado o uso de luva de proteção para manuseio das chapas nas operações brutas
como carga e descarga. Em caso de cortes e abrasão na pele, lave bem o local com sabão
neutro.

Contato com os olhos:


É sempre recomendado o uso de óculos de segurança no ambiente de trabalho. Em caso de
trauma ocular, procure assistência médica imediatamente.

Ingestão:
Sem riscos provenientes da ingestão acidental de pequenos resíduos de chapas.

5 – MEDIDAS DE COMBATE A INCÊNDIO

Meios de extinção apropriados:


O fogo deve ser combatido com água (spray), dióxido de carbono, pó químico ou agentes
extintores, pois o polipropileno quando em combustão produze incêndios de classe A. Em
incêndios pequenos é aconselhável utilizar extintores de dióxido de carbono ou pó químico. Em
grandes incêndios é aconselhável utilizar spray de água ou espuma (não usar o jato de água ou
espuma diretamente sobre o material fundido em chamas).
Em caso de incêndio, a área deve ser isolada, verificando-se aspectos de exaustão dos fumos
provenientes da queima.

Perigos específicos:
O polipropileno quando em queima direta, gera chama, água e dióxido de carbono (e na falta de
oxigênio é gerado monóxido de carbono). Os produtos da combustão são irritantes e tóxicos.
Em altas temperaturas (400°C e 700°C), produtos como cetonas, acroleína, aldeídos e outros
hidrocarbonetos podem ser formados.

6 – MANUSEIO E ARMAZENAMENTO

MANUSEIO:
Prevenção do Trabalhador:
Usar luva de proteção e bota de segurança no manuseio da chapa em operações brutas como
carga e descarga. É sempre recomendável o uso de óculos de segurança no local de trabalho.
Evitar contatos com a chapa aquecida em operações de solda.

Prevenção de Incêndio:
O polipropileno é combustível de forma que se deve evitar o contato da chapa com fontes de
ignição como a chama direta.

ARMAZENAMENTO:
Condições de armazenamento adequadas:
Armazenar em local seco, protegido da luz solar (no caso das chapas da cor NATURAL), longe de
fontes de calor e ignição.
Chapas 2 x 1 e 3 x 1 - Empilhar no máximo quatro pallets em superfície plana
Chapas 4 x 1 ou 4 x 1,3 - Empilhar no máximo seis pallets em superfície plana

Produtos e materiais incompatíveis:


Não é recomendado o armazenamento junto a solventes clorados, compostos aromáticos e
ácidos clorossulfônico, nítrico e sulfúrico.

Material seguro para embalagens:

Data / Revisão : 27/04/08 – 01 2/3


FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO

As chapas de polipropileno podem ser embaladas com filmes plásticos.

7 – PROPRIEDADES FÍSICO-QUÍMICAS

Estado físico : Sólido


Odor : Sem odor
pH : não aplicável
Densidade : 0,89 a 0,91 g/cm3
Temperatura de amolecimento: 147-150ºC
Temperatura de auto-ignição: 380ºC
Ponto / faixa de fusão: 140 a 170ºC
Condutividade térmica: 11,4 x 10-3 W/mºC

8 – ESTABILIDADE E REATIVIDADE

Instabilidade:
Produto estável

Materiais ou substâncias incompatíveis:


Algumas substâncias como solventes clorados, compostos aromáticos e ácidos clorossulfônico,
nítrico e sulfúrico, podem reagir com o polipropileno. Mesmo sendo aditivado com antioxidantes, a
exposição excessiva ao calor e à radiação aceleram o processo natural de degradação do
polipropileno.

Produtos perigosos da decomposição:


A decomposição pode gerar monóxido de carbono, dióxido de carbono e vapor de água e em
menores concentrações, aldeídos e outros vapores orgânicos. Os produtos da combustão do
polipropileno devem ser considerados tóxicos principalmente devido ao risco de formação de
monóxido de carbono.

9 – INFORMAÇÕES TOXICOLÓGICAS

Informações de acordo com as diferentes vias de exposição:


O polipropileno é quimicamente pouco reativo e geralmente reconhecido como sendo
biologicamente inerte. O produto não é considerado tóxico por nenhuma legislação.

10 – CONDIÇÕES SOBRE TRATAMENTO E DISPOSIÇÃO

Resíduos de Produto :
O descarte de resíduos deve ser realizado em aterros licenciados ou por incineração de acordo
com regulamentações federais, estaduais e locais. O polipropileno não é classificado como
material perigoso segundo a norma NBR-10.004 (classificação de resíduos sólidos – ABNT).
A entrega para usinas de triagem e reciclagem de resíduos sólidos urbanos é uma alternativa
ecologicamente correta para os resíduos de polipropileno.

Embalagens utilizadas:
As embalagens podem ser reutilizadas ou preferivelmente encaminhadas para usinas de triagem
e reciclagem de resíduos sólidos ou para empresas especializadas em reciclagem.

Data / Revisão : 27/04/08 – 01 3/3