Você está na página 1de 2

LIBIAM®

tibolona
Comprimidos 1,25 mg ou 2,5 mg

USO ORAL
USO ADULTO

FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES


Comprimidos com 1,25 mg ou 2,5 mg de tibolona. Embalagem com 28 comprimidos.

COMPOSIÇÃO
Cada comprimido de LIBIAM® 1,25 mg contém:
tibolona.............................................................................................................................................1,25 mg
excipientes (amido, palmitato de ascorbila, corante amarelo crepúsculo LA, lactose monoidratada, estearato de
magnésio) q.s.p.......................................................................1 comprimido

Cada comprimido de LIBIAM® 2,5 mg contém:


tibolona...............................................................................................................................................2,5 mg
excipientes (amido, palmitato de ascorbila, corante amarelo crepúsculo LA, lactose monoidratada, estearato de
magnésio) q.s.p..........................................1 comprimido

INFORMAÇÕES AO PACIENTE
COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?
LIBIAM® é um medicamento que tem como substância ativa a tibolona, que alivia os sintomas da menopausa
(fogachos, sudorese, secura vaginal), previne a perda óssea, melhora o humor e a libido (desejo sexual).

POR QUE ESTE MEDICAMENTO FOI INDICADO?


LIBIAM® foi indicado para aliviar as queixas resultantes da menopausa e prevenir a osteoporose.

QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?


Contraindicações
LIBIAM® não deve ser utilizado caso você tenha alguma reação alérgica à tibolona ou a qualquer outro componente da
formulação. Em caso de dúvida, consulte o seu médico. LIBIAM® não deve ser utilizado: história atual ou anterior de
câncer que possa se desenvolver na presença de hormônios sexuais (como câncer de mama ou do endométrio);
história atual ou anterior de problemas circulatórios, especialmente os relacionados à trombose (formação de coágulos
no sangue); alguma doença grave no fígado; presença de sangramento vaginal sem explicação; porfiria;
espessamento do endométrio (útero).

Precauções e advertências
Não é aconselhável a administração de LIBIAM® com medicamentos do tipo anticoagulantes, como a varfarina.
Avise ao seu médico caso você tenha que ser submetida a alguma cirurgia ou imobilização forçada decorrente, por
exemplo, de acidentes ou operações. É aconselhável que você seja submetida regularmente a um exame ginecológico.
Informe ao seu médico quando da ocorrência das seguintes condições: história atual ou anterior de problemas
circulatórios, como trombose, bem como inchaço doloroso de uma perna; dor repentina no peito ou dificuldade para
respirar; mioma (tipo de tumor); mau funcionamento do coração ou dos rins; aumento do nível de triglicérides (um
tipo de gordura) no sangue; história atual ou anterior de câncer que possa se desenvolver na presença de hormônios;
pressão alta (hipertensão); problemas de fígado; diabetes mellitus; cálculo na vesícula; enxaqueca ou dor de cabeça
grave; lúpus (tipo de inflamação crônica na pele); história de espessamento do endométrio; epilepsia; asma;
problemas no ouvido (otosclerose). A medicação deve ser suspensa na presença das seguintes condições: icterícia
(coloração amarelada nos tecidos devido à presença de pigmentos biliares); aumento repentino da pressão arterial;
aparecimento de enxaqueca ou dor de cabeça grave; ocorrência de gravidez.

Interações com outros medicamentos, alimentos e testes laboratoriais: informe o seu


médico sobre qualquer medicamento que esteja utilizando antes do início ou durante o tratamento, especialmente os
do tipo anticoagulantes (para tratamento de problemas de circulação).
Risco de uso por via de administração não recomendada: este medicamento deve ser administrado somente
pela via recomendada. Não há estudos dos efeitos se administrado pelas vias não recomendadas. Portanto, por
segurança e para eficácia deste medicamento, a administração deve ser feita apenas por via oral.

GRUPOS DE RISCO
Gravidez e lactação: LIBIAM® é contraindicado durante a gravidez. Avise o seu médico caso você engravide
durante ou após o tratamento e se você estiver amamentando.
Este medicamento não deve ser utilizado como anticoncepcional.
Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas ou que possam ficar grávidas durante o
tratamento.
Não há contraindicação relativa a faixas etárias.
Informe ao médico o aparecimento de reações indesejáveis.
Informe ao seu médico se você está fazendo uso de algum outro medicamento.
Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

1
COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?
LIBIAM® 1,25 mg: comprimidos circulares, cor laranja-clara, biconvexos, sem sulco e sem gravação.
LIBIAM® 2,5 mg: comprimidos circulares, cor laranja, biconvexos, sem sulco e sem gravação.
Os comprimidos de LIBIAM® devem ser ingeridos preferivelmente sempre na mesma hora do dia, sem mastigar e com
auxílio de algum líquido.
Esquecimento de dose (dose omitida): caso você tenha se esquecido de tomar uma dose, tome-a assim que se
lembrar desde que não tenha ultrapassado mais de 12 horas. Se ultrapassar esse tempo, você deverá ignorar a dose
esquecida e tomar a próxima dose no horário habitual. Não tome duas doses ao mesmo tempo. O esquecimento de
uma dose pode aumentar a probabilidade de sangramento de privação.
Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.
Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.
Não use o medicamento com o prazo de validade vencido. Antes de usar observe o aspecto do
medicamento.

QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE CAUSAR?


Informe ao seu médico o aparecimento de reações desagradáveis, especialmente se forem intensas ou persistentes.
As reações mais comuns são: sangramento e corrimento vaginal; alteração do peso corpóreo; dor de cabeça; dor
abdominal; dor nas mamas; coceira genital; candidíase; inflamação na vagina; vertigem (tontura); distúrbio
gastrintestinal; edema (inchaço); aumento de pelos faciais e acne.

O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA GRANDE QUANTIDADE DESTE MEDICAMENTO


DE UMA SÓ VEZ?
Não existem relatos até o momento de sintomas de toxicidade causados pela ingestão de uma quantidade excessiva
dos comprimidos de LIBIAM®. Nessa situação, poderão ocorrer náuseas, vômitos e sangramento vaginal. Informe o
médico para que possam ser adotadas medidas de suporte, se necessário.

ONDE E COMO DEVO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?


LIBIAM® 1,25 mg deve ser conservado em temperatura até 25ºC, protegido da luz e umidade. LIBIAM® 2,5 mg, deve
ser conservado em temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C), protegido da luz e umidade. Ambos devem ser
mantidos em suas respectivas embalagens originais.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.


VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA.

LIBIAM® 1,25 mg: MS nº: 1.0033.0128 . LIBIAM® 2,5 mg: MS n°: 1.0033.0087
Farmacêutica responsável: Cintia Delphino de Andrade – CRF-SP nº: 25.125

Registrado por: Libbs Farmacêutica Ltda.


Rua Josef Kryss, 250 - São Paulo - SP
CNPJ 61.230.314/0001-75
Fabricado por: Libbs Farmacêutica Ltda.
Rua Alberto Correia Francfort, 88 Embu - SP
Indústria brasileira
www.libbs.com.br

Data de fabricação, lote e validade: vide cartucho.


LIBI_14_732183 L.914